ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Universitários de Brumado fazem campanha para ajudar amiga com câncer

Polícia Militar apreende produtos falsificados em farmácia de Brumado

Delegado Arilano Botelho fala dos seus planos de trabalho à frente da 20ª Coorpin

Mal de Alzheimer: Cuidados essenciais para quem sofre com essa doença

Brumadenses superam a distância entre o sonho e a realidade do futebol feminino

Mineração de urânio da INB traz à tona memória de contaminação nos municípios de Caetité e Lagoa Real

Pax Nacional fecha parceria com faculdade Faveni

Chuva em Brumado surpreende moradores e ameniza temperatura no 'Sertão Produtivo'

Gás de cozinha aumenta nas distribuidoras a partir de hoje (22)

Brumado: PSD não deverá sair das mãos do advogado Thiago Amorim

Brumado: Projeto de Lei que prevê empréstimo de R$ 5 milhões volta à pauta do Legislativo

Auditoria vai apurar como 17 municípios baianos fizeram gastos em saúde

Apae de Brumado realizará assembleia geral ordinária para eleição da nova diretoria executiva

BA-148: Motociclista de 37 anos morre após sofrer acidente próximo ao distrito de 'Fazendinha'

Incêndio de grandes proporções atinge área de vegetação em Rio de Contas

PodoClin, Podologia Avançada em Brumado

Brumado: Tempo continua quente na Região Sudoeste e pode chover na quinta-feira (24)

Modelo brumadense realiza sonho de desfilar na São Paulo Fashion Week

Maetinga: Motorista de 36 anos morre em capotamento na BA-263

Lagoa Real: Idoso morre carbonizado após tentar apagar fogo em lavoura


De volta ao passado: 30 anos depois, Sony vai retomar a produção de vinis

Foto: Reprodução

A Sony anunciou nesta quinta-feira (29) que voltará a fabricar discos de vinil, devido ao aumento da demanda global pela música analógica. A mudança ocorre quase 30 anos depois de a empresa decidir cancelar sua produção do formato em 1989. A Sony Music Entertainment, braço musical do conglomerado japonês, decidiu retomar a fabricação de vinis durante o exercício em curso em suas duas fábricas situadas no Japão, não foi revelado o volume de produção previsto. A empresa japonesa interrompeu a fabricação para uso doméstico dos discos em 1989, por causa da crescente fatia do mercado musical monopolizada pelos CDs, o formato físico digital que a própria Sony ajudou a desenvolver e começou a distribuir em 1982. Agora, a Sony pretende se readaptar ao renascimento que vive o vinil, graças às vendas de álbuns de segunda mão e ao número crescente de novos lançamentos no antigo suporte analógico. Além disso, a companhia instalou um novo estúdio de gravação no centro de Tóquio concebido especialmente para produzir os "masters" dos quais serão geradas as cópias em vinil e aproveitar melhor a qualidade desse formato, segundo a porta-voz. As vendas de vinis no Japão chegaram a cerca de 800 mil unidades em 2016, oito vezes mais que em 2010, segundo dados da indústria musical do país. Com o mercado também aquecido no Brasil, a Sony Music daqui tem relançado clássicos do catálogo, como "Verde Que Te Quero Rosa" (1977), de Cartola, e investindo no formato para lançamentos nacionais, como o mais recente registro ao vivo com Caetano Veloso e Gilberto Gil, "Dois Amigos, Um Século de Música". A fabricação por aqui, no entanto, fica a cargo da Polysom, primeira fábrica de vinil após o formato voltar a ser hit.



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário