ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Euclides da Cunha e Ubaitaba disputam hoje (18) vaga na semifinal do Campeonato Intermunicipal 2018

Porta de ferro de lotérica é arrancada por criminosos durante assalto

Com um a menos, Atlético-MG derrota o Bahia e se segura no G-6

Motorista que transportava gasolina morre após se chocar com barranco na Serra do Marçal

Namorada misteriosa do prefeito de Bom Jesus da Lapa pega o buquê e casamento deve acontecer em 2019

Suspeito de 20 homicídios, 'Marcos Capeta' morre em troca de tiros com PMs

Eleições da presidência da CMVC já estariam decididas a favor de Luciano Gomes

Cantor Neto Paixão cai de telhado e tem que ser hospitalizado; agenda de shows teve que ser cancelada

Polícia descarta latrocínio e investiga morte de assessor parlamentar da deputada Ivana Bastos

Ex-presidente do Vitória, Paulo Carneiro sofre mal-estar e é levado para hospital

Após colisão, veículo fica virado em avenida de Vitória da Conquista

‘Graças a Deus foi só um grande susto’, relata cantor Edson Lima sobre acidente ocorrido com o ônibus da banda Gatinha Manhosa

Dia 08 de dezembro acontece o Iº Miss Gay Brumado 2018

Idoso que foi atropelado em Caculé, acaba não resistindo vindo a falecer na manhã deste sábado (17) em Guanambi

Brumado: Mote da Hemodiálise extrapolou a área de saúde pública e foi para o campo do revanchismo político

Brasil Real: Aposentado busca renda extra para a família coletando material reciclável no anel viário de Brumado

Mais um acidente provocado por animal solto na pista na BA-148; 3 pessoas ficaram feridas

Em um ano de atividade, Policlínica de Teixeira de Freitas já realizou 76 mil exames e consultas

Silvio Santos será tema de série na Fox e já tem 2 temporadas confirmadas para 2020

Brumado: TG 06/024 recebeu visita de inspeção do chefe da 6ª Região Militar



BUSCA PELA CATEGORIA "Eleições "

Sociedade de Pediatria pede investigação sobre abusos contra crianças na eleição

Foto: Luciano Santos l 97News

A Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP) apresentou uma denúncia sobre a exploração de crianças em vídeos divulgados nas redes sociais durante o período eleitoral. de acordo com a Agência Brasil, a SPB solicita à Polícia Federal, ao Ministério Público Federal e ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) a apuração de supostos abusos praticados contra crianças nas eleições. A solicitação da entidade é para que a Polícia Federal possa identificar e punir os responsáveis pela produção e distribuição massiva dos vídeos. Ao Ministério Público, a SBP pede que a demanda seja encaminhada ao Poder Judiciário. Ao TSE, a solicitação é para que sejam criadas regras explícitas que impeçam novas ocorrências como essas nas próximas eleições. De acordo com os pediatras, a exposição de pessoas de 0 a 19 anos nos vídeos é semelhante aos casos de exploração sexual ou de trabalho e fere o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA). Segundo a Sociedade, os pais ou responsáveis pelas crianças devem ser responsabilizados.



Brumadenses vão às ruas para comemorar a vitória de Bolsonaro

Foto: Reprodução l Redes Sociais

Milhares de eleitores saíram às ruas de Brumado, na noite deste domingo (28), para festejar a vitória de Jair Bolsonaro (PSL), eleito o novo presidente do Brasil. O ponto de concentração é foi Praça Coronel Zeca Leite (Praça da Prefeitura). De acordo com dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Bolsonaro teve 55,1% dos votos, que representam 57.797.456 de votos. Já Fernando Haddad (PT) teve 44,9% dos votos, totalizando 47.040.820 votos. Em comemoração, os eleitores fecharam à Praça da Prefeitura, onde soltam fogos de artifício e carros de som puxavam os gritos de “Mito” e tocavam o hino nacional. Além disso, os eleitores empunham as bandeiras do Brasil, além de camisetas verde, amarela ou estampada com o rosto do presidenciável. “O Brasil mostra que atravessa para uma nova era. Cansamos da velha política tradicional e demos o recado nas urnas. Tivemos vários exemplos em várias cidades e concluímos isso mostrando que é possível fazer diferente. Jair Bolsonaro é um exemplo da nova política”, disse Thaís Lima, eleitora de Bolsonaro. Em razão da comemoração, o trânsito nas proximidades do local ficou congestionado e muitos veículos fizeram um buzinaço. A Polícia Militar acompanha a movimentação. Segundo a PM não foi registrada nenhuma ocorrência.



Eleições 2018: Bolsonaro venceu em apenas quatro cidades da Bahia

Foto: Reprodução l TV Globo

O presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) formou maioria de votos em apenas quatro municípios da Bahia: Luís Eduardo Magalhães, Teixeira de Freitas, Itapetinga e Buerarema. Nas outras 413 cidades Fernando Haddad (PT) venceu nas urnas, na maioria com mais de 60% dos votos válidos. Segundo o Bahia Notícias, na cidade do oeste baiano, Bolsonaro teve 58,8% dos votos. Para 41,20% dos eleitores de Luís Eduardo Magalhães, o petista deveria governar o país. Em Itapetinga, o percentual foi menor. Em Buerarema, o novo presidente da República recebeu votos de 55,26% dos eleitores, contra 44,74% do petista. O candidato do PSL foi opção para 53,69% dos itapetinguenses, enquanto 46,31% dos munícipes votaram em Haddad. Em Teixeira de Freitas, a disputa foi acirrada. A diferença entre o presidente eleito e o candidato derrotado foi de pouco mais de 1.300 eleitores. Bolsonaro ficou com 50,97% dos votos válidos e Haddad com 49,03%. Nas quatro cidades, o capitão reformado também venceu no primeiro turno. No entanto, duas cidades que registraram a vitória de Bolsonaro na primeira fase das eleições mudaram o placar. Itabuna deu 51,31% para Haddad neste domingo (28) e Ilhéus ultrapassou o percentual de 60% de apoio ao petista.

Foto: Reprodução


Presidente: Bolsonaro diz que fará um governo 'defensor da Constituição, da democracia e da liberdade'

Foto: Divulgação

O presidente da República eleito Jair Bolsonaro (PSL) afirmou neste domingo (28), ao ler o discurso da vitória na porta da casa dele, na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro, que o novo governo será um "defensor da Constituição, da democracia e da liberdade". Jair Bolsonaro derrotou Fernando Haddad (PT) no segundo turno e tomará posse como presidente da República em 1º de janeiro de 2019. De acordo com a apuração do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), com 96,27% das urnas apuradas, ele havia recebido 56,1 milhões de votos (55,49%). "Faço de vocês minhas testemunhas de que esse governo será um defensor da Constituição, da democracia e da liberdade. Isso é uma promessa, não de um partido, não é a palavra vã de um homem, é um juramento a Deus", afirmou. Bolsonaro afirmou no discurso que assumiu o compromisso de fazer um “governo decente”, formado por pessoas com o propósito de transformar o Brasil em uma “grande, próspera, livre e grande nação”. Ao G1, Bolsonaro declarou que a “liberdade é um princípio fundamental” e citou como exemplos a liberdade de ir e vir, político e religiosa, de informar e de ter opinião e de fazer escolhas. Antes do discurso da vitória, Bolsonaro fez uma transmissão ao vivo pelo Facebook na qual disse que pretende "resgatar o Brasil". "Estou muito feliz, e missão não se escolhe nem se discute, se cumpre. Nós juntos cumpriremos a missão de resgatar o nosso Brasil", declarou o presidente eleito. Depois da transmissão no Facebook, Bolsonaro participou de uma corrente de oração conduzida pelo senador Magno Malta, na porta da casa dele. Jair Bolsonaro (PSL) ora com apoiadores para agradecer vitória nas eleições Central das Eleições 2018.



SP: Escola tem urnas destruídas por vândalos que deixaram mensagem ‘Vão para o inferno’

Foto: Divulgação l Guarda Municipal

Vândalos invadiram uma escola estadual em Sorocaba (SP) e, depredaram 10 das 15 urnas eletrônicas que estavam prontas para o 2° turno das eleições, neste domingo (28). As equipes que chegaram pela manhã encontraram várias salas reviradas e um bilhete com a frase: “Vão para o inferno”. A suspeita é que a ação aconteceu durante a madrugada. Os vândalos arrombaram salas, destruíram maçanetas, tiraram as urnas de lugar e até arrancaram os cabos de energia dos equipamentos. O material usado pelos mesários, como pastas e papéis, também ficou espalhado nas salas da 271ª zona eleitoral. A Polícia Militar foi acionada e as urnas começaram a ser trocadas antes das 8h e a votação não atrasou. Os equipamentos vandalizados foram levados ao cartório eleitoral. De acordo com a Guarda Civil Municipal, de Sorocaba, dois guardas passaram a noite fazendo a segurança na escola. Mas por volta das 21h viram um homem pulando o muro para fugir. “Eles atiraram, mas o homem não foi atingido e fugiu correndo”, afirmou. A ação não prejudicou a votação, pois as urnas eletrônicas possuem uma bateria interna com autonomia de oito horas. A ousadia dos vândalos foram tanta que deixaram uma mensagem escrita. "Vão para o inferno". A polícia vai usar o bilhete para chegar nos autores do crime.

Foto: Divulgação l Guarda Municipal


Eleições 2018: 90ª Zona Eleitoral esclarece como será a logística para o 2º Turno em Brumado

Foto: Luciano Santos l 97News

A operação por trás de uma eleição envolve vários mesários e mais de 221 urnas eletrônicas, além das 20 urnas de contingência. No dia das eleições, servidores da Justiça Eleitoral, Policiais, Civis e Militares e ainda Ministério Público. Isso ajuda a ter uma ideia da magnitude de uma eleição. Afinal, trata-se de colher o voto de eleitores brumadenses, para eleger um Presidente da República. Em entrevista ao 97NEWS, o chefe de cartório da 90ª Zona Eleitoral de Brumado, Igor Araújo, relatou que as urnas já estão sendo preparadas. "As urnas já foram lacradas de modo inviolável e, a partir de sábado a tarde elas serão distribuídas para os outros municípios como: Aracatu e Malhada de Pedras e, no domingo pela manhã, para as sessões de Brumado". Igor destacou ainda que, todo o processo de distribuição das urnas é feito com apoio da polícia. "A Polícia Militar em todas as eleições garante a escolta e integridade das urnas eletrônicas, dentro desse planejamento integrado em comum com as Polícias, Civil e Militar, além do Ministério Público, garantindo a segurança e tranquilidade das eleições", citou. 

Foto: Luciano Santos l 97News

Para o 2º Turno, a 90ª Zona Eleitoral conta com apoio de dez técnicos, dando total dinâmica na aferição das urnas. "Esses técnicos são responsáveis pelo processo de preparação, conferência e lacragem das urnas. Além disso, permaneceram a disposição no dia das eleições para atender qualquer problemas referente as urnas eletrônicas, indo direto ao local de votação", disse Igor. Logo após o término da votação no 2º Turno, os técnicos da Justiça Eleitoral dividem o processo em duas partes: a apuração, que é a contagem de quantos votos cada candidato teve numa determinada urna, e a totalização, que é a soma dos resultados de todas as urnas para saber quem foi eleito para o cargo, no caso da Bahia, só para presidente, mas em outros Estados, haverá apuração para Governador. Nas cidades que pertencem a 90ª Zona Eleitoral, cada local de votação tem um terminal de acesso ao sistema da Justiça Eleitoral. É por esta rede que os dados são enviados ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE). Nas cidades de Aracatu e Malhada de Pedras, os resultados são transmitidos via intranet, ou seja uma rede fechada da Justiça Eleitoral. "Desta forma, não é necessário transportar a urna para que o resultado produzido por ela seja totalizado, bastando apenas transmitir via rede privativa da Justiça Eleitoral", disse o chefe da 90ª Eleitoral de Brumado, Igor Araújo, ao 97NEWS. Os resultados são transmitidos online, mas não viajam pela mesma rede mundial de computadores que você está usando para ler este texto: a Justiça Eleitoral conta com uma estrutura de comunicação própria.

 



Mais de 70% dos eleitores afirmam que não receberam conteúdo com ataques a candidatos no WhatsApp

Foto: Conteúdo l 97NEWS

Uma pesquisa divulgada pelo Ibope mostra que 73% dos eleitores não receberam conteúdo com críticas ou ataques a algum candidato à presidência da República pelo WhatsApp, na semana que antecedeu o primeiro turno das eleições. O levantamento foi divulgado na terça-feira (23), juntamente com a pesquisa de intenções de votos para Presidente e entrevistou 3.010 eleitores em 208 municípios. Os candidatos que mais tiveram o nome vinculado a conteúdos compartilhadas pelo WhatsApp foram Fernando Haddad (PT) e Jair Bolsonaro (PSL) citados por 18% dos entrevistados na pesquisa. A pesquisa também perguntou se o conteúdo recebido com informações dos candidatos ajudou, ou não, o eleitor a decidir o voto. 75% disseram que os conteúdos não ajudaram na hora da escolha do voto. Além disso, a pesquisa do Ibope também perguntou se os eleitores costumavam checar as informações recebidas pelo WhatsApp. Nesse caso, 56% dos entrevistados afirmaram ter conferido se as informações recebidas eram verdadeiras. As entrevistas do Ibope foram coletadas de 21 a 23 de outubro. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou de dois pontos percentuais para menos.



Urna eletrônica já é utilizado em 35 nações; modelo brasileiro virou referência internacional

Foto: Luciano Santos l 97NEWS

Em todo o mundo, 35 países já utilizam sistemas eletrônicos para captação e apuração de votos. O levantamento é do Instituto Internacional para a Democracia e a Assistência Eleitoral (Idea Internacional), sediado em Estocolmo (Suécia). A lista inclui democracias consolidadas como a da Suíça, do Canadá, da Austrália e dos Estados Unidos, país que adota sistemas eletrônicos em alguns estados. Na América Latina, México e Peru também fazem uso do sistema. Na Ásia, além de Japão e Coreia do Sul, há o exemplo da Índia. Maior democracia do mundo em número de eleitores -- mais de 800 milhões --, o país utiliza urnas eletrônicas semelhantes à brasileira, mas adaptadas à realidade eleitoral local. Com um dos mais avançados sistemas de votação utilizados no planeta, que envolve a captação, o armazenamento e a apuração de votos por meio da urna eletrônica, o Brasil é um dos poucos países que conseguiram expandir a votação eletrônica à quase totalidade dos eleitores. Em funcionamento desde 1996, o sistema tornou-se referência internacional nessa área. Já ocorreram empréstimos de urnas desenvolvidas pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para vários países, entre eles, a República Dominicana, Costa Rica, o Equador, a Argentina, Guiné-Bissau, o Haiti e México. O Paraguai também empregou as urnas eletrônicas brasileiras em suas eleições de 2001, 2003, 2004 e 2006. O interesse internacional em relação ao sistema eletrônico de votação brasileiro e a presença de comitivas de vários países no TSE já integra a rotina do Tribunal. Nas Eleições Municipais de 2016, por exemplo, mais de 30 nações enviaram autoridades para acompanhar o pleito e conhecer o sistema brasileiro, entre as quais Angola, Bolívia, Botsuana, Coreia do Sul, Costa Rica, Estados Unidos, França, Guiné, Guiné-Bissau, Jamaica, México, Panamá, Peru, República Dominicana e Rússia. No final de setembro deste ano, o TSE recebeu a visita de parlamentares da República da Indonésia, país que manifestou a intenção de adotar o sistema de voto eletrônico em 2024.



Justiça Eleitoral de Brumado desmente fake news do 'Horário de Verão' e garante que urnas estão sendo ajustadas para o segundo turno

Toda a equipe da Justiça Eleitoral da Comarca de Brumado está realizando os últimos ajustes para o segundo turno das eleições (Foto: Luciano Santos | 97NEWS)

O mesmo processo de gravação de mídia e preparação das urnas que foi utilizando no primeiro turno estão, novamente, sendo gerados para este segundo. A equipe do 97NEWS esteve no Fórum Eleitoral de Brumado e falou com o juiz Dr. Rodrigo Britto que garantiu que o processo está sendo realizado de forma muito satisfatório e a finalização da gravação das mídias e o teste dar urnas, inclusive com algumas auditorias, estará sendo concluído até no máximo sexta-feira (26), garantindo assim a normalidade da votação nos municípios de Brumado, Malhada de Pedras e Aracatu. “Tudo está dentro da normalidade e o mesmo sucesso da votação do primeiro turno em Brumado se repetirá no segundo, consolidando assim esse importante momento democrático para o país”, destacou o juiz. Questionado sobre as notícias que circularam sobre as urnas poderem estar sintonizadas com o horário de verão, ele respondeu que “é mais uma fake news para tentar fazer confusão, pois, primeiramente o horário de verão se iniciará no dia 4 de novembro e, principalmente, as urnas não tem qualquer ligação com sistemas de horários, o controle fica por conta do mesário, o que garante também a lisura do processo”.



Brumado: Deputado derrotado Benito Gama usou cota da Câmara para se hospedar em hotel brumadense durante atos de campanha

Foto: Reprodução l Câmara dos Deputados

O candidato derrotado na tentativa de reeleição, o deputado federal Benito Gama (PTB-BA) usou a cota parlamentar para se hospedar em um hotel de Brumado, no dia 1° de outubro. A eleição foi dia 7. Conforme dados da Câmara Federal, Benito pagou R$ 110 em uma diária no Hotel Terceiro Milênio, localizado na BR-030. Na rede social, o parlamentar postou uma foto na cidade com a legenda: “Obrigado, amigos de Brumado pelo apoio à nossa campanha 1400”. Na rede uma internauta ainda comentou. “Foi muito bom participar desta reunião, ver algumas propostas do meu Candidato Federal @benitogama e, TB voto pra estadual @taissagama”. A Câmara disponibiliza o uso da cota para hospedagem, desde que tenha fim para atividade parlamentar. Questionado pelo Bahia Notícias, Benito negou uso para campanha. “Fui organizar a base política. Não fui fazer eleição. Não fui votado lá. Votação política não. Não teve nenhum ato político. Foi do mandato. Faço política naquela região”, justificou. Em Brumado o candidato teve 439 votos. Ainda segundo o site, o deputado também se hospedou no dia anterior no Livramento Palace Hotel, na cidade de Vitória da Conquista. Na cidade, usou duas diárias e pagou R$ 741,95.



Eleições 2018: “Um ‘vento evangélico’ impulsiona a extrema direita” diz jornal Libération

Jornal francês Libération avalia eleição 2018 no Brasil e identificada influência do movimento religioso protestante | Foto: Reprodução

O jornal Libération de terça-feira (23) destacou como os evangélicos, que conquistaram a influência que tradicionalmente era dos católicos, passaram a ter um papel importante na campanha de Jair Bolsonaro. Favorito para vencer a eleição presidencial neste segundo turno, que acontece no próximo domingo (28), o Libé destaca como o candidato trabalha para descreditar seu opositor Fernando Haddad, do Partido dos Trabalhadores. “Se você vota para a esquerda, você faz o mal, comete um pecado. Todo evangélico que tem como livro de cabeceira a bíblia não vota para a esquerda. ” O jornal Libération desta terça-feira começa falando deste tipo de mensagem que chega por Whatsapp a milhares de fiéis, como Rita, mulher negra, salário baixo e, segundo o jornal, possuindo o perfil típico de um evangélico. Nos locais de culto e na imprensa evangélica, os pastores estão detonando Fernando Haddad, o candidato do PT à presidência. Rita é simpatizante do PT, mas conservadora como muitos crentes. A jornalista do Libé, Chantal Reyes, diz que percebe como Rita fica constrangida, mas reconhece que a maioria das mensagens são “mentirosas”. Na mira de fake news, Fernando Haddad está sendo acusado, entre outras coisas, de querer despertar precocemente a sexualidade das crianças e até mesmo incentivar a pedofilia e o incesto. Rumores que perseguem o candidato, ex-prefeito de São Paulo, desde que começou a lutar contra a homofobia quando cuidava da pasta da Educação.



Eleições 2018: Após auditoria Justiça Eleitoral descarta fraude em urnas eletrônicas

Foto: Luciano Santos l 97NEWS

As auditorias de urnas eletrônicas realizadas em cinco estados na semana passada, depois de queixas de eleitores, concluíram que não havia indícios de fraude na votação realizada no primeiro turno. Em relatórios, a Justiça Eleitoral afirmou que as urnas estavam "em perfeitas condições de uso e funcionamento", e que "não houve nenhum indício de fraude ou defeitos". Elas atenderam a pedidos de eleitores e do PSL, partido do presidenciável Jair Bolsonaro, que se queixaram de que a foto do candidato não aparecia na urna, ou que a votação fora encerrada sem que fosse pressionada a tecla "confirma". No total, foram auditadas 21 urnas, em procedimentos acompanhados pelo MPE (Ministério Público Eleitoral), OAB, partidos políticos e peritos da Polícia Federal e do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), abertos ao público. Os auditores verificaram os lacres das urnas, a integridade dos softwares e sistemas usados nos equipamentos, e, em alguns casos, repetiram a votação feita no dia do primeiro turno, para fazer a conferência dos votos registrados. A despeito dos relatórios finais, que foram categóricos em descartar fraudes, os peritos que acompanharam os testes ainda preparam laudos de auditoria, que não ficaram prontos. No Paraná, onde foi realizada a maior auditoria, com a presença de técnicos do TSE, o perito indicado pelo PSL iria apresentar o documento nesta semana. Uma sessão pública será agendada para a apreciação dos laudos.



Propaganda de Bolsonaro na TV destacará proposta de fim da reeleição

O candidato Jair Bolsonaro tenta rebater as criticas de que é antidemocrático (Foto: Reprodução)

A propaganda de Jair Bolsonaro (PSL) na TV nos próximos dias destacará a proposta de por fim à reeleição. A avaliação no núcleo de campanha é que a proposta dará uma sinalização positiva à sociedade nesta reta final de segundo turno. Isso porque, na opinião de integrantes da campanha, a proposta enfraquece as críticas do PT de que Bolsonaro tem viés autoritário e antidemocrático. Ao mesmo tempo, a avaliação interna é a de que, se eleito, Bolsonaro não usará o cargo para negociar a reeleição. "É uma sinalização muito forte de mudança. Afinal, é o candidato que lidera e tem chances de vencer a disputa que está propondo o fim da reeleição”, disse ao blog um interlocutor de Bolsonaro. No último fim de semana, Bolsonaro defendeu em entrevista o fim da reeleição já para a próxima disputa. Com isso, num cenário de vitória em 2018, o candidato do PSL ficaria impedido de tentar a reeleição em 2022. "Isso quebra uma lógica muito negativa da reeleição, já que todos os governos evitam tomar decisões muitas vezes necessárias, mas impopulares, para não prejudicar a reeleição", reforçou o interlocutor.



A partir desta terça, eleitores só poderão ser presos em flagrante

Foto: Luciano Santos l 97NEWS

A partir desta terça-feira (23), cinco dias antes do segundo turno das eleições 2018, nenhum eleitor poderá ser preso ou detido. A exceção ocorre apenas em casos de flagrante delito e ainda se houver sentença criminal condenatória por crime inafiançável ou desrespeito a salvo-conduto. A determinação está prevista no artigo 236 do Código Eleitoral. Os tribunais regionais eleitorais também têm até essa data para divulgar, na internet, os pontos de transmissão de dados que funcionarão em pontos distintos do local de funcionamento da Junta Eleitoral. O segundo turno das eleições ocorre no próximo dia 28 de outubro em todo o Brasil, para a escolha do próximo presidente da República. Em 13 estados e no Distrito Federal, os eleitores também terão que definir o governador que irá comandar os Executivos locais nos próximos quatro anos. 



Fim da reeleição e união do pleito pode fazer com que mandatos de prefeitos e vereadores sejam prolongados até 2022

A reforma política no Brasil pode ter novos capítulos, sendo que o fim da reeleição é cada vez mais provável (Foto: Divulgação)

Diz o antigo ditado que “política é como nuvem”, ou seja, que a cada dia está de um jeito, só que agora, com o resultado das urnas deste primeiro turno, que mostrou uma nova postura dos eleitores brasileiros, essa nuvem estaria ainda mais susceptível a mudanças, sendo que, uma das mais prováveis seria a continuidade da reforma política, que já trouxe novidades, como a redução do tempo de propaganda, a proibição de carros de som e o “confinamento” dos candidatos ao ambiente das redes sociais, que está sendo o grande diferencial dos pleitos anteriores. A nível da Câmara Federal a renovação foi de cerca de 50%, um número expressivo que pode fazer com que as mudanças sejam ainda mais substanciais, pois existiria a possibilidade de que o projeto volte à pauta, e, desta feita, pontos como a reeleição e a junção do pleito, ou seja,  - as eleições serem realizadas de forma simultânea no âmbito municipal, estadual e federal, gerando assim uma grande economia aos cofres públicos -, possam ser aprovadas como o “último suspiro de vingança” dos que não conseguiram a recondução dos seus mandatos. Existem correntes que apostam “todas as fichas” nessa possibilidade, mas, o mais provável é que o novo congresso, caso se confirmem as previsões das pesquisas eleitorais, que apontam uma possível vitória do candidato Jair Bolsonaro (PSL), venha a dar materialidade a essas mudanças, que comprovariam que a consolidação democrática está avançando no país, já que a reeleição se mostrou muito nefasta, criando políticos profissionais, que se preocupam muito mais com o subjetivo do que com o coletivo, além, principalmente, de azeitar a máquina da corrupção, já que o sistema fica vicioso e facilmente corrompível. Caso isso venha a ocorrer, o mandato de cinco anos sem reeleição se mostra mais encaixado na nova moldura democrática, pois propiciaria a renovação de mandatários e a oxigenação das estruturas governativas. Agora, é cada vez mais vigorosa a possibilidade de que, para ajustar os “ponteiros do relógio” da política nacional, os atuais mandatos de prefeitos e vereadores podem se estendidos até 2022, ou seja, eles teriam mais dois anos em seus cargos, sem direito à reeleição é claro. É esperar para ver, mas isso hoje não é mais visto como utópico, pois além da grande economia, faria com que as eleições realmente fossem gerais, inclusive num turno só, pois ficou evidente que apesar de que os brasileiros continuam mais torcedores do que eleitores, a mentalidade do eleitorado não tolera mais os abusos do poder, com políticos se perpetuando em seus cargos, tanto que o resultado das urnas comprovou já isso, com uma grande renovação na câmara e no senado. Confira as principais mudanças propostas nesse momento no gráfico abaixo: 

(Divulgação)


Rui Costa critica fala do filho de Bolsonaro sobre STF: 'desqualificado'

(Foto: Daniel Simurro | 97NEWS)

O governador reeleito Rui Costa (PT) criticou a fala do deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL) - filho do presidenciável Jair Bolsonaro (PSL) - sobre fechar o Supremo Tribunal Federal.  Ao comentar as reportagens que circularam no Twitter, Rui Costa escreveu: "Imagine... que gente desqualificada". Em vídeo que circula na internet, Eduardo Bolsonaro diz que para fechar o STF "basta um soldado e um cabo". "Se quiser fechar o STF você não manda nem um jipe. Manda um soldado e um cabo, sem querer", afirmou.



Ouvidoria do TRE-BA e MP Eleitoral promovem debate sobre fake news na próxima terça-feira (23)

(Divulgação)

O Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA), por meio da Ouvidoria, realizará na próxima terça-feira, 23 de outubro, a terceira edição do debate “Eleições limpas passam pelas nossas mãos”. Dessa vez, o encontro propõe uma análise quanto ao impacto das fake news no primeiro turno das eleições. O evento será no auditório da Faculdade Social da Bahia (FSBA), no campus de Ondina, a partir das 19h, e contará, ainda, com a parceria do Ministério Público Eleitoral, com a participação do Procurador Regional Eleitoral, Cláudio Alberto Gusmão Cunha. Organizado pela Ouvidoria do TRE-BA com o apoio da Coordenação do Curso de Jornalismo da FSBA, esta edição do projeto tem como público-alvo os estudantes dos cursos de Jornalismo, que lidam com a produção e transmissão de notícias, e de Direito, que podem se interessar pelos aspectos legais relacionados ao tema. O Juiz Ouvidor do TRE-BA, Rui Barata Filho, que fará a abertura do evento, destaca que "a Ouvidoria, desde o início do processo eleitoral, demonstrou preocupação em debater o tema com a sociedade e apontar soluções. A sociedade civil é parte vital desse contexto e deve ter voz ativa. A Justiça Eleitoral, junto com o Ministério Público, está qualificando essa discussão tão importante para o país". A coordenadora dos cursos de Comunicação da FSBA, Bárbara Souza, será a mediadora do debate. Os convidados serão Jaime Barreiros, professor de Direito da UFBA e analista judiciário do Eleitoral baiano; Victor Xavier, coordenador de assuntos jurídicos e correcionais da Corregedoria do TRE-BA; e Cláudia Cardozo, jornalista do site Bahia Notícias.

 

Programa Ouvidoria Viva – O projeto “Eleições limpas passam pelas nossas mãos” é uma das ações do Programa Ouvidoria Viva e tem o objetivo de informar e estimular os eleitores a ajudarem no combate às notícias falsas veiculadas nas redes sociais. O programa, iniciado em maio deste ano por meio de postagens nas redes sociais oficiais do Regional baiano, é fruto da parceria entre a Ouvidoria e a Corregedoria Regional Eleitoral da Bahia e também conta com o apoio da Seção de Atenção ao Cliente do TRE baiano.

Nas duas primeiras edições do debate, realizadas no mês de setembro, o foco da discussão foi a possibilidade de interferência negativa das fake news no processo eleitoral, tendo como exemplo as experiências eleitorais recentes nos Estados Unidos, em 2016, e na França, em 2017.

No debate de terça-feira, será analisado o impacto das fake news no primeiro turno das Eleições 2018 e quais medidas a Justiça Eleitoral tem adotado para coibir essa prática, a exemplo da página criada pelo TSE para esclarecimento de notícias falsas.

“O objetivo é também envolver os alunos nas discussões como usuários das redes sociais, uma vez que esse é um dos principais meios de propagação das fake news”, destaca Barata Filho.

CONTINUE LENDO


Inflamado: ‘Vamos limpar o Brasil dessa quadrilha’ dispara vereador David Salomão

O vereador David Salomão foi duro e desafiador em seu discurso na Câmara de Vereadores de Vitória da Conquista (Foto: Reprodução Youtube 97NEWS)

Conhecido pela sua postura firme e pelos seus discursos inflamados em defesa da família e da sociedade, o vereador David Salomão (PTC), voltou a disparar a sua "metralhadora giratória" contra o PT, inclusive dando declarações extremamente ácidas e desafiadoras. Em discurso na tribuna livre da Câmara de Vereadores de Vitória da Conquista, nesta sexta-feira (19), o parlamentar subiu o tom e iniciou citando que “esse bando que foi detido na última quarta-feira 17, na cidade de Poções, tentando sacar um cheque de, nada mais, nada menos, que R$ 68 milhões, precisa ser investigado pela Polícia Federal, já que os suspeitos informaram que o dinheiro seria transferido para diversas contas para ser  utilizado em campanha política. O cheque é de um órgão federal e, pelos indícios, o dinheiro iria ser utilizado para a campanha do PT”. Em seguida ele declarou que “isso pode ser um crime eleitoral e como tem dinheiro federal no meio é um caso para a PF, além do que a quantia é muito alta R$ 68 milhões”. E finalizou de forma fulminante dizendo que “eles estão desesperados, vão para o tudo ou nada, ainda mais aqui na Bahia, onde temos verdadeiros surripiadores do dinheiro público como aconteceu com as verbas da Fonte Nova. Aguarda que janeiro está chegando e nós vamos limpar a Bahia e o Brasil dessa quadrilha que saqueou a nação. Preparem-se que a mudança vem aí”. Confira abaixo o pronunciamento na íntegra:



Polícia Federal vai investigar envio de mensagens em massa no WhatsApp

(Foto: 97NEWS Conteúdo)

A Procuradoria-Geral da República (PGR) pediu que a Polícia Federal abra um inquérito para investigar empresas de marketing digital que estariam atuando nas eleições de maneira estruturada para envio em massa de mensagens pelo Whatsapp. Ontem (19), o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) abriu, a pedido da chapa de Fernando Haddad (PT), uma  processo para investigar empresas de marketing digital custeadas por empresários que apoiam o candidato à presidência Jair Bolsonaro (PSL), sob a justificativa de que estariam disseminando conteúdo em milhares de grupos do aplicativo contrários ao PT.  Em ofício enviado pela procuradora-geral Raquel Dodge ao Ministério da Segurança Pública, ela destaca que a situação “exige que se apure quem presta serviços com uso especializado e estruturado de logística empresarial para a divulgação, em massa, de informações falsas”. Para a procuradora, o quadro de possível interferência na formação de opinião dos eleitores com atuação dessas empresas com mensagens que podem caracterizar ofensas aos dois candidatos “afronta a integridade do processo eleitoral”. 

 



Prefeito de Brumado intensifica postagens nas redes sociais contra o socialismo e dá pistas que seu voto será em Bolsonaro

No último ato de campanha em que participou, Eduardo Vasconcelos estava com uma camisa do Brasil, o que ascendeu ainda mais que o seu voto será em Bolsonaro (Foto: Daniel Simurro | 97NEWS)

Mantendo-se um pouco distante das discussões envolvendo a disputa presidencial no primeiro turno, o prefeito de Brumado, engenheiro Eduardo Vasconcelos (PSB), já começa a deixar mais evidente, agora, a sua preferência ao candidato do PSL, Jair Messias Bolsonaro. A substância que leva a esse raciocínio tem o condão numa série de postagens que circulam nas redes sociais as quais apontam para uma tendência contra o socialismo. Em uma dessas postagens, em forma de charge, tendo um cenário de uma livraria, um cliente diz procurar um livro que relate a prosperidade de países socialistas prósperos e livres e a atendente responde que “ficção científica fica lá no fundo à direita”. Em outra é postado um link a um vídeo no Youtube com o seguinte título “Líder do MST fala besteira e acaba com campanha de Haddad e PT” e, num outra postagem é postada um banner com os dizeres “A força de Bolsonaro vem de vocês”. Esses ingredientes seriam um forte indício de que o prefeito de Brumado, mesmo que não oficialmente, acredita que as propostas de Bolsonaro são melhores que as do candidato do PT, Fernando Haddad. Com um passado político que nunca transitou muito bem no terreno do PT, Vasconcelos, que já foi integrante do PSDB, agora, cria um terreno especulativo muito forte de que, assim que for aberta a janela da mudança partidária, poderá migrar para o PSL de Jair Bolsonaro, que, pelas previsões, poderá ser, com as mudanças da próxima janela, o maior partido da câmara federal.