ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Projeto arrojado de autoria de Lia Teixeira que acaba com o recesso parlamentar dos vereadores do mês de julho é aprovado

34ª CIPM reforça rondas na região visando o combate ostensivo ao roubo de veículos no município

Brumado: Homicídio é registrado na cidade na noite desta segunda-feira (21)

Economia: Ministério propõe privatização da Eletrobras

Saúde: Mosquitos modificados em laboratório podem ajudar no combate a dengue e zika

Frustração: Eclipse não pode ser visto em Brumado

'Tem idoso aqui de 75 anos levando lata d´água na cabeça', protestam moradores da Comunidade de Roça de Baixo

Brumado: Fábrica de postes é furtada na madrugada de hoje (21); é a décima vez

Vereador José Carlos de Jonas realiza visitas em comunidades rurais na companhia do Secretário de Agricultura e Recursos Hídricos

Itabuna: Jovens Vicentinos promovem tarde de recreação em orfanato

Psiquiatria na Clínica Master com Dr. Renato Franco

Brumado: Polícia realiza reconstituição de possível tentativa de homicídio

Brasil: Apenas 30% das cidades têm planos municipais de saneamento

Como acompanhar o eclipse solar de hoje (21)

Quem recebe auxílio-doença tem até hoje (21) para agendar nova perícia

Intermunicipal 2017: Seleção de Brumado vence Palmas de Monte Alto fora de casa

Câmara tentará votar reforma política nesta semana; PEC prevê fundo eleitoral

Criança de 5 anos toma coice de cavalo, não resistiu ao ferimento e veio a óbito

Cinema: Jerry Lewis morre aos 91 anos

Interior da Bahia poderá ver eclipse parcial do Sol nesta segunda-feira (21)



BUSCA PELA CATEGORIA "Brasil"

Preço do gás de cozinha sofrerá reajuste de 6,9% a partir de amanhã (05)

(Foto: Reprodução)

O preço do gás vai aumentar a partir deste sábado (5). A Petrobras anunciou nesta sexta-feira (4) que irá reajustar os preços do Gás Liquefeito de Petróleo (GLP), o gás de cozinha em botijões de uso doméstico, em 6,9%. Em comunicado, a estatal afirmou que o aumento foi aplicado sobre os valores praticados sem incidência de tributos. Segundo a estatal, o preço pode variar de acordo com cada distribuidora. Se o reajuste for repassado de forma integral ao consumidor, o estimado é que o preço pode aumentar, em média, R$ 1,29 por botijão. "Como a lei brasileira garante liberdade de preços no mercado de combustíveis e derivados, as revisões feitas nas refinarias podem ou não se refletir no preço final ao consumidor. Isso dependerá de repasses feitos especialmente por distribuidoras e revendedores", pontuou a Petrobras. Por causa da nova política de preços adotada pela Petrobras, o preço do gás de cozinha é revisado todo mês. Em julho, a Petrobras reduziu o preço do gás em 4,5%, depois de um aumento de 6,7% no mês anterior. O preço médio do botijão no Brasil é de 57,46 reais, de acordo com a Agência Nacional do Petróleo (ANP).



Quando a criança pode passar a usar somente o cinto de segurança

Foto: Reprodução

De acordo com a legislação brasileira, a criança deve usar esse equipamento de quatro a sete anos e meio de idade. Entretanto, para oferecer mais segurança, recomenda-se que a criança use esse dispositivo até os 10 anos de idade (ou até atingir 1,45 m de altura). O assento de elevação serve para que a criança, sentada, fique mais alta, fazendo com que o cinto de segurança do carro passe nas partes do corpo que são capazes de suportar o impacto ocasionado pelo travamento das tiras do cinto de segurança em caso de colisão ou freada brusca (quadril, centro do peito e meio do ombro). Nesse dispositivo, a criança fica sentada de frente para o movimento, na mesma posição que os demais ocupantes do veículo. Ao contrário dos demais dispositivos, que são fixados no banco traseiro com o cinto de segurança e utilizam tiras próprias para prender a criança ao dispositivo, o assento de elevação prende simultaneamente o dispositivo ao banco e a criança ao dispositivo com o cinto de segurança de três pontos. No mercado, há modelos de assento de elevação com e sem encosto e, é importante que os pais façam a escolha de qual modelo irão utilizar de acordo com o tamanho da criança. Para crianças com estrutura física menor, o encosto pode oferecer melhor acomodação ao dispositivo, além de posicioná-las de forma correta no banco. Outra vantagem do encosto é para as crianças que dormem, pois elas podem apoiar o corpo nas laterais do assento de elevação, evitando, assim, de cair para frente quando pegam no sono. 

