ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Itagibá: Ciganos são detidos com armas, carros, joias e mais de R$ 18 mil

Com acúmulo de reclamações Coelba lança novo aumento no domingo (22)

Vitória derrota Internacional nos pênaltis e se classifica para as oitavas da Copa do Brasil

Decisão unânime de Turma do TRF1 confirma bloqueio de 20 mi do Fundef recebidos por Paratinga (BA)

Brumado: Passagem de nível será a primeira do país com as novas normas da ANTT

Fann Estourado chama a atenção de produtor musical com reconhecimento nacional e irá gravar seu novo sucesso com ele

Brumado: Motociclista tenta desviar de cão, cai da moto e sofre ferimentos na Virgílio Costa Ataíde

Adolescente e criança quase são atropelados por uma caminhonete na BA-148, próximo à Lagoa do Arroz

Internet Wi-Fi vs Li-Fi: conheça diferenças e semelhanças entre conexões

Brumado: Começam as obras da Creche do Bairro São José

Segurança: Produtividade da 34ª CIPM cresceu em 2018, revela o SISPROPOL

Animal na pista quase provoca acidente na BA-148, na altura do antigo Parque dos Avestruzes

Afastado do cargo de Superintendente de Trânsito, Jansen Ricardo fala sobre os três meses que ele esteve à frente da SMTT

Adolescente morre após comer macarrão instantâneo e chocolate

Dia do Índio: indígenas reforçam luta contra preconceito e esteriótipos

Riacho de Santana: Assentamento Contendas quer regularização de lotes, água, luz e apoio técnico

'Gemidão do WhatsApp' leva Justiça a determinar que homem peça desculpas a prefeita piauense

CCJ aprova prisão para quem reproduz imagem aviltante de cadáver em meio de comunicação

Lei Seca fica mais rigorosa a partir desta quinta

Psicologia no Centro Médico São Gabriel com Roberta Assis


Mais da metade da população brasileira está infectada com HPV

(Foto: Reprodução)

Mais da metade da população brasileira está infectada com o HPV, vírus causador do câncer de colo de útero e de outros tipos de tumor. A estimativa é de um estudo epidemiológico feito pelo Ministério da Saúde em parceria com o Hospital Moinhos de Vento, de Porto Alegre. Os números foram divulgados nesta segunda-feira, 27. Para chegar a essa conclusão, os pesquisadores entrevistaram 7.586 pessoas, das quais 2.669 foram submetidas ao teste de HPV. A partir dos exames, a prevalência estimada do vírus foi de 54,6 % da população. Deste grupo, 38,4 % apresentam tipos de HPV de alto risco para o desenvolvimento de câncer. De acordo com o ministério, é a primeira vez que um estudo estima a prevalência do vírus na população brasileira. O dado é importante, afirma a pasta, para medir o impacto da imunização daqui a alguns anos.  A vacina contra a doença está disponível para meninas de 9 a 14 anos. Neste ano, o imunizante também ficou disponível para meninos de 11 a 14 anos. Embora o imunizante seja gratuito e esteja disponível em todos os postos de saúde do País, o governo federal tem tido dificuldades de alcançar a cobertura vacinal ideal. Nos últimos anos, a taxa de adesão tem ficado em 50%.

Ainda segundo a pesquisa, a capital com a maior taxa de prevalência de HPV é Salvador, com 71,9% da população infectada. Em seguida, aparecem Palmas (61,8%), Cuiabá (61,5%) e Macapá (61,3%).  Na outra ponta da lista, com a menor prevalência, está Recife, com índice de 41,2%. A cidade de São Paulo tem taxa de 52%, próxima do índice nacional. Já os municípios de Brasília, Campo Grande e Belo Horizonte não informaram dados suficientes para que a estimativa fosse fechada. O estudo mostrou ainda que 16,1% dos jovens têm alguma doença sexualmente transmissível (DST) prévia ou resultado positivo para HIV ou sífilis. A pesquisa sobre a prevalência do vírus, batizada de POP-Brasil, foi realizada em 119 Unidades Básicas de Saúde (UBSs) e um Centro de Testagem e Aconselhamento nas 26 capitais brasileiras e no Distrito Federal, com a participação de mais de 250 profissionais de saúde.  Segundo o ministério, o estudo identificou os fatores demográficos, socioeconômicos, comportamentais e regionais associados à ocorrência do HPV em mulheres e homens entre 16 e 25 anos de idade. O relatório completo da pesquisa será apresentado no ano que vem.



Comentários

  • Carlos Satinho

    ""Você não está sozinho, e você não precisa estar sozinho. Quando fui diagnosticado pela primeira vez com o HSV-2, um dos meus maiores medos era que nunca me sentiria de forma romântica ou sexualmente conectada a qualquer um mais uma vez. Esses temores provaram ser infundados; Seja como for, minha dedicação para cuidar de mim mesmo fisicamente, espiritualmente e mentalmente desde o meu diagnóstico foi o que me levou à minha cura. Comecei a ver médicos diferentes e pesquisando on-line para obter mais informações e, em seguida, vi um testemunho on-line de como uma senhora era curada de HERPES por um médico à base de plantas chamado (Vikraft Sambo). No começo, duvidava porque meu médico me disse uma vez que não havia cura, e também fui enganado em linha e perdi cerca de US $ 1900 USD no processo de entrar em contato com médicos falsos on-line. Depois de muita deliberação, eu decidi dar um salto de fé porque minha saúde é mais importante que o dinheiro. Então eu entrei em contato com o Dr. Vikraft, e fiquei surpreso quando ele não me pediu qualquer taxa UPFRONT. Tudo o que ele fez foi me enviar a medicina herbal. E então ele me deu algumas diretrizes / receita sobre como devo tomar o medicamento. Depois de 13-14 dias de beber o remédio, então fui para um exame médico, e meu médico ficou surpreso ao ver o resultado do meu teste mostrando NEGATIVO. Em seguida, entrei em contato com o Dr. Vikraft e perguntei-lhe por que ele não publicou seu remédio, e ele disse: "Há muitas pessoas perversas lá fora que ganham dinheiro com a disseminação de HERPES e outras doenças mortais, eles farão todo o possível para esconda qualquer cura conhecida ". entre em contato com o Dr. Vikraft com o link abaixo; E-mail: [email protected], https://vikraftsambo.wixsite.com/vikraftsamboherbs CUIDADO DE SCAMMERS."

Deixe seu comentário