ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Brumado: Receita Federal e Ministério do Trabalho serão realocados para espaço da antiga Policlínica

Brumado: Após ter casa interditada, músico denuncia péssimas condições de casa alugada pela Prefeitura

Caetité: Operador morre após cair de pá carregadeira e ser atropelado pelo veículo

Celulares pré-pagos com cadastros desatualizados serão bloqueados

Homem é preso suspeito de comercializar anabolizantes e drogas sintéticas em Conquista

Fã que planejava 'se vingar' da cantora Simaria é preso

Brumado: Comdica e Sesoc promovem formação para Conselheiro Tutelares

Polícia apreendeu armas e munição em residência no município de Lagoa Real

Coordenador da 20ª Coorpin esclarece que incêndio causado por minerador na Chapada Diamantina 'pode não ter sido proposital'

Brumado: Funcionários relatam possíveis férias coletivas na Vix Logística, terceirizada da RHI Magnesita

Mais uma turma de motoristas de Brumado terminam curso do transporte coletivo de passageiros

Bolsonaro anuncia saída do PSL e criação da Aliança pelo Brasil

Medida Provisória permite que agências abram aos sábados e carga horária de bancários sobe

BR-101: Veículo com placas de Brumado se envolve em grave acidente na região de Laje

Livramento de Nossa Senhora: Polícia prende homem suspeito de iniciar focos de incêndio na Chapada Diamantina

Saúde do Coração - Clínica Mais Vida oferece exame de eletrocardiograma

Brumado: Enfermeira fala da importância da prevenção do câncer em trabalhadores e profissionais

Novembro Azul: Como anda a saúde dos homens? 97NEWS vais as ruas e ouve brumadenses

Prefeitura de Brumado lança campanha de descontos no REFIS 2019

Brumado: Motorista passa mal e capota veículo na Av. João Paulo I


Malhada de Pedras: ‘Lixão do Capinal’ continua revoltando moradores

Para piorar a situação, colocam fogo no lixo liberando uma fumaça tóxica que prejudica a vida dos moradores (Foto: 97NEWS)

A presença de lixões em algumas cidades do Norte e Nordeste ainda é muito comum, o que comprova a falta de compromisso com as questões ambientais por parte dos governantes. A questão ainda está sob “as vistas grossas” do governo federal, que por meio da Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS), através da lei de n° 12.305, de 2010, determinou que todos os municípios brasileiros dessem um fim nos lixões a céu aberto e implantassem aterros sanitários, só que prorrogações sistemáticas deixaram o processo no “campo dos sonhos”. Uma nova denúncia enviada à redação do 97NEWS nesta quarta-feira (25) vem comprovar ainda mais essa situação que, infelizmente, ainda é uma realidade, mesmo estando em pleno século XXI. A denúncia foi feita pelos moradores da Comunidade de Capinal Salvador, zona rural de Malhada de Pedras, os quais dizem não suportar mais um grande lixão que está cada vez mais próximo das residências. Segundo especulações, o próprio município estaria despejando o lixo recolhido na cidade, o que é um fator agravante e pode, caso seja comprova, se constituir num crime ambiental. Certo é que a quantidade de lixo vem aumentando de forma significativa, com uma agravante que, no período noturno, pessoas acabam colocando fogo no lixo, criando uma fumaça tóxica que está causando problemas de saúde nos moradores, que já fizeram inúmeras reclamações, mas, até agora, o problema não foi resolvido, muito pelo contrário, só piorou, o que vem comprovar uma falta de consciência ambiental das autoridades sanitárias.



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário