ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Cipe-Chapada prende homem com revólver, drogas e dinheiro em Milagres

WhatsApp vai lançar nova versão; veja as mudanças

Como a Bahia virou uma potência mundial do marketing político

Após ser espancada, mulher denuncia o marido e posta foto do rosto no Whatsapp

Bahia estreia neste domingo no Baianão sem três titulares

O Congresso poderá votar ainda no primeiro semestre projeto que regulariza o funcionamento de cassinos no Brasil,

Efeito Waack: Globo cobrará multa milionária de contratado em 'comportamento anti-ético'

Violência em Itapetinga: Adolescente é executado e outro morre em confronto com a PM

Mais de 1,4 mi de eleitores ainda não fizeram biometria na BA; prazo termina dia 31

Haddad sugere que Viagra passa a ser vermelho para homenagear 'T' de Lula pelo Brasil

Cristiane Brasil é autorizada pelo STJ para assumir o Ministério do Trabalho

BR-430: Motoqueiro é atingido por caminhão e tem morte instantânea na região de Caetité

20 de janeiro: Brumadenses irão comemorar o `Dia de São Sebastião´ patrono de Brumado

Jornalista global se demite após 18 anos para investir em bitcoin

Mega-Sena pode pagar prêmio de R$ 15 milhões hoje (20)

Instrumentos que foram roubados de Caetano Veloso são recuperados pela Polícia

Governo da Bahia divulga resultado provisório de concurso para soldado da PM

Barreiras: Pai é suspeito de agredir filha com machado após ela reagir a tentativa de abuso

Olha o Gás: Petrobras reduz preço de gás industrial e comercial em 6,3% a partir de sábado

Brumado: Confira a programação do `Verão Vip 2018´


Jânio Quadros: Ex-prefeito é condenado por mau uso de verba da educação

A Justiça Federal condenou o ex-prefeito Hermes Bonfim Cheles Nascimento, de Jânio Quadros, e outros dois ex-membros da comissão de licitação do município por improbidade administrativa. De acordo com o Ministério Público Federal (MPF), o ex-gestor fez mau uso de recursos da educação, repassados pelo Fundo Nacional do Desenvolvimento da Educação (FNDE) em 1999. À época, Nascimento teria firmado convênio com o FNDE para apoiar o Programa de Garantia da Renda Mínima. Segundo as investigações, ao invés de repassar os recursos às famílias cadastradas no programa, o ex-gestor comprou e supostamente entregou alimentos aos beneficiários, o que caracteriza um desvio na finalidade do convênio. Além disso, são levantadas outras ações ilícitas em processos de pagamentos e procedimento licitatório. A Justiça condenou Nascimento à perda de função pública que estiver exercendo quando do trânsito em julgado, suspensão dos direitos políticos por seis por anos e proibição de contratar com o poder público ou receber benefícios, incentivos fiscais ou creditícios pelo prazo de cinco anos.

Bahia Notícias



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário