ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Estudo indica que zika pode provocar infertilidade em homens

Municípios baianos recebem repasse extra de R$ 377 milhões da União

78 supostas vítimas de João de Deus já procuraram o MP de Goiás

BA-148: Motorista não respeita sinalização de rodovia em obra e capota veículo entre Brumado e Livramento

Justiça mantém decisão e ‘Carcará do Sertão’ tem contas reprovadas e ainda terá que devolver cerca de R$ 11 mil ao FEFC

'Rally' entre carros da Coelba era treinamento afirma empresa

SP: Homem mata quatro pessoas na Catedral de Campinas e comete suicídio

BR-030: Vítima fatal em capotamento ocorrido na manhã desta terça-feira (11)

Perícia técnica confirma que ossada encontrada na BA-263 é da adolescente Keliane Oliveira que estava desaparecida

Criatividade fiscal: Governadores promovem ‘tratoradas’ a fim de cumprir a LRF e escapar da prisão

Otorrinolaringologia é no Centro Médico São Gabriel

Policiais civis de Brumado não devem aderir aos protestos e a paralisação da categoria

Justiça determina prisão de médicos que cobravam até R$ 8 mil para furar fila do SUS

Insatisfeitos com as medidas tomadas pelo governador Rui Costa, policiais civis da Bahia devem paralisar atividades a partir de hoje (11)

Brumado: Solenidade de formação da turma do Proerd 2018 é marcada por emoção, alegria e conscientização

Modera participa da elaboração do Plano de Recursos Hídricos da Bacia do Contas

Juiz processa advogado por ser chamado de 'capitão gay' e 'depravado'

Livramentense é encontrado morto em Caetité; vítima sofria de depressão

Brumado: Voluntários participam de ação solidária na comunidade de Pedra Preta

Homens invadem posto de saúde e fazem reféns por mais de 3h


Itapetinga: Abate de 600 jumentos comove internautas; segundo vídeo de internauta os animais sofrem crueldade

Foto: Reprodução l Vídeo

Símbolo da força e humildade nordestina e até chamado de “nosso irmão” pelo mestre Luiz Gonzaga o emblemático jumento, que segundo o folclore, carrega em seu lombo os rastros da urina do menino Jesus, virou notícia nas redes sociais e em boa parte da imprensa baiana. A polêmica começou quando um frigorífico anunciou a volta de abates de jumentos em Itapetinga, e esses animais já se encontram confinados em um curral.  Segundo o frigorífico, toda a produção será exportada para a China. Mas a notícia não agradou a todos da cidade, tanto que alguns itapetinguenses usaram suas redes sociais para repercutir um vídeo denunciando condições cruéis que estariam sendo submetidas milhares de jumentos que aguardam ser vendidos para o abate. Na gravação, a voz de um homem afirma que os animais estão sem comida e água.  “Estou aqui na cidade de Itapetinga, conhecida como terra firme e gado forte, mas infelizmente a terra está firme, mas o gado está fraco. Olha só, o Frigorífico Sudoeste fechou as portas para os açougueiros de Itapetinga e abriu as portas para um ‘rebanho’ de miseráveis que fazem uma situação como essa na nossa cidade”, diz a narração. Só em um perfil, o vídeo teve 2.200 compartilhamentos e 49.000 visualizações.

Segundo o vídeo, os jumentos estão passando fome e sede (Foto: Reprodução)

O homem fala que cerca de 3 mil jumentos estão presos e que estariam praticamente passando fome, esperando a hora do abate no frigorífico. "Estão morrendo de fome, agora ficam uns fazendeiros, dizendo que são criadores de gado e deixam uma situação como essa chegar em nossa cidade. E ficam os Deputados brigando por causa da vaquejada, dizendo que é maltrato aos animais, e uma situação como essa? Animais aqui só, jumentos, que não nasceram para o abate, para serem prontos para o abate aqui na cidade de Itapetinga, tá vendo…", relata o vídeo. Já o frigorífico afirmou que todos os animais que chegarem para serem abatidos vão passar pela fiscalização. “O SIF fiscaliza vivo e fiscaliza morto. A carne que sai de lá é de qualidade pra qualquer pessoa consumir. Não é consumido no Brasil por questões de religião, por questão de costume, por questão de hábito", disse. O Frigorífico Sudoeste disse ainda que, a empresa não junta animais, "nós não temos fazenda para juntar animais, nós não compramos animais”, finalizou a nota a imprensa.



Comentários

  • Webiston Barbosa Reis

    "Quanta hipocrisia. Essas mesmas pessoas que estão por aí protestando contra o abate dos jumentos...São as mesmas pessoas que diariamente consomem carne bovina, suína, caprina, e outras mais. Seja num churrasco regado a muita bebida, ou como recheio em salgados, sanduíches etc e tal. Lógico que ninguém deve consentir os maus tratos contra esses animais...Se é que de fato isso está ocorrendo. No entanto, sejamos coerentes. Se é para se protestar, que se proteste contra a matança de animais de uma forma em geral, e não somente dos jumentos."

  • Mariene Meira

    "Que absurdo meu Deus. Quanta maldade. Isso, no mínimo é desumano. Até quando esse tipo de coisa vai acontecer e ser visto como algo natural. Que isso não passe em branco diante dos olhos dos "homens " e "mulheres " porque certamente diante de Deus não passará. "

Deixe seu comentário