ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Projeto arrojado de autoria de Lia Teixeira que acaba com o recesso parlamentar dos vereadores do mês de julho é aprovado

34ª CIPM reforça rondas na região visando o combate ostensivo ao roubo de veículos no município

Brumado: Homicídio é registrado na cidade na noite desta segunda-feira (21)

Economia: Ministério propõe privatização da Eletrobras

Saúde: Mosquitos modificados em laboratório podem ajudar no combate a dengue e zika

Frustração: Eclipse não pode ser visto em Brumado

'Tem idoso aqui de 75 anos levando lata d´água na cabeça', protestam moradores da Comunidade de Roça de Baixo

Brumado: Fábrica de postes é furtada na madrugada de hoje (21); é a décima vez

Vereador José Carlos de Jonas realiza visitas em comunidades rurais na companhia do Secretário de Agricultura e Recursos Hídricos

Itabuna: Jovens Vicentinos promovem tarde de recreação em orfanato

Psiquiatria na Clínica Master com Dr. Renato Franco

Brumado: Polícia realiza reconstituição de possível tentativa de homicídio

Brasil: Apenas 30% das cidades têm planos municipais de saneamento

Como acompanhar o eclipse solar de hoje (21)

Quem recebe auxílio-doença tem até hoje (21) para agendar nova perícia

Intermunicipal 2017: Seleção de Brumado vence Palmas de Monte Alto fora de casa

Câmara tentará votar reforma política nesta semana; PEC prevê fundo eleitoral

Criança de 5 anos toma coice de cavalo, não resistiu ao ferimento e veio a óbito

Cinema: Jerry Lewis morre aos 91 anos

Interior da Bahia poderá ver eclipse parcial do Sol nesta segunda-feira (21)



BUSCA PELA CATEGORIA "Brasil"

Veículos com placa de final 7 têm desconto de 5% no IPVA até esta quinta (27)

(Imagem: Divulgação)

Vence nesta quinta-feira (27) o prazo para os contribuintes que possuem veículos com placas de final 7 quitarem o Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) com 5% de desconto, em cota única. A Secretaria da Fazenda do Estado da Bahia (Sefaz-Ba) lembra que existe ainda a opção do pagamento em três parcelas, com o vencimento da primeira cota também no dia 27. Caso este contribuinte prefira pagar em cota única, sem desconto, a data limite é 28 de setembro. O pagamento pode ser efetuado nas agências ou caixas eletrônicos do Banco do Brasil, do Bradesco ou do Bancoob, com o número do Renavam em mãos. Também neste mês de julho, os proprietários de veículos de placa de final 6 devem ficar atentos ao pagamento da segunda parcela, que vence dia 28/7, e os de placa final 5 ao da terceira parcela, que deverá ser paga no dia 31/7. As datas de vencimento para as demais placas podem ser consultadas no calendário do IPVA 2017, disponível no site da Sefaz-Ba (www.sefaz.ba.gov.br), clicando-se no canal Inspetoria Eletrônica e em seguida em IPVA. A Secretaria da Fazenda ressalta que não encaminha para os contribuintes boleto de pagamento do imposto. Em caso de dúvida, é possível entrar em contato com o call center da Sefaz, pelo 0800 071 0071. O pagamento é integrado: é necessário quitar ainda a taxa de licenciamento e eventuais multas relacionadas ao Renavan informado.



Mega-Sena acumula e prêmio pode chegar à casa dos R$ 90 milhões

(Foto: Reprodução)

Ninguém acertou as 6 dezenas do concurso 1.951 da Mega-Sena realizado neste sábado em em Atibaia (SP). O próximo sorteio da loteria acontece na quarta-feira (26) e terá prêmio acumulado em R$ 90 milhões. As dezenas sorteadas foram: 14 - 16 - 19 - 21 - 33 - 55. A quina teve 209 apostas ganhadoras, que levaram R$ 26.220,25 cada uma. Outros 13551 bilhetes acertaram a quadra e levaram R$ 577,71 cada. A probabilidade de vencer em cada concurso varia de acordo com o número de dezenas jogadas e do tipo de aposta realizada. Para a aposta simples, com apenas seis dezenas, com preço de R$ 3,50, a probabilidade de ganhar o prêmio milionário é de 1 em 50.063.860, segundo a Caixa. Já para uma aposta com 15 dezenas (limite máximo), com o preço de R$ 17.517,50, a probabilidade de acertar o prêmio é de 1 em 10.003, ainda segundo a Caixa.



Mega-sena pode pagar R$ 78 milhões em sorteio neste sábado

(Foto: Reprodução)

Acumulada em R$ 78 milhões, a Mega-Sena terá o seu o sorteio, às 20h deste sábado (22) pela Caixa Econômica Federal (CEF), será realizado no Caminhão da Sorte da Caixa, localizado em Atibaia, interior de São Paulo. O valor rende cerca de R$ 432 mil mensais na Poupança da Caixa. A aposta mínima custa R$ 3,50 e pode ser realizada em qualquer lotérica do país



Número de reclamações contra a Caixa sobre o FGTS mais que triplica em 1 ano

Foto: Conteúdo l 97News

O número de reclamações contra a Caixa Econômica Federal sobre problemas com o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) aumentou 263% na comparação entre o 1º trimestre de 2016 e o mesmo período deste ano. Nos primeiros seis meses do ano passado, o site Reclame Aqui registrou 361 queixas relacionadas a esse teme, número que saltou para 1.312 no período de janeiro a junho de 2017. O aumento coincide com a liberação do saque das contas inativas do FGTS pela Caixa, anunciado em dezembro do ano passado. Os beneficiários começaram a retirar o dinheiro em 10 de março. E foi justamente o primeiro mês de saque que registrou o maior número de reclamações: 336. Em 2016, o total de reclamações envolvendo FGTS foi de 920. De janeiro até junho de 2017, já são 1.312 – 43% a mais levando em conta apenas a metade deste ano.



Fake News: Como identificar as notícias falsas

(Divulgação)

Muitas informações circulam pela internet e nem sempre elas são verdadeiras. Mas como identificar o que é verdade e o que é mentira? As dicas a seguir podem auxiliar você a fazer essa checagem. Claro que não são perfeitas e estão sujeitas a falhas, mas podem ser de grande ajuda. Confira:


LEU NAS REDES SOCIAIS?


1 – Verifique se a informação que você recebeu cita uma fonte confiável. Fontes confiáveis costumam ser os sites oficiais, páginas de jornais conhecidos, blogs respeitados. Na dúvida, pergunte para seus amigos: na internet, é a comunidade que define o que é confiável ou não.


2 – Pesquise na web para ver se mais de uma fonte confiável publicou a notícia. Informações verdadeiras costumam ser publicadas por vários sites confiáveis.


3 – Cuidado com os sites e blogs de notícias falsas. Há muitos especializados em fazer humor, por isso é importante aprender a distinguir informação de piada.


4 – Cheque sempre a data em que a notícia foi publicada. De vez em quando, notícias velhas voltam a circular como se fossem recentes. Embora possam ser verdadeiras, o contexto poderá ser diferente.


5 – Há muitos erros de português na notícia? Isso é um bom indício de que o texto não foi escrito a sério.


6 – Tenha bom senso. Na maioria das vezes é possível identificar notícias absurdas.


7 – Se continuar com dúvida, evite compartilhar informações recebidas. Afinal, você não quer passar uma mentira para frente, não é?



Entenda como a Reforma Trabalhista vai afetar quem já está empregado

Foto: Reprodução

Os cerca de 33,3 milhões de brasileiros que trabalham com carteira assinada podem ser atingidos, ainda neste ano, pelas mudanças na CLT aprovadas pela reforma trabalhista. As medidas, que foram sancionadas pelo presidente Michel Temer na última quinta-feira, passam a valer em quatro meses, ou seja, em novembro, e podem alterar regras de contratos que já estão em vigor. Isso porque, apesar de a maioria das regras dependerem da convenção coletiva, com participação dos sindicatos, algumas podem ser negociadas de forma individual. É o caso de itens como banco de horas, parcelamento de férias e demissão em comum acordo. "A reforma ainda tem alguns pontos obscuros, mas, em via de regra, a maioria das negociações só poderá ser feita na data-base das categorias, que, em sua maioria, começa no início do próximo ano" explica Antonio Carlos Aguiar, professor da Fundação Santo André e diretor do Instituto Mundo do Trabalho.



Rio: Forças Armadas irão para as ruas diz Ministro da Defesa

Foto: Alessandro Buzas l Estadão Conteúdo

s Forças Armadas estarão, nos próximos dias, nas ruas do Rio de Janeiro. A informação foi confirmada pelo ministro da Defesa, Raul Jungmann ao RJTV. Os militares permanecerão nas ruas da cidade até dezembro de 2018. O ministro não informou o efetivo das tropas que participarão das ações. "Nós já estamos ativando um Estado-Maior Conjunto com Exército, Marinha e Aeronáutica para apoiar esse plano integrado de segurança que vai envolver todos os dispositivos policiais do governo federal e estadual. A essência deste plano é a inteligência para que você saiba onde está o comando do crime organizado. Ao mesmo tempo você identificar onde estão os arsenais. Utilizando o efeito surpresa e a integração de todas as forças sejam elas policiais e militares golpear o crime organizado, a bandidagem no Rio de Janeiro", analisou Raul Jungmann. De acordo com o ministro como a "essência é a surpresa", ele não pode anunciar quando terá início a operação. "A presença será permanente mas descontínuo, ou seja, teremos ações que serão realizadas contando com apoio das Forças Armadas e policiais. No momento seguinte se para essa operação e se iniciam outras e mais outras. No caso das Forças Armadas nós não precisamos de muitos recursos de fora. Só para dar um exemplo, a Vila Militar, que é a maior unidade militar da América do Sul, tem 12 mil homens. Na totalidade das três Forças temos 35 mil homens. Ou seja, só em caso de necessidade de uma macro-operação em apoio às ações policiais caso seja necessário".



Blumenau: Em imagem de radar, cão parece 'dirigir' carro

Foto: Divulgação

Uma imagem de radar de Blumenau, no Vale do Itajaí, flagrou na quinta-feira (20) um cachorro no banco do motorista. Como o real condutor estava na sombra, o cão parece estar "dirigindo" o veículo. A imagem foi tirada na Rua República Argentina, no bairro Ponta Aguda, segundo o Serviço Autônomo Municipal de Trânsito e Transportes (Seterb). De acordo com o órgão, a imagem do radar foi feita de manhã, durante uma fiscalização de rotina. A velocidade máxima na via é de 60 km/h e o carro trafegava a 71 km/h. O motorista foi multado com uma infração de natureza média, com o valor de R$ 130,16. 



Brasil: Governo dobra imposto e valor do litro da gasolina pode aumentar até R$ 0,41

Foto: Conteúdo 97News

O governo federal decidiu dobrar a alíquota do PIS e Cofins que incide sobre os combustíveis, passando de R$ 0,38 por litro para R$ 0,79 por litro. Com isso, o valor do litro do combustível nas bombas pode ficar até R$ 0,41 mais caro. O reajuste foi anunciado nesta quinta-feira (20) pelos ministério da Fazenda e do Planejamento por meio de nota. O novo preço do imposto passa a valer a partir desta sexta (21), com a publicação no Diário Oficial da União. No caso do biodiesel, a alíquota vai subir de R$ 0,24 para R$ 0,46. Dessa forma, o combustível pode ficar até R$ 0,21 mais caro. Já o PIS e Cofins do etanol, até então zerado, vai passar a custar R$ 0,19 para os distribuidores.



