ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Hemoba esclarece falta de 'bolsas' de coleta no hemocentro de Brumado

Clínica Master: Cirurgião Geral Dr. Pedro Thiébaut

Especialistas alertam para risco de pandemias globais em assembleia da ONU

RotSat: Rastreamento veicular com qualidade, eficiência e segurança

Brumado: Câmara vota hoje (23) projeto de lei que insere, altera e revoga dispositivos da Zona Azul

Brasileiros de alta renda são menos tributados na média dos países do G7, diz pesquisa

Inovare Odontologia & Saúde: O que é Gengivite e Periodontite

Brumado: Moradores do bairro São Jorge denunciam queimadas provocadas pela população às margens do Rio do Antônio

Caculé: Homem que estava desaparecido à três dias é encontrado morto; choque elétrico pode ter provocado o óbito

BR-030: Caminhão carregado com maracujina tomba próximo ao distrito de Ibitira

Brumado: Homem é baleado em tentativa de assalto na BA-148, próximo à entrada de Pedra Preta

Homem se afoga após pedido de casamento debaixo d'água

Homem é detido transportando mais de cem celulares sem nota fiscal em Jacobina

Moradora de Guajeru relata susto com roda de ônibus escolar que se soltou enquanto transportava alunos da zona rural

Confira os especialistas da semana na Clínica Mais Vida em Brumado

Livramento de Nossa Senhora: Polícia investiga casos de clonagem de números de telefone na cidade

Brumado: Despesas com saúde pública chega aos 34% com vítimas do trânsito

Vitória da Conquista receberá o maior evento Fitness da Bahia, o 'Confit Evolution'

Bahia: Queimadas aumentam 58% em comparação ao ano passado

Brumado: Nesse final de semana tem mais uma rodada do Campeonato de Futebol de Veteranos no 'Gilbertão'


Foi em Dubai: Baiano de Itabuna é preso por suposto esquema de pirâmide financeira

O empresário Danilo Vunjão Santana Gouveia, baiano e Itabuna de 34 anos, foi preso em Dubai por esquema de pirâmide financeira. Mansão, Ferrari, helicóptero e jatinho eram corriqueiros em suas redes sociais. Os prazeres foram financiados com milhares de pessoas que aderiram à empresa D9 Clube de Empreendedores. A empresa de fachada foi forjada pelo baiano para comandar um esquema de pirâmide que pode ter rendido até R$ 200 milhões, de acordo com investigações feitas pela polícia da Bahia e do Rio Grande do Sul. Na sogra da casa de Danilo foram encontrados R$ 1 milhão em espécie. A Justiça da Bahia bloqueou cerca de R$ 25 milhões em bens de pessoas ligadas à empresa. Metade do valor foi encontrada apenas em uma conta bancária em nome de Danilo Santana. O presidente da empresa foi preso no dia 13 de fevereiro por agentes da Interpol ao desembarcar no aeroporto de Dubai, fruto de um decreto de prisão preventiva emitida pelo juiz Ricardo Andrade,  do Rio Grande do Sul. O MInistério de Justiça brasileiro tenta extraditá-lo em um processo que promete ser demorado. Ele fez o pedido de colaboração premiada com o Ministério Público Baiano e está esperando que o juiz Murilo Luiz Staut Barreto, da 1ª Vara Criminal de Itabuna. Ele autorizou seu advogado a negociar com milhares de vítimas da D9, sem apresentar proposta de devolução de dinheiro. O advogado dele está com a carteira da OAB suspensa. As acusações são de crimes contra economia popular, associação criminosa, estelionato e lavagem de dinheiro. Além de vítimas do golpe espalhadas por todo o país, há investidores ludibriados pelo esquema da D9 identificados pela reportagem em países como Argentina, Uruguai, Uganda, Quênia, Nigéria, China, Japão, Estados Unidos, Afeganistão, Itália, Paraguai. Somente no país vizinho, uma investigação do Ministério Público local detectou cerca de 30 mil cidadãos prejudicados, de acordo com o jornal "ABC Color".



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário