ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Ação Solidária da LBV leva alegria e esperança para famílias do Sertão do São Francisco

Movimento ‘Vamos de Vermelho’: Rui Costa deverá sofrer forte cobrança do grupo de situação em sua visita a Brumado hoje (20)

Mototaxista fica ferido em colisão no cruzamento entre a Deolino de Carvalho e Guilherme Dias

Brumado: Pipeiros fazem protesto; abastecimento na zona rural pode entrar em colapso

Susto na BR-030: Motorista perde o controle e capota veículo no trevo próximo à Magnesita

Dom Basílio: TCM julga improcedente denúncia contra prefeito Roberval

Brumado: Com olhar em 2020, Waldenor e Vitor Bonfim oficializam parceria em evento muito concorrido

Secretaria de Educação emite nota de esclarecimento após briga de alunas na Escola Integral Idalina Azevedo Lobo

Brumadense com mandado de prisão em aberto é preso em Feira de Santana

PC do B de Brumado convida a população para discutir o Programa de Governo Participativo

Taxa de mortalidade infantil sobe 9,2% na Bahia depois de 25 anos em queda

Brumado: ‘Arrastão do Crime’ deixa população ainda mais assustada

Convenções para escolhas de candidatos a presidente começam hoje

PM acusada de agredir comandante é liberada; colegas divulgam carta em sua defesa

Rey do Dellivery lança 'Promoção Quinta Maluca': Pizza grande por R$ 19,99 + bordas grátis

Medidas para amenizar o tempo seco em Brumado

Chegou visita em casa, então que tal os deliciosos pães de queijo da Padaria Divina

Vitória da Conquista: Clientes reclamam de encomendas extraviadas pelas agências dos Correios

Desempenho do Bahia despenca com a saída de Guto Ferreira

Rio do Antônio: Continua a novela da Limpeza Pública


Malhada de Pedras: Mesmo em estado de emergência, município fez licitação para compra de R$ 100 mil em fogos de artifício

Caso seja finalizada, a aquisição de R$ 100 mil em fogos de artifício poderá ser muito questionada (Foto: Reprodução DOM)

Mesmo tendo decretado Estado de Emergência no final de março, o município de Malhada de Pedras realizou o processo licitatório para aquisição de R$ 100 mil reais em fogos de artifício, que seriam utilizados segundo o cronograma de atividades da administração. Vale ressaltar que não existe prazo específico para a utilização da mercadoria, tanto que o processo licitatório, feito em dezembro de 2017, não aponta datas específicas nesse sentido.  Segundo a oposição “a seca neste ano de 2018 está muito severa e, com isso, ações e investimentos deveriam ser destinados nesse sentido e não em comemorações, mas, infelizmente, não é isso que está ocorrendo”. O município que tem como principal fonte de renda a agricultura, vem atravessando sucessivas crises, o que vem prejudicando muito a economia local, então, diante disso, a compra de R$ 100 mil em fogos de artifício acaba sendo muito questionável, já que essa verba poderia ser utilizada em ações mais prioritárias. É importante salientar que o processo licitatório ocorreu quando o municipio não estava sob decreto de emergência e que o valor não é pago integralmente, mas as discussões ganharam mais notoriedade devido aos eventos juninos. Recentemente o mesmo episódio ocorreu no município de Lagoa Real, o que gerou uma forte onda de protestos nas redes sociais, então, isso poderá se repetir nessa questão de Malhada de Pedras, que também é um município considerado de pequeno porte, ou seja, que possui muitos desafios pela frente para se desenvolver. Configura a ata de registro do pregão oficial (clique). 



Comentários

  • Webiston Barbosa Reis

    "Protestos nas redes sociais nem sempre levam a nada. O correto seria encaminhar uma denúncia ao “Ministério Público”, órgão esse que, diga-se de passagem, tem competência suficiente para investigar, e se for o caso, punir os devidos responsáveis, bastando para isso, que seja PROVOCADO. Seria interessante também, solicitar desse “órgão” uma investigação detalhada com relação ao “preço total” da festa. Bem como, os valores cobrados por cada artista ou banda. De repente... Essas cifras podem estar ACIMA do aceitável. "

Deixe seu comentário