Convite: CEEP convida para cerimônia de colação de grau

Divulgação

O Centro Estadual de Educação Profissional em Gestão e Meio Ambiente - Unidade Brumado/BA, tem a honra de convitar à todos para a Cerimônia de Colação de Grau que acontecerá nesta sexta-feira (21 de julho) às 19:00 horas, no auditório da instituição de ensino. Estarão colando grau estudantes dos cursos técnicos em administração, contabilidade, logística e meio ambiente. Para as pessoas que tenha interesse em fazer um curso técnico em 2018, fiquem de olho no site da Secretária da Educação do Estado da Bahia.

 

 



Brasilprev bloqueia quase R$ 9 milhões em planos de previdência de Lula

(Foto: Reprodução)

Brasilprev enviou ao juiz Sérgio Moro uma confirmação de que bloqueou cerca de R$ 9 milhões que estavam depositados em dois planos de previdência privada, em nome do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. O documento foi anexados a um processo conexo à ação penal que o petista foi condenado na Operação Lava Jato. No documento, a Brasilprev afirma que suspendeu a disponibilidade dos valores após a decisão de Moro de bloquear R$ 16 milhões dos réus condenados no mesmo processo. Segundo a Brasilprev, os dois planos de previdência foram abertos pela LILS Palestras e Eventos. A empresa pertence ao ex-presidente e é responsável por agendar os eventos. 



Polícia Civil de Brasília prende mulher conhecida como 'Rainha dos Golpes'

Larissa Borges usava beleza e charme para aplicar golpes - Divulgação/Polícia Civil

A Polícia Civil de Asa Sul, em Brasília, prendeu, nesta terça-feira, uma mulher acusada de cometer estelionatos na região. Larissa Borges da Silva, de 29 anos, cometeu, pelo menos, 31 estelionatos, de acordo com a polícia. Ela 'rainha dos golpes' e vivia deles. A mulher usava a beleza e simpatia para enganar as vítimas e simulava pagamentos por meio de transferências falsas. De acordo com a delegada responsável pelo caso, Débora Albuquerque, Larissa é de Goiânia e estava há oito meses em Brasília e, desde então, vem cometendo estelionatos. - Ela não dava grandes golpes. Dava golpes para viver. Comprava carro, celular, dava golpe em taxista, em lojas, farmácia. Era uma trambiqueira, podemos dizer. Até o momento, temos notícia de, pelo menos, 31 casos contra ela. Mas muitas pessoas estão ligando falando que foram vítimas dela também. Ela é uma moça bonita, sotaque de goiana do interior, usava o charme e abusava da boa fé das pessoas para conseguir o que queria - disse.

 

Com os golpes, Larissa chegou a ter uma moto e um carro, além de celular. Segundo a delegada, na maioria dos golpes, ela usava cartões que já sabia que não passariam e, por isso, pedia a conta das vítimas. Larissa, então, simulava uma transferência e desaparecia. - Ela entrava em sites de compra e venda, falava com o vendedor para levar as coisas até ela. O carro e a moto, por exemplo, sabemos que ela fez assim. A pessoa levava e ela pedia a conta para fazer a transferência. Ela chegava a mandar uma simulação da transferência. Mas, quando a pessoa via que o dinheiro não estava na conta, procurava por ela. Ou ela não atendia ou dava desculpas para não depositar. Depois, vendia os itens e comprava coisas para ela - disse. Assim que Larissa chegou à delegacia de Asa Sul, a polícia descobriu que ela era a responsável por um furto em uma loja de alimentos naturais, que havia acontecido poucas horas antes. Larissa ainda estava com os itens furtados no carro e chorou ao ser presa. Outro artifício usado pela estelionatária para conseguir dinheiro era fingir que estava grávida. Ela se envolvia com homens de alto poder aquisitivo para aplicar o golpe. De acordo com a delegada, ela teria dito para um homem - com quem mantinha um relacionamento de idas e vindas - que estava esperando um filho dele. Larissa chegava a falsificar os atestados de gravidez.- Ela tinha um 'ficante' e disse que estava grávida. Ela perturbava ele para conseguir dinheiro. Ele chegou a registrar ocorrência por ameaça, injúria e difamação. Ela ia até o trabalho do homem e quase o fez ser demitido. Descobrimos que, em Goiânia, ela já tinha feito isso uma vez. Ela conseguiu fazer o rapaz ser demitido, quando falou para a polícia que ele era traficante e que mantinha armas em casa - contou. No caso do homem com quem se envolveu em Brasília, Larissa chegou a quebrar a portaria do prédio onde ele morava com o carro, na madrugada de 25 de junho. A ação foi registrada por câmeras de segurança. Larissa já foi indiciada por 17 estelionatos e por um furto. Os demais casos estão sendo investigados pela Polícia Civil.



 

CONTINUE LENDO


Denuncie: A participação social é fundamental na prevenção da corrupção

(Divulgação)

A CGU trata de assuntos relacionados a todo o Poder Executivo Federal e não apenas de temas relativos ao órgão. Por meio da Ouvidoria-Geral da União são recebidos denúncias, solicitações, sugestões, reclamações e elogios referentes aos serviços públicos federais em geral, que envolvam ações de agentes, órgãos e entidades. Portanto, caso você tenha uma dessas cinco manifestações a fazer, acesse o Sistema de Ouvidorias do Poder Executivo Federal (e-Ouv). O sistema funciona 24h, permite acompanhar o andamento de uma manifestação já cadastrada. Para utilizar o e-Ouv, não é necessário se cadastrar. Porém, quem realiza o cadastro tem acesso ao histórico das suas manifestações. Há opção de informar o nome, ou fazer uma manifestação anônima. Se fizer uma manifestação identificada, poderá acompanhar o andamento e conferir a resposta no próprio sistema, ou no e-mail que informar.

 



Proposta muda Código Penal para garantir perda automática de cargo de servidores corruptos

Esplanada dos Ministérios, em Brasília, que concentra boa parte dos servidores públicos federais | Geraldo Magela/Agência Senado

Atualmente se um servidor público, efetivo ou comissionado, é condenado por crime de corrupção ele só perde o cargo imediatamente se o juiz explicitar isto na sentença. O senador Cristovam Buarque (PPS-DF) apresentou um projeto e pretende tornar automática a perda da função pública do agente público condenado por corrupção. A proposta está contida no PLS 200/2017, que está na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) aguardando a designação de um relator. O senador explica que o Código Penal estabelece, como efeito da condenação, a perda do cargo, função pública ou mandato eletivo, quando aplicada pena privativa de liberdade igual ou superior a um ano, nos crimes praticados com abuso de poder ou violação de dever para com a administração pública. Todavia, esse efeito não é automático, devendo ser explicitado na sentença. Ainda segundo a justificativa apresentada por Cristovam, tal brecha na legislação permite que servidores públicos e agentes políticos sejam condenados por corrupção e não tenham decretada a perda do cargo e dos subsídios, já que o juiz que profere a sentença condenatória não é obrigado a declarar esse efeito da condenação. — A intenção é corrigir essa falha no nosso ordenamento e por fim a situações constantemente noticiadas nos veículos de comunicação, em que agentes públicos, inclusive políticos, se valem dos cargos e funções ocupadas para enriquecerem ilicitamente em detrimento da administração pública e, quando finalmente são condenados, continuam fazendo jus aos vencimentos mensais — justifica.



Congresso promulga emenda que permite realização de vaquejadas no país

(Imagem: Divulgação)

A vaquejada voltou a ser permitida no país. É o que determina uma Emenda Constitucional promulgada pelo Congresso Nacional na manhã desta terça-feira (06). O presidente do Senado, Eunício Oliveira, disse que a vaquejada é uma tradição cultural que representa uma opção de lazer e gera emprego e renda, principalmente no Nordeste, sem qualquer crueldade com os animais.



Geddel tem pedido negado pela Justiça para anulação de mandado de busca e apreensão

(Foto: Reprodução)

A 3ª Turma do Tribunal Regional Federal da 1ª Região negou a anulação do mandado de busca e apreensão da Operação Cui Bono solicitada pela defesa do ex-ministro Geddel Vieira Lima. A decisão do colegiado segue o entendimento do desembargador Ney Bello, que na última semana converteu a prisão do peemedebista para domiciliar. Ele autorizou a saída do ex-ministro do Presídio da Papuda, em Brasília, mesmo sem estar com uma tornozeleira eletrônica. Geddel deixou a capital federal na noite da última quinta-feira (13) (veja mais) com destino a sua casa em Salvador. O peemedebista foi preso no último dia 3, pela Polícia Federal, por suspeita de tentar obstruir as investigações da Operação Cui Bono, que investiga fraudes na liberação de crédito da Caixa Econômica Federal.



Brasil cria 67,3 mil vagas formais de trabalho no 1º semestre de 2017

Brasil criou mais de 67 mil vagas formais de trabalho no 1º semestre de 2017 (Foto: G1)

O Ministério do Trabalho informou nesta segunda-feira (17) que o Brasil gerou no primeiro semestre deste ano 67.358 mil vagas formais de trabalho. Os dados constam do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged). Este foi o primeiro resultado positivo para o período desde 2014. Ao todo, segundo o governo, foram 7.523.289 contratações nos primeiros seis meses deste ano e 7.455.931 demissões. No primeiro semestre do ano passado, foram registradas 531,7 mil demissões a mais do que as contratações. Em 2015, 345,4 mil. Os números do primeiro semestre, assim como dos últimos anos, foram ajustados para incorporar informações enviadas pelas empresas fora do prazo nos meses de janeiro a maio. Os dados de junho ainda são considerados sem ajuste.



Número de empresas inadimplentes no Brasil ultrapassa os cinco milhões; Débito é de 120 bilhões

O número de empresas inadimplentes no Brasil chegou a 5,1 milhões em maio na maior quantidade registrada desde março de 2015, quando o levantamento da Serasa Experian começou a ser feito. Na comparação com maio de 2016, houve aumento de 15,9%. O montante alcançado pelas dívidas das empresas foi de R$ 119,2 bilhões, com cada uma tendo, em média, 11 dívidas, o que totaliza um valor relativo de R$ 23 mil. Segundo o levantamento, a maioria das empresas inadimplentes é do setor de serviços (46,7), que – comparado a maio do ano passado – teve aumento de 1,5 ponto percentual. No comércio, houve queda de 1,3 ponto percentual, fazendo com que o setor corresponda a 43,7% do total do índice. A indústria responde por 8,7% da inadimplência, queda de 0,2 ponto percentual em relação ao ano anterior. Segundo economistas da empresa que fez a pesquisa, a retração nas vendas e no ritmo de produção, devido à longa recessão pela qual passa a economia brasileira, tem debilitado o fluxo de caixa das empresas. Ao mesmo, tempo as dificuldades de acesso ao crédito, que se mantém caro e escasso, prejudica a gestão financeira das empresas. 

“Tudo isto leva a inadimplência das empresas a patamares recordes, sendo absolutamente necessários que processos de renegociação ocorram entre credores e devedores para que tais dívidas possam ser equacionadas e regularizadas”, dizem economistas. De acordo com os dados da Serasa, mais da metade das empresas em situação de inadimplência está no Sudeste do país (53,6). O Nordeste tem 16,7% do total de empresas com dívidas atrasadas e o Sul tem 15,7% do total. O Centro-Oeste aparece com 8,5% e o Norte com 5,4% do total dos CNPJs (Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica) em negativo no país. Entre os estados, São Paulo apresenta o maior número de empresas negativadas: 32,3% do total. Em seguida, vem Minas Gerais (11,1%) e Rio de Janeiro em terceiro (8,1%). Empresas que desejarem sair da inadimplência podem renegociar as dívidas atrasadas diretamente com seus credores por meio de um serviço online no site da Serasa. Para isso, deverá se cadastrar gratuitamente no Recupera PJ pelo www.sersarecupera.com.br, onde serão apresentadas as pendências e canais de atendimento disponíveis para efetivar a negociação. “Nosso objetivo com o Recupera PJ (pessoa jurídica) é reinserir essas empresas no mercado de crédito. Entendemos que este momento de crise econômica é propício para incentivar a aproximação de quem está devendo e quer pagar com quem vendeu ou prestou o serviço e precisa receber”, disse o vice-presidente de Pessoa Jurídica da Serasa Experian, Victor Loyola.



Valor bruto da agropecuária deve chegar a R$ 536 bilhões

Aumento da produtividade em 22,3% contribui para os indicadores (Foto: Reprodução)

O Valor Bruto da Produção (VBP) agrícola e pecuária deve chegar a R$ 536 bilhões neste ano. A estimativa foi divulgada pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), com base nos projetos da safra de grãos, que deve chegar a 240 milhões de toneladas. Um dos fatores que apoiaram a previsão foi o aumento da produtividade, que avançou 22,3%. “Não há registro de percentuais como esse em ciclos anteriores”, afirmou o o coordenador-geral de Estudos e Análises da Secretaria de Política Agrícola (SPA), José Garcia Gasques. As 20 principais lavouras apresentam aumento real de 9,8% e a pecuária, um recuo de 6%. O valor das lavouras é de R$ 367,6 bilhões. As culturas de milho e soja representam 44,7% do valor das plantações. A pecuária é estimada em R$ 168,4 bilhões. Entre os produtos que mais se destacam estão o algodão (17,1%), o arroz (18,8%), o feijão (21,7%), o milho (32,1%) e a soja (17,1%). O feijão de segunda safra teve acréscimo de 27,2%; o milho de segunda safra, de 43,4%. Segundo informações do IBGE e Conab, esses números estão praticamente consolidados. Os dados de VBP mostram que São Paulo, Mato Grosso, Paraná, Minas Gerais e Rio Grande do Sul são os estados com maior nível de faturamento, representando 54,7% do VBP total. As regiões Sul e Centro-Oeste são responsáveis pela maior parte do valor bruto, seguidas pelo Sudeste, pelo Nordeste e pelo Norte. Os resultados favoráveis deste ano possibilitaram a recuperação de alguns estados como Piauí, Bahia e Maranhão que, no ano passado, tiveram fortes perdas econômicas por problemas de seca, especialmente.



Inverno: Massa polar pode fazer nevar no sul do Brasil esta semana

Foto: Divulgação

A massa de ar polar que provocou a maior nevasca desde 1971 em Santiago, no Chile, deve chegar ao Brasil no início desta semana. O frio retorna nas Regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste e há previsões de friagem até no sul da Região Norte, indica o Instituto Nacional de Meteorologia do Brasil (INMET). O instituto não descarta a possibilidade de neve nas serras gaúcha e catarinense nesta segunda (17) e na terça-feira (18). A Metsul Meteorologia aponta temperaturas abaixo de zero em quase todos os municípios do Rio Grande do Sul, inclusive em Porto Alegre. O Climatempo alerta ainda para o risco de geada na Região Sul e até no Mato Grosso do Sul. O INMET prevê que o frio deve perder força no decorrer da semana.