ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Baianos vendem gasolina em site na internet; valores chegam a R$ 8

Vitória fica no empate com o Sampaio Corrêa e perde vaga na Copa do Nordeste

Livramento: Após bloqueio na BA-148 motoristas tentam passar por desvio e são impedidos por manifestantes

Comando da 34ª CIPM garante que policiamento ostensivo será mantido

Obras em 2019: UNEB Campus XX finalmente terá sede própria em Brumado, diz diretora

Indefinido: Associação de caminhoneiros abandona reunião e mantém greve

Lojistas afirmam que comércio deve ter movimento tímido na Copa do Mundo

Honra ao Mérito: Conheça a trajetória da Major Leila Gonçalves, a primeira mulher da região sudoeste a ser promovida ao oficialato superior

Quarto dia: Motoristas declaram apoio aos caminhoneiros em Brumado

'Promoção Quinta Maluca' do Rey do Dellivery : Pizza grande por R$ 19,99 + bordas grátis

‘Estamos sendo tratados como mendigos’, afirma agente de endemias de Brumado

Brumado: Prefeitura inicia construção de nova rua ao lado da Câmara de Vereadores

Brumado: Feirantes alertam que hortifrútis podem terminar nesse final de semana caso continue a greve dos caminhoneiros

Viação Catarino emite comunicado sobre redução de rotas

Confiança do Consumidor chega a menor nível desde outubro, diz pesquisa

Aplicativo facilita acesso às ações do TCE/BA

Morador do Jardim de Alah mata cobra venenosa dentro de sua casa; ‘estamos esquecidos’, protestou

Sindicato forte é a maior proteção dos trabalhadores

Brumado: Cineclube será lançado pelo Projeto Escolas Culturais neste sábado (26)

Bahia: Corpos de homem e mulher são encontrados enterrados em cova na cidade de Coração de Maria



BUSCA PELA CATEGORIA "Eleições "

Fundo Eleitoral e tempo de rádio e TV devem reservar o mínimo de 30% para candidaturas femininas, afirma TSE

(Divulgação Senado Federal)

O Plenário do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) confirmou, na noite desta terça-feira (22), que os partidos políticos deverão reservar pelo menos 30% dos recursos do Fundo Especial de Financiamento de Campanha, conhecido como Fundo Eleitoral, para financiar candidaturas femininas. Os ministros também entenderam que o mesmo percentual deve ser considerado em relação ao tempo destinado à propaganda eleitoral gratuita no rádio e na TV. A Corte decidiu ainda que, na hipótese de percentual de candidaturas superior ao mínimo de 30%, o repasse dos recursos do Fundo e a distribuição do tempo de propaganda devem ocorrer na mesma proporção. A decisão, unânime, veio em resposta à consulta formulada por um grupo de 14 parlamentares, 8 senadoras e 6 deputadas federais. Elas indagaram se a parcela de financiamento destinada às campanhas femininas e o tempo de rádio e TV deveriam seguir o mínimo de 30% previsto nas chamadas cotas de gênero. O percentual corresponde à proporção mínima obrigatória de candidaturas femininas por cada partido, segundo a Lei das Eleições (Lei nº 9.504/97). O questionamento aos ministros do TSE levou em conta o que foi estabelecido em recente decisão do Supremo Tribunal Federal (STF). No julgamento da ADI nº 5.617/2018, a Corte Constitucional determinou a destinação de pelo menos 30% dos recursos do Fundo Partidário às campanhas de candidatas, sem fixar percentual máximo. A reserva de cota de gênero visa evitar que a distribuição dos recursos se dê de forma discriminatória por partido ou coligação, perpetuando uma desigualdade histórica na promoção de candidatos e candidatas. “As ações afirmativas se justificam para compensar erros históricos do passado e para promover a diversidade a partir dos objetivos do Estado Democrático de Direito preconizados pela Constituição da República de 1988”, defenderam as parlamentares.



MP Eleitoral representa contra governador da Bahia por propaganda irregular em mídias sociais

(Foto: 97NEWS Conteúdo)

A Procuradoria Regional Eleitoral na Bahia (PRE/BA) propôs, nessa segunda-feira, 14 de maio, representação contra o Estado da Bahia, o governador, Rui Costa, e o coordenador de Fotografia da Secretaria de Comunicação do Estado da Bahia, Emmanuel Dias de Andrade, por propaganda irregular e antecipada. No documento enviado ao Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE/BA), o MPF requer liminarmente que sejam retiradas do perfil do Governo do Estado no site Flickrtodas as fotografias que contenham a exibição destacada e em primeiro plano da imagem de Rui Costa ou de placas com dizeres elogiosos ao governador. A partir da investigação realizada no Procedimento Preparatório Eleitoral nº 1.14.000.001183/2018-77, a Procuradoria Regional Eleitoral apurou que a conta oficial do Governo do Estado no Flickr – aplicativo online de gerenciamento e compartilhamento de fotos – publicou considerável número de imagens, em datas e locais diferentes, que mostram, de forma destacada, a pessoa do pré-candidato, além de várias fotos contendo ao fundo uma placa com os dizeres “Rui Correflash, Um Correria, Um The Flash”, “Rui Costa, Muito Mais do que um Governador”, “Competência, Seriedade, Dedicação e Trabalho” acompanhada de uma montagem do governador com a fantasia do conhecido super-herói. 

De acordo com o procurador Regional Eleitoral Substituto e auxiliar, Ovídio Augusto Amoedo Machado, as fotografias não estão relacionadas com o evento ou com o propósito público que justificou o comparecimento do governador do Estado no local e sua maciça divulgação possui nítido caráter eleitoreiro. Afirma-se na representação que a publicação de fotos de Rui Costa na conta do Governo foi feita em quantidade e dimensões bem superiores às imagens do próprio evento, da obra em si ou do ato administrativo que se pretendia divulgar. Dessa forma, considerando que a página recebe aproximadamente 30 mil acessos diários, as fotografias divulgadas possuem grande relevância e alcance, causando prejuízo à igualdade das eleições. A reprodução de diversas dessas fotografias no perfil pessoal de Rui Costa no Instagram comprova que o governador tinha conhecimento da veiculação ilícita das imagens na conta oficial do Estado da Bahia no Flickr. A inclusão de Emmanuel Dias na representação é justificada pelo fato de que é sua responsabilidade atualizar a conta no Flickr com fotos por ele produzidas, além de fiscalizar e aprovar a adição de imagens feita pelos demais profissionais de fotografia da Secretaria de Comunicação. O MP Eleitoral requer que os representados sejam condenados, ainda, ao pagamento da multa prevista no artigo 57-C, §2º, da Lei das Eleições (Lei n.º 9.504/97).

CONTINUE LENDO


‘Kau da Vila’ anuncia apoio à pré-candidatura de ‘Manelão’

Manelão teve a confirmação do apoio à sua pré-candidatura do líder comunitário Kau da Vila (Foto: Luciano Santos | 97NEWS)

Reconhecido por sua simpatia, simplicidade e sensibilidade, o líder comunitário Claudomiro Pinheiro Queiroz, o popular “Kau da Vila”, tem nas suas atividades em defesa do social um dos seus pontos altos, já que ele já realizou várias campanhas de arrecadação de alimentos e roupas para serem entregues à famílias carentes. Ele que foi candidato a vereador nas eleições de 2016, obtendo 465 votos legítimos, os quais foram um reconhecimento pelo seu trabalho em prol da Vila Presidente Vargas. Tendo também uma forte vertente cultural, ele vem organizando, ao longo dos anos, vários eventos em homenagem às mães, ao São João, ao Dia das Crianças, além de fomentar atividades esportivas, contribuindo com a manutenção de vários campeonatos na localidade. Nesta segunda-feira (07), “Kau da Vila” teve um encontro com o pré-candidato “Manelão”, onde, na oportunidade confirmou o seu apoio à pré-candidatura do mesmo. “Já conheço Manelão de longa data e conheço o seu empenho em prol de ajudar os mais necessitados, então, isso é muito relevante para mim, por isso será um prazer poder contribuir com esse desafio”, relatou Kau. O pré-candidato também agradeceu o apoio citando que “poder contar com um apoio tão importante como esse é uma honra para mim, vou procurar corresponder da melhor forma possível”.



Joaquim Barbosa confirma que não será candidato à Presidência

(Foto: Reprodução)

O ex-ministro do Supremo Tribunal Federal Joaquim Barbosa, cogitado há alguns meses como pré-candidato do Partido Socialista Brasileiro (PSB) à Presidência da República, confirmou nesta terça-feira, 8, que não concorrerá ao cargo. De acordo com ele, a decisão é "estritamente pessoal".  O ex-ministro do Supremo Tribunal Federal Joaquim Barbosa, cogitado há alguns meses como pré-candidato do Partido Socialista Brasileiro (PSB) à Presidência da República, confirmou nesta terça-feira, 8, que não concorrerá ao cargo. De acordo com ele, a decisão é "estritamente pessoal". Está decidido. Após várias semanas de muita reflexão, finalmente cheguei a uma conclusão. Não pretendo ser candidato a Presidente da República. Decisão estritamente pessoal. A ideia do partido era lançar a candidatura até o dia 15 de maio. O principal argumento é o de que, a partir desta data, os presidenciáveis poderão arrecadar dinheiro para a campanha por meio de financiamento coletivo (crowdfunding), chamado de “vaquinha virtual”. Barbosa vinha mantendo suspense sobre a decisão de disputar ou não a Presidência da República. À revelia, o PSB já havia começado a montar uma estrutura de campanha e a procurar partidos para compor a chapa presidencial. Os dirigentes pessebistas avaliaram que era necessário antecipar a organização da legenda mesmo sem o aval do ex-ministro. Esta não foi a primeira vez que o PSB pressionou Barbosa. Em abril, a bancada da legenda na Câmara divulgou manifesto público cobrando do ex-ministro contribuição para que a sigla possa “revigorar” projeto eleitoral apresentado em 2014, quando o partido teve candidatura própria ao Palácio do Planalto. Recém-filiado, o ex-presidente do STF já era considerado o virtual candidato do partido. A resistência inicial a um projeto eleitoral encabeçado pelo ex-ministro foi superada internamente, disse ao Estado o presidente do PSB, Carlos Siqueira, no início de abril. “Havia dúvidas, mas ao longo do tempo elas foram se atenuando. Hoje (a candidatura) é um consenso. Vai ser possível anunciar em breve”, afirmou.



Eleições 2018: Almoço poderá selar aliança entre Vitor Bonfim e Waldenor Pereira

Waldenor Pereira e Vitor Bonfim gozam de muito prestígio junto ao governador Rui Costa (Fotocomposição: 97NEWS)

A colocação de que as eleições estaduais de 2018, a nível de Brumado, serão as mais disputadas da história adentram cada vez mais no terreno sólido da realidade, já que, mesmo ainda no período pré-eleitoral, a tensão nos “corredores do poder” é cada vez maior. Outro fator que vem corroborar nesse sentido são os apoios que já estão sendo confirmados aos pré-candidatos, coisas que não aconteceram nos pleitos anteriores. Diante deste mosaico de possibilidades, uma nova aliança está prestes a ser selada, que é entre o deputado estadual Vitor Bonfim (PR) e o deputado federal Waldenor Pereira (PT). A confirmação dessa possibilidade foi passada ao 97NEWS por uma fonte de alta credibilidade, a qual garantiu que um almoço será realizado nesta terça-feira (08) em Salvador, no qual serão acertados os últimos detalhes para a parceria, que não deverá acontecer somente em Brumado, mas também em vários municípios da microrregião. As conversas teriam a participação do ex-vice-governador Edmundo Pereira e da ex-deputada Marizete, os quais ainda continuam muito ativo nos bastidores. Caso se confirme a "dobradinha", uma nova fusão política poderá estar surgindo em Brumado, já que, adversários locais no passado, agora irão se “abraçar” e ir na busca do convencimento do eleitorado. Um caso emblemático seria do vereador Zé Ribeiro (PT), que, inclusive foi candidato a deputado estadual nas eleições de 2014, conquistando quase 5 mil votos, mas que, agora, poderá dar o seu apoio a Vitor Bonfim. Outro fator que deverá ser questionado no meio político é que, o pré-candidato Tiago Amorim (PSD), que é filho da terra e que sempre foi um “soldado fiel” do grupo liderado por Edmundo e Marizete poderá ser jogado para “escanteio”, o que acabará sendo um fato indigesto para muitos membros do grupo de oposição que já vem mostrando uma forte simpatia pela pré-candidatura de Tiago Amorim. A confirmação da aliança poderá ser feita ainda hoje e vale ressaltar que os dois têm uma relação muito positiva com o governador Rui Costa que também irá buscar a recondução do seu mandato.



Brumado: Prefeito, vice e 7 vereadores anunciam apoio à pré-candidatura de Márcio Moreira

O grupo comandado pelo prefeito Eduardo Vasconcelos, que irá trabalhar em prol da eleição do ex-vereador Márcio Moreira foi anunciado (Foto: 97NEWS)

Sob a premissa de que política é grupo e que a vitória só é obtida por meio da união, o grupo situacionista liderado de forma muito segura pelo prefeito Eduardo Vasconcelos (PSB) se reuniu na noite desta quinta-feira (19) para anunciar o apoio à pré-candidatura do ex-vereador Márcio Moreira (Patriota). Com a presença do vice-prefeito Édio Pereira (PC do B) e dos vereadores “Rey de Domingão” (PSB); Santinho (PTC); Palito (PSD); Wanderley Amorim (PDT); Gladson Dias (PDT); Elias Piau (PV) e Zé Carlos de Jonas (PT). O encontro aconteceu em clima de otimismo, onde todos confirmaram o seu comprometimento com o pré-candidato. Considerado um “exímio enxadrista”, o prefeito Eduardo Vasconcelos já revelou a formação que irá trabalhar em prol, nesse primeiro momento, do fortalecimento da pré-candidatura de Márcio Moreira, para, em seguida, assim que for dado o sinal verde por parte da Justiça Eleitoral, ir para o “front” da disputa. O vice-prefeito Édio Pereira, que já tem uma história política muito representativa, ressaltou a importância da união do grupo em prol do objetivo final que é obter novas vitórias e conquistas para a população brumadense. “A nossa união em prol da pré-candidatura de Márcio é uma prova de força”, pontuou Édio. O presidente do Patriota de Brumado, Amarildo Bonfim também esteve presente ao encontro e destacou que “a nossa legenda vem com uma nova filosofia, totalmente adequada aos novos tempos da política, propondo um diálogo positivo com o eleitorado, que hoje se mostra muito mais maduro democraticamente”. No final Márcio Moreira agradeceu a todos pela parceria e reafirmou que “o meu compromisso será na busca de atender o clamor popular, o qual aponta para que já tinha passado da hora de Brumado ter candidatos que tivessem comprometimento com o seu torrão natal e com microrregião”. Questionados por membros da imprensa se os vereadores iriam também dar apoio à pré-candidatura de “Manelão”, já que já foi anunciada uma parceria entre os pré-candidatos, o prefeito respondeu que “alguns já têm compromissos históricos na esfera federal, mas essa acomodação será feita de forma muito tranquila, podendo sim existir essa possibilidade de alguns darem o seu apoio a Manelão”. No final ainda ficou no ar a possibilidade de que outros vereadores ainda poderão vir dar o seu apoio a Márcio Moreira, mas nada de concreto foi dito, mas, segundo informações colhidas pelo 97NEWS, dois deles, poderão ainda “engrossar as fileiras”, formando um grupo ainda maior que irá lutar pela vitória nas urnas do representante do grupo de situação.



‘São matérias do além, carregadas de maldade que buscam adivinhar o inadivinhável’, dispara Márcio Moreira

As pré-candidaturas de Márcio Moreira (esquerda) e Manelão impactaram de uma forma inédita a política brumadense (Foto: 97NEWS)

Logo que foram oficializadas as pré-candidaturas pelo Patriota do ex-vereador Márcio Moreira e do empresário do ramo de comunicação, Emanoel Araújo Lima, o “Manelão”, um verdadeiro alvoroço no meio político local se estabeleceu, criando a possibilidade que, nunca na história do município, algo do gênero causou tanta repercussão, valendo a ressalva que o histórico, quase sempre, foi de candidatos de fora para a disputa das eleições estaduais e federais. É notório que as pré-candidaturas causaram um grande incômodo, tanto que, algumas correntes começaram a desdenhar e criticar, o que aumentou as especulações e até colocações improváveis. Nesta terça-feira (17), uma veiculação num blog local acabou colocando ainda mais “lenha na fogueira”, comprovando que a disputa pode ser mais intensa do que se podia esperar. A referida publicação acabou gerando um esclarecimento do pré-candidato Márcio Moreira, que, disparou "só me resta dizer que essas matérias são do além, pois buscam adivinhar o inadivinhável, prever um futuro de uma forma que somente o Criador pode fazer”. Moreira ainda destacou que “ao que tudo indica são matérias forjadas no sentido de nos prejudicar, mas estamos muito tranquilos porque o nosso compromisso é com o povo de Brumado e não com a inverdade. O povo saberá identificar quem tem interesse em matérias como essa, pois só visam um projeto de poder e não os benefícios que podem ser obtidos para a população” e emendou afirmando que “a nossa parceria é para 2018, momento presente, quanto ao futuro, ou seja, 2020, ainda está longe, mas quero reafirmar a parceria com Manelão, que terá todas as condições de caminhar ao nosso lado. São duas pré-candidaturas sólidas que tem um objetivo em comum e, que, se foram consolidadas, podem sim serem renovadas e ampliadas, mas, como já deixei bem claro o momento não é para tal”. Ele ainda destacou que “temos um grande respeito por todos os pré-candidatos, todos têm os seus méritos, mas a nossa proposta é diferenciada, com um raio de ação bem amplo. Mas a base é o clamor popular, o qual aponta para que já tinha passado da hora de Brumado ter candidatos que tivessem comprometimento com o seu torrão natal e com microrregião”. Questionado sobre a fala do prefeito que, segundo a matéria teria citado positivamente ao seu respeito e desdenhado de ‘Manelão’, ele foi taxativo ao declarar que “o prefeito respondeu o que lhe foi perguntado, somente isso. Agora fazer conclusões precipitadas que são tendenciosas e até maldosas, sem ao menos ouvir o outro lado, é um desrespeito aos manuais do bom jornalismo que sempre preconizam ouvir os dois lados da história. Mas, eu tenho a certeza que as “mãos da maldade”, que querem nos prejudicar, serão neutralizadas pela sabedoria do povo de Brumado que já mostrou que sabe valorizar que nada resiste à força do trabalho”.



PTC de Brumado se fortalece e já confirma nome de Castilho para a disputa a deputado estadual

O ex-vereador Castilho Viana vai para a disputa eleitoral pelo PTC (Fotocomposição: 97NEWS)

Com o fim do prazo para as transferências partidárias dos pré-candidatos que irão buscar a aprovação nas urnas em 2018, a corrida pré-eleitoral já se intensifica e alguns nomes já começam a surgir como novidades na disputa. Em Brumado, pelo menos até o momento, ao que tudo indica, teremos o maior número da história de candidatos locais para a disputa à uma cadeira na Assembleia Legislativa da Bahia. Entre os nomes, muitos deles de jovens, um foi confirmado pelo 97NEWS na manhã desta quarta-feira (11), que foi o do ex-vereador Castilho Viana, que, a partir de agora, já está compondo os quadros do PTC, partido que é comandado pelo experiente Renato Mendonça. Mesmo sem ter reconduzido o seu mandato parlamentar, Castilho foi considerado um dos melhores vereadores da gestão 2012/2016. Combativo e mostrando um contexto político dinâmico e atualizado, ele, agora, vai em busca de um salto maior na vida pública, desta feita num partido que é considerado leve e comprometido com os ideais democráticos.

A filiação ao PTC confirmada (Foto: Reprodução)


Desistiu?: ACM Neto diz a aliados que não vai para a disputa pelo governo da Bahia

(Foto: Reprodução)

O prefeito ACM Neto (DEM) vai anunciar na sexta-feira, 6, se permanece à frente da prefeitura de Salvador ou se renuncia ao cargo para ser candidato ao governo da Bahia. De acordo com o Estadão, a aliados, no entanto, o presidente do Democratas disse que hoje a chance de permanecer na prefeitura é maior do que a de sair. O prefeito tem afirmado que vai analisar o cenário até o “último momento” e que a sua decisão vai depender das alianças que conseguir fechar com outros partidos, como o PP e o PR. Pelas regras eleitorais, ele tem que se desincompatibilizar do cargo até sábado, 7 de abril, seis meses antes da eleição. Um dos entraves para a decisão de ACM Neto é o fato de o MDB, que apoiaria a sua candidatura, não abrir mão de lançar o nome do deputado Lúcio Vieira Lima à reeleição. O prefeito teme o desgaste político que isso pode trazer, já que Lúcio é irmão do ex-ministro Geddel Vieira Lima e também foi denunciado no caso dos R$ 51 milhões encontrados em um apartamento em Salvador. Aliados do DEM e de outros partidos, como PSDB, pressionam para que ele dispute a eleição, o que garantiria um palanque forte para o futuro candidato à Presidência, seja ele Rodrigo Maia (DEM) ou Geraldo Alckmin (PSDB). Caso ACM Neto não seja candidato, a avaliação desse grupo é que o atual governador, Rui Costa, que é do PT, vai se reeleger “sem dificuldades”. ACM Neto também tem sinalizado que, se não deixar a prefeitura, o DEM pode lançar como candidato ao governo o nome do atual prefeito de Feira de Santana, José Ronaldo.



Joaquim Barbosa na disputa eleitoral tira votos de Lula e Bolsonaro

(Foto: Reprodução)

A quase certa entrada do ex-presidente do STF Joaquim Barbosa vai impactar a corrida eleitoral. As pesquisas revelam que o eleitor está atrás de um nome "novo", e o virtual candidato do PSB à presidência da República tem condições de tornar palpável essa abstração política. E deve sangrar, principalmente, o capital de votos acumulado por Lula e Bolsonaro.  Embora esteja longe há um bom tempo dos holofotes, Joaquim Barbosa ainda é o magistrado mais identificado com a faxina feita pelo Judiciário nos desmandos praticados pelo governo Lula. O antipetismo escancarado molda muitos dos que seguem Bolsonaro. Não obstante, Barbosa carrega uma história que o aproxima da agenda de esquerda. Negro e pobre, superou as adversidades gigantescas impostas a quem nasce na sua condição no Brasil para ocupar um dos mais altos cargos da República. E, para isso, recebeu a ajuda fundamental do próprio Lula, que o indicou para o Supremo. Dito isso, não é fantasioso supor que Joaquim Barbosa possa erguer uma ponte inimaginável, hoje, que una seguidores de Lula e Bolsonaro. No período em que comandou a mais alta corte do País, ele não esmagou a coerência dos seus votos nem foi acusado de favorecer interesses privados. Barbosa passou intacto pelo escrutínio da opinião pública, e isso pode ser determinante numa época em que o brasileiro, de modo geral, procura alguém distante do terreno corroído da política tradicional. Se vai chegar lá é outra coisa completamente diferente. Até porque, a política é feita para quem gosta de política. E Joaquim Barbosa já demonstrou em inúmeras ocasiões que, assim como Dilma Rousseff, não tem traquejo e paciência para jogar esse jogo, onde as máscaras caem com uma velocidade impressionante. Pesam contra ele, ainda, um temperamento mercurial e um autoritarismo latente.



O drama shakespeariano de Neto: ser ou não ser

Em cada mesa de bar, nas rodas de conversas do Senadinho em frente ao BNB, no acarajé da 9 de novembro e nos corredores de prefeitura e câmara, uma indagação parece triunfar: afinal, o prefeito de Salvador será ou não o oponente do governo petista nas eleições que se avizinham? Mais dúvidas que certezas nas análises que, a depender do locutor e do interlocutor, conduzem a definições que transitam entre o possível, o impossível, o provável, o improvável, e o lunático total. A conjuntura político-eleitoral oferece apenas uma alternativa ao prefeito de Salvador, Antonio Carlos Magalhães Neto: ser o candidato da oposição e disputar o Palácio de Ondina com um Rui Costa em pleno vigor, uma imagem consolidada por força de vigoroso marketing, um governo coeso e uma bem alinhavada estratégia de assegurar repercussão eleitoral às ações governamentais. Cada entrega de ambulância é, em verdade, uma aliança consolidada. Para o bem e para o mal, resta à oposição ao petismo arcar com o altíssimo custo eleitoral da mais teimosa e temerosa estratégia – da qual o PT, no plano nacional, é também refém: fiar-se no velho personalismo e ver-se, como se vê agora, na dependência de uma decisão de natureza exclusivamente pessoal de um Neto subordinado ao mais retumbante drama shakespeariano: ser ou não ser? Eis a questão. É bastante improvável, embora plenamente possível – como tudo, de resto, em política –, um recuo democrata. O suspense e a excessiva demora na tomada de decisão de Neto – à qual aliados mais apaixonados atribuem acertada estratégia de marketing – parece decorrer, em verdade, de leituras de cenários feitas com os olhos grudados no hoje, no amanhã e no depois de amanhã. Afinal, no hoje, a decisão implica numa atitude sempre dolorosa para quem ocupa o poder: renunciar. Parafraseando Nelson Gonçalves, difícil na política é saber renunciar. “A minha renúncia enche-me a alma e o coração de tédio”. ACM Neto vai renunciar porque precisa disputar – seja para vencer, seja para acumular. Terá que fazê-lo para projetar-se a um eleitorado que o desconhece como pretenso governador. Terá que disputar, sobretudo, porque Neto não é mais Neto e porque, como diria Antoine de Saint-Exupéry, “tu te tornas eternamente responsável por aquilo que cativas”. Neto é a salvaguarda eleitoral, o caminho a seguir de muitos que, sem ele, navegariam num escuríssimo mar de imprecisão eleitoral. Analistas mais apressados – alguns carlistas inclusive – avaliam como temerosa uma disputa eleitoral que se mostra, em tese, desfavorável e que significaria, para Neto, derrota tão retumbante que praticamente o aniquilaria da vida política. Uma leitura francamente amadora vez que, na pior das hipóteses, no caso em tela, mesmo perder ainda é ganhar. Jaques Wagner seria o exemplar mais bem acabado de como uma derrota eleitoral pode significar uma bela vitória no médio prazo. O próprio Neto o sabe. Em 2008, quando disputou a Prefeitura de Salvador, Neto alcançou um modesto terceiro lugar, ficando atrás de João Henrique e de Walter Pinheiro, que disputaram o segundo turno da capital. Embora derrotado, Neto acumulou o suficiente para sagrar-se prefeito vencendo o mesmo Walter Pinheiro quatro anos depois. Numa abordagem bastante elástica, seria possível afirmar que a derrota de 2008 pavimentou a vitória de 2012. Mas a omelete política jamais será feita sem o necessário quebrar dos ovos. Convencendo-se de que há um cenário de curto, médio e longo prazo, vencido o pesadelo da renúncia, restará o enfrentamento, não ainda aos adversários externos, já conformados, mas às adversidades de seu próprio campo de atuação. Terá a seu dispor todo o acervo de disputas partidárias e de personalidades – coisa que o governador Rui Costa também enfrenta, mas em outro nível – e um elenco de nomes para acomodar numa chapa majoritária. Há um esforço, inclusive legítimo do PT – partido para o qual a não-candidatura de Neto é o melhor dos sonhos – em fazer repercutir a tese segundo a qual o prefeito de Salvador já estaria articulando argumentos para evitar um eventual naufrágio eleitoral. Assumir a presidência nacional do DEM e alçar-se à condição de articulador-mor da campanha de Eduardo Maia à presidência da República seria um dos argumentos para fugir da raia. Um novo Dia do Fico, atendendo a reclames do povo soteropolitano, seria outra argumentação para permanência no cargo. No entanto, apesar de francamente possível, uma não- candidatura de Neto é francamente improvável num cenário de bipolaridade e acirramento nos níveis que o Brasil está; seria inclusive inadmitida pelo seu próprio grupo político, que naufragaria ante a ausência de uma chapa majoritária forte para o pleito. A procissão mais recente de aliados pressionando uma decisão do prefeito só reforça a tese de que ele poderia até desejar manter-se no conforto do Palácio Tomé de Souza, mas está compulsoriamente inclinado a marchar pela Bahia.



Eleições: IBGE em breve terá que ficar atento ao uso de `fake news´

Foto: Reprodução

O presidente do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), Roberto Olinto, afirmou que o órgão ficará atento ao uso das informações de pesquisas publicadas pelo instituto pelos candidatos das eleições. “Tem a questão do fake news nas eleições. O IBGE fica um pouco longe disso. Em breve, teremos de ficar atentos, porque os candidatos podem dizer que o desemprego foi tal e o crescimento aquilo.” A declaração foi dada após proferir palestra em evento da Associação Nacional dos Editores de Revistas (Aner). Segundo Olinto, o IBGE precisa atacar o mau uso da informação. “Falou algo errado, vamos publicar uma nota. Temos feito notas técnicas e comentários exatamente para nos defender de informações falsas.” O presidente afirmou que as pesquisas do órgão são produzidas de forma mais transparente possível, e ressaltou ainda que o órgão não produz opinião, mas que analisa dados do passado. Em sua análise, diante do avanço da tecnologia e do excesso de informação, o desafio do IBGE é enorme. Ele citou como exemplo a desconfiança de consumidores em relação à taxa média de inflação oficial, medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA). “Para 50% das pessoas, a inflação está errada, não acreditam no resultado, dizendo que ‘lá em casa’ não é assim”, diz. O presidente do instituto disse ainda que a relação com a imprensa é um “caminho” para tentar facilitar a informação e o melhor entendimento das pesquisas feitas pelo IBGE. Segundo ele, é uma interface complicada que o órgão está tentando resolver.



Malhada de Pedras: Adiada mais uma vez audiência de instrução de processo eleitoral referente as eleições de 2016

O comunicado do adiamento publicado pela Justiça Eleitoral (97NEWS)

As denúncias de abuso de poder econômico e possível compra de votas nas eleições municipais de 2016 no município de Malhada de Pedras que foram apresentadas pela coligação “Esperança no novo, liberdade para o povo’, liderado pelo ex-secretário de Saúde, Carlos Roberto dos Santos, o ‘Beto de Preto Neto’ e acolhidas pelo Ministério Público vêm sendo marcadas por adiamentos. Marcada para esta sexta-feira (09), mais uma audiência de instrução teve que ser adiada, como foi previsto pelo 97NEWS, novamente pelo fato de se reunir todos os réus numa audiência só, já que como são nove, sempre algum, ou o respectivo advogado, fica impossibilitado de comparecer. Dito e feito, segundo documentação ao qual o 97NEWS teve acesso, o juiz eleitoral da Vara da Comarca de Brumado, Dr. Rodrigo Souza Brito, fez um despacho ressaltando que pelo fato de terem existido diversas remarcações das audiências, por sucessivos pedidos por parte dos réus, foi intimado o advogado João Valmir Guimarães para comprovar a efetiva necessidade de realização de viagem para São Paulo, demonstrando que não se trata de mero passeio turístico. Segundo informações, as confirmações solicitadas foram apresentadas pelo referido advogado, será marcada uma nova audiência. Os denunciantes e o próprio Ministério Público Eleitoral continuam muito otimistas, pois, segundo eles, as provas são muito robustas e comprovariam que existiu o abuso do poder econômico e a compra de votos. Já os acusados, após esse novo adiamento, ganharam mais tempo e ainda acreditam que o processo continuará se arrastando e, com isso, eles continuam exercendo os cargos executivos e administrativos tranquilamente. Mas, segundo informações colhidas pela nossa equipe, a Justiça Eleitoral, irá ser ainda mais rígida, não só nesse caso, como em todos que estão tramitando na Vara Eleitoral, tendo como destaque o brilhante trabalho do juiz Rodrigo Souza Brito, que vem dando celeridade aos processos.  

O despacho do juiz eleitoral solicitando a comprovação de um dos advogados dos réus (Foto; 97NEWS)


Teste feito por equipe da Unicamp revelou falhas de segurança nas urnas eletrônica

O professor da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) Diego de Freitas Aranha coordenou uma equipe de profissionais num teste de segurança promovido pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) em 2017. A missão deles, mostrar possíveis falhas no sistema de votação eletrônica adotado no Brasil, foi concluída com êxito. O especialista foi um dos convidados da audiência pública realizada pela Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania, nesta terça-feira (6), sobre segurança do voto eletrônico e implementação do voto impresso nas eleições gerais de 2018. - No último dia de testes tivemos progressos. Conseguimos, por exemplo, alterar mensagens de texto exibidas ao eleitor na urna para fazer propaganda a um certo candidato. Também fizemos progresso na direção de desviar voto de um candidato para outro, mas não tivemos tempo de testar esse tipo de ataque - explicou. Segundo Diego, a equipe dele trabalhou em condições piores do que trabalhariam verdadeiros fraudadores, devido a restrições técnicas e de tempo impostas pelo tribunal, mas ainda assim foi possível explorar pontos vulneráveis para adulterar o software de votação e entrar no ambiente da urna eletrônica. Por isso, é importante o registro físico para que a escolha do eleitor seja resguardada de outra forma.  



Brumado: Após ordem da Justiça Eleitoral, outdoor de Bolsonaro é retirado

Foto: Conteúdo l 97News

O outdoor com a foto do deputado federal Jair Bolsonaro (PSC), possível pré-candidato à presidência da república, colocado no estacionamento do bairro do Mercado recebeu um pedido de retirada feito pela Justiça Eleitoral. O outdoor em homenagem ao deputado foi instalado na última quinta-feira (22), mas, em 48h, já circulava uma decisão judicial que pedia a retirada, após uma representação de um advogado. O juiz eleitoral, Rodrigo Souza Brito, da 90ª Zona Eleitoral requereu a remoção alegando que a peça caracteriza propaganda eleitoral antecipada e ainda pediu a identificação da empresa responsável pela fixação do outdoor, e , por fim, a procedência da ação com aplicação de multa prevista em lei. A retirada aconteceu neste sábado (24). A justiça havia concedido um prazo de 48h para o cumprimento da decisão, a multa seria de R$ 15 mil.



Justiça Eleitoral pede retirada de outdoor em apoio a Bolsonaro em Brumado

O chefe do cartório eleitoral, Igor Araújo, disse que por determinação da própria justiça fica proibida propaganda eleitoral em outdoor (Foto: Luciano Santos l 97NEWS)

A Justiça Eleitoral, por meio da 90ª Zona Eleitoral, recomendou a retirada de um outdoor em apoio ao Deputado Federal Jair Bolsonaro (PSC), em Brumado. Para o Tribunal Regional Eleitoral (TRE), a medida configura propaganda extemporânea. Em Caetité, o outdoor já foi retirado, segundo o TRE, mas em outras cidades da Região Sudoeste, como em Livramento de Nossa Senhora e Guanambi, ainda continuam. Segundo o TRE, o pedido pode ser feito pelas promotorias de cada região. O outdoor, que fica no estacionamento do Mercado Municipal, ainda não foi retirado, como mostra a imagem registrada nesta sexta-feira (23). A mensagem de apoio ao político, que segundo o TRE é pré-candidato declarado à Presidência da República, é assinada como sendo de um grupo de direita do município. A Justiça Eleitoral vai notificar a empresa responsável pelo outdoor. Se o proprietário da mesma descumprir a recomendação, após a notificação, será cobrada multa de R$ 15 mil por dia. 



'Estou candidato', diz Lula ao lançar pré-candidatura em BH

(Foto: FolhaPress)

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou na noite desta quarta-feira (21) que não respeita a decisão judicial que o condenou por corrupção e que pode impedir que ele dispute a Presidência. "Eu não respeito a decisão que foi tomada contra mim porque sei que ela é mentirosa, política e não está baseada nos autos do processo." "Estou candidato", disse em Belo Horizonte a militantes de esquerda reunidos no espaço de eventos Expominas. "Não tenho medo, podem até tentar me prender", completou. O ato marcou o lançamento da candidatura do petista no Estado segundo a presidente do PT, senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR), que ressaltou que o PT não tem plano B. Sobre seus adversários políticos, Lula disse querer que eles "tenham vergonha na cara e respeitem a democracia e o resultado eleitoral como eu respeitei". O petista aparece em primeiro lugar nas intenções de voto. "Quero dizer àqueles que querem evitar que eu seja candidato: tenham coragem. Eu perdi três eleições e voltei pra casa. [...] Aprendam a lamber suas feridas e permitam que a democracia vença e disputem as eleições comigo para ver quem é que ganha." Lula voltou a dizer que as acusações de corrupção contra ele são mentiras criadas com o objetivo de tirá-lo da disputa eleitoral. "Decidiram que era preciso anular a possibilidade de Lula ser candidato. [...] Parte do Judiciário, da Polícia Federal, do Ministério Público e da imprensa, liderada por Globo e "Veja", resolveram demonizar o PT", afirmou. "Parte do Judiciário, da Polícia Federal, do Ministério Público e da imprensa, liderada por Globo e "Veja", resolveram demonizar o PT", afirmou. "A imprensa vai transformando mentira em verdade. O que eles não sabem é que o povo me conhece. Duvido que tenham a consciência tranquila como eu tenho." O petista não voltou a fazer críticas à intervenção militar determinada pelo presidente Michel Temer (MDB) no Rio de Janeiro. Pela manhã, Lula havia dito que Temer está usando a intervenção para "se cacifar" para a eleição presidencial. Nesta quarta o petista esteve em acampamento do MST (Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra) e em um antigo centro de tratamento da hanseníase na região metropolitana de BH.



Malhada de Pedras: Justiça Eleitoral marca nova audiência de instrução para analisar as denúncias nas eleições municipais de 2016

A Justiça Eleitoral da Comarca marcou a nova audiência para o dia 09 de março (Foto: Luciano Santos | 97NEWS)

As denúncias de abuso de poder econômico e possível compra de votas nas eleições municipais de 2016 no município de Malhada de Pedras que foram apresentadas pela coligação “Esperança no novo, liberdade para o povo’, liderado pelo ex-secretário de Saúde, Carlos Roberto dos Santos, o ‘Beto de Preto Neto’ e acolhidas pelo Ministério Público vêm sendo marcadas por adiamentos. O grande desafio da Justiça está sendo reunir todos os réus numa audiência só, já que como são muitos, sempre algum, ou o respectivo advogado, fica impossibilitado de comparecer. Os principais réus são a atual prefeita do município, Terezinha Baleeiro Alves Santos, o seu esposo, o ex-prefeito Ramon dos Santos, como também o ex-prefeito Valdecir Alves Bezerra (Ceará). A nova audiência de instrução e julgamento foi marcada para o próximo dia 09 de março, às 08h45m, na sede da Justiça Eleitoral de Brumado, que compreende também a comarca de Malhada de Pedras. Os denunciantes e o próprio Ministério Público Eleitoral estariam muito otimistas, pois, segundo eles, as provas são muito robustas e comprovariam que existiu o abuso do poder econômico e a compra de votos. Já os acusados, segundo informações, estão tranquilos, já que acreditam que existirá um novo adiamento, que, inclusive, já está sendo buscado pelo grupo de advogados. Com a possibilidade de o processo ir se arrastando, uma possível cassação da chapa vencedora fica cada vez mais distante, a não ser que a Justiça Eleitoral venha a tomar um novo posicionamento mais célere e muito mais rigoroso, pois como já foi dito, reunir todos os réus, com seus advogados, numa única audiência, é uma tarefa desafiadora. 



TRE abre novo prazo para recadastramento biométrico

(Foto: Reprodução)

Os eleitores que não conseguiram fazer o recadastramento biométrico no prazo e tiveram os títulos cancelados vão poder ir a um dos postos de atendimento de 5 de março a 9 de maio para regularizar a situação diante do Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA). O presidente do órgão, desembargador José Edivaldo Rocha Rotondano, foi quem anunciou o novo prazo. O fechamento do cadastro eleitoral acontece em 9 de maio e esta será a data limite para quem tem pendências. Além do recadastramento, os serviços que só poderão ser feitos até este prazo são o alistamento eleitoral (1º título), alteração de dados, regularização de título cancelado e transferência de domicílio eleitoral.



Brumado: Eleitores que deixaram para fazer o recadastramento biométrico vão ter que enfrentar fila

Um grande número de pessoas deverá procurar o Fórum Eleitoral em Brumado neste último dia do prazo para o recadastramento biométrico (Foto: Luciano Santos | 97NEWS)

No último levantamento feito pelo Cartório da 90ª Zona Eleitoral de Brumado, cerca de 48 mil eleitores brumadenses já realizaram o recadastramento do título eleitoral por meio do novo sistema biométrico.  Em entrevista ao 97NEWS, o chefe o cartório eleitoral, Igor Araújo, informou que houve uma procura significativa neste último mês de cadastramento principalmente aos sábados.  A oferta de atendimento sempre foi maior que a demanda de procura, já nesta reta final do prazo estabelecido a procura mais que dobrou de pouco mais de 250 senhas por dia para 500 senhas diárias. Em dezembro de 2017, segundo dados do próprio TER, ainda existia cerca de 8 mil eleitores que ainda não haviam regularizado seus títulos em Brumado.  Do início do ano de 2018, até a presente data desta entrevista, foram realizados cerca 5 mil recadastramentos, restando agora cerca de 3 mil para concluir a totalidade do município que atualmente conta com 51 eleitores. Porém, como o prazo se encerra hoje (31), o chefe o cartório acredita que não será possível atender a todos, o que deverá fechar o ciclo em cerca de 97% de títulos regularizados, o que é um número altamente positiva e mostra que os eleitores de Brumado, Aracatu e Malhada de Pedras estão bem conscientes nesse sentido. Os inadimplentes terão seus títulos cancelados e poderão ficar privados de benefícios sociais de programas governamentais. Mas, ainda será dada uma oportunidade, pois a Justiça Eleitoral estará estendo um prazo até o final do mês de abril para esse eleitores se regularizarem e possam ficar aptos a votar nas próximas eleições e assegurarem seus benefícios sociais.

O trabalho está sendo intenso neste último dia (Foto: Luciano Santos | 97NEWS)