ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Frustração: Eclipse não pode ser visto em Brumado

'Tem idoso aqui de 75 anos levando lata d´água na cabeça', protestam moradores da Comunidade de Roça de Baixo

Brumado: Fábrica de postes é furtada na madrugada de hoje (21); é a décima vez

Vereador José Carlos de Jonas realiza visitas em comunidades rurais na companhia do Secretário de Agricultura e Recursos Hídricos

Itabuna: Jovens Vicentinos promovem tarde de recreação em orfanato

Psiquiatria na Clínica Master com Dr. Renato Franco

Brumado: Polícia realiza reconstituição de possível tentativa de homicídio

Brasil: Apenas 30% das cidades têm planos municipais de saneamento

Como acompanhar o eclipse solar de hoje (21)

Quem recebe auxílio-doença tem até hoje (21) para agendar nova perícia

Intermunicipal 2017: Seleção de Brumado vence Palmas de Monte Alto fora de casa

Câmara tentará votar reforma política nesta semana; PEC prevê fundo eleitoral

Criança de 5 anos toma coice de cavalo, não resistiu ao ferimento e veio a óbito

Cinema: Jerry Lewis morre aos 91 anos

Interior da Bahia poderá ver eclipse parcial do Sol nesta segunda-feira (21)

Com dois gols de Mendoza, Bahia vence o Vasco na Arena Fonte Nova

Protetora acolhe 84 cães em casa e provoca polêmica com vizinhos em Moema, na Zona Sul de SP

Cachaças artesanais da Bahia conquistam destaque na produção associada ao turismo

Como saber se uma notícia é falsa?

Em troca de tiros com guarnição da CIPE/Sudoeste, bandido é morto em Barra da Estiva


Bahia: Garimpeiros deverão se cadastrar em cooperativa para explorar mina que tem atraído milhares de pessoas em Sento Sé

Foto: Imagem/TV Norte

Os garimpeiros interessados em explorar a jazida de ametistas descoberta há cerca de 20 dias, na cidade de Sento Sé, região norte da Bahia, terão que se cadastrar em uma cooperativa do município. A decisão é do Departamento Nacional de Produção Mineral (DNPM), que iniciou o processo de legalização da mina e autorizou a atividade no local. Na quarta-feira (17), técnicos do departamento foram até a jazida para fazer uma análise da área, do subsolo e da situação do trabalho dos garimpeiros. A mina tem atraído milhares de pessoas até cidade. As pedras são comercalizadas por R$ 500 a R$ 3 mil. Segundo informações do secretário de Meio Ambiente de Santo Sé, Izmar Souza, uma cooperativa já existe no município desde 2008. A organização está reunindo documentos, com dados da cooperativa e de integrantes, para entregar a DNPM, e deve apresentá-los ao órgão em 15 dias. Nesse período, os garimpeiros não serão impedidos de extrair na mina. Izmar explica que depois que o DNPM estiver com toda a documentação, são necessários, ao menos, 90 dias para avaliação dos dados. Ainda não há uma data definida para conclusão da análise. "O processo começa com a solicitação de uma cooperativa ou de uma pessoa interessada em obter um registro de permissão de lavra garimpeira. A partir daí, com toda a documentação e dados que integrem o processo, [a mina] começa a ter uma vida dentro do departamento de produção mineral”, explicou Adiel Veras geólogo do DNPM. O secretário de Meio Ambiente, Izmar Souza, disse que a cooperativa que vai atuar vai fazer o cadastro dos trabalhadores até a próxima semana. O presidente da cooperativa, José Evangelista, disse que a priordade é que o trabalho seja feito com segurança. "Nós vamos orientar os garimpeiros, trabalhando com segurança máxima possível. Isso vai ser importante para gente".



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário