ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Brumado: ‘Os vereadores do bairro são oposição, mas o povo tem que ser a situação da vez’, protestam moradores da Benjamim Santos

Lia Teixeira comemora assinatura do convênio da FUNASA para inícios das obras do sistema de abastecimento de Cristalândia e região

Brumado: Superintendência Municipal de Trânsito e Transportes intensifica ações em frente às escolas

Avicii, DJ e produtor sueco, morre aos 28 anos

Vereador Elias Piau faz requerimento verbal ao Executivo solicitando a capina e a limpeza de vários bairros da cidade

Coordenador do Polo da UAB/Brumado participa de 'Encontro do Fórum Nacional de Coordenadores Estaduais' em Gramado (RS)

Brumado: Vacinação contra gripe começa na próxima segunda-feira (23)

Destruída pelas chuvas há cinco meses, motoristas apontam perigo causado por buracos na Av. Lindolfo Brito

Moradores da Rua São Judas Tadeu, no bairro São Jorge pedem com urgência a pavimentação da via

Jacobina: Professora aparece em vídeo gravado por ela mesma ameaçando criança em creche

Brumado: Prefeito, vice e 7 vereadores anunciam apoio à pré-candidatura de Márcio Moreira

Itagibá: Ciganos são detidos com armas, carros, joias e mais de R$ 18 mil

Com acúmulo de reclamações Coelba lança novo aumento no domingo (22)

Vitória derrota Internacional nos pênaltis e se classifica para as oitavas da Copa do Brasil

Decisão unânime de Turma do TRF1 confirma bloqueio de 20 mi do Fundef recebidos por Paratinga (BA)

Brumado: Passagem de nível será a primeira do país com as novas normas da ANTT

Fann Estourado chama a atenção de produtor musical com reconhecimento nacional e irá gravar seu novo sucesso com ele

Brumado: Motociclista tenta desviar de cão, cai da moto e sofre ferimentos na Virgílio Costa Ataíde

Adolescente e criança quase são atropelados por uma caminhonete na BA-148, próximo à Lagoa do Arroz

Internet Wi-Fi vs Li-Fi: conheça diferenças e semelhanças entre conexões


Será possível?: Propaganda partidária pode acabar após reforma política

(Reprodução)

Qual seria o modelo ideal de Reforma Política? É o que todos estão se perguntando diante de tantos escândalos de corrupção revelados nos últimos tempos. Várias alterações na legislação estão em discussão no Congresso Nacional e a grande dificuldade é chegar a um consenso. Uma das alternativas para preencher o fundo partidário para as eleições do próximo ano é acabar com programa dos partidos.De acordo com o colunista Maurício Lima, da revista Veja, isso não significa que não existirá mais propaganda eleitoral. Mas aquelas propagandas veiculadas fora de ano eleitoral podem acabar sendo excluídas. Cada partido tem direito a 10 minutos de programa por ano e várias inserções nos intervalos de programação. Apesar de ser considerado “gratuito”, o governo paga as emissoras com compensação tributária.“Em médio e longo prazo, o ideal é que a propaganda política seja feita na internet, É a melhor propaganda política que você pode ter. É a mais livre, a mais rápida, a mais limpa. É o que sempre defendi. A internet precisa ser melhor utilizada como veículo de propaganda partidária”, analisa o advogado eleitoral José Amando à Tribuna. “A propaganda em papel é um desastre, já deveria ter acabado há muito tempo.Não tem como o eleitor ir para uma urna sem ter o conhecimento de qual será o candidato dele”, completa. “Não vejo muito sentido também na propaganda eleitoral gratuita em televisão”, acredita. “O problema do marketing político não é o que eles cobram, e sim, o caixa dois. O caixa dois nas eleições sobre foi feito por meio das agências de publicidade. Todo mundo sabe disso, até porque já tivemos denúncias contra Duda Mendonça e João Santana”.Outra proposta implementa a cláusula de barreira e o fim das coligações proporcionais. Por meio dela, seria possível, reduzir de 28 para 12 partidos representados na Câmara. Mas também existem outras propostas. “Tem uma proposta de federalização das coligações, para que os partidos federalizassem nacionalmente as suas relações partidárias independentemente das eleições”, avalia Amando.



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário