ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Mega-Sena acumula e prêmio pode chegar à casa dos R$ 90 milhões

Mais um crime brutal confirma grau de violência em Brumado

Cerca de 30 prefeitos são investigados pelo MP por nepotismo na Bahia

‘Aqui todo mundo é parente’, alega prefeito baiano acusado de nepotismo

Em crise, Vitória enfrenta a Chapecoense neste sábado (22) pelo Brasileirão

Luto em Conquista: Morre o professor da UESB, Otoniel Magalhães Morais, vítima de câncer

Brumado: Operação 'Paz no Trânsito' tem continuidade na manhã deste sábado (22)

Brumado tem carreata e protestos contra preços dos combustíveis

Cristaluz inaugura moderna loja com um amplo showroom na área de produtos elétricos e iluminação

Estado é condenado a pagar R$ 160 milhões para 44 baianos por ação de 1991

Mega-sena pode pagar R$ 78 milhões em sorteio neste sábado

CCJ aprova fim de carros oficiais de autoridades; projeto seguirá para plenário

Vereadora Lia Teixeira participa de cerimônia com o presidente do TRE-BA

Lula cita Rui Costa como nome viável para disputar a presidência em seu lugar

Número de reclamações contra a Caixa sobre o FGTS mais que triplica em 1 ano

Fake News: Como identificar as notícias falsas

Entenda como a Reforma Trabalhista vai afetar quem já está empregado

Rio: Forças Armadas irão para as ruas diz Ministro da Defesa

Realidade bizarra: robô sexual agora ouvirá seus problemas

Vândalos destroem cabos de provedor de internet mais uma vez, e geram prejuízos a Maxxnet em Livramento



BUSCA PELA CATEGORIA "Música e Cultura"

Chester Bennington, vocalista do Linkin Park, morre aos 41 anos

Chester Bennington canta em show do Linkin Park em Los Angeles, em 2014 (Foto: Divulgação)

Chester Bennington, vocalista da banda Linkin Park, foi encontrado morto nesta quinta-feira (20) em sua casa perto de Los Angeles, na Califórnia (EUA), informou a agência Associated Press. Segundo um porta-voz da polícia local, a morte é investigada como suicídio. O site TMZ afirma que o cantor se enforcou em sua residência. O corpo foi encontrado pouco antes das 9h locais, de acordo com a publicação. Chester era casado e tinha seis filhos. Ele lutou por anos contra drogas e álcool, e disse em uma entrevista no ano passado que já havia pensado em suicídio porque foi abusado quando criança, por um homem mais velho. O músico era próximo de Chris Cornell, vocalista do Soundgarden e do Audioslave, que morreu em maio - também em um suicídio por enforcamento. O vocalista cantou a música "Hallelujah" no funeral do amigo, que completaria nesta quinta 53 anos.Chester já contou em entrevistas que sofria com problemas estomacais. Durante shows e eventos de divulgação do disco "Meteora", sofreu com dores abdominais e passou por uma cirurgia para curar uma hérnia de hiato. Em entrevistas, ele contou que, por causa doença, chegava a sentir vontade de vomitar quando cantava. Veja abaixo um dos recentes sucessos da banda: 



Após cirurgia, hospital emite novo boletim sobre estado de saúde de Tony Salles

(Foto: Toda Hora)

O cantor Tony Salles, líder da banda Parangolé, demonstrou melhora após passar por cirurgia nesta terça-feira (18/7). A informação foi confirmada pelo Hospital Aliança, onde Tony está internado há uma semana. O pagodeiro deu entrada na unidade com sintomas de malária após fazer um show na África no final de junho. No boletim, o hospital explica que Tony “evoluiu nas últimas horas, depois do procedimento cirúrgico a qual foi submetido, com significativa melhora clínica e dos parâmetros laboratoriais”. O hospital relatou também que o cantor se mantem comunicativo, tendo reiniciado a dieta oral, com prescrição médica de repouso, ainda hospitalizado para observação clínica e novas avaliações. A malária é uma infecção parasitária transmitida através da picada da fêmea do mosquito Anopheles infectado. A doença causa calafrios com tremores, seguidos de febre. Mortes por malária podem ocorrer devido a danos cerebrais  ou danos aos órgãos vitais.



