ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Cipe-Chapada prende homem com revólver, drogas e dinheiro em Milagres

WhatsApp vai lançar nova versão; veja as mudanças

Como a Bahia virou uma potência mundial do marketing político

Após ser espancada, mulher denuncia o marido e posta foto do rosto no Whatsapp

Bahia estreia neste domingo no Baianão sem três titulares

O Congresso poderá votar ainda no primeiro semestre projeto que regulariza o funcionamento de cassinos no Brasil,

Efeito Waack: Globo cobrará multa milionária de contratado em 'comportamento anti-ético'

Violência em Itapetinga: Adolescente é executado e outro morre em confronto com a PM

Mais de 1,4 mi de eleitores ainda não fizeram biometria na BA; prazo termina dia 31

Haddad sugere que Viagra passa a ser vermelho para homenagear 'T' de Lula pelo Brasil

Cristiane Brasil é autorizada pelo STJ para assumir o Ministério do Trabalho

BR-430: Motoqueiro é atingido por caminhão e tem morte instantânea na região de Caetité

20 de janeiro: Brumadenses irão comemorar o `Dia de São Sebastião´ patrono de Brumado

Jornalista global se demite após 18 anos para investir em bitcoin

Mega-Sena pode pagar prêmio de R$ 15 milhões hoje (20)

Instrumentos que foram roubados de Caetano Veloso são recuperados pela Polícia

Governo da Bahia divulga resultado provisório de concurso para soldado da PM

Barreiras: Pai é suspeito de agredir filha com machado após ela reagir a tentativa de abuso

Olha o Gás: Petrobras reduz preço de gás industrial e comercial em 6,3% a partir de sábado

Brumado: Confira a programação do `Verão Vip 2018´


Presidente municipal do PT revela estratégia para eleição e ‘não vê viabilidade’ em Alice Portugal

Foto: Divulgação

Mesmo sem vice definido na chapa de Rui Costa, o Partido dos Trabalhadores (PT) já se organiza para a corrida eleitoral. Em conversa com o Bahia Notícias, o presidente municipal da legenda, Edson Valadares, disse que a estratégia é discutir a cidade em todos os “territórios urbanos”. A meta também já está bem definida para Valadares: “Ganhar em todas as esferas. Presidente, governador e ampliar o espectro na Assembleia Legislativa da Bahia e Câmara Federal”. O “legado histórico” da sigla é outro ponto a ser bastante usado para convencer os eleitores de que é válido deixar os petistas no poder. Considerada, pelo próprio governador como “prato cheio”, a segurança pública deve ser o carro chefe da oposição para atacar a atual gestão. No entanto isso não assusta Valadares, que jogou a responsabilidade do aumento dos crimes para o plano nacional. “Eu acho que os números comprovam que o aumento da violência é multicausal e nacional. Houve um grande aumento do processo de violência no país, não é exclusivo da Bahia”, esquivou-se. Ainda segundo ele, “as políticas estão sendo maturadas para dar resultado”. “Se nós observarmos, a violência cresce desde o ano 2000. Foi subindo, subindo e só caiu em 2012 e 2013”, disse.

Foto: Divulgação

Se no início do processo de escolha do secretário da Casa Civil – Rui Costa – como candidato do partido para 2014 houve algumas rusgas, hoje, segundo o presidente municipal, tudo são flores. “Isso é uma coisa superada. Está todo mundo com Rui. Quem esteve na apresentação do projeto viu Pinheiro e Gabrielli lá. Esse assunto é superado. Todas as correntes estão presentes e na coordenação da campanha”, amenizou. A disputa entre o presidente da Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA), Marcelo Nilo (PDT), e do deputado federal Mário Negromonte (PP) pelo segundo posto na chapa está, para Edson “empatada”. Sem querer colocar a deputada federal Alice Portugal (PCdoB) para o escanteio, ele deu a dica: “Há uma discussão que o vice vai sair entre os dois [Negromonte e Nilo]. Não vejo muita viabilidade em Alice, mas o pleito dela é justo”, esquivou-se, mais uma vez, sem querer se “meter” na escolha do “timoneiro Wagner”.

Bahia Notícias



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário