ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Brumado: Criança é internada na UTI em estado grave após ser atropelada por ônibus escolar na zona rural

Livramento: Homem sofre tentativa de homicídio no bairro Benito Gama

Pediatria é no Centro Médico São Gabriel com Dr. Thomás Caires

Lama de obra invade casas e moradores perdem tudo em Brumado

Clínica Master: Atendimento em Psiquiatria

Brumado: 'Gatuno' é preso pela PM logo após roubar moto no bairro São Jorge

Unip: A Educação transforma sonhos em realidades!

Apagão de 40 minutos atinge Brumado e municípios da região

Brumado: Choveu forte na madrugada desta segunda-feira (18) na 'Capital do Minério'

Bahia bate o Vitória da Conquista e assume a liderança do Campeonato Baiano

Agência Nacional de Mineração recomenda extinção de barragens a montante até 2021

Brasil vai precisar de 10 mi de profissionais em saúde e educação até 2040, diz BID

Brumado: Estudantes participam de tarde de autógrafos com prefeito Eduardo Vasconcelos

Artista plástico 'Dil Rocha' recebe Prêmio Giuliano Ottaviani; o brumadense ficou em 1º lugar com o quadro 'Pedalando na Trilha'

Após um mês e meio baiano é o último vencedor da Mega da Virada a retirar o dinheiro

Previsão indica vento forte e chuva na tarde desta sexta-feira em Brumado

Brumado: Câmara de Dirigentes Lojistas pede flexibilização na implantação da 'Zona Azul'

Brumado: Cratera se abre em antiga galeria de água próximo a 'passagem em nível' na rua que liga os bairros São Felix ao Centro



BUSCA PELA CATEGORIA "Política"

Brumado: Em ofício enviado ao Legislativo brumadense, prefeito diz que Dudu Vasconcelos não tem mais condições de continuar como vereador

Foto: Luciano Santos l 97NEWS

As discussões sobre o pedido de afastamento do Vereador Eduardo Cunha Vasconcelos (PSDB), o Dudu Vasconcelos, vem se arrastando a meses durante as sessões da Câmara de Vereadores de Brumado. Afastado por motivos de saúde desde 2018, o vereador vinha se mantendo no cargo com base na Lei Orgânica do Município (LOM), onde não havia a necessidade de convocação do suplente para as atividades do Poder Legislativo, já que a licença era sempre revogada. Mas na sessão desta sexta-feira (08), o presidente da Câmara de Vereadores, Leonardo Quinteiro Vasconcelos (PDT), fez a leitura de um ofício, com laudo psiquiatro, encaminhada pelo prefeito Eduardo Lima Vasconcelos (PSB), atestando que seu filho, Dudu Vasconcelos, por questões de saúde não teria mais condições de continuar realizando os trabalhos legislativos. Segundo o laudo, o parlamentar encontra-se em tratamento psiquiátrico para combater a dependência de substâncias ilícitas psicoativas. Diante do relato feito pelo prefeito, a Câmara de Vereadores vai acionar o corpo jurídico, para discutir o assunto. Com esta notícia, o suplente Girson Ledo (PSDB), poderá ser convocado para assumir em definitivo o assento na Casa Legislativa. 



Brumado: Vereador diz que se parar de tomar 'gardenal' vai virar oposição

Foto: Luciano Santos l 97NEWS

A falta de acordo sobre a liberação de maquinários e outras ferramentas para a população da zona rural azedou de vez o clima entre os vereadores de situação da Casa Legislativa e os secretarios da Prefeitura Municipal de Brumado. Na sessão solene e abertura dos trabalhos dos edis, o vereador José Santos (Sem Partido), Santinho, fez um discurso diferenciado das últimas sessões. Em tom de explanação, Santinho cobrou do Executivo mais atividade para com os seus secretariados. A indagação do vereador está relacionada aos incessantes pedidos as secretarias da prefeitura, que segundo ele estaria sendo burocratizada. "Os poderes são independentes, mas devem trabalhar juntos em prol do bem comum. Infelizmente, a orquestra não está funcionando como deveria funcionar. O poder do vereador é cobrar, lutar, reivindicar, representar”, discurssou na sessão o vereador. Mesmo Santinho sendo da base do governo, segundo ele, seus pedidos estão sendo negados. “Minhas reivindicações não estão sendo respeitadas perante o secretariado dessa administração. Não adianta ser  vereador da base do governo, se o secretário não atende nossos telefonemas", relatou. Subindo o tom em seu discurso, ele ainda disse em sua fala. "Tem que respeitar o vereador, porque o vereador não está pedindo nada pra si, mas sim para comunidade que ele representa. Se essa casa não tiver valor, vai ter briga. Chega de ficar batendo palma. Se não valorizar os vereadores, vou parar de tomar o gardenal”, criticou.



Carro oficial da Câmara de Brumado se envolve em acidente na cidade de Vitória da Conquista

Foto: Reprodução l Rodrigo Ferraz

Uma equipe de agentes de Trânsito e Mobilidade Urbana foi acionada até o Bairro Centro, no começo da tarde desta segunda-feira (4), por causa de um acidente de trânsito, que envolveu uma motoclicleta e um veículo oficial. O carro que bateu na moto pertence a câmara de vereadores de Brumado. A ocorrência de trânsito aconteceu na movimentada Avenida Otávio Santos. Informações passadas ao 97NEWS dão conta que no momento do acidente o veículo oficial era conduzido por um assessor de vereador. O veículo foi solicitado para a viagem entre Brumado a Vitória da Conquista. Ninguém se feriu no acidente. Os agentes de trânsito registraram a ocorrência. As causas do acidente não foram divulgadas. 



Brumado: Vereador Zé Ribeiro diz que transmissão das sessões no rádio só depende de capricho da base do prefeito

Foto: Luciano Santos l 97NEWS

Durante a sessão solene da Câmara de Vereadores de Brumado, na última sexta-feira (1º), entre os debates calorosos feitos pelos edis, foi a volta das transmissões das sessões via emissora de rádio, principalmente, pelo líder da oposição, o vereador José Ribeiro Neves (PT). O oposicionista chamou a atenção para os relevantes trabalhos que são feitos pelos vereadores na casa legislativa, e que boa parte da população não tem conhecimento. Vereador de vários mandatos respeitados por todos, Ribeiro fez severas críticas e destacou que as transmissões não acontecem por capricho do grupo de situação. "As transmissões da Câmara não está acontecendo no meu ponto de vista, simplesmente para atender um pedido do poder executivo", disse o parlamentar. Subindo o tom, ele acrescentou a discordância de poderes, fazendo comparações com as transmissões do programa institucional da prefeitura na mesma emissora de rádio. "Isso não convence a população, porque o Poder Executivo sempre teve um programa na mesma emissora. E a agora a Câmara não pode?". interpelou Ribeiro. Ele ainda acrescentou, “o governo municipal tem mostrado claramente a sua ma vontade em não resolver a situação, pelo capricho, pela vontade de manter atitudes imperialistas”, disse o vereador, que ainda chamou atenção para os prejuízos que a população vem sofrendo sem as transmissões. "Quem perde é o povo, que podia ta participando e acompanhando os trabalhos dos vereadores". Por fim, o vereador lamentou a falta de oportunidade do eleitor opinar nos projetos da casa da cidadania. "É uma forma de abrir a palavra do vereador para chegar na população. E se quiser ajuda, estaremos aqui para poder resolver a situação", finalizou o líder de oposição.



Brumado: Márcio Moreira descarta possibilidade de assumir chefia de gabinete no governo Eduardo Vasconcelos

Foto: Luciano Santos l 97NEWS

O suplente de deputado estadual, Márcio Moreira (Patriota), descartou a possibilidade de assumir a chefia do gabinete do prefeito, Eduardo Vasconcelos (PSB). Logo após a saída do titular da pasta, Amarildo Bonfim, houve-se uma especulação nos bastidores para o empresário assumir o posto. No entanto, essa especulação foi desmentida pelo próprio Márcio na manhã desta segunda-feira (4). “Não existe essa probabilidade. A menor que seja”, garantiu Moreira. Ele foi enfático ao dizer que neste momento está se dedicando a sua vida profissional. 



Brumado: Buscando 'novos horizontes', chefe de gabinete do prefeito Eduardo Vasconcelos deixa o cargo

Foto: Reprodução l Redes Sociais

Depois de vários dias de boatos, o chefe de gabinete do prefeito, Eduardo Vasconcelos (PSB), confirmou nesta sexta-feira (1º) a renúncia de seu cargo na prefeitura municipal de Brumado. Amarildo Bonfim era um dos braços direito de Eduardo e deixa a prefeitura em busca de novos projetos. A portaria, com a exoneração do cargo, a pedido de Bonfim, foi publicada no Diário Oficial do Município. No cargo desde 2017, Amarildo era muito respeitado pelo grupo político de Vasconcelos. Nas redes sociais, o ex-chefe de gabinete agradeceu o prefeito pela confiança a sua pessoa. Ele também informou que em sua nova jornada, prestará serviços à municípios da região sudoeste. “Meu sincero obrigado, obrigado pela oportunidade de trabalho, e muitíssimo obrigado por me proporcionar anos de ensinamentos. Ter trabalhado ao seu lado por esse tempo, me foi mais enriquecedor, do que cinco ou dez anos de qualquer outro trabalho. Obrigado mais uma vez por me colocar ao seu lado, permitindo que aqui, eu pudesse ter acesso ao seu campo de inteligência. Obrigado e obrigado”, escreveu em uma rede social. 



Em entrevista na Suíça, Bolsonaro diz que se Flávio errou, terá de pagar o preço

Foto: Reprodução l World Economic Forum

O presidente Jair Bolsonaro afirmou em entrevista à agência de notícias Bloomberg, em Davos (Suíça), que se o senador eleito Flávio Bolsonaro errou e isso for provado, ele terá que pagar pelos atos. A agência de notícias destacou que a investigação sobre o filho do presidente pode minar a agenda anticorrupção de Bolsonaro. Flávio Bolsonaro é investigado pela Justiça desde que o Conselho de Atividades Financeiras (Coaf) apontou movimentações atípicas na conta bancária do ex-assessor de Flávio, Fabrício Queiroz, no valor de R$ 1,2 milhão. Segundo o Coaf, Queiroz movimentou R$ 7 milhões em três anos. O Conselho ainda encontrou 48 depósitos em dinheiro vivo no valor de R$ 2 mil na conta bancária de Flávio Bolsonaro entre junho e julho de 2017. O senador eleito afirma que o montante é referente à parte da venda de um apartamento nas Laranjeiras, no Rio de Janeiro. Nesta semana, após operação do Ministério Público do Rio, também veio à tona a informação de que Flávio Bolsonaro empregava a esposa e a filha do ex-capitão da PM Adriano Magalhães da Nóbrega, apontado como chefe da milícia de Rio das Pedras, no Rio de Janeiro.



Rui Costa é entrave no PT a um acordo para ajudar reeleição de Maia, diz coluna

(Foto: Daniel Simurro | 97NEWS)

O governador da Bahia, Rui Costa (PT), fortalecido após sua reeleição, desponta como um dos maiores entraves no partido a um acordo para ajudar Rodrigo Maia (DEM-RJ) a se reeleger como presidente da Câmara dos Deputados, de acordo com a coluna Painel, do jornal Folha de S. Paulo. A Bahia foi o estado em que o PT mais elegeu deputados federais. Mediador das várias correntes petistas, o deputado José Guimarães (PT-CE) disse que a posição do partido na disputa pelo comando da Câmara e do Senado dependerá de compromissos com a independência do Congresso, uma pauta autônoma em relação à do governo e oposição a medidas ultraliberais.



Prestes a perder foro privilegiado Lúcio se diz inocente e despreocupado: 'consciência limpa'

(Foto: 97NEWS Conteúdo)

Sem se reeleger, o deputado federal Lúcio Vieira Lima (MDB) se diz despreocupado com o fim do foro privilegiado e garante estar tranquilo quanto aos processos que responde na Justiça. "Eu não tenho preocupação nenhuma, vou lutar para mostrar minha inocência, a dor que eu sinto é a da consciência limpa", garantiu o parlamentar nesta quarta-feira (2), na Câmara Municipal de Salvador, enquanto aguardava a posse do novo presidente da Casa, Geraldo Junior (SD). O emedebista confia na "justiça divina" e que o resto fica a cargo da "justiça dos homens". "Pelo homem que eu sou eu tenho certeza que Deus saberá dar os créditos necessários", disse Vieira Lima. 



Eleição da UPB terá Eures Ribeiro como candidato único

(Foto: 97NEWS Conteúdo)

Com o prazo para inscrição de chapas na eleição da União dos Municípios da Bahia (UPB) encerrado nesta sexta-feira (21), está definido que o pleito para liderar a entidade comandada por prefeitos terá candidatura única, encabeçada pelo atual gestor, Eures Ribeiro. O pleito está agendado para ocorrer no próximo dia 8 de janeiro na sede dda entidade, no Centro Administrativo da Bahia (CAB). A reeleição de Ribeiro, que é prefeito de Bom Jesus da Lapa no Oeste baiano, partiu, segundo o gestor, de um consenso dos colegas em “manter a unidade”. A chapa, que tem o prefeito de Juazeiro, Paulo Bonfim, como vice-presidente Institucional, e Antonio Silva Neto, prefeito de Araci, como vice-prefeito Administrativo, deverá comandar a entidade no biênio 2019-2020. “Referenda o trabalho desenvolvido em nossa gestão a favor dos municípios baianos, quando imprimimos força na articulação com a Assembleia, o Congresso Nacional e os governos Estadual e Federal para alcançarmos conquistas importantes. Tenho certeza que essa unidade construída com muita luta só vai fortalecer a UPB e os municípios”, reforçou Eures Ribeiro. O gestor cita o aumento do transporte escolar, a nova resolução do Tribunal de Contas dos Municípios sobre o cálculo do ídice de pessoal, a série de capacitações realizadas no interior do estado e o auxílio financeiro dados aos municípios pela União, no último ano, como algumas das vitórias conquistadas em sua gestão à frente da UPB.



Futuro ministro da Cidadania propõe limite de horário para venda de bebidas alcoólicas

(Foto: Reprodução)

Nomeado futuro ministro da Cidadania pelo presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL), o deputado federal Osmar Terra (MDB-RS) acredita que uma medida eficiente para reduzir os índices de violência seria limitar o horário para venda de bebida alcóolica. Ele afirma que a maior parte dos acidentes e mortes são provocados por pessoas embriagadas após a meia-noite, portanto, esse limite poderia ser definido ao menos em locais mais violentos. "Antes de sair do governo Temer, fui à Islândia conhecer o programa de juventude que mais reduziu o consumo de drogas na Europa. Eles saíram da juventude que mais usava drogas para a que menos usa hoje. O eixo principal é o esporte, a música e a dança. Ele mantém o pessoal permanentemente ocupado. É claro que é um país de 500 mil habitantes. Eles têm circunstâncias diferentes. Não deixam expor bebidas alcoólicas em nenhum lugar, têm um toque de recolher. Depois das 22h, jovens com menos de 18 anos não podem andar sozinhos na rua. Claro que é uma realidade bem diferente. Mas aqui, por exemplo, se reduzir o horário de venda de bebidas alcoólicas em restaurante, em bar, é uma coisa que se pode pensar. Podemos fazer junto com o Moro, na Justiça, uma política de redução da violência", defendeu em entrevista ao jornal O Globo. De acordo com a publicação, ele é radicalmente contra o uso de drogas, inclusive o álcool. Terra disse que tem conversado sobre sua ideia com o presidente, mas nenhuma decisão foi tomada a respeito. O objetivo, nas palavras dele, é tornar a música e o esporte o "barato" que a droga dá a juventude. Seu ministério, a que chama de "monstro", vai concentrar os setores de Desenvolvimento Social, Cultura e Esporte. Com trabalhos voltados para pessoas com necessidades especiais, a primeira-dama Michelle Bolsonaro "vai participar de tudo que tiver nessa área" dentro da pasta.



Após pancadaria durante sessão na Câmara, seis vereadores têm mandatos cassados

(Foto: Reprodução Redes Sociais)

Após a pancadaria durante uma sessão na Câmara de Correntina, no oeste da Bahia, na quinta-feira (20), seis vereadores denunciados em uma operação que investiga desvio verbas públicas tiveram os mandatos cassados. A sessão recomeçou no turno da tarde e durou mais de sete horas. Os vereadores Adenilson Pereira de Souza (PTN), Jean da Guarda (PP), Nelson da Conceição Santos (PRB), Miltão (PCdoB), Juvenil Araújo de Souza (PCdoB) e Wesley Campos Aguiar (PV), foram os alvos da cassação. Cinco deles haviam sido presos na operação em outubro de 2017. Cinco vereadores suplentes tomaram posse logo após a sessão. Apenas um vereador não foi notificado para tomar posse em razão de viagem.  No dia 28 de agosto deste ano, Maradona voltou a ser preso, depois que desapareceu após novo mandado de prisão solicitado à Justiça pelo MP. A quadrilha é suspeita de desviar verbas públicas mediante pagamento de gratificações indevidas a servidores e realizar exigências ilícitas ao prefeito, inclusive a entrega de propina de R$ 50 mil para alguns vereadores em troca da aprovação de projetos de lei. Entre as denúncias ao Ministério Público da Bahia está o atraso das obras da nova Câmara de Vereadores. O gasto previsto para a construção era de R$ 4,4 milhões e já foram gastos mais de R$ 3,5 milhões.

