ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Aracatu: Professores concursados acusam gestor de desrespeitar decreto municipal

Brumado: 90ª Zona Eleitoral convoca eleitores para regularização de pendências

Hanseníase - quanto mais cedo o diagnóstico, maior a chance de cura

Brumado: Menor que furtou mercearia no Irmã Dulce volta a agir novamente no bairro São Felix

ONG em Brumado busca ajuda para continuar mantendo tratamento de dependentes químicos

Brumado: Moradores denunciam ponto de encontro de usuários de drogas em praça abandonada próximo a Feira Livre

'Vou sair dessa', diz apresentadora Ana Maria Braga ao revelar que está com câncer no pulmão

Conquista: Homem é encontrado morto na casa dele; corpo apresentava marca de facadas

Brumado: 'Não tenho mais pretensão de concorrer na política', diz Edmundo Pereira

Brumado: Homem é detido após ameaçar dono de bar com arma de fogo

Clínica Master: Dr. Absolom Duque atende em fevereiro

Mulher usa redes sociais para denunciar estupro em Porto Seguro: 'Nunca esquecerei'

Eleições 2020: Tendo Zé Ribeiro como principal pré-candidato à Prefeitura de Brumado pelo PT, Senador Jaques Wagner se esquiva e diz: 'Uma andorinha só não faz verão'

Caetité: Duas pessoas são baleadas durante discussão com policial durante show de Luiz Caldas

Aderindo movimento baiano, agentes e escrivães da Polícia Civil de Brumado paralisam atividades durante 48 horas

Brumado: Com presença de Jaques Wagner, PT realiza posse regional dos seus diretórios municipais

Brumado: Diagnosticada com fibromialgia, vendedora de cachorro-quente luta para pagar tratamento

RotSat: Rastreamento de veículos ou de sua frota!

Covardia: Idosa de 80 anos tem maxilar quebrado durante assalto na zona rural de Brumado

PRF prende passageira que transportava 25kg de maconha em ônibus no município de Vitória da Conquista


Homem passou 38 anos de sua vida sem poder casar e colocar o seu nome na certidão dos filhos

Foto: Whatsapp l 97NEWS

Um morador de Barra do Choça na Região do Planalto da Conquista viveu 38 anos de sua vida sem poder viver na sociedade como um cidadão registrado. José Marcos, de 38 anos, morador da comunidade de Duas Barras, zona rural do município, disse que vive com sua companheira, Maria Dias de Oliveira, com quem tem dois filhos, Edilane e Alan, e passou um grande dilema ao longo de sua vida. Segundo Marcos, ele se mudou para Barra do Choça, quando ainda era criança, sem os seus pais, e nunca pode tirar os documentos. Por conta disso, não pode registrar seus filhos por não ser casado. Ele é mais um brasileiro que vive ‘invisível’, ou seja, não existe para o Estado. José não tinha Certidão de Nascimento, RG, Título de Eleitor, CPF, nenhum outro documento. Ele nunca foi ao médico, não tem conta bancária, não votou e nem estuda. Mas aos 38 anos sua vida começou a mudar quando amigos de José conseguiu pagar uma advogada e conseguiu tirar os meus documentos. "Agora vou poder me casar, colocar o meu nome na Certidão de Nascimento dos meus filhos e começar a estudar”, disse. José Marcos, comentou ainda que, se sentia triste por não poder registrar os seus filhos, "agora graças a Deus poderei ser um cidadão, votar, ou seja ser um cidadão!", finalizou com um sorriso no rosto. 



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário