ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Tentativa de Neto de ‘esconder Geddel é confissão de culpa’, diz Solla

Intermunicipal 2017 terá um campeão inédito

Conquista: Homem quase é linchado após ser flagrado filmando partes íntimas de menor

Ituaçu: Suspeito de ser um dos autores do assalto à joalheria em Brumado morre em troca de tiros com a Polícia

Maetinga: Homem é preso por porte ilegal de arma; ele estava com uma calibre 12

Luto: Sepultada a jovem universitária Letícia Santos, vítima de acidente na BA-263 em Itapetinga

Solidariedade: Adquira o seu kit da 'Caminhada Passos que Salvam' na Padaria Divina

Ciclistas brumadenses do MTB fazem bonito no Iº Desafio dos Gerais em Caetité

Novas mudanças nas certidões de nascimento, casamento e óbito passam a valer nesta terça

Aluna brumadense conquista `XVI Prêmio Denatran´ na faixa etária até 12 anos e 11 meses

Solteira sim, sozinha nunca: Pesquisa diz que mulheres se sentem mais felizes solteiras que os homens

Lava Jato: PF ataca corrupção na Transpetro na 47ª fase da operação; uma pessoa foi presa na Bahia

Bahia: Combustível continua caro porque distribuidora não repassou reajuste

Zé Carlos de Jonas agradece a administração municipal pelas obras de reestruturação do riacho que serve a Lagoa de Tamboril

Acusado de 'gestão temerária', Ivã de Almeida deve renunciar ao cargo de presidente do Vitória

PGR defende manutenção de prisão de Geddel Vieira Lima

'Essa cobrança da energia dos poços tem que ser revista com urgência', afirma vereador Zé Ribeiro

Presos fogem de complexo policial superlotado no município de Alagoinhas

Léo Vasconcelos, presidente da Câmara de Vereadores promulga lei que eleva Umburanas, Samambaia e Arrecife a categoria de distritos

Glória Maria diz que o próprio negro se discrimina


Doutor em Ciência da Computação divulga Carta Aberta ao povo de Brumado

O brumadense que acaba de defender uma tese de doutorado na USP se posiciona a favor dos estudantes (Foto: Reprodução Facebook)

Em virtude do iminente fechamento da residência de estudantes carentes a qual eu morei durante a faculdade em Vitória da Conquista escrevi uma carta aberta à todo o povo de Brumado. Peço encarecidamente a todos os conterrâneos que leiam e façam chegar ao poder público. 


Carta aberta ao povo de Brumado

Prezadas autoridades, vereadores, prefeito, secretários, imprensa, e querido povo da minha amada cidade de Brumado. Meu nome é Elias Adriano Nogueira da Silva, filho de Brumado, apaixonado por esse povo, por essa terra e por toda a luta que nosso povo faz em prol de construir um município mais moderno e humano. Inicialmente, gostaria de me apresentar para os queridos conterrâneos que não me conhecem, sou ex-residente da Casa dos Estudantes de Vitória da Conquista (REUSB), Bacharel em Ciência da Computação pela Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB), Mestre em Ciência da Computação/Engenharia de Software pela Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) e acabei de depositar minha tese de doutorado na Universidade de São Paulo (USP) tendo cursado período de doutorado sanduíche na Universidade NOVA de Lisboa - Portugal. Atualmente, desenvolvo pesquisas científicas no Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC) da USP.  Estimado povo de Brumado e respectivas autoridades, me dirijo a vocês, por meio desta carta aberta, em virtude do iminente fechamento da residência dos estudantes de Brumado em Vitória da Conquista (REUSB). Como ex-residente, tomo também a liberdade de falar em nome de todos os que passaram pela referida casa durante toda sua existência.

Durante os cinco anos que estive na casa dos estudantes (entre 2006 e 2011) de Vitória da Conquista, residiram comigo por volta de 30 pessoas, todos alunos carentes filhos de famílias humildes do nosso município. Essas pessoas não teriam as condições mínimas de se manter em Vitória da Conquista não fosse a REUSB. Não há conforto algum em dividir uma residência com tantas pessoas, portanto, garanto a todos vocês meus queridos conterrâneos que eles jamais estariam lá não fosse a real necessidade.

Esses estudantes passam por uma duríssima luta para superar o abismo social que existe em nosso país e notadamente em nossa cidade. Os estudantes da REUSB, em sua maioria carentes, se desdobram para conseguir aprovação nas melhores universidades da região, mesmo tendo vindo das precárias escolas públicas de nosso país. Ao chegar lá, eles se deparam com professores que muitas vezes ignoram sua condição social e com uma carga de estudos extremamente alta que os impedem de trabalhar em empregos regulares e, assim, suas famílias, já humildes, fazem um esforço incomensurável para que seus filhos consigam alcançar o sonho de obter uma educação com uma qualidade minimamente decente.

Os resultados obtidos pela REUSB são invejáveis para qualquer município deste país. Brumado hoje conta com médicos, advogados, engenheiros, professores, contadores, administradores, economistas, enfim, uma ampla variedade de profissionais das mais variadas áreas ex-residentes da casa dos estudantes. Esses profissionais agregam valor ao nosso município trazendo, por exemplo, pessoas das cidades vizinhas para procurarem tratamento médico aqui e gastam suas economias na cidade, gerando emprego e renda, ao invés de se dirigirem a cidades como Vitória da Conquista. Além dos estudantes terem melhorado sua condição individual, aumentam a capacidade de empreendedorismo e tornam as empresas e instituições do município mais eficazes, eficientes e, consequemente, de melhor qualidade.

O valor investido pelo município, com aluguel do imóvel em Vitória da Conquista é de R$ 2.300,00 para que esses estudantes carentes busquem uma formação inexistente em nosso município. Considerando que atualmente são 21 estudantes, dá por volta de R$ 109,00 por pessoa. No entanto, durante boa parte do tempo que morei na REUSB, a casa teve 30 estudantes, um investimento de por volta de R$ 76,00 por pessoa. É público e notório para toda a população que o nosso país está em crise e que, consequemente, seja prudente colocar em pauta a redução de despesas do município, mas retirar logo de quem mais precisa e, sobretudo, da educação, vai contra os princípios previstos na constituição federal de 1988. Embora o investimento de R$ 2.300,00 possa parecer elevado para beneficiar 21 estudantes carentes que trarão retorno certo para o município e para o país, o mesmo é baixo, por exemplo, se comparado as demais despesas do município de Brumado

Caros, tenho viajado pelo Brasil e por alguns países do mundo levando o nome da nossa cidade e do nosso país para diversas conferências e revistas científicas nacionais e internacionais que participo em virtude da produção científica frutos de minhas pesquisas na USP. Essa contribuição para aumentar a produção científica do país é similar ao trabalho de uma formiga e exige uma dedicação descomunal. O país demora aproximadamente 20 anos para formar um profissional em nível de doutorado. Parte desses resultados só foi possível alcançar graças a REUSB, portanto, graças ao povo de Brumado ao qual com todo carinho dedico a minha tese de doutorado. Em muitos dos lugares que passei, a educação do povo é uma prioridade, com Brumado isso não pode ser diferente. Aliás, acabar com uma casa de estudantes não deveria ser prioridade para uma gestão que, supostamente, quer "Educar para Libertar". 

Assim, me dirijo a todo o povo de Brumado consciente de que a minha formação devo também a vocês e isso é apenas um dentre os muitos resultados obtidos pela união dos esforços da nossa cidade por meio da REUSB. Peço encarecidamente aos representantes do povo de Brumado na figura dos vereadores eleitos, a imprensa local, a sociedade civil, autoridades e demais conterrâneos que intervenham por esses estudantes que dia-a-dia têm seu direito de uma educação de qualidade furtado em detrimento da manutenção de privilégios da classe política do nosso país e do abismo social historicamente imposto ao povo brasileiro.

Peço que se coloquem no lugar dos pais que verão seus filhos deixados à própria sorte fora da sua cidade natal e intercedam por esses jovens que nada mais buscam que um vida digna e uma qualificação profissional de qualidade. Esses jovens necessitam desse auxílio e jamais optariam por passar tamanha dificuldade não houvesse extrema necessidade. Sem mais para o momento.

Atenciosamente, 
Elias Adriano Nogueira da Silva



Comentários

  • Antonio Torres

    "Diante desse fato e da decisão da prefeitura declarar o não pagamento da casa alugada para abrigar os estudante brumadenses, fato que não deveria ocorrer, mas que a prefeitura assim entende, sugiro que os ex estudantes formados e que residiram na REUSB se cotizem para pagar o aluguel, é uma sugestão. Comentários: a prefeitura deveria não só pagar o aluguel, mas contribuir também com a alimentação, o investimento na educação é dever do Estado (Governo) e o bom senso exige esse compromisso social de dar as pessoas carentes a oportunidade de obter uma profissão através do estudo. Acredito que o gestor deverá rever a sua posição."

  • Junior Bolsomito

    "Sugiro que tire do salário do prefeito que é 2 mil reais acima do salário do prefeito da capital. Brumado uma cidade de 60 mil habitantes esses bandidos aprovaram salário de 20 mil. A 3a maior cidade do Brasil não ganha isso. A classe política de Brumado é imunda e porca!!"

Deixe seu comentário