Foto: Reprodução

Familiares e responsáveis devem ficar atentos ao manual do equipamento e verificar qual o limite máximo de peso suportado (geralmente de 15 kg a 36 kg). Quando a criança ultrapassar esse peso, ela provavelmente já não precisará mais utilizar o assento de elevação. Entretanto, é importante observar também a altura da criança. Os cintos de segurança dos carros são projetado para proteger adequadamente pessoas com mais de 1,45 m de altura. Ou seja, se seu filho ainda não possui essa altura, ele ainda precisa utilizar o assento de elevação para que o cinto de segurança passe pelas partes corretas de seu corpo (quadril, centro do peito e meio do ombro). Para que a criança possa utilizar somente o cinto de segurança, observe se ela consegue sentar-se confortavelmente no banco do carro, apoiando totalmente as costas no encosto, dobrando os joelhos sem escorregar para frente e se o cinto não mais incomoda seu pescoço e sua barriga. Jamais permita que uma criança coloque a tira transversal do cinto de segurança de três pontos sob o braço ou atrás das costas, pois assim ela não estará segura em caso de colisão ou freada brusca. E lembre-se: só a partir dos 10 anos de idade que a criança pode ser transportada no banco da frente do veículo. Antes dessa idade ela deve permanecer no banco de trás do automóvel.



Paraíba: Justiça suspende mais uma vez aumento de impostos de combustíveis

Foto: Conteúdo l 97News

A Justiça Federal da Paraíba suspendeu nesta terça-feira (1º) o reajuste das alíquotas de tributos que incidem sobre os combustíveis, a medida adotada pelo presidente Michel Temer (PMDB) serve para reforçar o caixa do governo federal. Com a decisão liminar do juiz João Pereira de Andrade Filho, da 1º Vara da Justiça Federal da Paraíba, as distribuidoras locais de combustíveis estão impedidas de repassar a nova alíquota de PIS e Cofins aos preços cobrados nos postos de combustíveis. Esta é a segunda decisão da Justiça Federal que busca suspender o reajuste dos tributos sobre os combustíveis. Na semana passada, a Justiça Federal do Distrito Federal concedeu liminar semelhante, mas a decisão foi suspensa pelo TRF-1 (Tribunal Regional Federal da 1º Região), com sede em Brasília. Naquela ocasião, a decisão tinha abrangência nacional. A liminar concedida pela Justiça Federal da Paraíba atendeu a um mandado de segurança impetrado pelo Sindipetro-PB, sindicato que representa o comércio varejista de combustíveis no Estado. Na decisão, o juiz argumenta que a Constituição "impôs ainda uma modalidade específica de limitação ao poder de tributar, ao instituir a chamada anterioridade nonagesimal, princípio de que nenhum tributo será cobrado antes de 90 dias da publicação da lei que o instituiu ou aumento". O magistrado questiona os argumentos de uma possível "lesão à ordem administrativa e econômica" causadas pela suspensão do reajuste das alíquotas. E afirma que "razões de Estado" não podem justificar aumento de tributos "em desconformidade com as limitações constitucionais". Por fim, o juiz determina "o restabelecimento imediato" das alíquotas tributárias dos preços dos combustíveis praticados antes da edição da norma. Em uma rede social, o presidente do Sindipetro-PB, Omar Hamad Filho, comemorou a decisão e disse que a excessiva carga tributária sobre o setor tem prejudicado empresários e consumidores. "Essa é uma luta de toda a sociedade, que precisa se mobilizar e ir atrás de seus direitos", afirmou. 



Governo vai devolver R$ 1,1 bi a consumidores

(Foto: Reprodução)

O governo devolverá ao consumidor um valor que recebeu a mais para compensar a queda de arrecadação que estados da Região Norte teriam com novos investimentos em energia. O dinheiro foi mantido ilegalmente pela União por três anos e só será devolvido após cinco ofícios enviados pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) e depois de publicação de reportagem do 'Estadão/Broadcast' sobre o assunto. Ao todo, R$ 1,13 bilhão, em valores atualizados, será devolvido a partir do ano que vem. Se fosse ressarcido de uma só vez, o consumidor teria uma redução de 0,8% na conta de luz. Mas a devolução será feita em quatro parcelas iguais, em 2018, 2019, 2020 e 2021 - serão R$ 282,5 milhões por ano. A proposta está em ofício enviado pelo secretário executivo do Ministério do Planejamento, Edvaldo Risso, ao diretor-geral da Aneel, Romeu Rufino. Foi Rufino quem cobrou do governo a devolução dos recursos. O plano será incluído na previsão orçamentária do Projeto de Lei Orçamentária Anual (Ploa) dos próximos anos. Em ofício enviado em abril, o quinto desde 2014, revelado pelo Estadão/Broadcast, Rufino mencionou a arrecadação a mais, feita entre 2010 e 2012, realizada para compensar Estados que teriam prejuízo financeiro com a conclusão de obras de conexão ao Sistema Interligado Nacional (SIN). Apesar dos benefícios ao País e à população das regiões isoladas, haveria redução no uso de usinas termelétricas para suprir esses locais e, consequentemente, da arrecadação dos Estados da Região Norte com o ICMS incidente sobre combustíveis fósseis. Uma lei de 2009 estabeleceu a cobrança extra, na tarifa de todos os consumidores do País, para compensar esses Estados pela perda arrecadatória. Entre 2010 e 2012, o governo arrecadou R$ 747,8 milhões. Desse valor, o Estado de Rondônia foi ressarcido com o recebimento de R$ 51,3 milhões. Foi o único Estado que foi interligado nesse período. Sobraram R$ 689 milhões, que ficaram no caixa do Tesouro, que, hoje, atualizados, atingem R$ 1,13 bilhão. A mesma lei também estabeleceu que eventuais saldos positivos decorrentes dessa arrecadação em 1.º de janeiro de 2014 deveriam ser devolvidos. Nos últimos três anos, porém, isso não aconteceu.



Vaquejadas, a polêmica que não acaba, em novo capítulo

aquejada (Foto: Blog Dinomar Miranda)

Semana que vem, o deputado Eduardo Salles (PP) vai reunir na Assembleia vaqueiros de toda a Bahia para discutir as formas de encaminhamento da luta contra a Ação Direta de Inconstitucionalidade (Adin) que o procurador da República, Rodrigo Janot, moveu contra as leis de Bahia, Pernambuco e Ceará que regulamentam a prática. Eduardo é o autor da lei baiana: – A lei é das mais racionais que temos, com o pleno respeito aos animais. A iniciativa de Janot carimba o discurso dos contra. Eles dizem que tradições como brigas de galo, guerra de espadas e vaquejadas são primitivas, porque maltratam animais e gente, derramam sangue. Ok. Mas também é primitivo matar animais para comer. E Janot é um mineiro com pinta de gaúcho que também degusta churrasco. Se ele investigasse a trajetória da carne dos açougues, como faz nos processos criminais, veria que o ponto de partida é sempre um ato violento contra a vida. E matar o boi para comer não é violência?



Apostador do Rio ganha quase R$ 108 milhões na Mega-Sena

Um apostador acertou as seis dezenas do concurso 1953 da Mega-Sena, que foi realizado neste sábado (29), em Rio Branco, no Acre. O prêmio de R$ 107,9 milhões saiu para o estado do Rio de Janeiro. Os números sorteados foram: 09, 26, 29, 42, 43 e 45.


De acordo com a Caixa Econômica Federal, o prêmio acumulado para o próximo concurso deve chegar a R$ 3 milhões.


Confira o rateio:
Sena – 6 números acertados – 1 aposta ganhadora, R$ 107.956.102,12
Quina – 5 números acertados – 237 apostas ganhadoras, R$ 37.495,41
Quadra – 4 números acertados – 16.988 apostas ganhadoras, R$ 747,28.



‘O Joesley é que sabia de tudo’, diz advogado delator

O empresário Joesley Batista | Foto: Estadão

“Vou ter que delatar um advogado e um procurador da República”, disse o advogado Francisco de Assis e Silva, da JBS, durante um almoço, em 23 de abril passado, no sofisticado restaurante Nobu, na Avenida 57, em Nova York. “Você vai virar um whistleblower”, comentou, preocupada, sua filha Vitória Helena, de 20 anos, usando a expressão americana para delator (que significa ‘assoprador de apito’). “Não tem outro jeito”, respondeu o pai. “Cuidado com a sua vida, acidentes acontecem”, alertou a filha. “Foi um dos momentos mais difíceis de todo o drama”, contou Assis e Silva ao Estado, em sua sala de diretor jurídico na sede central da JBS – um complexo logístico de 100 mil metros quadrados e 2,5 mil funcionários, espraiado no número 500 da marginal direita do Tietê. O drama é aquele que abala o Brasil desde 17 de maio, quando veio à luz que o empresário Joesley Batista, patrão do advogado, gravou clandestinamente uma conversa com o presidente Michel Temer, delatando-o à Procuradoria-Geral da República. Seis outros delatores da JBS seguiram a fila – entre eles o pai de Vitória Helena (e de Sofia Helena, de 13 anos), marido da advogada Carla, administradora dos imóveis da família. “Mais de 50, menos de 100”, na contabilidade do advogado bem-sucedido. Carla ouviu sobre a futura delação que abalaria suas vidas durante um jantar, quando ainda moravam na casa própria de 700 metros quadrados, no bairro de Pinheiros, zona oeste de São Paulo, hoje alugada por R$ 15 mil mensais. “Delatar um procurador da República? Você perdeu completamente o juízo!”, estupefez-se, como contou Assis e Silva. “Depois que eu expliquei, ela me deu todo o apoio e disse que se orgulhava de mim”, complementou.



Mega-Sena deste sábado pode pagar mais de R$ 100 milhões

(Foto: Reprodução)

O sorteio 1.953 da Mega-Sena, deste sábado (29), pode pagar R$ 105 milhões para quem acertar as seis dezenas. O sorteio corre às 20h (horário de Brasília) em Rio Branco, capital do Acre. Segundo a Caixa Econômica Federal, quem arrematar o prêmio pode comprar 700 carros de luxo. Caso coloque o dinheiro na poupança, vai receber por mês R$ 581 mil em rendimentos. De acordo com o G1, apostadores podem tentar a sorte até as 19h (de Brasília) deste sábado, em qualquer lotérica do país. A aposta mínima custa R$ 3,50. Ainda segundo a Caixa, a probabilidade de vencer em cada concurso varia de acordo com o número de dezenas jogadas e do tipo de aposta realizada. Para a aposta simples, com apenas seis dezenas, com preço de R$ 3,50, a probabilidade de ganhar o prêmio é de 1 em 50.063.860. Já para uma aposta com 15 dezenas (limite máximo), com o preço de R$ 17.517,50, a probabilidade de acertar o prêmio é de 1 em 10.003.



Tragédias Sucessivas: Pais da jovem que transmitiu suicídio ao vivo pelo Instagram são achados mortos

Os pais da estudante Bruna Andressa Borges, de 19 anos, que transmitiu a própria morte por meio do Instagram, na última quarta-feira (26), foram encontrados mortos na tarde desta sexta (28). Os corpos do subtenente Márcio Augusto de Brito Borges, de 45 anos, e da esposa, a ex-sargento Claudineia da Silva Borges, 49, estavam na casa onde moravam, na Vila Militar, no bairro Bosque, em Rio Branco. Em coletiva nesta sexta, o comandante do 4ºBIS, coronel Wellington Valone Barbosa, disse que é prematuro afirmar as circunstâncias da morte do casal, mas há indícios de que cada um tenha tirado a própria vida. Cartas foram encontradas na casa e estão com a Polícia Civil.



Dony De Nuccio deixa a Globo News e substitui Evaristo Costa no Jornal Hoje

(Foto: Divulgação)

A Globo já bateu o martelo sobre quem substituirá Evaristo Costa na bancada do Jornal Hoje: será Dony De Nuccio, que atualmente apresenta o Jornal das Dez, na GloboNews. A estreia do novo âncora ao lado de Sandra Annenberg deve ocorrer nas próximas semanas. De Nuccio se formou em jornalismo na USP (Universidade de São Paulo) em 2008. Um ano antes, havia se graduado em economia pela Universidade Presbiteriana Mackenzie. Também fez um curso de âncora de televisão no Senac (Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial) de São Paulo. Contratado da Globo desde 2011, cobriu economia para o Jornal da Globo e para o Bom dia São Paulo e fez reportagens no Radar e nas duas edições do SPTV. Em abril de 2012, assumiu oficialmente a função de editor de economia do Jornal das Dez, cargo que já havia ocupado interinamente durante cinco meses.



27 de julho é o Dia Nacional do Motociclista

Foto: Divulgação

O Dia Nacional do Motociclista é comemorado no dia 27 de julho. A data passou a ser comemorada oficialmente em 1982, pela Associação Brasileira de Motociclistas (ABRAM). Como essa data já constava em algumas agendas, a ABRAM adotou o dia 27 de julho como o Dia Nacional do Motociclista, atuando imediatamente para sua efetiva difusão em todo país. O 97NEWS parabeniza a todos os motociclistas pelo seu dia. 



Brasil: Começa nesta quinta o pagamento do PIS-Pasep 2017-2018

Foto: Conteúdo l 97News

Começa a ser depositado nesta quinta-feira (27) o abono salarial PIS-Pasep 2017-2018. No caso do PIS, o pagamento será para trabalhadores da iniciativa privada nascidos em julho, e no do Pasep é para servidores públicos com final da inscrição 0. De acordo com o calendário, quem nasceu nos meses de julho a dezembro receberá o PIS ainda no ano de 2017. Já os nascidos entre janeiro e junho receberão no primeiro trimestre de 2018. Em qualquer situação, o recurso ficará à disposição do trabalhador até 29 de junho de 2018, prazo final para o recebimento. O valor do abono varia de R$ 79 a R$ 937, dependendo do tempo em que a pessoa trabalhou formalmente em 2016. Trabalhadores da iniciativa privada retiram o dinheiro na Caixa Econômica Federal, e os servidores públicos, no Banco do Brasil. É preciso apresentar um documento de identificação e o número do PIS/Pasep. Tem direito ao abono salarial quem recebeu, em média, até dois salários mínimos mensais com carteira assinada e exerceu atividade remunerada durante, pelo menos, 30 dias em 2016. É preciso ainda estar inscrito no PIS/Pasep há pelo menos cinco anos e ter os dados atualizados pelo empregador na Relação Anual de Informações Sociais (Rais), ano-base 2016.



Justiça anula liminar que suspende aumento do PIS/Cofins sobre combustíveis

(Foto: Reprodução)

O Tribunal Regional Federal (TRF-1), sediado em Brasília, decidiu há pouco anular a decisão que suspendeu o aumento das alíquotas do Programa de Integração Social (PIS) e da Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (Cofins) sobre a gasolina, o diesel e o etanol, anunciado pelo governo na quinta-feira (20). A decisão foi proferida pelo desembargador Hilton Queiroz, presidente do tribunal, que atendeu a um recurso da Advocacia-Geral da União (AGU) contra a suspensão do reajuste. No recurso, a AGU informou à Justiça que a liminar impede que o governo federal arrecade diariamente R$ 78 milhões. Mais cedo, antes da decisão que derrubou a cobrança, o juiz Renato Borelli, que concedeu a liminar, cobrou da Agência Nacional do Petroleo (ANP) o cumprimento de sua decisão e fixou multa diária de R$ 100 mil em caso de descumprimento.



Menina de 13 anos tenta assaltar ônibus e esfaqueia motorista no DF.

(Fotos: Reprodução)

Uma menina de 13 anos foi apreendida após tentar assaltar passageiros de um ônibus e esfaquear o motorista com uma faca de cozinha em Samambaia, no Distrito Federal. Segundo a Polícia Militar, o crime ocorreu por volta das 13h, quando a adolescente embarcou no ônibus como se fosse passageira. Ao suspeitar da jovem, o motorista fechou a porta logo depois que ela entrou, deixando três pessoas de fora. Neste momento, segundo a PM, ela começou a esfaquear o homem no braço e na perna, e só parou quando o cobrador conseguiu segurá-la. Passageiros ajudaram a conter a adolescente e a levaram até o Terminal de Samambaia Norte, onde a polícia foi acionada. Uma menina de 13 anos foi apreendida após tentar assaltar passageiros de um ônibus e esfaquear o motorista com uma faca de cozinha em Samambaia, no Distrito Federal. Segundo a Polícia Militar, o crime ocorreu por volta das 13h, quando a adolescente embarcou no ônibus como se fosse passageira. Ao suspeitar da jovem, o motorista fechou a porta logo depois que ela entrou, deixando três pessoas de fora. Neste momento, segundo a PM, ela começou a esfaquear o homem no braço e na perna, e só parou quando o cobrador conseguiu segurá-la. Passageiros ajudaram a conter a adolescente e a levaram até o Terminal de Samambaia Norte, onde a polícia foi acionada. 



Relacionamento: Advogado salva casamento arruinado com apenas um bilhete

Foto: Divulgação

Um advogado de São Sebastião do Paraiso, em Minas Gerais, ganhou fama nas redes sociais por ter salvo um casamento de uam cliente que queria se divorciar. Contratado para tratar dos papéis da separação de um casal, Rafael Gonçalves não ficou seduzido pela ideia de ganhar algum dinheiro.  Muito pelo contrário, o advogado mineiro acabou por salvar aquele casamento ao ter feito quatro perguntas bem simples ao casal. Rafael Gonçalves diz que, enquanto aquela mulher explica porque razão havia tomado a decisão de pedir o divórcio seu marido, ele percebeu que naquela relação ainda havia muito amor. Segundo o advogado, a mulher reclamou de como o marido havia mudado depois que se casaram, realatando que ele não lhe dava mais atenção. 

 

A salvação do casamento


Foi assim que Rafael escreveu, no mesmo papel onde anotou a documentação necessária para dar entrada ao divórcio, as perguntas que salvaram o casamento da cliente e que estão viralizando na internet, como uma receita de tolerância e amor. Veja, abaixo, o bilhete:

Foto: Divulgação

Reconciliação


O advogado mineiro conta que, mesmo perdendo uma cliente, ficou muito feliz quando a mulher e o marido apareceram juntos em seu escritório, comunicando que tinham desistido do divórcio. Os tinham chegado à conclusão que estavam apenas passando por uma crise no casamento e que o divórcio era uma decisão precipitada. Eles então devolveram o bilhete ao advogado, para que ele pudesse salvar o casamento de outras pessoas. A decisão do advogado surpreendeu muita gente, mas Rafael explicou que apenas fez o que tinha aprendido na faculdade, que era tentar solucionar o conflito sem cobrar nada antes de levá-lo à justiça. O advogado aconselha a todos os casais que estão em vias de se divorciar que pensem bem antes de tomar uma decisão definitiva. No entanto, segundo ele, o mais importante é não permitir que outras pessoas interfiram nessa decisão, nem os amigos, muito menos os familiares. A atitude do advogado Rafael Gonçalves comoveu muita gente nas redes sociais nos últimos dias. O que você achou do bilhete que ele escreveu? Se você fosse advogado, o que escolheria: o dinheiro?



Carteira de habilitação eletrônica é aprovada pelo Contran

Após registro com certificado digital, documento é acessado por QRCode Arquivo/Agência Brasil

A proposta da Carteira Nacional de Habilitação Eletrônica (CNH-e), elaborada pelo Ministério das Cidades, foi aprovada, nesta terça-feira (25), pelo Conselho Nacional de Trânsito (Contran).

Agora, além do documento físico, os motoristas terão também o arquivo virtual da CNH, por meio de um aplicativo para smartphones. O documento virtual poderá ser apresentado no lugar da carteira física, e será identificado pela leitura do QRCode ou certificado digital. A carteira digital tem a mesma validade que o documento impresso.

“Estamos dando um passo à frente, desburocratizando o processo. Há um conjunto de padrões técnicos para suportar um sistema criptográfico que assegura a validade do documento. Com isso, quem esquece a CNH em casa, não estará sujeito a multa e pontos na carteira. Basta apresentar o documento digital”, destacou o ministro das Cidades, Bruno Araújo.

Mesmo com a novidade, a emissão da CNH ainda ocorre normalmente. Para adquirir a CNH, é preciso se cadastrar no site do Denatran com um certificado digital. Em seguida, o cadastro deve ser ativado a partir de um link que será enviado ao e-mail do motorista. A ativação deve ser feita no aparelho em que a CNH será salva, que será protegida por um PIN. Essa senha será exigida todas as vezes em que o acesso ao documento for requerido. Depois desse registro, a CNH eletrônica é exportada para o aparelho, após a autenticação pelo Denatran por meio da assinatura digital do Denatran. O sistema ainda permite o bloqueio do aplicativo caso o celular seja extraviado.



Brasil: Segundo pesquisa, a cada 16,8 segundos uma tentativa de fraude é aplicada no país

A cada 16,8 segundos, uma tentativa de fraude é aplicada no país. Só de janeiro a maio, o Brasil acusou 782.244 tentativas de golpes. O segmento de telefonia foi o mais afetado no acumulado do ano, sendo responsável por 38,6% do total, com 301.956 ocorrências. Neste tipo de golpe, dados de consumidores são utilizados por criminosos para abertura de contas de celulares ou compra de aparelhos, por exemplo. Os dados são do Indicador Serasa Experian de Tentativas de Fraude e foram divulgados hoje (25), em São Paulo. Quando a fraude na telefonia funciona, ela serve como uma porta de entrada para os fraudadores aplicarem golpes de maior valor em outros setores da economia. Os golpistas costumam comprar telefones para ganharem um comprovante de residência e, assim, abrir contas em bancos para pegar talões de cheque e cartões de crédito e, ainda, fazer empréstimos bancários em nome de outras pessoas. O setor de Serviços vem em seguida no ranking de segmentos com mais tentativas de fraude identificadas de janeiro a maio deste ano: 233.092, representando 29,8% do total. Em terceiro lugar estão os bancos e as financeiras com 23,9% de participação e 187.203 tentativas. O quarto setor mais afetado pelas tentativas nos cinco primeiros meses do ano foi o varejo, com 47.452 tentativas e participação de 6,1%. Os demais segmentos representaram 1,6% do total. Em maio deste ano, 164.988 tentativas de fraude foram aplicadas em todos os segmentos, o que representa um aumento de 19,7% em relação a abril do mesmo ano, quando o indicador apontou 137.856 tentativas. Na comparação de maio deste ano em relação ao mesmo período de 2016, o crescimento nas tentativas foi de 12,3%.

Golpes têm ambiente propício

 

Segundo economistas da Serasa Experian, a volta gradativa do consumidor ao mercado de crédito após dois anos de recessão econômica pode estar estimulando os fraudadores a aplicar golpes, já que muitas vezes eles consideram os períodos de maior movimentação como ambiente propício.

O Indicador Serasa Experian da Demanda do Consumidor por Crédito apontou crescimento de 2,1% no primeiro semestre deste ano, na comparação com o mesmo período do ano anterior, na quantidade de pessoas que buscou crédito no país.

Segundo estudos da Serasa, basta perder um documento pessoal para dobrar a probabilidade de o cidadão ser vítima de um golpe, já que os dados pessoais de um consumidor são usados por terceiros para firmar negócios sob falsidade ideológica ou obter crédito sem a intenção de honrar os pagamentos.

Para se prevenir, quem teve documento extraviado deve cadastrar um alerta gratuito na Serasa pelo www.serasaconsumidor.com.br/servicos-roubo-perda-de-documentos/, além de fazer um Boletim de Ocorrência numa delegacia policial. O registro ajuda a reduzir o risco e evita a dor de cabeça de ter dados pessoais utilizados por fraudadores.

Perda ou roubo de documento

Com o alerta, o serviço avisa às empresas que consultam seus produtos sobre a perda ou roubo do documento quando este for utilizado para abertura de conta em bancos, compra de bens e serviços, pagamentos etc. Assim, antes de efetuar a compra, por exemplo, estas empresas poderão tomar algumas atitudes preventivas, como solicitar outros tipos de documentos para comprovar a identidade, por exemplo.

Outras ações podem ajudar o consumidor a se proteger das fraudes. Uma das dicas é não perder de vista seus documentos de identificação quando solicitados para protocolos de ingresso em determinados ambientes ou quaisquer negócios. Do mesmo modo, não deixar que atendentes de lojas e outros estabelecimentos levem seus cartões bancários para longe de sua presença sob a alegação de efetuar o pagamento.

Também é necessário tomar cuidado ao digitar a senha do cartão de débito/crédito na hora de realizar pagamentos, principalmente na presença de desconhecidos. Outra dica é não informar os números dos seus documentos quando preencher cupons para participar de sorteios ou promoções de lojas.

Nas compras por meio da internet a atenção deve ser ainda redobrada. Ao ingressar em um site, é importante verificar se há certificado de segurança. Para isso, basta checar se o http do endereço vem acompanhado de um “s” no final (https). Há ainda certificados que ativam um destaque em verde na barra do navegador.

Outra dica é não fazer cadastros em sites que não sejam de confiança. Também tenha cuidado com sites que anunciam ofertas de emprego ou produtos por preços muito inferiores ao mercado. A Serasa ainda aconselha a não compartilhar dados pessoais nas redes sociais que podem ajudar os golpistas a se passar pelo consumidor, assim como manter atualizado o antivírus do computador, diminuindo os riscos de ter seus dados pessoais roubados por arquivos espiões.

O consumidor ainda deve evitar realizar qualquer tipo de transação financeira utilizando computadores conectados em redes públicas de internet. Se isso não for possível, ao usar computadores compartilhados, é prudente verificar se fez o log off das suas contas (e-mail, internet banking, etc).

Principais tentativas de golpe

De acordo com o indicador, existem diversas formas de tentativas de golpe. Conheça as principais:

Compra de celulares com documentos falsos ou roubados.

Emissão de cartões de crédito: o golpista solicita um cartão de crédito usando uma identificação falsa ou roubada, deixando a conta para a vítima e o prejuízo para o emissor do cartão;

Financiamento de eletrônicos: o golpista compra um bem eletrônico (TV, aparelho de som, celular etc.) usando uma identificação falsa ou roubada, deixando a conta para a vítima;

Abertura de conta: golpista abre conta em um banco usando uma identificação falsa ou roubada, deixando a conta para a vítima. Neste caso, toda a cadeia de produtos oferecidos (cartões, cheques, empréstimos pré-aprovados) potencializa possível prejuízo às vítimas, aos bancos e ao comércio;

Compra de automóveis: golpista compra o automóvel usando uma identificação falsa ou roubada, deixando a conta para a vítima.

CONTINUE LENDO


60% dos negros dizem ter sofrido racismo no trabalho, aponta pesquisa

Profissionais negros: mais da metade admite já ter alisado ou raspado o cabelo para ser aceito no trabalho (Foto: Divulgação/Etnus)

Praticamente um em cada sete (67%) profissionais negros já sentiu que perdeu uma vaga de emprego por conta de sua cor. É o que aponta pesquisa divulgada nesta terça-feira (25) pela consultoria Etnus. O estudo ouviu 200 moradores da cidade de São Paulo, entre maio e julho deste ano. Segundo o levantamento, 92% deles acreditam que existe racismo na contratação de candidatos e 60% já sofreram preconceito no ambiente de trabalho. Os dados mostram ainda que o racismo e o fato de ser negro estão entre as principais dificuldades que esses trabalhadores enfrentam no mercado, com 34% e 31% de citações, respectivamente. Apenas a falta de qualificação profissional fica na frente, mencionada por 43%. Não falar inglês aparece na quarta posição (25%).  Um em cada sete (70%) entrevistados associa a afirmação "o candidato deve ter boa aparência" às imagens da mulher negra com o cabelo alisado e do homem de cabelo raspado. Mais da metade (53%) deles admitiu ter feito essas mudanças estéticas para fazer uma entrevista ou ser aceito no ambiente de trabalho. “As consequências do racismo interferem diretamente na qualidade de vida e produtividade dos trabalhadores, ao ‘psicossomatizar’ em seus corpos, contribuindo para o adoecimento de talentos, e, ainda, fazendo com que o rendimento não seja desenvolvido tanto quanto poderia", diz em nota Fernando Montenegro, sócio fundador da Etnus e idealizador da pesquisa.

 



Juiz do DF suspende decreto que reajusta imposto sobre combustíveis

(Foto: Reprodução)

O juiz substituto Renato Borelli, da 20ª Vara Federal de Brasília, determinou nesta terça-feira (25) a suspensão imediata do decreto que reajusta a alíquota do PIS/Cofins sobre gasolina, diesel e etanol. O aumento dos combustíveis começou a valer na última sexta-feira (21), com pelo menos R$ 0,41 a mais por litro de gasolina. A tributação mais que dobrou e passou a custar cerca de R$ 0,89 a mais para cada litro de combustível aos motoristas, se considerar a incidência da Cide, de R$ 0,10 por litro. A tributação sobre o diesel subiu R$ 0,21 e ficou em R$ 0,46 por litro. Quanto ao etanol, o reajuste foi de R$ 0,20 por litro.  



Luto na TV: Infarto fulminante mata o jornalista da Rede Globo, Artur Almeida, de 57 anos

(Foto: Reprodução)

O jornalista Artur Almeida, 57 anos, morreu na noite desta segunda-feira (24) em Portugal onde passava férias. As primeiras informações da família são de que ele teve uma parada cardiorrespiratória, chegou a ser socorrido mas morreu a caminho do hospital. Ainda não se tem detalhes das causas da morte. Ele era editor-chefe, apresentador do MGTV 1ª edição e trabalhava na TV Globo Minas há mais de 20 anos. Artur deixa a mulher e três filhas. Minas Gerais perde com certeza um dos seus jornalistas mais importantes e a Globo Minas perdeu um colega, um amigo que deixa uma lacuna profissional imensa e principalmente uma enorme saudade.