ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Brumado: Crescem as reclamações de perturbação da ordem; estabelecimentos da área de entretenimento são os alvos

Brumado: Prefeitura tomará posse da área invadida por movimento; terreno será murado para evitar novas invasões

Justiça Eleitoral pede retirada de outdoor em apoio a Bolsonaro em Brumado

Vereador Lek apresenta novas indicações buscando melhorias para bairros periféricos de Brumado

Equívoco cometido por GCM, faz com que a Central de Marcação volte ao cenário das reclamações

Dia do Rotariano: Vereadora Lia Teixeira parabeniza os membros da organização

Brumado Profissionalizar: A sua chance de mudar a sua vida

Divulgado aviso de Licitação para concessão de empresa para gerenciar “Zona Azul” em Brumado

Começa pagamento do Pis/Pasep; Veja se tem direito a até R$ 954

Brumado: Cursos de Engenharia de Minas e Civil deverão ser implantados pelo IFBA

Brumado: Empresário do ramo alimentício, ‘Alex do Pirão’, indignado com a Embasa

Brumado: Investigadores da Polícia Civil recapturam foragido da justiça

Nesta sexta-feira (23) tem mais uma edição da Feirinha Comunitária do Bairro Baraúnas

Deu Bahêa: Com direito a nova dancinha de Vinícius, Bahia vence o Náutico na Fonte Nova

Procurador pede exclusão e rebaixamento do Vitória no Baianão

Barra do Choça ganhará uma nova rádio 100% internet a partir desta sexta-feira (23)

Luta pela vida: Jovem de Malhada precisa de doadores de sangue em Vitória da Conquista

Grupo Direita Brumado: Outdoor homenageia a ideologia defendida pelo deputado Jair Bolsonaro

Entulho deixado por empreiteira na Rua Nazaré vira objeto de revolta dos moradores

Chegou visita em casa, então a dica é os deliciosos pães de queijo da Padaria Divina


Brumado: Ex-agente de endemias faz grave alerta sobre os riscos do Calazar e da Dengue; secretário esclarece

O ex-agente Marcelo Nascimento chamou a atenção para a situação do setor de endemias (Foto: Luciano Santos | 97NEWS)

Em entrevista ao âncora Carlos Silva que comanda o Jornal da Alternativa, o ex-agente de endemias Renato Nascimento, que trabalhou por 16 anos na Prefeitura de Brumado, fez um grave alerta, tendo como enfoque os riscos do aparecimento de casos de Dengue e, principalmente, da Leishmaniose, conhecida popularmente como Calazar. Segundo ele o município corre um sério risco nesse sentido, ainda mais que estaria ainda sem um coordenador do setor de endemias, o que estaria prejudicando a efetividade dos serviços. "Hoje vemos o setor da Dengue funcionando mal, antes eram 4 setores, agora é só um, por isso é necessário que medidas urgentes sejam tomadas, pois os riscos são grandes, ainda mais que a população ficou na zona de conforto, já que não apareceram casos recentes", destacou Nascimento. Ele subiu o tom ao falar do Calazar citando que "Brumado tem uma enorme quantidade de cães errantes, muitos dos quais são largados aqui por outros municípios da região, então, como este jogo de empurra entre a justiça e a prefeitura vem atrapalhando o trabalho de investigação e até de eliminação dos animais infectados, o perigo é grande, pois além do Calazar, os cães podem transmitir o glaucoma e até a leptospirose, por isso têm que se achar uma solução rápida para esse impasse". Diante das colocações preocupantes feitas pelo ex-agente, o 97NEWS entrou em contato com o secretário municipal de Saúde, Claudio Feres que de pronto citou que "já estamos contratando um coordenador de endemias, mas, temos um coordenador na unidade e os agentes são bem competentes e sabem desempenhar as suas funções muito bem" e emendou enfatizando que "mas temos que lembrar que a luta contra a Dengue e a Tríplice Endemia é de todos, sendo que é necessário ficar em alerta 24h por dia, ainda mais que estamos em período chuvoso. Cada um tem que fazer a sua parte e exterminar os focos do aedes nas residências, com uma constante verificação e eliminação de possíveis criadouros".



Comentários

  • Carol Pecora

    "concordo plenamente com ele, no bairro onde moro (centenario) esta tendo muitos casos de animais sadios com calazar. O bairro esta infestado de animais soltos e tambem terrenos a merce dos mosquitos. Tentamos marcar com um agente ja a umas 3 vezes e nunca tem tempo de colher material. Ou entao esssa seja a desculpa por nao haver material para trablho"

Deixe seu comentário