ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Pesquisa aponta que 11% dos trabalhadores com ensino superior ganham salário mínimo

'Se eu sair do PSL, maioria do partido continua comigo', diz Bolsonaro

Clínica Master: Ultrassonografia

Sobe para seis o número de mortos em desabamento de prédio em Fortaleza

Fim de semana com 40 graus em Brumado e umidade relativa do ar baixa, chegando aos 12%

Polícia Civil investiga desvio de recurso na Aspra

Vídeo mostra assaltante beijando idosa durante assalto no Piauí: 'não quero seu dinheiro'

Brumado: Embasa esclarece dificuldades no abastecimento na região da feira livre

Clínica Mais Vida: Geriatra fala sobre tratamento e cuidados com a Doença de 'Parkinson'

Após denúncia de descumprimento do Edital no concurso público de Aracatu, empresa divulga novo cronograma

Brumado: Mãe apela pela solidariedade para tratamento de sua filha com 'anemia falciforme'

Brumado: Sesau realiza Campanha Seletiva contra o Sarampo; Dia D será neste sábado (19)

Conquista: PRF prende homem com quase 30 kg de maconha prensada

Promoção: Comprou, estourou o balão, ganhou na Marcelo Esportes

Ex-pastor é preso suspeito de estuprar enteada enquanto vítima dormia

Governo abre concurso para formação de policias e bombeiros militares

Microempresário Bizunga Ramos apoia eventos do Dia das Crianças em Brumado

Brumado: Católicos comemoram canonização de Irmã Dulce, a Santa dos pobres

Brumado: Após reivindicações de moradores, prefeitura começa a molhar aterro em campo de futebol do São Felix

Quartzolar é eleita melhor empresa do ramo de Argamassa e Rejunte pelo 6° ano consecutivo


Bolsonaro colocou em dúvida a lisura das eleições deste ano

(Foto: 97NEWS Conteúdo)

O candidato do PSL à Presidência da República, Jair Bolsonaro, colocou em dúvida, ontem (30), a lisura do processo eleitoral de outubro.  "As eleições, de qualquer forma, estão sob suspeição", disse ele, durante entrevista ao programa Roda Viva, da TV Cultura. O argumento, segundo ele, é que o sistema eletrônico de votação é suscetível a fraudes.  Entre outras coisas, o deputado afirmou duvidar da execução do jornalista Vladmir Herzog, durante a ditadura militar. "Suspeita-se que ele foi morto por ter sido encontrado enforcado a uma altura de um metro e 20. Mas duas operações recentes da Polícia Federal que levaram à prisão de um sequestrador de crianças... Ele foi preso e depois amanheceu enforcado numa cela", comparou. Bolsonaro disse ainda que, no século XVI, durante a escravidão, os negros eram entregues aos mercadores pelos próprios negros africanos. "Os portugueses nem pisavam na África, eram os próprios negros que entregavam os seus negros", afirmou. Sobre o fato de o Brasil ter ou não uma dívida com os negros por causa da escravidão, o candidato respondeu que não reconhece a existência dessa dívida: "Que dívida é essa, meu Deus do céu? Eu nunca escravizei ninguém na vida”.



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário