ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Trânsito: Multas por uso de celular ao volante crescem 33% em 2018

Guanambi: 'Pedinte Estuprador' é procurado pela Polícia

Bahia: Mulher se joga de prédio para escapar de incêndio

MP-BA abre inquérito contra delegado-geral da Polícia Civil

Café da Manhã: Uma variedade de delícias com uma qualidade inigualável você só encontra na Padaria Divina

O xadrez e os ensinamentos para a política

Preço da gasolina termina semana em alta, diz ANP

PF combate grande grupo criminoso responsável por contrabando de cigarros

Caminhada 'Passos que Salvam' será em novembro na cidade de Brumado

TG 06/024 recebe palestra sobre a Semana Nacional do Trânsito em Brumado

Juiz proíbe uso de fogos de artifícios nos municípios de Tremedal, Belo Campo e Piripá

Mulher com bastão de 'selfie' causa confusão em evento de Alckmin em Salvador

Bahia: MPF instaura inquérito para apurar convênio entre governo e UPB a fim de implantar metodologia militar em escolas públicas

Livramento: Polícia identifica bandido morto em confronto e acusados de participarem do roubo ao carro-forte na BR-116

Royalties da mineração baterão recorde em 2018

Mega-Sena pode pagar até R$ 22 milhões em sorteio hoje (22)

Bahia: Carro da Secretaria Municipal de Saúde é flagrado transportando cerveja em Jussari

Forças Armadas foram solicitadas por 9 estados para manter segurança da eleição

Brumado comemora o 'Dia da Árvore' como uma das cidades mais arborizadas do Sudoeste Baiano

GCM de Brumado realiza no CAPS mais uma etapa do projeto ‘Missão Azul Solidária’


Brumado: Vigep começará a utilizar uma nova metodologia para monitorar o Aedes Aegypti

O supervisor de Endemias, Francirlei Alves, ressalta a importância da ação da instalação das armadilhas (Foto: Luciano Santos | 97NEWS)

A Secretaria de Saúde (SESAU) de Brumado, por meio da Vigilância Epidemiológica (VIGEP) começará a usar, a partir de agora, uma espécie de armadilha para monitorar o mosquito Aedes aegypti. O dispositivo, chamado "Ovitrampas" consiste em um criadouro com água que atrai o mosquito para dentro de um copo com uma palheta de amostra. Uma vez lá dentro, o inseto deposita os ovos e esta amostra será levada para uma análise laboratorial. É a primeira vez que o equipamento é usado em Brumado e as expectativas são muito positivas. Os dispositivos serão instalados com uma distância de treze quarteirões. Apenas profissionais capacitados pela Vigep, devidamente identificados com crachás, podem manusear o equipamento. De acordo com o supervisor de Endemias, Francirlei Alves, o objetivo da armadilha é saber qual a resistência com o inseticida usado no comabate ao vetor. Foram enviadas 110 armadilhas, as quais vão ser instaladas a partir do dia 16 de outubro, em todos os bairros da cidade. O grande objetivo da ação, será  para saber qual será o insenticida mais eficaz para os novos combates, já que existe mutações que precisam ser estudadas. Os membros da VIgep solicitam que a população receba os agentes e facilte o processo que será realizado nos próximos dias. Outro fator importante, é que os brumadenses, devido à ausência de novos casos da tríplice endemia, fiquem na zona de conforto, pois a luta deve ser constante contra o mosquito transmissor. 

Os competentes agentes da Vigep que irá operacionalizar o processo de instalação das armadilhas nas residências (Foto: Luciano Santos | 97NEWS)


Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário