ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Portal dos procurados oferece recompensa por informações sobre ‘Dr. Bumbum’

Itabuna: Cabo da PM é presa após tentar agredir comandante dentro de batalhão

Brumado: Idoso é detido suspeito de assédio sexual dentro de antiga construção

Partido dos Trabalhadores convida população brumadense para participarem do 'Programa de Governo Participativo'

Menina de 12 anos deficiente é estuprada por 22 homens durante sete meses na Índia

Bahia: Certidões emitidas pelo TCE podem gerar R$ 7,6 milhões para o Estado

Brumado: Professores da rede municipal de ensino recebem Capacitação de Robótica para aplicar em sala de aula

Brumado: Adolescente desaparecido volta para casa

Em meio a desinteresse e insatisfação da população, Rui Costa estará em Brumado nesta sexta-feira (20)

Brumado: Após revogação de licitação, Prefeitura abre nova concorrência para empresa administrar 'Zona Azul'

Brumado: Agentes de trânsito recebem curso sobre a importância do aprimoramoramento de técnicas de relacionamentos interpessoal para a vida pessoal e no trabalho

Cirurgião geral na Clínica Master com Dr. Pedro Thiébaut

Brumado: 34ª CIPM confirma nova viatura e possibilidade de aumento do efetivo

Brumado: GCM´s participam de capacitação para criação de Grupamento Especializado (GE)

Após 100 dias de prisão, perfil de Lula no Facebook posta vídeo do ex-presidente

Bebê de dois meses sobrevive após cair do segundo andar de casa no Espírito Santo

Brumado: Jovem é apreendida com drogas e carregador para rádio comunicador no bairro São Felix

Atenção: Após surto no Brasil, Sesab quer elevar cobertura vacinal de sarampo

Conta de luz subirá até 3,86% com reajuste de receita de hidrelétricas

Conquista: Leilão de carros e motos apreendidos acontece na quinta-feira (19); são lotes com preço mínimo de até R$ 100


Nota de protesto do professor Genivaldo Azevedo referente à reforma do CMEAS

Segundo o professor só existe um funcionário trabalhando na reforma do auditório (Foto: Genivaldo Azevedo)

“Mesmo estando inaugurada a escola CMEAS desde o dia 02/04/2018, com direito a execução do Hino Nacional e hasteamento da Bandeira, as atividades docentes não estão sendo executadas plenamente, pois as salas de informática, vídeo, auditório e o laboratório de ciências não estão disponíveis para uso. Tive dificuldade de executar atividades docentes em sala de aula por conta dessa morosidade no término. Para uma aula mais dinâmica, o professor deve lançar mão dos recursos audiovisuais, usar a internet e todas as mídias disponíveis, coisa que no CMEAS não está sendo possível, e isso é lamentável pois a I Unidade já está finalizando e só quem perde são os alunos. Além de tardia, a reforma da escola ainda não foi concluída e anda a passos de tartaruga, a exemplo da pintura do auditório que atualmente conta com apenas 01 (um) funcionário da empresa responsável pela obra, sem falar na falta de cuidados com as poltronas acolchoadas que não foram protegidas, se quer com uma lona(foto), ficando os detritos, materiais e equipamentos da reforma sobre as poltronas. 

(Foto: Genivaldo Azevedo)

Esta reforma do CMEAS custou aos cofres públicos R$ 136.864,90, sendo esse valor basicamente para a remoção do telhado de cerâmica e madeiras e a pintura, dentre outras atividades mais simples, sendo que o valor da nova cobertura não está incluído nesse quantitativo. Monitores de 40' e 50' polegadas da sala de vídeo expostos no chão da secretaria sem proteção correndo o risco de serem derrubados pelos transeuntes (foto abaixo). Em conversa com a coordenação fui informado que apenas um projetor de vídeo está funcionando, e os demais com defeitos. Lamentavelmente apesar dos milhões que a educação recebe do FUNDEB, a prioridade do gestor é apenas reformas e mais reformas, e o salário dos professores, equipamentos de apoio para as aulas ficam para segundo ou terceiro plano. Não é só uma sala com pintura nova e Ar Condicionado que vai fazer a educação melhorar a qualidade, mas sim um investimento considerável na renumeração dos profissionais da educação e equipamentos no apoio logísticos às aulas”.  

GENIVALDO AZEVEDO 
PROFESSOR



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário