ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Dengue: Ministério da Saúde aponta crescimento de 224% nos casos em 2019

Ex-prefeito Geraldo Azevedo propõe união da oposição para as eleições 2020 em Brumado

Brumado: Centrais sindicais fazem manifestações contra a reforma da Previdência em frente à Câmara de Vereadores

Justiça manda soltar ex-presidente Michel Temer

Brumado: Após acidente empresa Lig Lixo realiza limpeza de lama na rodovia BA-148

Projeto que prevê a implantação de monumento candomblecista gera polêmica em Brumado

Brumado: Enfermeira explica importância da atualização do cartão de vacina de estudantes

Clínica Master: Especialista em Ombro e Cotovelo

Desportistas cobram da prefeitura transmissão do Campeonato Brumadense pelas rádios de Brumado

Policiais da 34ª CIPM prende homem que trazia drogas de São Paulo para ser comercializada em Guajeru

RotSat: Rastreamento veicular com qualidade, eficiência e segurança

BA-148: Construtora interdita parte da rodovia que liga Brumado a Livramento de Nossa Senhora

Polícia prende homem acusado de estuprar jovem de 16 anos em Livramento de Nossa Senhora

Faculdade Pitágoras de Brumado está ofertando bolsas de 60% para todo o curso; consulte condições

Caetité: Polícia prende acusado de matar caetiteense de 22 anos; motocicleta e arma do crime foram vendidas em Brumado

Ituaçu: Homem é executado com vários tiros no centro da cidade

Jovem que teve motocicleta apreendida em Brumado é encontrado morto em Caetité

Brumado: Motociclista derrapa em lama e fica ferido na BA-148 próximo ao antigo 'Tocos'

Preço da gasolina sobe mais uma vez e acumula alta de 3,5% em um mês; em Brumado o litro chega a R$ 4,99

Brumado: Trilha da Amizade acontece no dia 31 de março



BUSCA PELA CATEGORIA "Brasil"

Dengue: Ministério da Saúde aponta crescimento de 224% nos casos em 2019

Foto: Luciano Santos l 97NEWS

O Ministério da Saúde divulgou nesta segunda-feira (25), o número crescente de casos de dengue no Brasil. De acordo com o Ministério, em 2019, subiu para 224%, em comparação com o mesmo período do ano passado. Foram registrados 229.064 casos até 16 de março, contra 62,9 mil em 2018. Houve também um aumento de 67% no número de mortes pela doença, passando de 37, em 2018, para 62. Ainda segundo a pasta, apesar do aumento expressivo, a situação ainda não é considerada uma epidemia. No último ano de epidemia no país, em 2016, foram registrados 857.344 casos de dengue no mesmo período. Contudo, é preciso intensificar as ações de combate ao Aedes aegypti para que o número de casos não continue avançando. O boletim do Ministério da Saúde também registra aumento no número de casos de zika no período, que passou de 1.908, em 2018, para 2.062, em 2019. Neste ano não foram registradas mortes pela zika. Já a chikungunya registrou uma queda de 44% no número de casos. Em 2019, foram registrados 12.942 casos no país, contra 23.484 em 2018. Também não foram registradas mortes pela doença em 2019.



Caixa divulga novos valores de financiamento de imóvel pelo 'Minha casa, minha vida'

Foto: Luciano Santos l 97News

A Caixa Econômica Federal aumentou os valores de imóveis que podem ser financiados pelo programa do governo federal "Minha casa, minha vida" com recursos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). A principal mudança foi o fim do subsídio menor para imóveis em cidades com menos de 20 mil habitantes, que era de R$ 95 mil. Agora, o desconto é igual para todos os moradores de municípios com população de até 50 mil habitantes. Os limites para a faixa 1,5 do programa (para famílias com renda mensal de até R$ 2.600) permanecem inalterados. Mas nesta faixa passa a ser de R$ 47.500 apenas para os mutuários com renda bruta de até R$1.200. Rendas superiores terão redução progressiva do subsídio.  
 



Ex-presidente Michel Temer é preso pela Lava Jato no Rio de Janeiro

Foto: Reprodução l G1

A Força-tarefa da Lava Jato prendeu, na manhã desta quinta-feira (21), Michel Temer, ex-presidente da República. Os agentes ainda tentam cumprir um mandado contra Moreira Franco, ex-ministro de Minas e Energia. Os mandados foram expedidos pelo juiz Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal Criminal do Rio. Desde quarta-feira (20), a Polícia Federal (PF) tentava rastrear e confirmar a localização de Temer, sem ter sucesso. Por isso, a operação prevista para as primeiras horas da manhã desta quinta-feira atrasou. O G1 ligou para a defesa de Temer, mas até as 11h25 os advogados não haviam atendido a ligação. Ainda não está claro a qual processo se referem os mandados contra Temer e Moreira Franco. O ex-presidente Michel Temer responde a dez inquéritos. Cinco deles tramitavam no Supremo Tribunal Federal (STF), pois foram abertos à época em que o emedebista era presidente da República e foram encaminhados à primeira instância depois que ele deixou o cargo. Os outros cinco foram autorizados pelo ministro Luís Roberto Barroso em 2019, quando Temer já não tinha mais foro privilegiado. Por isso, assim que deu a autorização, o ministro enviou os inquéritos para a primeira instância. Entre outras investigações, Temer é um dos alvos da Lava Jato do Rio. Conforme o G1, a caso, que está com o juiz Marcelo Bretas, trata das denúncias do delator José Antunes Sobrinho, dono da Engevix. O empresário disse à Polícia Federal que pagou R$ 1 milhão em propina, a pedido do coronel João Baptista Lima Filho (amigo de Temer), do ex-ministro Moreira Franco e com o conhecimento do presidente Michel Temer. A Engevix fechou um contrato em um projeto da usina de Angra 3.



Brumadinho: Total de mortes confirmadas sobe para 209

Foto: Divulgação

O total de mortes em consequência do rompimento de uma barragem em Brumadinho, na região metropolitana de Belo Horizonte, no dia 25 de janeiro, já chega a 209. Segundo a Defesa Civil de Minas Gerais, que atualizou o número, 97 pessoas ainda estão desaparecidas. Até o momento, foram localizadas 395 vítimas do rompimento da barragem da Mina do Córrego do Feijão, explorada pela Vale. A força-tarefa que atua no local chega ao seu 55° dia com um efetivo de 137 bombeiros, divididos em 15 frentes de trabalho distintas. As atividades são realizadas com o auxílio de 76 máquinas pesadas, dois drones e um helicóptero do modelo Arcanjo. A tragédia de Brumadinho ocasionou, além da morte de moradores da cidade, a contaminação do Rio Paraopeba, que passou a apresentar nível de cobre 600 vezes maior do que o normal, conforme apurou a Fundação SOS Mata Atlântica. O rio era responsável por 43% do abastecimento público da região metropolitana de Belo Horizonte.



Bloqueio de celulares irregulares começa no dia 24 de março nas regiões Norte, Nordeste e Sudeste

Foto: Divulgação

A partir deste domingo (24) tem início o bloqueio dos celulares sem certificação em quatro estados da região Norte; Nordeste(Bahia); e em dois estados da região Sudeste. A medida vale para aparelhos habilitados a partir de 07 de janeiro deste ano. A ação faz parte do projeto Celular Legal da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) e se encontra em sua última etapa. Já foram bloqueados 244.217 celulares em todo o Brasil e foram enviadas 531.446 mensagens de aviso a celulares irregulares até o momento. O celular irregular é aquele que não tem o selo da Anatel que indica a certificação do aparelho e garante ao consumidor a compatibilidade com as redes de telefonia celular brasileiras, a qualidade dos serviços e a segurança do consumidor. O selo normalmente está localizado no corpo do aparelho, atrás da bateria, ou no manual. O bloqueio de celulares irregulares, além de proporcionar a segurança do usuário, acaba também reduzindo o número de roubos e furtos de aparelhos celulares, combatendo a falsificação e clonagem de IMEIs (número de identificação do aparelho). 

 



Novas regras para aposentadoria rural valem a partir desta quarta (20)

Foto: Luciano Santos l 97NEWS

A partir desta quarta-feira (20), os trabalhadores rurais podem se dirigir diretamente às agências do INSS para dar entrada no processo de aposentadoria, preenchendo uma autodeclaração de exercício de atividade no campo. Antes, para obter o documento, era necessário recorrer aos sindicatos rurais credenciados que confirmavam o exercício da atividade rural. Agora todo o trabalho será feito pelo próprio INSS, que vai acessar as bases de dados de outros órgãos públicos. A nova regra prevê, por exemplo, que a Declaração de Aptidão do Pronaf (DAP), muito usada pelos agricultores familiares, seja usada como meio de prova do trabalho rural do segurado especial. O documento é emitido pela Secretaria de Agricultura Familiar e Cooperativismo, ligada ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. O governo federal informou que a intenção é melhorar a gestão do INSS, reduzir os gastos com o pagamento de benefícios indevidos, combater fraudes e irregularidades, e ajudar a desburocratizar a concessão do benefício, eliminando a necessidade de intermediários. Ainda segundo o INSS, o atendimento continuará sendo agendado através do número 135. O tempo médio de espera é de 14 dias. As novas regras foram determinadas através de uma medida provisória publicada em janeiro. O texto estabelece ainda que, a partir de 2020, a comprovação do exercício da atividade rural será realizada exclusivamente através das informações que constam no Cadastro Nacional de Informações Sociais (CNIS), vinculado ao Ministério da Economia. Na Bahia, de acordo com o INSS, cerca de 30 a 40% das aposentadorias requeridas no ano passado deixaram de ser concedidas porque o trabalhador rural não conseguiu comprovar algum requisito exigido. 



INSS vai suspender o pagamento de 1 milhão de pessoas este mês

Foto: Luciano Santos l 97NEWS

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) vai suspender aposentadorias e pensões de segurados que estão há mais de 12 meses sem realizar a prova de vida. O bloqueio será feito a partir do benefício de março, ou seja, que é pago entre o final deste mês e o começo de abril. Segundo a Federação Brasileira dos Bancos (Febraban), beneficiários que tiverem as aposentadorias e pensões bloqueadas poderão realizar a prova de vida a partir do dia previsto para a liberação do benefício em qualquer agência bancária da instituição onde o pagamento é feito. O Instituto Brasileiro de Direito Previdenciário (IBDP), no entanto, explica que, após a liberação, é possível que o segurado tenha que esperar alguns dias até que o depósito seja feito. Por isso, o ideal é ir até os bancos o quanto antes para conferir se a prova de vida está atualizada. Após seis meses sem comprovação de vida, o benefício é definitivamente cessado. Para fazer a atualização cadastral, o beneficiário precisa ir até a sua agência bancária levando um documento com foto. Alguns bancos realizam o procedimento por meio da biometria. Nestes casos, não há necessidade de apresentar identificação oficial. No caso de impossibilidade de o beneficiário ir até a agência, seja por motivo de doença, dificuldade de locomoção ou por morar no exterior, o procedimento poderá ser realizado por um procurador devidamente cadastrado no INSS ou um representante legal. Neste caso, o procurador deverá comparecer a uma agência da Previdência Social, com uma procuração registrada em cartório e apresentar o atestado médico que comprove a impossibilidade de locomoção do beneficiário, além dos documentos de identificação do representante.