Apenas os vereadores Nelson da Conceição Santos (PRB) e Juvenil Araújo de Souza (PCdoB) apresentaram as defesas no plenário. Os outros não retornaram à sessão após a pancadaria.  Os envolvidos não foram identificados até a publicação desta reportagem. Algumas pessoas tentam separar os homens, mas eles continuaram com a luta corporal. Muitos objetos, incluindo uma bandeira, foram utilizados durante a discussão. Alguns papéis também foram jogados ao chão por um homem. Por conta da situação, a polícia interviu e a briga foi finalizada. De acordo com Wagner Rocha, advogado da Câmara de Vereadores de Correntina, e autor da denúncia que pediu a cassação dos denunciados, a briga teve início quando um dos vereadores indiciados começou a gritar e agredir os outros colegas. O nome dele não foi divulgado. No total, a Câmara tem 13 vereadores, incluindo os denunciados. As sessões ordinárias da Casa acontecem sempre nas terças-feiras, exceto as extras, como a desta quinta.

CONTINUE LENDO


Eduardo Bolsonaro quer implantar pena de morte para crimes hediondos e traficantes

Imagem Ilustrativa

O deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), defendeu em entrevista ao jornal o Globo a possibilidade de pena de morte para traficantes de drogas, a exemplo do que ocorre na Indonésia, e para autores de crimes hediondos. Eduardo disse que um plebiscito pode ser usado para consultar os brasileiros, apesar da vedação explícita da Constituição. De acordo com a publicação, o texto constitucional trata a impossibilidade da pena de morte como uma cláusula pétrea, que não pode ser alterada mesmo com uma Proposta de Emenda à Constituição (PEC). "Eu sei que é uma cláusula pétrea da Constituição, artigo 5º etc. Porém, existem exceções. Uma é para o desertor em caso de guerra. Por que não colocar outra exceção para crimes hediondos?", questionou Eduardo. O contexto da conversa foram telegramas diplomáticos, obtidos pela reportagem, que revelam como ele tentou visitar o complexo prisional de Nusakanbangan, numa ilha na Indonésia, onde dois brasileiros condenados por tráfico foram fuzilados em 2015. Os telegramas mostram que o parlamentar manifestou concordância com um sistema penal que permite a execução de traficantes.

A tentativa de Eduardo de ir ao complexo gerou um constrangimento diplomático. Depois de ação da Embaixada do Brasil na Indonésia, o filho do presidente eleito foi convencido a não ir ao local. O deputado restringiu sua visita ao presídio de Tangerang, na região metropolitana de Jacarta, capital da Indonésia, em 30 de julho de 2017.

Por três horas, conheceu a unidade onde a maioria dos presos cumpre pena por tráfico. Um telegrama registra: “Após conhecer o complexo, o parlamentar conversou com o diretor-geral do presídio, ocasião em que manifestou sua concordância com o rígido tratamento conferido a traficantes de drogas neste país. Observou, também, o papel desempenhado pela religião na disciplina e na reabilitação dos detentos.”

A posição assumida por Eduardo marca um retorno dos Bolsonaro a um assunto que eles haviam deixado para trás para tornar a candidatura do pai menos radicalizada. A pena de morte era presença constante nos discursos mais inflamados da família. As falas foram moduladas e os Bolsonaro passaram a evitar o tema.

 

CONTINUE LENDO


Equipe de Bolsonaro já discute nova tabela de frete para evitar greve de caminhoneiros

Foto: Luciano Santos l 97NEWS

A equipe de transição já discute uma nova tabela de frete, que deve ser apresentada em janeiro pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) para substituir a atual. A proposta ficará em consulta pública para que todos os agentes do setor possam dar sugestões.  Uma das principais críticas do setor produtivo  é que a tabela vigente foi elaborada de forma unilateral pela ANTT, no afogadilho, para acabar com a greve dos caminhoneiros, que praticamente parou o país em maio. Ela conteria erros de cálculo de custo e distorções, como considerar um só tipo de caminhão (número de eixos) para diferentes tipos de carga. A nova contemplará vários tipos de veículos para diversos tipos de carga. O futuro ministro de Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, já sinalizou que vai trabalhar para que a tabela do frete seja cumprida no país, em novos parâmetros, mais aderentes ao mercado, estabelecendo um piso correto que cubra os custos e remunere os caminhoneiros. Destacou, porém, que tudo será negociado com a categoria. Os técnicos da futura equipe econômica também discutem a criação de um fundo de compensação com a Cide (tributo que incide sobre os combustíveis), para evitar a flutuação excessiva nos preços do combustível. A ideia é que o tributo sirva como um colchão para acomodar a variação dos preços do petróleo no mercado internacional. O presidente eleito, Jair Bolsonaro, já sinalizou à sua equipe que não quer que a Petrobras volte a adotar a sistemática anterior à greve dos caminhoneiros, em que os preços oscilavam quase que diariamente. Embora integrantes da equipe do futuro ministro da Economia, Paulo Guedes, avaliem que o tabelamento representa uma interferência do Estado na economia, a percepção é que não é hora de revogar a medida. Há consenso de que o problema do frete foi criado por um desequilíbrio entre a oferta, estimulada pelo financiamento do BNDES para renovação de frota, e a demanda, que caiu com a crise na economia. No entanto, por se tratar de um segmento que pode afetar a população, a expectativa é que, com a retomada da atividade econômica, a situação volte a se equilibrar, e a tabela se torne desnecessária naturalmente.



Municípios baianos recebem repasse extra de R$ 377 milhões da União

Foto: Luciano Santos l 97NEWS

Os municípios receberam mais dinheiro nos cofres para fechar as contas de 2018. Isso porque o governo federal repassou, na última sexta-feira(7), cerca de R$ 377,9 milhões às 417 cidades do estado, segundo levantamento da Confederação Nacional dos Municípios (CNM). O valor é referente a uma parcela extra do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) e é considerado um décimo terceiro salário para as prefeituras. Em todo o Brasil, a União encaminhou R$ 4,1 bilhões aos mais de cinco mil municípios do país. O montante é 7,13% maior em relação à transferência feita no ano passado, de R$ 3,8 bilhões. De acordo com o balanço da CNM, nos últimos 11 anos, os cofres municipais em todo o país receberam R$ 34,3 bilhões relacionados extras do FPM. O montante é usado para ajudar os atuais gestores a pagarem o 13º salário e as folhas de pagamento dos servidores, assim como para diminuir os impactos da situação financeira dos municípios. As Prefeituras recebem este repasse extra do FPM todos os anos nos meses de julho e dezembro. A mudança da plataforma não permitiu achar com clareza os valores repassados para o FPM. O novo formato da página não discrimina, como o antigo, item a item nem muito menos a origem do dinheiro. Para se ter uma ideia, na parte: Benefícios aos Cidadãos do Município, apresenta o valor de R$ 6,24 milhões de reais, mas não identifica se é com todo os benefícios. Mostra apenas os valores do Bolsa Família e Seguro Defeso. Não mostra, por exemplo o valor dos benefícios de prestação continuada ou bolsas que possam existir, como o Bolsa Verde. Um dado pode ser entendido como o repasse do FPM, o valor de pouco mais de R$ 7,17 milhões. No portal da transparência, antigamente, era possível discriminar item a item e até mesmo identificar a origem e o destino final de cada centavo.



Eleições da presidência da CMVC já estariam decididas a favor de Luciano Gomes

(Foto: Divulgação Redes Sociais)

O vereador Luciano Gomes (PR) consolidou ainda mais a sua eleição para presidente da mesa diretora da Câmara de Vereadores de Conquista.Em um encontro na casa do vereador Luis Carlos Dudé (PTB), Luciano recebeu o apoio dos vereadores Coriolano Moraes (PT) e Nildma Ribeiro (PC do B). “Luciano agora conta com 16 assinaturas de edis que vão marchar junto com ele para a presidência da Câmara”, disse o vereador Dudé, um dos articuladores para essa eleição. O próximo passo de Luciano é receber o apoio dos vereadores Herminio Oliveira (PPS) e Edijaime Rosa (MDB), o Bibia.



