ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Conquista: Manifestantes lotam frente do Fórum da cidade e pedem justiça pela morte do estudante e motorista de aplicativo

Brumado: Superintendente de Trânsito desmente situação de 'bullying' na SMTT

Brumado: Moradores da Vila Presidente Vargas denunciam envenenamento de gatos

Brumado: Bandidos entram em residência e levam R$ 2 mil em joias no bairro Ginásio Industrial

Jovem morre em acidente de moto na zona rural de Aracatu

Carga com mais de 3 toneladas de maconha é apreendida pela PRF na BR-116

Brumado: Após tentar disparar contra PM, suspeito acaba sendo alvejado próximo à Prefeitura

Incêndio florestal em Rio de Contas é controlado por bombeiros

Novembro Azul: Pax Nacional apoia esta ideia

Acusados pela morte do estudante de odontologia e motorista de aplicativo são presos em Vitória da Conquista

RotSat: Rastreamento veicular com qualidade, eficiência e segurança

Família procura por aracatuense, desaparecido há 7 dias

Grave acidente entre os municípios de Tanhaçu e Ituaçu deixa uma vítima fatal na BA-142

PodoClin, Podologia Avançada em Brumado

Brumado: Conseg apresenta projetos em combate a violência contra a mulher

Tremor de terra assusta moradores de cidades do interior do Estado

Inep proíbe o uso de celular a aplicadores do Enem

Mãe é presa suspeita de jogar água quente na filha de 16 anos durante briga

Confira os especialistas da semana na Clínica Mais Vida em Brumado

Lula agradece militância e ataca Lava Jato em 1° discurso após prisão


Dê sua opinião: projeto fixa multa para quem pagar salário atrasado

(Senado Federal)

Em caso de atraso de pagamento, o Projeto de Lei do Senado 134/2015 estabelece multa de 5% do salário, acrescido de 1% por dia de atraso, para os trabalhadores regidos pela Consolidação das Leis do Trabalho (CLT). O autor da proposta, senador Reguffe (PDT-DF), apresentou a proposta, por acreditar que a medida protege o empregado, que é a parte mais vulnerável de uma relação de trabalho. Atualmente, o projeto se encontra Comissão de Assuntos Sociais. Dê sua opinião: http://bit.ly/PLS134-2015. Todas as propostas que tramitam no Senado Federal estão abertas para consulta pública por meio do portal E-Cidadania. 



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário