ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

'Legaliza que fica bom pros meninos': Candidatos defendem liberação 'da erva' na BA

Ministério Público Eleitoral impugna pedido de registro da candidatura Lula

Guanambi sedia capacitação da UPB para municípios da região

Brumado: Morre jovem vítima de tentativa de latrocínio na zona rural

Prefeitura de Brumado realiza recadastramento dos servidores públicos municipais

Eleições 2018: TSE registra mais de 23 mil candidatos às eleições de outubro

Embasa informa que abastecimento está afetado em Brumado e Malhada de Pedras nesta quinta (16)

Psiquiatria e Neurologia com Dr. Eduardo Cavalcante no Centro Médico São Gabriel

Erros em hospitais matam 148 pessoas por dia no Brasil, diz estudo

Brumadense que mora no Mato Grosso do Sul procura por familiares em Brumado que não vê há mais de 68 anos

Morte precoce de jovem brumadense chama a atenção para os graves riscos da Pancreatite

Homem é preso após sequestrar adolescente e oferecer vaga de emprego

Brumado: PETO apreende maconha e cocaína no conjunto habitacional Brisas I

Mineradores aprovam proposta de participação nos resultados e pauta de reivindicações 2018

Polícia de Brumado apreende carro ‘dublê’ que circulava pela cidade

Intermunicipal: Jogo entre Brumado e Luís Eduardo Magalhães vai acontecer em Riachão das Neves

Oficial: PT registra candidatura de Lula à Presidência no TSE

Brumado: Gincana Educativa 'Ser Honesto é Legal'´ foi realizada na escola CMEAS

Ibotirama: Músico brumadense Chiquinho Amorim conquista 2º lugar no Festival de Música Popular

Barra da Estiva: Polícia Civil elucida morte do comerciante "Moquinha"; este é o sétimo homicídio registrado na cidade



BUSCA PELA CATEGORIA "Brasil"

Erros em hospitais matam 148 pessoas por dia no Brasil, diz estudo

Foto: Luciano Santos l 97NEWS

No Brasil, 148 pessoas morrem por dia devido a erro em hospitais públicos e privados. Ao todo, 54.076 pacientes perderam a vida por esta razão em 2017, ano da pesquisa divulgada nesta quarta-feira (15) pelo 2º Anuário da Segurança Assistencial Hospitalar no Brasil, produzido pelo Instituto de Estudos de Saúde Suplementar (IESS) e pelo Instituto de Pesquisa Feluma, da Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais. Os 148 óbitos diários por imperícia hospitalar se aproximam das 175 mortes violentas intencionais registradas por dia em 2017, segundo o Anuário Brasileiro de Segurança Pública divulgado no último dia 9. O documento se refere a esses óbitos como "eventos adversos graves", listando como exemplos infecção generalizada, pneumonia, infecção urinária, infecção do sítio cirúrgico, complicações com acessos e dispositivos vasculares. Erro no uso de medicamentos e complicações cirúrgicas, como hemorragia, também preocupam. No Brasil, dentre os principais eventos adversos, cinco não contam com qualquer programa de prevenção ou combate, tanto no SUS quanto na rede privada: parada cardiorrespiratória passível de prevenção, insuficiência renal aguda, aspiração pulmonar, hemorragia pós-operatória e insuficiência respiratória aguda. O anuário aponta que as regras que regem o sistema de saúde suplementar também não ajudam. "A norma definida pela ANS (Agência Nacional de SaúdeSuplementar) restringe o descredenciamento de prestadores, exigindo substituição equivalente ou superior, inibindo a concorrência", descreve o estudo. O anuário avaliou 182 hospitais entre públicos e privados, mas não informou a quantidade em cada um dos casos. 