Sambolô é a grande pedida musical para este sábado (15) em Brumado

(Divulgação)

Brumado é considerada uma cidade altamente musical, não só pelo talento e criatividade de seus cantores e músicos, mas também pela grande receptividade do público, que ama e respira música, principalmente nos finais de semana, onde acontecem inúmeras apresentações de bandas e artistas nos mais diversos palcos da terra do minério. Então como é chegado mais um final de semana, neste sábado (15), a grande pedida musical será o Grupo Sambolô, que estará se apresentando na Praça do Jurema em dois horários, primeiramente às 14h no Jurema Bar e às 18h no Escritório Bar. Formada no início de 2013 pelos ecléticos Jai, Juraci e Ivis, o Sambolô hoje é considerado um dos grupos musiciais em maior ascenção, não só pela alta desenvoltura em suas apresentações, mais também pelo forte carismo dos seus integrantes que conquistam a plateia com muita facilidade. Com um repertório muito diversificado, o Sambolô está com grandes projetos para esse ano que deverá levar o grupo às paradas de sucesso baianas. Então fica aqui a dica musical do 97NEWS para aqueles que querem desfrutar de momentos agradáveis e ouvir os grandes sucessos do momento nas versões bem peculiares deste grupo fantástico que é o Sambolô. Confira abaixo o vídeo de uma das apresentações marcantes do grupo: 



Zeca Pagodinho é hospitalizado após perder controle de veículo

(Foto: Reprodução)

O cantor Zeca Pagodinho perdeu o controle do quadriciclo que dirigia e precisou ser levado ao hospital na noite desta sexta-feira (14). Ele teria perdido o controle do veículo ao tentar fazer o retorno em uma via. Uma unidade do Serviço Médico de Urgência (SAMU) foi encaminhada ao local para socorrer o cantor. O acidente aconteceu por volta das 22h. De acordo com informações da Polícia Militar, o 15º Batalhão da PM foi acionado para uma ocorrência de trânsito em Xerém, onde Zeca Pagodinho mora. Após o acidente, o artista foi levado para o Hospital Caxias D"Or. Segundo a assessoria do cantor, Zeca está bem e lúcido. Seu quadro é considerado "estável". No entanto, vai passar por exames para checar se o artista não sofreu alguma lesão interna. A previsão é que o cantor fique em observação ainda neste sábado (15).

 



Conheça o trabalho da ONG Viver Arte

(Foto: 97NEWS)

Já dizia o poeta que “a vida sem arte é triste e vazia”, então, buscando dar um tom de alegria a existência humana a arte surgiu desde o tempo dos primórdios para acompanhar a trajetória dos seres humanos. Em Brumado vários projetos artísticos vêm se destacando, os quais mostram a grande vocação do povo da terra do minério para essa vertente tão especial. Dentre os vários projetos, destaque especial que é feito pela ONG Viver Arte, que está fincada na égide do desenvolvimento sustentável, que é presidida pelo brilhante e versátil artista Mesaque Mendes Cunha, um brumadense que viveu um bom tempo em São Paulo, comercializando a sua arte na Praça da República, um dos locais mais reverenciados na arte nacional.

 

O Projeto da ONG Viver Arte está cada vez mais dinâmico e com uma produção artística muito interessante, principalmente nos objetos da linha retrô (Fotos: 97NEWS)

 

Ele que retornou a Brumado iniciou um projeto que hoje ganhou respeito e que vem sendo também um grande instrumento de inclusão social que é a ONG Viver Arte que foi criada há 5 anos e atualmente conta com cerca de 60 crianças de todos os bairros da cidade que vêm aprendendo os segredos da concepção artística. Trabalhando com uma grande diversidade de materiais, como madeira, plástico, resinas e tantos outros, uma grande produção é feita, a qual é comercializada para manter a instituição. Segundo Mesaque Cunha o trabalho vem crescendo e a participação maior das crianças vem sendo um diferencial importante para que elas desenvolvam habilidades psicomotoras, além da intelectualidade e a percepção. Hoje a ONG funciona em dois espaços, a sede que fica na Rua Rua Auta Leite de Oliveira, 303, Bairro Santa Tereza e outra unidade no Bairro Baraúnas. O grande sucesso hoje são os móveis retrôs que vem tendo uma saída muito satisfatória. Veja abaixo um vídeo e conheça o trabalho da ONG Viver Arte. Contato pelo fone:  (77) 9 9959-5289. 



'Despacito' não sai da sua cabeça? Ciência explica o sucesso das músicas-chiclete

Com este gráfico, Nahúm García explica, em espanhol, a 'magia' de 'Despacito': há uma quebra no ritmo (Foto: Nahúm García)

Pode ser que a canção te agrade. Ou não. Mas a ciência ajuda a explicar por que Despacito, dos porto-riquenhos Luis Fonsi e Daddy Yankee, parece "grudar" na memória de quem a escuta. Estudos na área de neurociência e psicologia encontraram certos elementos em comum nas chamadas "músicas-chiclete". "A música ativa as áreas do cérebro relacionadas com sons e movimentos, mas também as associadas às emoções e recompensas", explica Jessica Grahn, cientista da Universidade do Oeste de Ontario, no Canadá, à BBC Mundo, o serviço em espanhol da BBC. Especialista em estudos ligados à música, Grahn conta que as canções que geram maior comunicação entre as áreas do cérebro ligadas ao som e às emoções são as que mais agradam. "Vocêm riem de 'Despacito', mas a maneira como o ritmo quebra antes do refrão é uma genialidade", escreveu ele em sua conta no Twitter.

Não há uma fórmula mágica, mas certos elementos funcionam como "guloseimas" para o cérebro. O primeiro ingrediente é o ritmo. Quando uma canção tem uma batida fácil de seguir, como é o caso de Despacito, ela aumenta a atividade cerebral na zona associada ao movimento, segundo experimentos. Mesmo se a pessoa está totalmente quieta. Em geral, as canções pop a que estamos expostos têm ritmos familiares, o que até certo ponto é previsível. Essa característica, diz Grahn, funciona como uma espécie de recompensa para o cérebro, pois é agradável que a canção se desenvolva como pensamos que vai ocorrer. A "mágica", porém, ocorre quando a canção inclui algum elemento que fuja do previsível. "Trata-se usar a batida, mas fazê-la mais interessante com alguma novidade. Fazer a canção interessante, mas sem tirar muito do que esperamos ouvir", afirma a cientista. Nahúm García, um produtor de música espanhol, acredita ter encontrado o pequeno detalhe que tornou Despacito algo especial. García se refere ao que acontece após 1m23s de canção, momento em que a melodia para e Fonsi diz pela primeira vez a palavra despacito (algo como "devagarzinho" em espanhol). É quase imperceptível, mas o fraseado "atravessa" o ritmo durante uma parada da batida. "A ruptura é radical e faz alusão a intenção sexual da letra (que contém um pedido de ritmo mais lento para o ato), criando uma unidade entre intenção e efeito", disse García em sua página no Facebook. "O cérebro se dá conta de que houve uma parada incomum, e isso chama a atenção." Segundo García, esse truque não é muito comum na música pop. Mas... por que esse efeito ocorre apenas na entrada do primeiro refrão? "Se usado de novo, pode cansar", acredita o espanhol. "Não se pode quebrar o ritmo de uma canção muitas vezes, porque isso resulta em um esforço para o cérebro." Psicólogos e cientistas chamam canções-chiclete de "vermes de ouvido". O termo foi criado por James Kellaris, compositor e professor de marketing da Universidade de Cincinnati, nos EUA, e cujos estudos têm como tema a influência da música sobre consumidores. Kellaris argumenta que os "vermes" são normalmente canções repetitivas e pouco complexas seja em ritmo, letra ou ambos. Mas outra característica é justamente que a canção conte com elementos inesperados, como um compasso irregular ou um padrão de melodia pouco usual. "Despacito tem elementos de um 'verme'. É animada, simples, repetitiva e tem um ritmo pegajoso", diz Kellaris. Mas o especialista americano menciona outros elementos que ajudam a explicar o sucesso, como o atraente vídeo ou o nível de exposição que as pessoas tiveram à canção. O êxito é inegável: Despacito já encabeçou as paradas de sucesso em 45 países e se tornou a primeira canção em espanhol a chegar ao posto de número da revista americana de música Billboard desde 1996, quando Macarena tomou o mundo de assalto. O vídeo da música já ultrapassou a impressionante marca de 1 bilhão de visualizações no YouTube.

