ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

No dia do médico, Sesab comemora mais de 25 mil postos de trabalho

Empresário livramentense lança o aplicativo para celular Guia Médico Saúde Sudoeste

Brumado: 90ª Zona Eleitoral deu início ao procedimento de carga e lacração das urnas para 2º turno

Falsas agentes do controle da dengue furtam R$ 4 mil de idosa em Livramento de Nossa Senhora

Continua 'Promoção Quinta Maluca do Rey do Dellivery ': Pizza grande por R$ 19,99 + bordas grátis

18 de Outubro dia do Médico, uma homenagem do Centro Médico São Gabriel

Seca se intensifica na região de Vitória da Conquista; mais de 60 municípios serão atingidos pela forte estiagem

Aluna brumadense irá representar Brumado na 2ª Edição da Olimpíada de Matemática dos Institutos Federais

Salvador: Claudia Leitte e outros passageiros são impedidos de voar em aeronave de táxi aéreo irregular

Homicida arrependido se apresenta em Vitória da Conquista e confessa que matou o cunhado em SP

Devido à situação cada vez mais crítica no Distrito de Cristalândia, Lia Teixeira busca o MP para evitar possível colapso no abastecimento

Cruzeiro conquista o hexa da Copa do Brasil

Brumado: 'Campanha do Quilo' arrecada cerca de 150 kg de alimentos não perecíveis

Poções: Estelionatários são presos tentando sacar R$ 68 mil em banco; dinheiro seria usado em campanha política

Veículo funcional de vidraçaria é furtado na madrugada de hoje (18) em Brumado

Cliente apaixonado é levado pela polícia após assediar garota de programa

Livramento: Homem fratura pênis durante relação sexual

Árbitra baiana denuncia assédio sexual por instrutor da FBF; CBF vai apurar o caso

Brumado: Projeto Cidadão do Futuro atende crianças e adolescentes da Vila Presidente Vargas

Crescem as especulações sobre a privatização da Embasa em novo governo de Rui Costa


'Precisamos mudar o conceito da população de Brumado sobre a real função de um vereador", afirma a vereadora Lia Teixeira

A vereadora Lia Teixeira levantou uma questão muito relevante para a política brumadense (Foto: Daniel Simurro | 97NEWS)

A sessão antecipada do Legislativo de Brumado, que foi realizada nesta quarta-feira (01), teve um pronunciamento que teve uma forte repercussão, o qual trouxe à baila a urgência e a importância sobre a mudança do conceito popular sobre a real função de um vereador. O pronunciamento foi feito pela vereadora Lia Teixeira (PDT), que, com muita segurança, afirmou que "os vereadores são cobrados todos os dias pelos seus eleitores, mas as cobranças, numa grande maioria, são para que sejam feitos pagamentos de contas de água, luz, compra de botijão de gás, exames e consultas médicas e por aí vai, o que vem mostrar um desconhecimento da real função do vereador, que é legislar e fiscalizar". Questionada sobre quais seriam as mudanças que deveriam ser feitas para mudar esse paradigma errôneo que é histórico no município de Brumado, a vereadora respondeu que "temos que fazer uma grande campanha educativa nesse sentido, além de uma parceria da mídia local, como também a realização periódica de palestras em escolas, associações de bairro e instituições, ou seja, um trabalho amplo e constante de mudança de conceito, pois não podemos mais conviver com a situação que constrange a todos os vereadores de Brumado". A parlamentar ainda destacou que "um outro fator muito importante seria a aprovação das emendas impositivas como acontece em outros municípios da Bahia, pois poderiam ser direcionados, por meio dos vereadores, os recursos diretamente para as comunidades que representam, o que aliviaria a carga de pressão das cobranças, pois, uma boa parte da população, ainda acredita que os vereadores têm função executiva, ou seja, que têm a caneta na mão para realizar obras e liberar recursos, o que é um contra senso muito grande, por isso temos que nos unir para mudar rapidamente esse conceito popular".



Comentários

  • Fábio Meira

    "Parabéns por levantar essa questão. Isso é cultural em Brumado. Será necessário investir em educação para que isso mude."

  • Hermírio Públio de Brito Viana

    "Porventura os vereadores têm legislado e fiscalizado? Onde, quando? "

Deixe seu comentário