Núcleo vai apurar 25 mil indícios de irregularidade em contas de campanhas

Foto: Luciano Santos | 97NEWS

Os técnicos do Núcleo de Inteligência da Justiça Eleitoral identificaram até o fim de outubro 25.064 indícios de irregularidades nas prestações de contas dos candidatos nas eleições deste ano. O colegiado reúne diversos órgãos de fiscalização. As suspeitas envolvem doações e gastos de campanha de candidatos a deputado, senador, governador e presidente. O total de recursos sob suspeita soma R$ 53,7 milhões. A principal suspeita diz respeito a artifícios empregados por empresas para fazer doações a candidatos, o que é proibido por lei.



Articulações buscam consolidar o nome de Dr. Geraldo Azevedo como candidato da oposição em 2020

O médico Dr. Geraldo Azevedo começa a ser consolidado na base oposicionista (Foto: Divulgação)

Passadas as eleições gerais, o foco agora dos políticos brumadenses é mirar em 2020, então, diante disso, as articulações de bastidores já começam a serem efetivadas, pois, o novo momento da política vem sendo “metabolizado” e, com isso, as estratégias têm que ser bem elaboradas, o que vem acabar com o conceito de outrora de que “na hora tudo se resolve”. Com isso o “tabuleiro” irá requerer “jogadores mais habilidosos” e, buscando fortalecer as suas bases, a oposição em Brumado, que analisou de forma muito positiva a sua participação nas urnas nestas eleições de 2018, começa a fortalecer as suas articulações em torno do nome do médico Geraldo Azevedo, que é um dos políticos mais respeitados de Brumado. Ele que é considerado um dos maiores prefeitos da história do município, vem mostrando um novo fôlego e uma atualização aos novos tempos. Dono de uma retórica rebuscada e de um grande conhecimento literário, tanto que já presidiu a ALAB – Academia de Artes e Letras de Brumado, Dr. Geraldo, como é conhecido no meio político, já mostra ser o preferido dos oposicionistas, sendo considerado o único nome à altura de enfrentar o atual prefeito Eduardo Vasconcelos, que poderá ir para a reeleição. Fontes seguras garantem que não existe outro nome para vencer as eleições municipais de 2020, que não seja o de Geraldo Azevedo, que hoje teria sobre si a aprovação do deputado estadual Vitor Bonfim. Os indícios são cada vez mais fortes nesse sentido, tanto que se projeta que Azevedo deverá aparecer cada vez mais na mídia, como um opositor consciente da atual gestão municipal.



PT e Haddad acreditam que ida de Moro para governo de Bolsonaro ajuda Lula

Foto: Reprodução l Nacho Doce / Reuters

Na avaliação do PT e de Fernando Haddad, a ida do juiz Sérgio Moro para o governo de Jair Bolsonaro (PSL) é favorável ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). Lula move um processo na Organização das Nações Unidas (ONU) contra sua condenação. Segundo informações do blog Painel, da Folha de S. Paulo, Haddad chegou a dizer que o ex-presidente "ganhou hoje a causa", se referindo ao momento em que Moro aceitou o convite do presidente eleito para assumir o Ministério da Justiça. Enquanto juiz, Moro condenou o petista a nove anos e seis meses de prisão no processo do triplex do Guarujá. Em segunda instância, o Tribunal Regional Federal da 4ª Região aumentou a pena para 12 anos e um mês. Lula cumpre pena desde abril na Superintendência da Polícia Federal (PF), em Curitiba.



Geddel e Lúcio Vieira Lima ficam calados em depoimento no STF

Foto: Reprodução l Agência Brasil

Os irmãos Geddel e Lúcio Vieira Lima, acusados de lavagem de dinheiro e associação criminosa, ficaram em silêncio na quarta-feira (31) numa audiência no Supremo Tribunal Federal (STF) relativa ao caso dos R$ 51 milhões encontrados num apartamento em Salvador. Quando informado pelo juiz instrutor sobre as acusações no início da audiência, Geddel se limitou a dizer que ficaria em silêncio "por absoluta e incisiva orientação da defesa técnica", segundo o G1. Deputado federal em fim de mandato, Lúcio Vieira Lima (MDB-BA) também disse que ficaria calado por orientação dos advogados. Em meio à audiência, que é uma das últimas fases do processo, o Ministério Público fez perguntas aos irmãos Vieira Lima, mas Geddel e Lúcio se recusaram a responder todo o tempo. A audiência durou cerca de 10 minutos. Geddel saiu do STF ao final da audiência e foi levado para o Complexo Penitenciário da Papuda, onde ele está preso desde setembro do ano passado.