ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Brumado: Criança é internada na UTI em estado grave após ser atropelada por ônibus escolar na zona rural

Livramento: Homem sofre tentativa de homicídio no bairro Benito Gama

Pediatria é no Centro Médico São Gabriel com Dr. Thomás Caires

Lama de obra invade casas e moradores perdem tudo em Brumado

Clínica Master: Atendimento em Psiquiatria

Brumado: 'Gatuno' é preso pela PM logo após roubar moto no bairro São Jorge

Unip: A Educação transforma sonhos em realidades!

Apagão de 40 minutos atinge Brumado e municípios da região

Brumado: Choveu forte na madrugada desta segunda-feira (18) na 'Capital do Minério'

Bahia bate o Vitória da Conquista e assume a liderança do Campeonato Baiano

Agência Nacional de Mineração recomenda extinção de barragens a montante até 2021

Brasil vai precisar de 10 mi de profissionais em saúde e educação até 2040, diz BID

Brumado: Estudantes participam de tarde de autógrafos com prefeito Eduardo Vasconcelos

Artista plástico 'Dil Rocha' recebe Prêmio Giuliano Ottaviani; o brumadense ficou em 1º lugar com o quadro 'Pedalando na Trilha'

Após um mês e meio baiano é o último vencedor da Mega da Virada a retirar o dinheiro

Previsão indica vento forte e chuva na tarde desta sexta-feira em Brumado

Brumado: Câmara de Dirigentes Lojistas pede flexibilização na implantação da 'Zona Azul'

Brumado: Cratera se abre em antiga galeria de água próximo a 'passagem em nível' na rua que liga os bairros São Felix ao Centro


'O povo já não aguenta mais. Até quando a saúde ficará em segundo plano?', questiona o vereador Zé Ribeiro.

O vereador Zé Ribeiro voltou a fazer questionamentos sobre o setor de saúde (Foto: Daniel Simurro | 97NEWS)

O vereador Zé Ribeiro (PT) vem abordando em sucessivos pronunciamentos no Legislativo de Brumado a sua preocupação pela qualidade dos serviços prestados na área de saúde pelo município. Ele que já se posicionou contrariamente ao atual estado do Programa Glaucoma, convocando inclusive a administração municipal para fazer um chamamento público para a continuidade do programa, que sofreu queda de repasses, mas que, em contrapartida, não pode deixar os pacientes a “ver navios”, como é o caso do jovem estudante Bruno Moreira que foi reportado pelo 97NEWS. “Temos conhecimento da redução dos recursos, mas o programa não foi extinto, então, segundo as informações o custo anual do projeto era de cerca de R$ 2 milhões, e, agora com os cortes, foi reduzido para R$ 960 mil. Devido a isso, faz-se necessário que a gestão municipal venha a se adequar à essa nova realidade” e emendou destacando que “então, no meu ponto de vista, só tem uma forma de resolver a questão que é fazer um chamamento público, convocando empresas de todo o país para que os pacientes não fiquem desamparados”. O parlamentar também comentou a situação do Hospital Magalhães Neto, que segundo ele “é muito preocupante”. Num tom mais ácido ele declarou que “são apelos e mais apelos de pessoas que chegam ao nosso conhecimento, de pessoas em desespero que acabam que se dizem vítimas de negligência, como aconteceu esses dias com uma bebê de 02 meses que ficou com ferimentos no pé devido à uma falha na aplicação do soro” e ainda ressaltou que “a administração vive dizendo que a saúde vai muito bem, mas não é essa a realidade o quadro é muito preocupante, quem conhece de perto a situação sabe disso. Faltam médicos nas UBSs e até no próprio hospital; a própria UTI, que tem gastos astronômicos também está muito limitada, então, esperamos que medidas urgentes sejam tomadas para reverter essa situação, pois a nossa população não pode ficar sofrendo dessa forma”.



Comentários

  • Ariana

    "Decidir o futuro do nosso país é algo que precisa ser feito com consciência. Fazendo isso, o vereador não precisou pensar muito para dizer, sem hesitar: dizer sobre a saúde do nosso municipio é o mais preparado. Afinal, quem conhece um candidato que entenda tanto de assuntos como sáude como ele?"

Deixe seu comentário