Milagres: Acidente envolvendo quatro veículos deixa um morto e um ferido

Foto: Reprodução l Voz da Bahia

Um grave acidente envolvendo dois carros e dois caminhões deixou uma pessoa morta e outra ferida, na tarde de segunda-feira (18), na BR-116, em trecho da cidade de Milagres. Testemunhas contaram que o acidente ocorreu depois que um carro de passeio tentou fazer uma ultrapassagem indevida. Com o impacto da batida, os carros ficaram destruídos. De acordo com informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF), a rodovia precisou ser parcialmente interditada, por conta do acidente. Não há informações sobre a identidade da pessoa que morreu e nem em qual veículo ela estava. Uma equipe do Departamento de Polícia Técnica (DPT) foi encaminhada ao local, para remover o corpo da vítima.



Professor armado com facas e besta invade Secretaria de Educação do Distrito Federal

Foto: Divulgação l Polícia Militar

Um homem armado invadiu, nesta sexta-feira (15), a sede da Secretaria de Educação do Distrito Federal. Ele levava uma faca de caça e uma besta (espécie de arco) com seis flechas. Segundo o G1, a arma é idêntica à que foi usada no massacre de Suzano. O homem, que é professor, chegou a subir até o 12º andar, onde fica o gabinete do secretário Rafael Parente que estava em uma reunião na Residência Oficial do Governo. Ele foi detido antes que pudesse ferir alguém. O invasor foi imobilizado pela Polícia Militar, que havia sido chamada pelos seguranças e levado para a delegacia. De acordo com a secretaria, ele é professor de violino erudito da Escola de Música de Brasília e tem histórico de problemas psíquicos. O professor relatava ter adoecido por conta do trabalho. O nome dele não foi divulgado. Segundo a pasta, ele já tinha procurado a Ouvidoria havia alguns dias, mas voltou ao local alegando que "algo precisava ser feito". A invasão deixou os servidores em pânico. Durante os cerca de dez minutos de tensão, seguranças deram cobertura aos funcionários da secretaria. O caso é investigado pela Polícia de Brasília.



Número de cervejarias registradas cresceu 23% no último ano e a exportação do produto ganha forças

Foto: Conteúdo l 97NEWS

Segundo dados divulgados pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), em 2018, cresceu em 23% o número de cervejarias registradas em todo Brasil, totalizando cerca de 889 estabelecimentos. A expansão no país é liderada pelo Rio Grande do Sul, seguido de São Paulo e Minas Gerais. O consumidor brasileiro está cada vez mais exigente e com um perfil de consumo diferenciado, sendo atraído por bebidas especiais e diferenciadas, acrescidas de sabor e qualidade. “O público está incluindo a bebida nos hábitos e reuniões entre amigos e família, o que justifica o aumento de estabelecimentos”, afirma Ivo Mafra, diretor da DC Logistics Brasil, que viu junto com essa tendência de consumo nacional o aumento da participação do produto no comércio exterior. A exportação de cervejas brasileiras, por exemplo, tem movimentado o comércio do país. Até abril de 2018, a exportação do produto faturou cerca de US$31,8 milhões. Os principais destinos são Paraguai, Argentina e Bolívia. “A cerveja brasileira está ganhando respeito e espaço em outros continentes. O empresário que estiver disposto a exportar deve aproveitar a oportunidade”, comenta Mafra. Um exemplo de cervejaria brasileira que começou a realizar este investimento foi a Cervejaria Dado Bier, de Porto Alegre (RS). Em outubro de 2018, realizou sua primeira exportação, para Denver, no Colorado. A empresa enviou quatro contêineres de 40 pés, totalizando 48.400 litros e 138.240 garrafas de long neck. A DC Logistics Brasil foi a responsável por realizar o processo de exportação e projetou atenção especial para esta demanda. Para este ano estão previstos o embarque de 16 contêineres, que contabilizam 193.600 litros e 552.960 long necks. Já para 2020, prevê-se um total de 36 contêineres, todos de 40 pés, que somam 435.600 litros e 1.244.160 garrafas de long neck. Além disso, a empresa desenvolveu em parceria com os importadores dos Estados Unidos, uma cerveja especial para o mercado de importados, chamada de Brazilian Lager, que teve sua estética criada a partir da visão dos americanos sobre o Brasil.



Decreto torna CPF como documento único no âmbito Federal

Foto: Luciano Santos l 97NEWS

O Governo Federal publicou um decreto que institui o Cadastro de Pessoas Físicas (CPF) como documento “suficiente e substitutivo” para o cidadão poder obter informações públicas, solicitar benefícios de órgãos federais, entre outros. O CPF agora poderá substituir os documentos de Identificação do Trabalhador (NIT); dos programas de Integração Social (PIS) ou de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep); assim como o da Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS) e da Carteira Nacional de Habilitação. Lembrando que se faz necessário que o CPF não vai substituir inteiramente a carteira de motorista, sendo ainda necessário que o motorista esteja com o documento. A medida visa simplificar o atendimento da população aos serviços públicos, diminuindo a burocracia. O governo instituiu que os órgãos e entidades da administração publica federal terão o prazo de três meses para a aplicação do decreto.



Após massacre em Suzano, governo brasileiro pode proibir jogos como Free Fire, Pubg e Fortnite

Foto: Reprodução

Após massacre em Suzano, São Paulo, onde um adolescente e um homem encapuzados atacaram a Escola Estadual Raul Brasil, na quarta-feira (13) e mataram sete pessoas, o governo brasileiro pode proibir jogos como Free Fire, Pubg e Fortnite no Brasil. O Brasil não será o primeiro país a proibir jogos violentos, outros países já proibiram jogos desse tipo, em 2008 o jogo ‘GTA IV’ foi proibido na Tailândia após homicídio. Um jovem roubou e matou um taxista de 54 anos. A polícia informou que o jovem não mostrava sinais de problemas mentais durante o interrogatório, e que havia confessado ter cometido o crime por causa do jogo. GTA foi proibido aqui no Brasil alguns anos depois. Os dois assassinos que mataram cinco alunos e dois funcionários eram ex-alunos da Escola. Os alunos assassinados tinham entre 15 e 17 anos de idade. Jogos violentos foram apreendido na casa de Luiz Henrique um dos assassinos do massacre.



Presidente sanciona Lei que proíbe casamentos de menores de 16 anos mesmo em casos de gravidez

Foto: Reprodução

O presidente da República, Jair Bolsonaro (PSL), sancionou a lei que proíbe o casamento de pessoas com idade inferior a 16 anos, em qualquer idade. O Código Civil autorizava, excepcionalmente, nos casos de gravidez, o casamento de quem ainda não havia completado 16 anos e, servia como uma forma de burlar uma eventual prisão quando envolvia menores de 16 anos e pessoas com mais de 18 anos. A legislação foi aprovada pelo Senado em fevereiro e enviada para a sanção presidencial.



Suzano: Identificadas vítimas do ataque à escola estadual Raul Brasil em SP

Foto: Reprodução l Photo Press l Folhapress

O ataque que deixou ao menos oito mortos na escola estadual Professor Raul Brasil nesta quarta-feira (13) em Suzano, na região metropolitana de São Paulo, vitimou cinco alunos, duas funcionárias e um empresário. Atiradores se mataram após o crime. Os alunos foram identificados como Pablo Rodrigues, Cleiton Antonio Ribeiro, Caio Oliveira, Samuel Melquiades Silva de Oliveira e Douglas Murilo Celestino. Também morreram no ataque Marilena Ferreira Umezu, coordenadora pedagógica, e Eliana Regina de Oliveira Xavier, inspetora de ensino. O empresário Jorge Antonio Moraes, proprietário de uma revendedora de carros, era tio de Guilherme Taucci Monteiro, 17, um dos atiradores. Ele foi baleado em sua loja, que fica próxima à escola, pouco antes do ataque. 

 



Polícia divulga nome dos atiradores de massacre em Suzano no interior de São Paulo

Foto: Reprodução

A polícia divulgou os nomes dos atiradores que mataram 8 na Escola Estadual Raul Brasil, em Suzano, na Região Metropolitana de São Paulo. Segundo a PM, eles foram identificados como Guilherme Taucci Monteiro, de 17 anos, e Luiz Henrique de Castro, de 25 anos. Os dois cometeram suicídio em seguida. Quatro dos mortos no local são alunos do ensino médio. Outros dois adolescentes foram socorridos, mas morreram no hospital. Duas das vítimas são funcionárias da escola. O ataque ocorreu por volta das 9h30 desta quarta-feira (13).

Foto: Divulgação l PM


Departamento de Proteção e Defesa do Consumidor investiga Oi por violação de privacidade

Foto: Reprodução

O Departamento de Proteção e Defesa do Consumidor (DPDC), do Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP), instaurou processo administrativo para apurar aparente irregularidade cometida pela operadora Oi, em conjunto com a empresa Barefruit. A acusação se refere à utilização de ferramenta digital capaz de mapear a navegação, que poderia ser aplicada para fins mercadológicos e publicitários. Segundo o DPDC, existem indícios de violação à privacidade dos consumidores por suposto direcionamento de erro do servidor DNS (Domain Name System) não para uma página comum de erro, mas para o endereço eletrônico "dnserros.oi.com.br". Esse direcionamento poderia propiciar à empresa a coleta de dados de navegação do usuário. A conduta da Oi, de acordo com o processo, pode estar violando direitos básicos do consumidor no que diz respeito ao reconhecimento de sua vulnerabilidade, à falta de boa-fé, ao equilíbrio da relação entre consumidores e fornecedores, ao direito à privacidade, a vedação de métodos comerciais coercitivos ou desleais, o direito à informação, bem como a proteção às informações mantidas por fornecedores em bancos de dados de consumidores e contra a publicidade enganosa.
Após a instauração do processo, a Oi será intimada para apresentar Defesa Administrativa. Se condenada, a empresa poderá ser multada em até 9,7 milhões de reais, caso os indícios de prática abusiva sejam confirmados.



Portaria que regulamenta o programa de dessanilização é divulgada pelo MCTIC

Foto: Divulgação

O Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) divulgou a portaria que regulamenta o funcionamento do Programa de Apresentação de Unidades de Dessalinização e Purificação de Águas Salobras e Salinas para Teste e Análise de Desempenho. Divulgado no dia 08 de março, o programa testará e apresentará tecnologias para a remoção do sal de águas salobras e não aptas para o consumo humano ou utilização na agricultura. Assinada pelo ministro Marcos Pontes, a portaria é o início de um processo inédito na construção de políticas públicas participativa neste sentido. O Instituto Nacional do Semiárido (INSA), vinculado ao Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, é a unidade vinculada ao MCTIC que coordena este projeto e será responsável pelos testes e análises de desempenho e também cuida da implantação do Centro de Testes de Tecnologias de Dessalinização (CTTD) que terá por objetivo testar, analisar e avaliar o desempenho de sistemas comercializáveis de dessalinização/purificação de águas salobras/salinas, visando a prestar suporte na dimensão tecnológica, com ações e processos correlacionados à expansão do acesso à água potável, dessalinizada e purificada, com foco no Semiárido Brasileiro. Segundo o Diretor do Insa, Salomão de Sousa Medeiros, ele avalia que a dessalinização de água no Semiárido vem como uma forma de contribuir com a segurança hídrica da região e, em especial, das populações rurais difusas sem acesso a água potável. "A dessalinização de água mudará para melhor a vida dessas pessoas”. 



Rompimento de barragem em Brumadinho ‘Não foi acidente’, afirma MP

Foto: Reprodução

Com base em depoimentos prestados à força-tarefa que investiga o rompimento da barragem de Brumadinho, o Ministério Público de Minas Gerais concluiu que o ocorrido em 25 de janeiro “não foi um acidente”. A informação foi divulgada pelo programa Fantástico, na noite do domingo (10). De acordo com a reportagem, a Vale foi alertada em 2017 sobre os indícios de ruptura da barragem.“As investigações até o momento demonstram que não foi um acidente”, afirmou o promotor William Coelho. Segundo a Vale, empresa responsável pela barragem, o que ocorreu em Brumadinho foi um acidente: “A Vale é uma joia brasileira que não pode ser condenada por um acidente”, disse, no dia 14 de fevereiro, o presidente afastado da mineradora, Fábio Schvartsman. Ainda segundo o Fantástico, a história é bem diferente para a Polícia Civil e o MP de Minas Gerais “A força-tarefa trabalha com o ano de 2017, em que já há demonstração de que a empresa tinha ciência de indício de ruptura da barragem”, falou o delegado Bruno Cabral ao programa. A engenheira civil Cristina Malheiros, responsável pela barragem na época, disse que em 2017 ela mostrou que a barragem tinha uma margem de segurança muita baixa, caso ocorresse uma liquefação.



Forte chuva isola cidades, provoca alagamentos e desabamentos e deixa 12 mortos na Grande SP

Foto: Reprodução l TV Globo

A forte chuva que começou na noite de domingo (10) e se estendeu por segunda-feira (11) provocou alagamentos em diversas regiões da Grande São Paulo e bloqueou vias de acesso à capital paulista. Houve ao menos 12 mortes e seis feridos. Os lugares mais afetados foram os bairros de Vila Prudente e do Ipiranga, ambos na capital, e as cidades do ABC. Os bombeiros contabilizam, entre 0h e 16h20, 740 chamados para ocorrências de enchentes e alagamentos, 123 para quedas de árvore e 44 ocorrências de desabamento/desmoronamento. Em Ribeirão Pires, no ABC, o desabamento de uma casa deixou quatro mortos e dois feridos, segundo a Prefeitura da cidade. Outras duas pessoas morreram na Avenida dos Estados, em São Caetano do Sul, também no ABC. Na mesma cidade, uma vítima morreu afogada. Uma pessoa morreu no bairro Taboão, em São Bernardo do Campo, segundo o porta-voz dos bombeiros, capitão Marcos Palumbo. Em Santo André, foram registradas duas mortes, entre elas a de um homem de 45 anos que estava em carri que caiu no Rio Tamanduateí. Na capital, uma pessoa morreu no Ipiranga, Zona Sul. Em Embu das Artes, na Grande São Paulo, o deslizamento de terra sobre uma casa deixou três pessoas soterradas. Uma das vítimas, uma criança, morreu no Hospital Geral de Itapecerica da Serra, segundo a Defesa Civil estadual.

 



Produção de veículos apresenta crescimento superior a 29% em fevereiro, diz Anfavea

Foto: Luciano Santos l 97News

A produção de veículos brasileira apresentou crescimento de 29,9% entre os meses de janeiro e fevereiro, conforme apontado pela Associação das Montadoras Instaladas no Brasil (Anfavea). A entidade ainda sinalizou que o fato do Carnaval tem acontecido no mês de março contribuiu com o resultado, uma vez que fevereiro contou com mais dias úteis. A Anfavea afirmou ainda que o mês de fevereiro de 2019 foi o melhor para o setor desde o ano de 2014, com a fabricação de 257,2 mil carros de passeio, veículos comerciais leves, ônibus e caminhões. Em comparação com o mesmo período de 2018, a alta na produção é de 20,5%. Os números da Anfavea indicam ainda que apesar do mau momento apontado por algumas montadoras, há recuperação no setor.