ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

‘Baixa da Égua’: Caminhão carregado de cocos perde os freios e, por sorte, não aconteceu uma tragédia; veja vídeo

Vingança na Bala: Após descobrir que estava sendo traída, mulher acerta um tiro na testa do marido

Brumado: Romeiros instalam cruz com LED em morro no distrito de Ubiraçaba; a manifestação de fé já dura décadas

Trânsito: Multas por uso de celular ao volante crescem 33% em 2018

Guanambi: 'Pedinte Estuprador' é procurado pela Polícia

Bahia: Mulher se joga de prédio para escapar de incêndio

MP-BA abre inquérito contra delegado-geral da Polícia Civil

Café da Manhã: Uma variedade de delícias com uma qualidade inigualável você só encontra na Padaria Divina

O xadrez e os ensinamentos para a política

Preço da gasolina termina semana em alta, diz ANP

PF combate grande grupo criminoso responsável por contrabando de cigarros

Caminhada 'Passos que Salvam' será em novembro na cidade de Brumado

TG 06/024 recebe palestra sobre a Semana Nacional do Trânsito em Brumado

Juiz proíbe uso de fogos de artifícios nos municípios de Tremedal, Belo Campo e Piripá

Mulher com bastão de 'selfie' causa confusão em evento de Alckmin em Salvador

Bahia: MPF instaura inquérito para apurar convênio entre governo e UPB a fim de implantar metodologia militar em escolas públicas

Livramento: Polícia identifica bandido morto em confronto e acusados de participarem do roubo ao carro-forte na BR-116

Royalties da mineração baterão recorde em 2018

Mega-Sena pode pagar até R$ 22 milhões em sorteio hoje (22)

Bahia: Carro da Secretaria Municipal de Saúde é flagrado transportando cerveja em Jussari


Falsos funcionários da EPCL terceirizada da Coelba são presos suspeitos de aplicarem golpes em Brumado e Tanhaçu

Foto: Divulgação l Polícia Militar

Dois homens da cidade de Aracatu foram presos, nesta segunda-feira (9), suspeitos de aplicarem golpes como falsos funcionários da empresa EPCL, terceirizada da Coelba, em Tanhaçu. De acordo com policiais da 34ª CIPM, eles apresentaram documentos falsificados. A prisão ocorreu na comunidade de Tucum, na Zona Rural da cidade. A polícia chegou até os suspeitos depois de receber denúncias de que, pelo menos, cem moradores da Zona Rural de Brumado, Tanhaçu e região foram vítimas de golpes. Durante a diligência feita na zona rural, os homens se apresentaram como funcionários da EPCL, empresa tercerizada da Coelba, mencionando inclusive o crachá de identificação falsificado. No veículo da dupla, a polícia apreendeu fardas da empresa, utilizadas para aplicar os golpes, além de relógios, disjuntores, R$ 527 em dinheiro e ferramentas. Os suspeitos já foram presos. Na delegacia eles confessaram que exerciam de forma indevida a profissão de eletricista. Os dois foram presos em flagrante, autuados por uso de documentos falsos e responderão por estelionato.



Comentários

  • Afonso Pires de Souza neto

    "O nome da localidade é Tucum e a grafia correta é terceirizada."

Deixe seu comentário