Acidentes de moto correspondem a quase 80% do DPVAT pago só no primeiro semestre deste ano

Foto: Luciano Santos l 97NEWS

Andar sobre duas rodas é até mais rápido, mas exige muito mais cuidado, e cuidado dobrado, prova disso, é que nos seis primeiros meses deste ano, 76% das indenizações pagas pelo DPVAT, -- o seguro que toda vítima de trânsito tem direito --, foram envolvidas motocicletas. O valor do reembolso, para despesas médicas e hospitalares é de até R$ 2.700, e para casos de invalidez permanente ou morte, a cobertura é de até R$ 13.500. No primeiro semestre deste ano, segundo o DPVAT, forma pagos 169 mil indenizações a vítimas de acidentes em todo o Brasil. O que chamou a atenção, é que 76% dessas indenizações, cerca de 128 mil, foram para acidentes envolvendo motocicletas, embora elas não cheguem a 28% da frota no país. Na Bahia, o número de motos passa dos 30%, este ano já foram ais de 4. 317 indenizações por invalidez permanente causada por acidentes com motos, mas 736 indenizações por  morte, e mais de 1.282 por despesas médicas. Para alguns especialista, a causa de tantos acidentes, é a formação inadequada dos motociclistas. "Ha uma carência ainda de material didático, conteúdo específico para conscientização do motociclista. Então muitas vezes eles saem habiltados do Centro de Formação de Condutores, mas não está preparado para situações reais de trânsito que encontra lá fora", comentou. Dados do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) revelam que, dos 68 milhões de motoristas no Brasil, mais de 30 milhões estão habilitados para guiar motocicletas. Ainda de acordo com o Denatran, o número total de motos chega a quase 22 milhões em todo o país. Em relação ao perfil dos indenizados, segundo os números da Seguradora Líder, a maior incidência de indenizações pagas para condutores de motocicletas pelo Seguro DPVAT foi para vítimas do sexo masculino, na faixa etária considerada economicamente ativa, de 18 a 34 anos.



Seis em cada dez crianças vivem em situação precária no Brasil, diz Unicef

Foto: Divulgação

Se fossem habitantes de uma cidade, crianças e adolescentes brasileiros com alguma precariedade – seja financeira ou no acesso a direitos como educação e moradia – formariam quase três São Paulo inteiras. Isto corresponde a cerca de 32,7 milhões de pessoas com até 17 anos expostas a vulnerabilidades, ou seis em cada dez crianças no país. Em relatório divulgado nesta terça-feira (14), o Unicef (Fundo das Nações Unidas para a Infância) adota um critério inédito no tratamento à pobreza entre crianças brasileiras: inclui não somente indicadores de renda per capita, mas também o cumprimento de direitos fundamentais garantidos na lei. O documento mostra que a pobreza “apenas” monetária foi reduzida na última década, mas privações de um ou mais direitos não diminuíram na mesma proporção. Ainda assim, segundo o relatório, 18 milhões de crianças (34% do total) vivem em casas com renda per capita insuficiente para a compra de uma cesta básica (menos de R$ 346 mensais nas áreas urbanas e R$ 269 nas rurais). O relatório tem como base dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) 2015. O Unicef alerta: além de considerar nuances como a influência da raça e da região do país, o desenho de políticas públicas para lidar com a pobreza na infância deve considerar também a assistência a mães, pais e responsáveis delas.



Câmara aprova alteração na Lei Maria da Penha que permite afastar agressor da vítima

Foto: Reprodução

O afastamento do agressor do convívio da vítima de violência doméstica é uma modificação na Lei Maria da Penha aprovada nesta terça-feira (14), na Câmara dos Deputados. Segundo o G1, o projeto de lei possibilita a aplicação imediata de medidas de proteção à mulher em casos de violência doméstica e familiar. O texto foi aprovado por consenso entre os deputados e agora segue para análise no Senado. Atualmente, de acordo com a lei em vigor, as medidas protetivas só são aplicadas após a decisão do juiz. Com a mudança, as autoridades policiais poderão determinar o afastamento do agressor do local de convivência ao receber a denúncia de uma mulher agredida, por exemplo. Em seguida, a polícia aciona o juiz competente e o Ministério Público sobre a decisão. O agressor ainda poderá ser obrigado a devolver os bens indevidamente retirados da vítima e ter porte de arma suspendido. Além disso, o projeto também sugere que a polícia solicite serviços públicos de saúde, educação e assistência social para a vítima e seus dependentes, além do auxílio de qualquer entidade pública ou privada de assistência à mulher.



Policial militar é agredido por colegas de farda após ser confundido com bandido

Foto: arquivo pessoal

Um policial militar foi agredido por colegas de farda após ter sido confundido com um bandido, na noite do último sábado (11), em Cuiabá. Segundo informações do site Olhar Direto, o PM contou que foi “enquadrar” os dois colegas, que não estavam em serviço, mas foi jogado no chão e teve a arma levada pela dupla, que acreditou que o agente era um bandido. Os três policiais envolvidos na confusão foram encaminhados para o 10º Batalhão da PMMT e prestaram depoimento. Dois deles foram encaminhados para exame de corpo de delito no Instituto Médico Legal (IML).  A ocorrência foi formalizada em termos de declarações e o caso será investigado por meio de um procedimento que irá apurar a responsabilidade dos envolvidos. “Não houve encaminhamento para delegacia de polícia por tratar-se de ocorrência envolvendo somente PMs, mas para o Batalhão da área da ocorrência. A PM entendeu que os policiais agiram na função, mesmo não estando de serviço. As informações levantadas nesse primeiro momento apontam que os envolvidos acharam se tratar de marginais, uma parte achando que a outra era criminosa e vice e versa”, disse a PM em nota.



São Paulo: Jovem leva facadas no rosto e se finge de morta para escapar de namorado, que se suicidou

Foto: Reprodução l Instagram

Mais um crime contra a mulher aconteceu no Brasil, neste final de semana, e por pouco não terminou com a vítima morta. Desta vez, o cenário foi a cidade de Piracicaba, no interior de São Paulo. Marcelle, de 26 anos, foi atacada pelo namorado, Henrique Eugênio, na noite em que os dois faziam aniversário de namoro, no último sábado. Eles tinham voltado de uma festa tradicional na região. Segundo as primeiras informações, a briga do casal começou no início da madrugada. Henrique teria pegado uma faca na cozinha de casa e partido pra cima da mulher, que foi atingida várias vezes. Ela foi esfaqueada no rosto e no corpo. Henrique só parou de esfaquear a jovem quando Marcelle se fingiu de morta. Depois disso, ele se jogou da janela do apartamento do casal, no 11º andar do prédio. Marcelle então foi até a portaria e conseguiu pedir ajuda. Ela está internada, mas seu estado de saúde é estável. A Polícia Civil investigará o caso.



Governo vai facilitar renovação da carteira de motorista

Foto: Luciano Santos l 97NEWS

O presidente Michel Temer (MDB) vai editar nos próximos dias uma medida provisória para facilitar a renovação da carteira de habilitação (CNH), medida que visa melhorar a avaliação do governo junto a sociedade, segundo informa a coluna Painel do jornal Folha de São Paulo. O texto que está sendo elaborado pelo ministro das cidades, Alexandre Baldy, prevê que a partir da expedição da CNH, o motorista faça apenas exames médicos a cada cinco anos, e não mais precisem passar pela burocracia para renovar a habilitação. Tal medida alcançaria todos os motoristas que tiverem até 55 anos. Após essa idade, a atualização do documento seria obrigatória a cada cinco anos, e a realização de exames a cada dois anos e meio.



Empresas monitoram internautas pelos navegadores

Foto: Reprodução

Nos últimos anos, dados pessoais entraram no centro de disputas econômicas e políticas. Essas informações passaram a ser chamadas de “o novo petróleo” e organizações internacionais classificam como o principal insumo de uma “4ª revolução industrial”. Na política, as denúncias de interferências em processos políticos e eleições por grandes plataformas colocou em evidência o poder da coleta desses registros para direcionar anúncios e mensagens. Neste cenário, emerge uma disputa silenciosa entre as diversas iniciativas de coleta de dados e as tentativas de se proteger dessa prática, seja por meio de legislações seja por condutas cotidianas. Navegadores usados em desktops e smartphones são um dos canais por meio dos quais cidadãos têm sido monitorados. O alerta foi dado por Veridiana Alimonti, representante da entidade internacional Eletronic Frontier Foundation (EFF), na nona edição do “Seminário sobre Proteção à Privacidade e aos Dados Pessoais”, evento promovido pelo Comitê Gestor da Internet nesta semana em São Paulo e que reuniu especialistas internacionais no tema. No encontro, a especialista em políticas digitais, que também já integrou o comitê, chamou a atenção para as formas de vigilância das pessoas por meio de sistemas como Chrome, Firefox, Safari e Internet Explorer. Por meio de diversos mecanismos, empresas coletam e reúnem informações sobre pessoas sem que elas saibam.

Um dos mecanismos utilizados nesse monitoramento são os conhecidos cookies, instalados em dispositivos ao acessar um site. Os cookies são pequenos “pedaços de código” (ou mini-programas) criados para registrar dados da navegação das pessoas e repassar a empresas com fins de rastreamento. Esse tipo de recurso é utilizado em geral por agências de marketing digital, cuja adoção ocorre para que os anúncios “sigam” os usuários pelos sites pelos quais navegam. Nesses casos, o usuário pode apagar os cookies instalados. Cada navegador oferece essa funcionalidade em determinado local das suas configurações. Outra técnica de vigilância é conhecida como “supercookie”. Nela, provedores incluem códigos nos cabeçalhos de navegação para cada cliente, mas que não são vistos pelo usuário. Assim, quando uma pessoa faz um acesso, o site pode ler o identificador e saber que se trata de determinado computador ou domicílio. Contudo, há um sistema de rastreamento mais perigos que os cookies, mostrou Veridiana Alimonti no seminário do CGI, conhecido pelo nome em inglês “fingerprinting”, termo que designa uma espécie de “impressão digital” formada no navegador de cada pessoa. Quando alguém acessa um site, empresas conseguem atribuir uma identificação a um navegador em um computador por meio da combinação de várias informações, como elementos da configuração do navegador e do computador, fuso horário, entre outros. Internautas têm hoje à disposição diversos navegadores. Entre os mais famosos estão Google Chrome, Internet Explorer, Safari (da Apple) e Mozilla Firefox. Mas há outros menos conhecidos como Tor, Brave e Opera. Segundo ranking realizado pelo site ExpressVPN, especializado em publicidade, o navegador mais seguro é o Tor Browser, seguido pelo Firefox e pelo Brave. Um dos mecanismos anunciados pelos navegadores como forma de garantir um ambiente mais seguro são as abas “privativas” (ou denominação semelhante). Esses recursos, entretanto, segundo Lucas Teixeira, são pouco efetivos, valendo apenas para evitar que o site acessado fique registrado no histórico de navegação e não guarde cookies depois de fechada a janela, mas não protege contra formas mais sofisticadas de monitoramento. A Eletronic Frontier Foundation criou um projeto para alertar usuários sobre técnicas de rastreamento por meio de navegadores, chamado Panoptclick. Acessando o site, é possível fazer um teste para verificar se o seu Chrome, Microsoft Edge ou Firefox estão protegidos desse tipo de mecanismos. Além do projeto, a Eletronic Frontier Foundation também disponibiliza um plugin (extensão) que protege navegadores de mecanismos de rastreamento que são instalados por sites. O recurso é chamado “Privacy Badger” (Texugo da Privacidade, na tradução do termo em inglês). O especialista alerta que, mesmo com um comportamento seguro em relação aos navegadores, é preciso estar atento também com outros programas, especialmente aplicativos em smartphones. Os usuários devem desabilitar autorizações para usos diversos, como câmeras e microfones, como forma de evitar coleta maciça de dados por esses sistemas e dispositivos.

 

CONTINUE LENDO


Mega-Sena acumula e pode pagar R$ 6,5 milhões no próximo sorteio

Foto: Conteúdo l 97News

Ninguém levou para casa o prêmio ofertado pela Mega-Sena na noite deste sábado (11), em Ribeirão dos Índios, São Paulo. Como ninguém foi contemplado, o prêmio poderá pagar, na próxima terça-feira (14), R$ 6,5 milhões. O concurso de número 2.067 sorteou as seguintes dezenas: 02, 11, 13, 26, 32 e 59. Na quina, 57 apostadores levaram R$ 28.876, 29 cada. Já na quadra, 3.828 jogadores foram contemplados. Cada um receberá o prêmio de R$ 614, 25. As apostas na Mega-Sena podem ser feitas em qualquer Lotérica, a partir de seis números, no valor de R$3,50.



Mais de 9 mil pessoas na Bahia podem ter benefício do INSS suspenso por suspeita de fraude

(Foto: Luciano Santos | 97NEWS)

O presidente Michel Temer assinou um decreto em que autoriza acelerar o cancelamento de 115 mil benefícios de prestação continuada do IINSS. Na Bahia, 9.234 pessoas idosas ou com deficiência correm risco de terem os pagamentos suspensos por suspeita de fraude. A investigação foi realizada por um grupo de membros de ministérios, como o do Desenvolvimento Social e do Planejamento, e a determinação publicada ontem (9), no Diário Oficial da União. O Benefício de Prestação Continuada, no valor de R$ 954, é destinado à pessoas com deficiência e idosos acima de 65 anos com renda mensal de até um quarto do salário mínimo, o equivalente a R$ 238,50. De acordo com o Decreto nº 9.462, a notificação de fraude ao benefício, que antes levava cerca de um ano, vai passar a acontecer a cada três meses. Por meio de nota, o Ministério do Desenvolvimento Social afirmou que “as medidas que serão implementadas proporcionarão mais agilidade e efetividade aos procedimentos administrativos relacionados ao BPC, mais transparência aos atos, mais agilidade na comunicação com os beneficiários e a correção mais rápida de irregularidades”. Caso seja constatada irregularidade, os beneficiários vão ser notificados pela agência bancária e vão ter até 10 dias para apresentar defesa junto ao instituto. O órgão terá 30 dias para analisar o documento e expedir decisão. Se a defesa não for apresentada, o benefício será suspenso. Já em caso de rejeição da defesa, o BPC será cancelado.



Caixa lança site para apostas em prêmios da loteria

Foto: Agência Brasil

A Caixa Econômica Federal lançou hoje (10) o portal de apostas dos jogos de loterias na internet, o Loterias Online. A previsão é que no primeiro ano de funcionamento o portal provoque um aumento de 3% no volume total de apostas. De acordo com o banco, os lotéricos também receberão parte da receita das vendas online.A nova plataforma vai funcionar 24 horas por dia e, segundo a Caixa, tem como objetivo principal oferecer mais comodidade ao apostador das loterias administradas pelo banco, além de atingir o público mais jovem. De acordo com o banco, os apostadores das casas lotéricas têm média de 50 anos. A expectativa é também aumentar a procura das mulheres, que representam apenas 15,5% do público apostador das casas lotéricas, mas que são responsáveis por 50,5% do mercado consumidor na internet. Até então somente correntistas da Caixa podiam apostar pela internet.

 

Como apostar

Para apostar, é necessário ser maior de 18 anos e ter um cartão de crédito das principais bandeiras (Elo, Mastercard, Visa, Amex e Hipercard). O portal é acessível em qualquer computador ou smartphone e todas as apostas são vinculadas ao CPF do cadastro, assim, não é possível jogar por outra pessoa. Após fazer o cadastro e concordar com o termo de adesão ao serviço, basta selecionar os palpites nos volantes virtuais e inserir no carrinho de apostas. O valor mínimo para efetivação de uma compra é de R$ 30 e o máximo limitado a R$ 500 por dia. O pagamento das apostas é realizado por cartão de crédito e processado pelo Mercado Pago, o que, segundo a Caixa, aumenta a segurança da transação. O apostador poderá jogar em todas as modalidades, exceto Loteria Federal, que continua sendo feito nas lotéricas. Também não há a comercialização de bolão, também de exclusividade das lotéricas. A Surpresinha e Teimosinha também aparecem no Loterias Online. As novidades são as opções “Complete o Jogo”, para escolher alguns números e deixar o sistema escolher os demais, e “Salvar como favorita”, para poder utilizar os mesmos números em apostas futuras. De acordo com a Caixa, o portal oferece ainda a comodidade da conferência online. Basta clicar na aposta e o sistema identifica se os números foram sorteados ou não. Caso o apostador tenha sido premiado, é possível visualizar o valor e os canais disponíveis para o recebimento do prêmio. Um código de resgate será gerado e deverá ser apresentado no local onde vai ser retirado o prêmio. Apenas o portador do CPF ou um procurador podem sacar a premiação. 

CONTINUE LENDO


Brincadeira de mau gosto: Empresário atira em pé de funcionário e é preso no Ceará

Foto: Reprodução l Vídeo

Uma brincadeira de mau gosto acabou levando a prisão de um empresário de 30 anos na cidade de Juazeiro do Norte (CE). O Promoter identificado como Yuri Bruno Alencar Araújo, de 30 anos, conhecido como Yuri do Paredão, foi preso no início da semana e está na Cadeia Pública da cidade. O empresário foi filmado enquanto “brincava” de atirar contra o chão, próximo aos pés do seu próprio caseiro, em uma chácara na zona rural no município. O vídeo que viralizou na internet, chamou a atenção das autoridades. Yuri, acabou sendo preso à pedido da Justiça. Além disso, o Ministério Público do Ceará certificou que o empresário não possui o registro da arma usada na brincadeira. De acordo com a Polícia Civil, a arma foi apreendida e ele foi autuado por porte ilegal de arma de fogo e disparos de arma de fogo. No vídeo é possível ver que o empresário atirou várias vezes contra os pés do funcionário. A polícia não informou a identidade do caseiro e nem se algum tiro o acertou. Ainda segundo a Polícia, as investigações continuam.



Banco do Brasil tem lucro de R$ 3,13 bilhões no 2º trimestre, alta de 19,7%

Foto: Luciano Santos l 97NEWS

Banco do Brasil registrou lucro líquido de R$ 3,135 bilhões no 2º trimestre, um resultado 19,7% acima do registrado na mesma etapa do ano passado que foi de R$ 2,618 bilhões. Na comparação como 1º trimestre, quando o banco reportou lucro de R$ 2,749 bilhões, a alta foi de 14%. Segundo dados da Economatica, trata-se do melhor resultado trimestral nominal -- sem considerar a inflação -- desde o 1º trimestre de 2015 foi de R$ 5,818 bilhões. Já o lucro líquido ajustado no segundo trimestre foi de R$ 3,2 bilhões, 22,3% maior que o do mesmo período do ano passado e 7,1% superior ao do primeiro trimestre. No 1º semestre, o lucro líquido contábil, usado como referência para remuneração aos acionistas, somou R$ 5,883 bilhões, o que representa um aumento de 16,2% na comparação anual. O retorno sobre patrimônio líquido (RSPL), que mede como o banco remunera o capital de seus acionistas, ficou em 12% no 1º semestre, frente a 11,7% nos 6 primeiros meses de 2017. Em seu balanço, o banco estatal destacou o crescimento das receitas com tarifas de conta corrente, de pacotes de serviços e de administração de fundos. A carteira de crédito do banco teve alta de 1,5% em relação a março de 2018. A despesa de provisão de recuperação caiu 32% em relação ao segundo trimestre de 2017 e, com isso, o BB melhorou a previsão de perdas com devedores duvidosos e passou a estimar uma faixa de R$ 14 bilhões s R$ 16 bilhões, contra uma expectativa que até então era entre R$ 16 bilhões e R$ 19 bilhões. O Banco do Brasil encerrou junho com 648 agências digitais e especializadas. Já as transações via internet e telefone celular atingiram 77% das transações do BB no segundo trimestre deste ano.



Conta de luz pode subir para bancar rombo de R$ 1,4 bi no setor elétrico

Foto: Reprodução

Até o final de agosto, a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), do Ministério de Minas e Energia, vai receber propostas para decidir se autoriza o aumento de 4,25% no orçamento de um fundo do setor elétrico utilizado, entre outras finalidades, para dar descontos a diversos usuários, entre consumidores de baixa renda e empresas. Na prática, o aumento vai significar alta na conta de luz, já que a principal fonte de receitas do fundo são os impostos. A agência que regula o setor elétrico no país decidiu na terça-feira (7) aprovar a abertura de uma audiência pública, entre 8 e 28 de agosto, sobre a revisão do orçamento da Conta de Desenvolvimento Energético (CDE), que pode passar de R$ 18,8 bilhões para R$ 19,6 bilhões em 2018. Em 2017, a CDE arrecadou R$ 15,9 bilhões. Os recursos da CDE são usados para beneficiar diversos consumidores com descontos na conta de energia, como a população de baixa renda, por meio do programa Tarifa Social. Quem utiliza as chamadas "fontes incentivadas", como eólica, solar, biomassa, pequenas centrais hidrelétricas (PCHs) e cogeração, também recebe descontos. A revisão do orçamento da CDE foi solicitada em julho pela Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE), responsável por gerir o fundo desde maio de 2017. Segundo a CCEE, as receitas diminuíram em 2018, principalmente, por causa do "aumento dos benefícios tarifários concedidos aos consumidores de energia de fontes incentivadas". De acordo com os demonstrativos financeiros publicados mensalmente pela CCEE, os gastos com os subsídios a empresas passaram de 375,7 milhões por mês, na média, em 2017, para R$ 656,8 milhões mensais neste ano. O programa para custear combustíveis de termelétricas das "regiões isoladas" passou de R$ 358 milhões por mês, na média, em 2017, para R$ 569 milhões mensais em 2018. Já o gasto mensal com o Tarifa Social foi, na média, de R$ 135 milhões para R$ 201 milhões entre 2017 e 2018.



Estagiária de banco descobre senha de gerente, transfere cerca de R$ 100 mil e é detida

Foto: Reprodução

Uma adolescente de 16 anos, estagiária de uma agência bancária do interior de Cuiabá, foi detida na segunda-feira (6) por suspeita de ter transferido cerca de R$ 100 mil para a conta própria e a de parentes. Segundo a Polícia Civil, a estagiária descobriu a senha do gerente do banco e passou a fazer transferências da conta de clientes para outras contas. Ela trabalhava na agência desde março deste ano, e desde maio teria realizado saques de R$ 1 mil e R$ 1,5 mil. A suspeita foi levantada quando R$ 37 mil foram transferidos da conta do mesmo cliente. A estagiária, que recebia R$ 630 por mês, tinha R$ 42 mil em conta corrente. A estagiária foi demitida e deverá responder por estelionato. A Polícia Civil investiga o caso.



Número de inadimplentes passa de 63 milhões no país; credores seguem a cartilha para cobrança de dívidas

(Foto: Reprodução)

Desde o começo deste ano, os bancos adotaram um normativo da Febraban (Federação Brasileira de Bancos), considerado por muitos uma cartilha com novas regras para tratamento e negociação de dívidas. Entre elas, estão algumas normas mais “humanizadas” como, por exemplo, os bancos devem disponibilizar canais específicos para receber e propor negociação de dívidas, sempre considerando a situação e as possibilidades individuais dos clientes. Para Edemilson Koji Motoda, presidente do Grupo KSL – empresa atua no segmento de crédito e cobrança – esse normativo, assim como qualquer ação que vise auxiliar o consumidor é de extrema importância. “As orientações servem para deixar ainda mais claro as possibilidades que o inadimplente tem no momento de negociar suas dívidas, facilitando a negociação para ambos, seja para o credor quanto para o consumidor”. O diálogo entre cobradores e inadimplentes deve ser mais flexíveis em caso de contratempos ou fatalidades, como desemprego, redução da renda, divórcio ou morte. “Na KSL, nós orientamos nossos colaboradores a sempre negociar caso a caso com os inadimplentes, e principalmente sempre tentar conhecer o que os levaram a situação de inadimplência, pois só dessa forma, é possível oferecer dentro dos parâmetros uma opção que se adequa ao cliente”, comenta Edemilson. Um estudo feito pelo IGEOC no final do ano passado, mostra que 66% dos entrevistados se sentem motivados a liquidarem suas dívidas para limpar o nome. Para quem já se encontra na situação de endividamento, Motoda dá uma dica: “Negocie. Equilibre seus ganhos e suas despesas para que assim possa iniciar a regularização das dívidas.”, finaliza.

 



Câmara aprova medida que isenta eixos suspensos de caminhões de pedágio

Foto: Luciano Santos l 97NEWS

A Câmara dos Deputados aprovou na terça-feira (7) medida provisória que isenta os eixos suspensos de caminhões de cobrança de pedágio. O texto ainda tem que ser votado pelo Senado. A medida foi editada pelo presidente Michel Temer em maio, durante a greve dos caminhoneiros que paralisou as rodovias do país. A isenção dos eixos suspensos era uma reivindicação antiga da categoria, mas são contestados pelas concessionárias. Nas carretas vazias, os eixos sobressalentes são mantidos suspensos por economia. Dessa forma, não ocorre o desgaste dos pneus. Os sindicatos entendem que a isenção de pedágio é justificada porque, sem o contato do pneu com o solo, seria menor o desgaste do pavimento. As concessionárias argumentam que o desgaste do asfalto não estaria ligado diretamente à quantidade de eixos em toque com o solo, mas em função da pressão que cada eixo exerce sobre a via. A Câmara também aprovou outra medida provisória da greve dos caminhoneiros, que destina 30% dos fretes da Conab (Companhia Nacional de Abastecimento) para autônomos.



Absurdo: Jovem pede último abraço a ex-namorada e desfere 13 facadas nela

Foto: Reprodução l Arquivo pessoal

A estudante Whailly Michele Mendes da Silva, de 24 anos, sofreu uma tentativa de homicídio do ex-namorado na noite de sábado (4), em Pitangueiras, interior de São Paulo. Segundo as primeiras informações, o agressor, identificado como Maycon, de 19 anos, pediu um último abraço para a jovem e a agrediu com 13 facadas. Ela foi internada em estado grave e continuava até a noite desta segunda-feira (06). O rapaz teve um relacionamento de seis meses com a estudante, que terminou depois de ter sido maltratada e ameaçada por ele. A testemunha disse que o rapaz esfaqueou a ex seguidamente no peito, braços, cabeça e costas sem dizer uma palavra, enquanto ela gritava. Maycon fugiu e é considerado foragido da Justiça.



Funcionários dos Correios podem entrar em greve a partir desta terça-feira em todo o Brasil

Foto: Luciano Santos l 97News

Os trabalhadores dos Correios podem entrar em greve em todo o país a partir das 22h da próxima terça-feira (7), segundo federações ligadas à categoria. O motivo é a falta de acordo entre os profissionais e a empresa para fechar a convenção coletiva deste ano. Dentre as principais reivindicações dos funcionários da estatal estão reajuste salarial de 5%, mais R$ 300 de aumento. Eles também querem manter o plano de saúde como está e ainda incluir sete exames obrigatórios. Segundo o sindicato da categoria, até o momento, a empresa não apresentou nem ao menos a reposição da inflação para os salários. De acordo com o sindicato, a proposta dos Correios é dar um reajuste que corresponde a 60% do que foi pedido pelos funcionários, que tem como base o IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo). No ano passado, os profissionais também fizeram greve. Após a assinatura da convenção, houve mutirão para regularizar as entregas. Em nota, os Correios disseram que “ainda estão em negociação com as representações sindicais”.



Prêmios de loterias esquecidos somam R$ 150,3 milhões no 1º semestre

Foto: Luciano Santos l 97News

Nem sempre quem ganha na loteria retira o prêmio. É o que mostra o último balanço da Caixa Econômica referente ao 1º semestre deste ano. No total, deixaram de ser resgatados R$ 150,3 milhões de janeiro a junho em prêmios pelas Loterias Caixa. Somados, os valores não retirados só em primeiros semestres nos últimos 5 anos pelos ganhadores da Mega-Sena, Lotofácil, Quina, Lotomania, Timemania, Dupla Sena, Loteca, Lotogol e Federal chegaram a R$ 740,25 milhões. Em todo o ano passado, R$ 326 milhões deixaram de ser resgatados, valor equivale a cerca de 8% dos mais de R$ 4,2 bilhões ofertados em prêmios pelas Loterias Caixa em 2017. Nos últimos 5 anos, os valores não retirados somam R$ 1,51 bilhão. Os ganhadores de qualquer um dos sorteios da Caixa têm até 90 dias após a data do sorteio para retirar o valor do prêmio. O dinheiro dos prêmios prescritos (não resgatados no prazo) é repassado integralmente ao Fundo de Financiamento Estudantil (Fies). O programa oferece créditos para estudantes cursarem o ensino superior em universidades privadas. O banco explica que o sistema soma os valores não reclamados e, no mês seguinte à prescrição, repassa esse dinheiro ao Fies. Por isso, a Caixa não dispõe de detalhamento de valores dos prêmios não resgatados por modalidade de loteria ou faixa de valor, já que não há como realizar uma consulta estruturada por premiação. Mas a maioria se refere a valores entre as faixas de menores premiações de cada modalidade.