 

 

CONTINUE LENDO




Aracatu: Alegando rigidez do Ministério Público, organização do São Pedro cancela show do Calcinha Preta e toda a programação do domingo (09)

O show da Banda Calcinha Preta acabou sendo cancelado pela organização do São Pedro (Foto: Divulgação)

Um dos eventos mais tradicionais da região do período junino, o São Pedro de Aracatu, nesse ano de 2017, ficou sob suspense, já que os rumores quanto à sua realização ficaram sob suspeita, já que, segundo o Ministério Público Estadual, existiram fortes indícios de gastos excessivos com a festa, ainda mais diante do fato do município estar atravessando uma das mais fortes estiagens da sua história. Após várias reuniões, a prefeitura municipal, por meio do diretor municipal de Cultura, Mateus Jackson (veja abaixo), informou, por meio do seu perfil no Facebook, que a programação do domingo que teria a grade composto por: Swing de Prata – Lennon - Calcinha Preta e Samyra Show, teve que ser toda cancelada. Em sua argumentação ele alegou que o motivo do cancelamento foi a rigidez do Ministério Público, que teria atuado de forma implacável no sentido de conter gastos excessivos numa época de fortes adversidades. Diante disso, para os fãs da consagrada banda a notícia não foi nada boa, bem como para os admiradores da cantora Samyra Show. Com isso o brilhantismo da festa acabou sendo arranhado segundo os organizadores, mas eles ressaltam que os outros dois dias (07 e 08) a programação não teve alteração. 

(Reprodução: Facebook)


Vereadora Lia Teixeira comemora o sucesso do São João de Umburanas e o São Pedro de Cristalândia

A vereadora Lia Teixeira (à esquerda) recebeu o reconhecimento dos moradores e dos artistas (Foto: Assessoria Parlamentar)

A vereadora Lia Teixeira (PDT) vem exercendo o seu mandato parlamentar de forma muito ampla e dando ênfase a setores importantes para a população. Em sua agenda positiva, ela vem fazendo questão de defender a valorização da cultura local, demonstrando assim estar em sintonia fina com os anseios populares nesse sentido. Então, nesse contexto, a parlamentar fez questão de dar o seu apoio imprescindível para a realização de dois festejos importantes para o meio rural brumadense que foram o São João de Umburanas que aconteceu no último dia 23 e o São Pedro de Cristalândia realizado no sábado dia 1º de julho. Em seu pronunciamento na sessão legislativa desta segunda-feira (03) a vereadora Lia Teixeira fez questão de destacar o sucesso dos referidos eventos. “Fiquei muito satisfeita em ter dado o meu apoio para a realização desses eventos, onde reinou a alegria e a descontração”, relatou. Fazendo uso de uma célebre frase da música “Comida” ela citou que “disse sabiamente os Titãs, em um de seus sucessos, de que ‘a gente não quer só comida, a gente quer comida, diversão e arte’ e realmente isso é uma verdade, o povo precisa de diversão, precisa de alegria e valorizar as suas tradições, então, dentro dessa lógica, buscamos contribuir para que os moradores de Umburanas e Cristalândia pudessem ter os seus festejos juninos da melhor forma possível”. No final ela relatou que foram eventos de tranquilidade e harmonia, tendo a participação de bandas e cantores locais que fizeram apresentações vibrantes proporcionando um grande arrasta-pé até a madrugada.  

(Foto: Assessoria Parlamentar)


Organização comemora o grande sucesso do São Pedro dos Olhos d’Água 2017

A alegria reinou nos 3 dias do evento (Foto: Divulgação)

Após o impasse sobre a sua realização, o São Pedro dos Olhos d´Água 2017 foi um grande sucesso, atraindo milhares de pessoas nos três dias do evento. Realizado pela Prefeitura Municipal  e organizado pelo promoter Beto Bonelly, o evento teve a pontualidade e o clima de alegria e tranquilidade como pontos altos. Com apoio imprescindível da Bahiatursa e do Governo do Estado da Bahia, que disponibilizaram cerca de R$ 80 mil, que foram fundamentais para a composição de uma programação mais robusta, a festa, que também contou com uma contrapartida do município de R$ 20 mil, ocorreu numa atmosfera de paz, sem registros de incidentes policiais. Artistas e bandas fizeram apresentações vibrantes, fazendo que a Praça Donatila Lobo se transformasse num grande arrasta-pé. Muito bem organizado, o São Pedro dos Olhos d´Água 2017 foi uma comprovação de alto profissionalismo do promoter Beto Benelly e de sua visão cultural integrada, que teve a sincronia com o fato inquestionável que o brumadense é um povo festeiro e alegre por natureza e que a realização de eventos dessa natureza deve sempre ser efetivadas pelas gestões municipais.  

(Foto: Divulgação)