ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Bahia: MP aciona instituições de ensino superior e solicita redução de 30% nas mensalidades durante pandemia

Proibição de transporte intermunicipal pelo Estado não se aplica ao deslocamento rural em Brumado

Revoltante: Avô é preso suspeito de abusar sexualmente da neta de 1 ano

Brumado: Dor e comoção marcam enterro da pequena Larissa Emanuelle de 9 anos morta em incêndio na zona rural

Fábrica da Azaleia vai demitir 600 funcionários em razão do novo Coronavírus em Itapetinga

Sob pressão da crise do coronavírus, bancos cortam juros do cartão de crédito

RHI Magnesita: Usar máscara é questão de responsabilidade

Bahia registra 15 mil casos confirmados de coronavírus

Bolsonaro sanciona projeto de socorro financeiro a estados e municípios

Brumado: Prefeitura realizará força-tarefa no comércio local visando o cumprimento dos decretos contra o Coronavírus

Caetité: Servidores contratados da Prefeitura denunciam salários atrasados

Brumado: Sobe para 17 o número de casos confirmados de Coronavírus

Caculé: Três bandidos morrem em confronto com a PM após tentativa de roubo a banco

Brumado: Criança de 9 anos morre carbonizada em incêndio na zona rural

CNJ solicita informações sobre altos salários de servidores e magistrados ao TJ-BA

Ipiaú: Município registra mais 7 casos de coronavírus e o 6º óbito

Sortudo: Apostador fatura mais de R$ 10 milhões na Lotomania em Ipiaú

Brumado: Câmera de monitoramento flagra adolescente furtando estabelecimento no bairro Ginásio Industrial

Vitória da Conquista registra 3 mil casos suspeitos de dengue

Brumado: Secretaria de Saúde cria site para orientar população sobre o coronavírus


Claudia Leitte e Bell Marques devem mais de R$ 30 milhões para a União

Foto: Reprodução

"Acho que pior que tá não fica", afirma Cristiano Lacerda, empresário do bloco baiano Ara Ketu à la Tiririca antes de explicar a dívida de R$ 2,8 milhões das empresas que os integrantes da banda têm: são decorrentes da crise político­econômica que o país enfrenta. "A gente foi pego por essa crise que assombrou o país nos últimos anos e atingiu diretamente nosso segmento. Quando tem recessão, somos os primeiros a ser cortados. Estamos com planejamento de tentar resolver esse ano", completa. O passivo em questão se refere à Dívida Ativa da União, ou seja, débitos de pessoas jurídicas ou físicas com órgãos públicos, como INSS, Ministério do Trabalho ou Receita Federal, que não foram pagos espontaneamente. Assim, se tornam títulos executivos, passíveis de discussão perante o Judiciário. O assunto veio à tona pelo site notícias "Buzzfeed". Apesar do alto valor devedor, não é o Ara Ketu que acumula a maior dívida. A cantora Claudia Leitte tem pendência com a União de R$ 22,5 milhões com as empresas Ciel Empreendimentos Artísticos e 2T's. Em comunicado, o advogado da cantora, Alessandro Dessimoni, afirma que "os débitos fiscais das empresas 2TS e Ciel estão sendo discutidos judicialmente, portanto pendentes de julgamento —o que significa que estamos analisando o parcelamento dos débitos de acordo com o novo Programa de Regularização Tributária". O ex­integrante da banda Chiclete com Banana, Bell Marques acumula R$ 11,2 milhões em dívidas com cinco empresas ligadas ao seu nome. Segundo sua assessoria, "tais débitos serão objeto de regular parcelamento por meio do Programa de Regularização Tributária." A cantora Daniela Mercury comparada com os outros cantores citados acima tem uma pequena dívida, de R$ 26 mil. De acordo com a sua mulher, Malu Mercury, "esse valor trata­se de uma multa de um processo envolvendo a DRT (Delegacia Regional do Trabalho). Não concordamos com essa multa e estamos recorrendo em juízo. Não é um dívida. É um processo." Segundo uma pesquisa realizada pelo Instituto de Pesquisa e Economia Aplicada (Ipea) em 2008, um processo de execução fiscal demora em média oito anos para ser julgado.



Comentários

  • Webiston Barbosa Reis

    "Esses artistas estão literalmente NADANDO no dinheiro. As dívidas contraídas por eles por menores ou maiores que sejam são sempre parceladas, porém, seus cachês não o são. Infelizmente aqui no Brasil têm-se a mania de se passar a mão na cabeça de alguns e perdoá-los por tais irregularidades para em seguida obrigarem o POVO que não tem nada a ver com isso a arcar com toda essa conta. Espero que a Receita Federal NÃO perdoe um centavo de tudo isso."

Deixe seu comentário