ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Brumado: Prefeitura retoma obra parada há meses e inicia pavimentação de acesso a rua Padre Cícero

Brumado: Polícia Civil garante que as investigações sobre os homicídios ocorridos nesta segunda-feira (17) estão avançando

Sul da Bahia: PRF apreende mais de 200 animais silvestres escondidos em veículo

Brumado: Núcleo Regional de Saúde deverá ser inaugurado até o final do ano

Parceria entre TCE e CREA fortalece a fiscalização de obras e serviços públicos

Bahia completa dois meses sem explosões a banco e redução sobe de 26% para 31%

Ameaça de morte e recuperação de motocicleta com chassi adulterado na Comunidade do Tamboril

Livramento: Forte cerco policial é montado na busca de capturar integrantes do bando que explodiu carro forte na BR -116

Brumado e os paradoxos da violência

Brumado: Drogas apreendidas pela PRE chegam a quase meio milhão de reais

Nefrologia é no Centro Médico São Gabriel com Dra. Rita de Cássia

Sudoeste baiano: Segurança morre e outro fica ferido em ataque a carro-forte na BR-116

Brumado: Em noite sangrenta, encapuzados matam mãe no lugar do filho

Tanhaçu: PRE apreende quase meia tonelada de drogas na BA-026

Brumado: Mototaxista é morto com vários tiros no bairro do Mercado; uma mulher também foi atingida na perna

Liberação do trecho da nova ponte do São Félix acontecerá até o final do ano, garante secretário André Cardoso

Intermunicipal 2018: Mesmo com empate de 0x0 contra Paratinga, Brumado se classifica para a 2ª rodada

Brumado: Fábrica de Vassouras no Campo Seco deve produzir mil exemplares ao mês

Anatel começa domingo processo de bloqueios de celulares irregulares

A descoberta de uma fraude em pesquisa sobre autismo


Rede de Farmácias Pague Menos é condenada a pagar R$ 40 mil por venda de remédio errado

(Foto: Reprodução)

A rede de farmácias Pague Menos foi condenada a pagar R$ 40 mil de indenização a uma família por ter vendido uma medicação errada, receitada para uma criança, no município de Eunápolis. De acordo com a decisão da Justiça, a mãe e a filha serão indenizadas, cada uma, com R$ 20 mil. Segundo o portal G1, a rede de farmácias chegou a recorrer da decisão quando foi condenada em primeiro grau, mas o recurso da empresa foi negado pelo Tribunal de Justiça (TJ-BA). Em nota, a companhia afirmou que "é uma empresa ética, que está sempre atenta em prestar o melhor serviço e o melhor atendimento à população". O caso aconteceu em 2015, quando a mãe da criança, que tinha com pouco mais de um ano, levou a filha para o hospital quando ela apresentou os sintomas de febre. Na unidade, foram prescritos três remédios, dentre eles eritromicina oral. Ao chegar na farmácia, um funcionário teria vendido, no local do medicamento correto, ilosone tópico 20 mg/ml, apontado como genérico da droga eritromicina, prescrita no receituário. A mãe então passou a administrar o remédio errado na filha, que começou a apresentar lesões na mucosa da boca, perda de peso, vômitos, desidratação, sangramento de gengivas, estomatite, dentre outros sintomas. A menina chegou a ficar internada durante quatro dias, no Hospital Regional de Eunápolis.



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário