ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Portal dos procurados oferece recompensa por informações sobre ‘Dr. Bumbum’

Itabuna: Cabo da PM é presa após tentar agredir comandante dentro de batalhão

Brumado: Idoso é detido suspeito de assédio sexual dentro de antiga construção

Partido dos Trabalhadores convida população brumadense para participarem do 'Programa de Governo Participativo'

Menina de 12 anos deficiente é estuprada por 22 homens durante sete meses na Índia

Bahia: Certidões emitidas pelo TCE podem gerar R$ 7,6 milhões para o Estado

Brumado: Professores da rede municipal de ensino recebem Capacitação de Robótica para aplicar em sala de aula

Brumado: Adolescente desaparecido volta para casa

Em meio a desinteresse e insatisfação da população, Rui Costa estará em Brumado nesta sexta-feira (20)

Brumado: Após revogação de licitação, Prefeitura abre nova concorrência para empresa administrar 'Zona Azul'

Brumado: Agentes de trânsito recebem curso sobre a importância do aprimoramoramento de técnicas de relacionamentos interpessoal para a vida pessoal e no trabalho

Cirurgião geral na Clínica Master com Dr. Pedro Thiébaut

Brumado: 34ª CIPM confirma nova viatura e possibilidade de aumento do efetivo

Brumado: GCM´s participam de capacitação para criação de Grupamento Especializado (GE)

Após 100 dias de prisão, perfil de Lula no Facebook posta vídeo do ex-presidente

Bebê de dois meses sobrevive após cair do segundo andar de casa no Espírito Santo

Brumado: Jovem é apreendida com drogas e carregador para rádio comunicador no bairro São Felix

Atenção: Após surto no Brasil, Sesab quer elevar cobertura vacinal de sarampo

Conta de luz subirá até 3,86% com reajuste de receita de hidrelétricas

Conquista: Leilão de carros e motos apreendidos acontece na quinta-feira (19); são lotes com preço mínimo de até R$ 100


E agora? Exército destitui general de cargo por ter criticado Temer

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

O Exército pedirá ao ministro da Defesa, Raul Jungmann, a destituição do general Antonio Hamilton Mourão do cargo de secretário de Economia e Finanças do Comando do Exército depois que ele afirmou que o presidente Michel Temer faz do governo um “balcão de negócios” para se manter no poder. Mourão vai ficar sem função à espera do tempo de ir para reserva, em março de 2018. Para o lugar dele, o comandante do Exército, Eduardo Villas Bôas, indicou o general Luiz Eduardo Ramos Baptista Pereira. “Não há dúvida que atualmente nós estamos vivendo a famosa Sarneyzação (em referência ao ex-presidente José Sarney). O nosso atual presidente vai aos trancos e barrancos buscando se equilibrar e mediante o balcão de negócios chegar ao final de seu mandato”, disse o general. Em setembro, Mourão falou três vezes na intervenção militar enquanto proferia uma palestra na Loja Maçônica Grande Oriente, também em Brasília: “Ou as instituições solucionam o problema político, pela ação do Judiciário, retirando da vida pública esses elementos envolvidos em todos os ilícitos, ou então nós teremos que impor isso”. O militar foi questionado sobre o que o alto generalato pensavam sobre a pré-candidatura do deputado Bolsonaro. Mourão respondeu em sinal de apoio ao parlamentar, que saiu em sua defesa quando ele proferiu a palestra em setembro e escapou de punição. “O deputado Bolsonaro já é um homem testado, é um político com 30 anos de estrada, conhece a política. E é um homem que não tem telhado de vidro, não esteve metido aí nessas falcatruas e confusões. Agora, é uma realidade, já conversamos a esse respeito, ele tem uma posição muito boa nessas primeiras pesquisas que estão sendo feitas, ele terá que se cercar de uma equipe competente, ele terá que atacar esses problemas todos, não pode fazer as coisas de orelhada, e obviamente, nós seus companheiros dentro das Forças olharmos com muito bons olhos a candidatura”, declarou.



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário