ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Trânsito: Multas por uso de celular ao volante crescem 33% em 2018

Guanambi: 'Pedinte Estuprador' é procurado pela Polícia

Bahia: Mulher se joga de prédio para escapar de incêndio

MP-BA abre inquérito contra delegado-geral da Polícia Civil

Café da Manhã: Uma variedade de delícias com uma qualidade inigualável você só encontra na Padaria Divina

O xadrez e os ensinamentos para a política

Preço da gasolina termina semana em alta, diz ANP

PF combate grande grupo criminoso responsável por contrabando de cigarros

Caminhada 'Passos que Salvam' será em novembro na cidade de Brumado

TG 06/024 recebe palestra sobre a Semana Nacional do Trânsito em Brumado

Juiz proíbe uso de fogos de artifícios nos municípios de Tremedal, Belo Campo e Piripá

Mulher com bastão de 'selfie' causa confusão em evento de Alckmin em Salvador

Bahia: MPF instaura inquérito para apurar convênio entre governo e UPB a fim de implantar metodologia militar em escolas públicas

Livramento: Polícia identifica bandido morto em confronto e acusados de participarem do roubo ao carro-forte na BR-116

Royalties da mineração baterão recorde em 2018

Mega-Sena pode pagar até R$ 22 milhões em sorteio hoje (22)

Bahia: Carro da Secretaria Municipal de Saúde é flagrado transportando cerveja em Jussari

Forças Armadas foram solicitadas por 9 estados para manter segurança da eleição

Brumado comemora o 'Dia da Árvore' como uma das cidades mais arborizadas do Sudoeste Baiano

GCM de Brumado realiza no CAPS mais uma etapa do projeto ‘Missão Azul Solidária’


Sentindo no bolso: Gasolina a quase R$ 5 e gás de cozinha a R$ 60 assusta consumidores em Brumado

Foto: Luciano Santos l 97NEWS

Os sucessivos reajustes nos preços dos combustíveis nas refinarias pela Petrobras, com alta acumulada de 24,7% desde de abril, fizeram o valor do litro da gasolina romper a barreira de quase R$ 5 em Brumado. Os consumidores pagam até R$ 4,959 se optarem por abastecer o veículo com a gasolina comum, já a aditivada passa dos R$ 5. O levantamento foi feito por nossa equipe em visita à alguns postos da cidade. O motorista aposentado, Claudio Lisboa relatou a nossa equipe que a situação ficará insustentável em alguns meses. "Já pagamos vários impostos nos alimentos, agora pagamos mais caro no petróleo, que as vezes se torna necessário usar o veículo para se locomover. Brumado ainda não é uma cidade com o transporte público completo, ainda existem falhas. E a única maneira é recorrer ao meu carro. Se não fosse deixaria ele em casa, e andava de coletivo". Reclamou. A Petrobras vem informando há meses que não tem poder de formação de preços dos combustíveis. Além disso, destaca, inclusive em propagandas na TV, que sua cotação responde por cerca de um terço do valor final nos postos.

Foto: Luciano Santos l 97NEWS

Outro vilão, desta vez, é usado nas cozinhas dos brasileiros, o botijão de gás, ou GLP. Na última semana, a Petrobras concedeu reajuste de 4,4% no preço do botijão de 13 kg, e o aumenta representa 5,2%, na comparação com o preço do ano passado. Em Brumado, o reajuste elevou o preço do produto, que era vendido a R$ 55, para R$ 60 a vista, e o preço fica ainda mais salgado, se a compra for a prazo, chegando a R$ 70. “Eu estou pagando R$ 70 pelo botijão e não dura um mês. Antes durava 40 dias. Eu recebo salário mínimo, esse preço é muito caro para mim. O governo tinha que fazer alguma coisa”, desabafou, a recepcionista, Clarice Meira Muniz.



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário