ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Brumado: Passagem de nível será a primeira do país com as novas normas da ANTT

Fann Estourado chama a atenção de produtor musical com reconhecimento nacional e irá gravar seu novo sucesso com ele

Brumado: Motociclista tenta desviar de cão, cai da moto e sofre ferimentos na Virgílio Costa Ataíde

Adolescente e criança quase são atropelados por uma caminhonete na BA-148, próximo à Lagoa do Arroz

Internet Wi-Fi vs Li-Fi: conheça diferenças e semelhanças entre conexões

Brumado: Começam as obras da Creche do Bairro São José

Segurança: Produtividade da 34ª CIPM cresceu em 2018, revela o SISPROPOL

Animal na pista quase provoca acidente na BA-148, na altura do antigo Parque dos Avestruzes

Afastado do cargo de Superintendente de Trânsito, Jansen Ricardo fala sobre os três meses que ele esteve à frente da SMTT

Adolescente morre após comer macarrão instantâneo e chocolate

Dia do Índio: indígenas reforçam luta contra preconceito e esteriótipos

Riacho de Santana: Assentamento Contendas quer regularização de lotes, água, luz e apoio técnico

'Gemidão do WhatsApp' leva Justiça a determinar que homem peça desculpas a prefeita piauense

CCJ aprova prisão para quem reproduz imagem aviltante de cadáver em meio de comunicação

Lei Seca fica mais rigorosa a partir desta quinta

Psicologia no Centro Médico São Gabriel com Roberta Assis

Novo texto do CPP enfraquece atuação do MP e não contribui para o combate à impunidade, avalia CONAMP

Atleta brumadense vence prova feminina na Meia Maratona do Descobrimento

Brumado: Pacientes insatisfeitos com o Lacen; segundo eles a demora é cada vez maior e resultados de exames estão até sumindo

Funcionário de igreja acusado de estupro após coroinha contrair sífilis é afastado


Delações JBS: Geddel tinha preocupação com possível delação de Cunha

Foto: Reprodução

Na conversa com o presidente Michel Temer (PMDB), o dono da JBS, Joesley Batista, relata que sempre se reunia com o baiano e então ministro da Secretaria de Governo, Geddel Vieira Lima, para tratar de assuntos de interesse da gigante do setor de frigoríficos. De acordo com o site O Antagonista, em um trecho da delação premiada, o empresário relata que Geddel tinha preocupação constante com a possibilidade de Eduardo Cunha (PMDB), preso em outubro do ano passado, firmar acordo de delação na Lava Jato. Nas reuniões, narra Joesley Batista, Geddel questionava sempre sobre a situação do Lúcio Funaro. O peemedebista baiano sabia que o empresário era quem "provia o sustento de ambos" para garantir o silêncio. Geddel era explícito quanto ao temor de que ambos se tornassem colaboradores da Lava Jato. Em sua comunicação frequente, Geddel sempre perguntava a Joesley Batista: "E o passarinho? Está calmo?".



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário