ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

PRF registra 75 mortes e mais de mil feridos nas rodovias federais

Brumado: Sucata de veículos e entulho deixam moradores da 'Curva do Cinco' irritados

Sul da Bahia: Secretário de Meio Ambiente de Ilhéus assegura que praias estão limpas para receber brumadenses

Campanha contra o sarampo é retomada nesta segunda-feira (18)

Novembro Azul: Pax Nacional apoia esta ideia

Brumado: PRE prende jovem recém-saído da cadeia por furtar moto em festa de cavalgada

RotSat: Rastreamento veicular com qualidade, eficiência e segurança

Brumado: Árvore cai em cima de casas no bairro Dr. Juracy

PodoClin, Podologia Avançada em Brumado

Brumado: Polícia procura por assaltante que agrediu com socos e pontapés homem no Centro da cidade

Marcelo Esportes: Mulheres crescem e se destacam em esportes do mundo masculino

'Reencontro com a liberdade. De Lula e do Brasil', diz ex-presidente em foto no Rio Paraguaçu

Brasil vira no fim, vence o México por 2 a 1 e conquista o tetra do Mundial Sub-17

Tanhaçu: Dois homens morrem em confronto com a polícia militar

Temporal com grande incidência de raios tira emissoras de Rádio do ar em Brumado

Brumado: Secretaria de saúde firma parceria com universidade para operacionalizar a 'Xenovigilância'

Livramento de Nossa Senhora: Funcionário é agredido por empreiteiro com golpes de enxada

Gabriel Jesus erra pênalti, e Brasil perde para Argentina com gol de Messi

Confira os especialistas da semana na Clínica Mais Vida em Brumado

PM apreende munições e pólvora para arma de fogo em Tanhaçu



BUSCA PELA CATEGORIA "Brasil"

PRF registra 75 mortes e mais de mil feridos nas rodovias federais

Foto: Luciano Santos l 97NEWS

O feriadão da Proclamação da República deixou um saldo de 863 acidentes nas rodovias federais que cortam o país, com 1.040 pessoas feridas e 75 mortes, segundo o balanço divulgado nesta segunda-feira (18) pela Polícia Rodoviária Federal (PRF). De acordo com a PRF, a Operação Proclamação da República iniciada na última quinta-feira (14) e encerrada nesse domingo (17) flagrou 1.664 motoristas que haviam consumido bebida alcoólica. Desses, 486 tiveram a alcoolemia constatada pelo teste do etilômetro (bafômetro). No total, mais de 60,3 mil motoristas foram submetidos ao teste, seja no aparelho tradicional ou no etilômetro passivo, com 147 pessoas detidas. Segundo a PRF, boa parte das colisões frontais com mortes foi causada pelas ultrapassagens indevidas, seja em local proibido ou forçadas. Os policiais notificaram 6.214 veículos realizando esse tipo de manobra perigosa. Os policiais flagraram 1.734 motoristas que não usavam o cinto de segurança durante a abordagem, enquanto mais de 2 mil passageiros também não estavam com o equipamento. Os dados mostraram ainda que 238 condutores foram flagrados fazendo uso do celular. Quanto aos condutores de motos, a maior imprudência foi em relação ao não uso do capacete: 1.112 motociclistas que estavam circulando sem o equipamento obrigatório foram autuados. Durante os quatro dias da operação, 160 mil veículos foram fiscalizados e 163 mil pessoas também passaram pelos procedimentos de fiscalização. 



Brasil vira no fim, vence o México por 2 a 1 e conquista o tetra do Mundial Sub-17

Foto: Reprodução l CBF

O Brasil conquistou o tetracampeonato mundial sub-17 ao derrotar o México, de virada, por 2 a 1, no domingo (17). O gol decisivo foi de Lázaro, do Flamengo. Ele já havia sido o herói da classificação à final contra a França, nas semifinais, também saindo do banco de reservas. Mas a bola insistiu em não entrar no primeiro tempo. Porque chegar na defesa mexicana não parecia ser difícil. O México rondou pouco o gol brasileiro. Uma ou outra bola sobrou na área. Sem grande perigo para a defesa. Na volta do intervalo, o México tentou surpreender o Brasil. Apertou a marcação, roubou bolas, mas faltou criatividade aos mexicanos, que pareciam ter um outro propósito: levar a partida para os pênaltis. A seleção brasileira fazia de tudo para não chegar às penalidades. Fez o goleiro Garcia trabalhar desde os primeiros minutos, colocou fôlego em campo e teve chances com Patrick, de longe, e finalização rente à trave de Peglow. Numa jogada despretensiosa do México, no entanto, a bola cruzada da esquerda por Pizzuto achou González. Ele subiu mais que os marcadores e cabeceou para o chão, no canto direito do gol brasileiro. Com o 1 a 0 adverso no placar, o Brasil ainda tinha mais uns 25 minutos para ao menos empatar. Mas como a estratégia do México era se defender e segurar a vitória, o que se viu foi uma sequência de ataques do Brasil. O VAR entrou em ação e a arbitragem marcou pênalti em Veron, ocorrido no início de todo o lance. Kaio Jorge empatou. Faltavam pouco menos de 10 minutos, contando com os acréscimos, e o Brasil não desistiu . Até que aos 47 minutos, Lázaro recebeu na área e finalizou com categoria para marcar o gol do tetracampeonato.

 



Pretos e pardos são maioria nas universidades públicas no Brasil, diz IBGE

Foto: Reprodução l HuffPost

Pela primeira vez, há mais pretos e pardos no ensino superior público no Brasil do que brancos, mostram dados divulgados na quarta-feira (13) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Os dados, da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNAD), são de 2018 e apontam 50,3% de pretos e pardos nas universidades públicas brasileiras. Já brancos e outros compõem 49,7% do total, o que indica subrepresentação do primeiro grupo -na população em geral, 55,8% são negros (pretos e pardos, pelo critério do IBGE). Um dos fatores aos quais o IBGE credita esse avanço é o sistema de cotas, que reserva vagas a candidatos de determinados grupos populacionais, além de programas de apoio e expansão em universidades federais. Desde 2016, pelo menos 50% das vagas disponíveis no Sistema de Seleção Unificada (Sisu), um dos programas de cotas, são distribuídas por critérios de renda, cor ou raça, conforme determinação do Ministério da Educação. Na rede privada, a maioria ainda é de brancos e outros: 53,4% fazem parte desse grupo. Já negros e pardos representam 46,6% do total. Mas, segundo o IBGE, o número também representa um aumento: eram 43,2% de negros e pardos nas universidades privadas em 2016. 

 



Celulares pré-pagos com cadastros desatualizados serão bloqueados

Foto: Luciano Santos l 97News

A partir do dia 18 deste mês, os titulares de linhas móveis pré-pagas que não atualizaram seus cadastros após terem recebido notificação das prestadoras terão as linhas bloqueadas. A medida vale além da Bahia para consumidores de 16 estados. Menos de 1% dos 91 milhões de celulares pré-pagos dessas regiões apresenta alguma pendência cadastral. Esta é última fase da campanha de comunicação aos consumidores com cadastros desatualizados, realizada pelas prestadoras dentro do Projeto Cadastro Pré-Pago, acompanhado pela Anatel. O objetivo da iniciativa é garantir uma base cadastral correta e atualizada, a fim de evitar a ocorrência de fraudes de subscrição (linhas associadas indevidamente a CPFs) e, dessa forma, ampliar a segurança dos consumidores. Quem tiver a linha pré-paga bloqueada poderá proceder à atualização dos dados cadastrais junto à sua prestadora por meio dos canais de atendimento disponíveis, como call center e espaço reservado ao consumidor na internet. Nesse contato, devem ser informados o nome completo e o endereço com o número do CEP. No caso de pessoa física, é necessário informar o número do CPF e, para pessoa jurídica, o CNPJ. Também poderão ser solicitadas informações adicionais de validação do cadastro. Para garantir que o SMS de solicitação de recadastramento recebido foi, de fato, encaminhado pela prestadora contratada, o consumidor pode conferir os números utilizados pelas prestadoras para envio destas mensagens na página Cadastro Pré-Pago, no portal da Anatel na internet.



Bolsonaro anuncia saída do PSL e criação da Aliança pelo Brasil

Foto: Reprodução

O presidente Jair Bolsonaro anunciou na terça-feira (12) a saída do PSL, partido pelo qual foi eleito, e a criação de outra legenda, a Aliança pelo Brasil. Na terça, o presidente recebeu, no Palácio do Planalto, a vice-líder do governo no Congresso Nacional, deputada Bia Kicis (PSL-DF), e outros parlamentares do partido. “Hoje anunciei minha saída do PSL e início da criação de um novo partido: “Aliança pelo Brasil”. – Agradeço a todos que colaboraram comigo no PSL e que foram parceiros nas eleições de 2018″, diz o tuíte do presidente.

 



Medida Provisória permite que agências abram aos sábados e carga horária de bancários sobe

Foto: Luciano Santos l 97News

Uma Medida Provisória assinada pelo presidente Jair Bolsonaro, na última segunda-feira (11), vai permitir que as agências bancárias abram aos sábados e ainda aumentou a carga horária de alguns funcionários. Com a mudança, apenas os caixas de banco poderão trabalhar por seis horas, os outros cargos terão jornada alterada para oito horas diárias. A medida ainda autoriza que os caixas combinem uma jornada superior a seis horas, mediante um acordo inscrito, convenção coletiva ou acordo coletivo. Apesar das alterações, o direito a 15 minutos de intervalo foi mantido. E a duração do trabalha deve girar sempre entre 7h e 22 horas. As novas regras, no entanto, ainda precisam ser aprovadas pela Câmara e pelo Senado.



Bolsonaro assina medida provisória que extingue o DPVAT a partir de 2020

Foto: Luciano Santos l 97News

O presidente da República, Jair Bolsonaro, anunciou na segunda-feira (11) a edição de uma medida provisória que extingue o seguro obrigatório DPVAT e o DPEM a partir de 2020. O primeiro indeniza vítimas de acidente de trânsito e o segundo vítimas de danos causados por embarcações. O anúncio foi feito em cerimônia no Palácio do Planalto de lançamento de programa que tenta estimular a contratação de jovens. A medida provisória, porém, não está relacionada ao programa. A medida provisória que acaba com o DPVAT e com o DPEM entra em vigor assim que for publicada no “Diário Oficial da União”. Porém, se não for aprovada pelo Congresso em 120 dias perde a validade. De acordo com o governo, a medida não vai desamparar os cidadãos em caso de acidentes, já que o Sistema Único de Saúde (SUS) presta atendimento gratuito e universal na rede pública. Por lei, o DPVAT protege motoristas, passageiros e pedestres em caso de acidente de trânsito em todo o território nacional. As indenizações podem ser requeridas em casos de: morte, invalidez permanente ou para pagamento de despesas médicas suplementares.



Inep proíbe o uso de celular a aplicadores do Enem

Foto: Reprodução l Agência Brasil

Os aplicadores de provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) não poderão mais entrar com celular nas salas onde são aplicados os exames. A medida foi tomada pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) após a prova de redação ter sido fotografada e divulgada nas redes sociais no último domingo (3). Até então, segundo o Inep, os aplicadores deviam guardar os celulares em envelopes porta-objetos, assim como os participantes do exame. Agora, no segundo dia de aplicação do Enem, neste domingo (10), os aparelhos não poderão ficar nas salas, nem mesmo dentro do envelope lacrado.

 



Lula agradece militância e ataca Lava Jato em 1° discurso após prisão

Foto: Reprodução l Estadão

Luiz Inácio Lula da Silva (PT) falou para militância em seu primeiro discurso após deixar a Superintendência da Polícia Federal, em Curitiba, nesta sexta-feira (8). O ex-presidente agradeceu as pessoas que trabalharam em sua defesa e que acamparam na vigília nos arredores do prédio da PF. “Vocês não tem dimensão do significado de eu estar aqui junto com vocês. Não pensei que no dia de hoje eu poderia estar aqui conversando com homens e mulheres que durante 580 dias se dedicaram a falar ‘bom dia, Lula’, ‘boa tarde, Lula’. Todo dia vocês eram o alimento da democracia que eu precisava para resistir”, falou o petista. Entre os agradecimentos, Lula também não deixou o discurso político de lado. O ex-presidente criticou o atual governo e culpabilizou o que chamou de “lado podre da sociedade brasileira” pela sua prisão. “Um lado podre da Justiça, um lado podre do Ministério Público, da Polícia Federal e da Receita Federal tentaram criminalizar a esquerda, criminalizar o PT”, criticou o presidente ao também dirigir ataques ao ex-juiz Sergio Moro e o chefe da força-tarefa da Lava Jato, Deltan Dallagnol. "Se baterem o Moro e o Dallagnol juntos não se consegue 10% da minha honestidade", argumentou. 



Decisão do STF pode libertar o ex-presidente Lula

Foto: Reprodução

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli, deu o voto de Minerva, desempatou o julgamento, e se posicionou contra a prisão após condenação em segunda instância, em julgamento encerrado na quinta-feira (7). Além de Toffoli, votaram os ministros Gilmar Mendes, Celso de Mello e Cármen Lúcia. Votaram a favor: Alexandre Moraes, Edson Fachin, Luís Roberto Barroso, Luiz Fux e Cármen Lúcia. Votaram contra: Marco Aurélio Mello, Rosa Weber, Ricardo Lewandowski, Gilmar Mendes, Celso de Mello e Dias Toffoli. A decisão reverteu outra, de 2016, que permitia a prisão em segunda instância. Com isto, cerca de cinco mil réus podem ser beneficiados, de acordo com o Conselho Nacional de Justiça (CNJ). Dentre eles, o mais emblemático: o ex-presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva (PT), preso em abril de 2018, por conta do caso do tríplex do Guarujá. Nesta sexta-feira (8), o governador Rui Costa, comemorou a decisão do STF que pode libertar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). Nas redes sociais, Rui Costa afirmou que "acordou confiante que a justiça será feita e que nosso presidente Lula está cada vez mais livre".

Foto: Reprodução l Rede Social


Após pente-fino do Governo, INSS economiza mais de R$ 4 bilhões

Foto: Luciano Santos l 97News

Em pouco mais de oito meses de força-tarefa, o INSS já suspendeu ou cancelou definitivamente o pagamento de 254 mil benefícios com indícios de fraude ou outras irregularidades, segundo o jornal Estadão. Pessoas mortas que continuavam recebendo os valores mensais e servidores estaduais e municipais que ganhavam o benefício assistencial voltado à baixa renda são as irregularidades mais comuns. A economia com os cancelamentos chega a R$ 4,37 bilhões anuais. Ao editar a Medida Provisória antifraude, em janeiro deste ano, o governo projetava uma economia de pouco mais de R$ 10 bilhões neste ano. Os dados não incluem o pente-fino nos benefícios por incapacidade (como aposentadoria por invalidez e auxílio-doença), cujas perícias estão sendo conduzidas pela Secretaria de Previdência. Por isso, a economia pode ser ainda maior. O governo ainda espera poupar outro R$ 1,3 bilhão ao ano com a redução dos pagamentos de benefícios após a morte do segurado. Até agora foram identificados 4,7 mil funcionários públicos praticando a fraude. Desses, mil já tiveram o benefício suspenso e outros 3,7 mil terão o pagamento cancelado nos próximos dias. O INSS cruzou suas informações com a base de dados de sete Estados que colaboraram para a operação. Nos processos com indícios de irregularidade, 92,5% dos casos tiveram a fraude confirmada, um índice considerado extremamente alto pelo órgão. 



MG: Homens invadem escola e atiram em alunos

Foto: Reprodução l G1

Duas pessoas ficaram feridas na zona rural de Caraí (MG) após um tiroteio na Escola Estadual Orlando Tavares, localizada no distrito de Ponto do Marambaia, no Vale do Jequitinhonha. Segundo as primeiras informações da Polícia Militar, dois criminosos entraram no local e fizeram disparos. Ainda segundo a PM, não há mortos no local. Duas pessoas ficaram feridas, foram socorridas pelo Samu e encaminhadas para hospital em Padre Paraíso. Uma delas é um estudante da escola; já a outra a Polícia Militar não informou até a última atualização desta reportagem. Por telefone, a assessoria de comunicação do hospital informou que os dois adolescentes feridos estão estáveis. A polícia informou ainda que um dos autores foi preso e a arma que utilizava, uma garrucha antiga de dois canos, foi apreendida. Os militares fazem buscas para localizar o segundo suspeito. O G1 entrou em contato com a Escola Estadual Orlando Tavares, mas o diretor da instituição informou que apenas a Secretaria de Estado de Educação vai comentar sobre o caso. O G1 solicitou posicionamento para a Secretaria de Estado de Educação, mas até a última atualização da matéria não teve retorno.



Onze vereadores são presos na Paraíba por forjar participação em evento

Foto: Divulgação l Polícia Civil

A Polícia Civil da Paraíba, prenderam 11 dos 19 vereadores de Santa Rita, na madrugada de terça-feira (5). Os parlamentares são suspeitos de forjar a participação em um evento que, segundo eles, ocorreu em Gramado (RS), para pagar com dinheiro público as despesas com a viagem. Além dos políticos, também foram detidos um contador da Câmara Municipal e um vereador da cidade de Lagartos (CE). O grupo foi preso pouco após deixar o Aeroporto de Recife, onde desembarcou ao retornar de Gramado. Segundo o Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), do Ministério Público da Paraíba (MP-PB), eles alegaram que participariam de um seminário, que sabiam que não ocorreria, para passear no município turístico da Serra Gaúcha às custas do dinheiro público. De acordo com o promotor, Romualdo Tadeu de Araújo Dias, a viagem dos políticos para participar do suposto seminário que, segundo o grupo, ocorreria entre os dias 29 de outubro e 4 de novembro, chegou a ser noticiada na imprensa regional. Com base em dados da própria Câmara Municipal, o Ministério Público estima que as passagens aéreas, hospedagem e outras despesas custaram ao menos R$ 71 mil aos munícipes. Só as inscrições no seminário que, segundo o MP-PB, jamais ocorreu, custaram R$ 8.400, ou cerca de R$ 760 cada. “Vericaram-se indícios de que, na verdade, este seminário seria uma forma de desviar dinheiro público”, disse Dias, explicando que as investigações tiveram apoio do Ministério Público do Rio Grande do Sul e da Polícia Civil de Sergipe. “Foi identicado que só 13 pessoas participaram do evento divulgado, dentre elas 11 vereadores de Santa Rita; um contador da Câmara Municipal de Santa Rita e um vereador da cidade de Lagartos (CE)”, acrescentou o promotor.



Falha de segurança expõe dados de 24 milhões de usuários da Vivo

Foto: Reprodução

Falhas de segurança e vazamento de dados viraram "mote" no noticiário de tecnologia de todo o mundo. Particularmente por aqui, quanto mais o Brasil se aproxima da entrada em vigor da Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD), mais se percebe que o país está anos-luz de estar preparado para lidar com dados pessoais de forma segura. Se não bastasse, para piorar o cenário, o problema se repete tanto em instituições públicas quanto privadas. O problema não é generalizado, longe disso, mas é muito pior do que se imagina. Segundo o site Olhar Digital, desta vez, a falha está no portal de uma das principais empresas de telefonia do país, a Vivo. Na última segunda-feira (4), de acordo com uma denúncia exclusiva do grupo de pesquisadores "WhiteHat Brasil", uma brecha grave de segurança no sistema da Vivo deixa exposto os dados de pelo menos 24 milhões de clientes da operadora. É possível identificar facilmente informações como nome completo, endereço, data de nascimento, RG, CPF, e-mail, nome da mãe e até o número de telefone dos usuários. O problema foi descoberto há cerca de duas semanas. A falha, segundo a denúncia, está no portal de serviços, Meu Vivo, no qual o cliente da operadora pode gerenciar todo seu cadastro e contas. De acordo com um dos pesquisadores do grupo, ao fazer login no portal, o sistema da Vivo cria um "token" que valida o acesso do usuário, mas não é qualquer pessoa que vai ter acesso às informações dos outros assinantes. Porém, usando um software simples - e muito conhecido por qualquer programador iniciante - é possível ter acesso fácil aos dados dos clientes cadastrados no Meu Vivo. O grupo "WhiteHat Brasil" explica que a técnica, popularmente conhecida como "raspagem de dados", permite gravar grande parte do código que o site gera ao capturar o envio de informações e respostas. Foi assim que eles chegaram, até hoje, ao número de 24 milhões de pessoas atingidas - mas esse número pode ser ainda muito maior.



Bahia: Nove municípios podem ser extintos com pacto federativo

Foto: Divulgação

O presidente Bolsonaro quer reduzir a quantidade de municípios pequenos e sem autonomia financeira. A proposta é uma das medidas da PEC do pacto federativo entregue no Senado na última terça-feira (5), que se aprovada pode extinguir pelo menos nove municípios da Bahia. Essas cidades possuem menos de 5 mil habitantes e aparecem zeradas no quesito autonomia do último Índice Firjan de Gestão Fiscal (IFGF). Conforme publicou a Folha, no âmbito nacional, 1.254 municípios brasileiros têm menos de 5 mil habitantes e uma em cada três cidades do país não têm arrecadação suficiente para custear as estruturas do Legislativo e do Executivo. O tema foi incluído na PEC e ajustado de acordo com a viabilidade política de aprovação. Restrições para a criação de novas cidades também foram pautadas. O Congresso Nacional deverá decidir sobre a fusão e a restrição da criação de novos municípios. Na Bahia, cerca de dez municípios podem ser extintos. São eles: Aiquara, Catolândia, Contendas do Sincorá, Dom Macedo Costa, Gavião, Ibiquera, Lafaiete Coutinho, Lajedão e Lajedinho.



Itaú vai fechar 400 agências até o fim deste ano

Foto: Luciano Santos l 97News

O Itaú vai fechar 400 agências até o final deste ano, de acordo com o jornal O Globo. Isso faz parte do processo de digitalização dos bancos. Além disso, 3,5 mil funcionários da instituição aderiram ao programa de demissão voluntária anunciado em setembro. O presidente do Itaú, Candido Bracher, disse durante teleconferência de resultados do terceiro trimestre, que as agências fechadas estão a menos de 500 metros de outras agências e não impactam o atendimento aos clientes. Em relação ao programa de demissões, 50% dos funcionários que estavam elegíveis para o desligamento aderiram, gerando um efeito de R$ 2,4 bilhões nos números do banco neste trimestre, antes de impostos.



MG: Segundo barco de luxo é apreendido na BR-116 no Vale do Jiquiriçá

Foto: Divulgação l PRF

Pela segunda vez, em menos de quinze dias, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) aprendeu mais uma lancha de luxo na BR-116, na cidade de Milagres, em Minas Gerais. A abordagem ocorreu na última sexta-feira (1º), onde mais um caminhoneiro foi flagrado transportando um barco de luxo de forma irregular  no Vale do Jequiriçá. A primeira situação ocorreu no dia 20 de outubro, quando agentes da PRF solicitaram a documentação de autorização (AET) para o transporte e verificaram que o caminhão que transportava o barco tinha medidas menores do que as reais. Diante da situação, o motorista foi autuado e tanto o veículo quanto a embarcação foram retidos. No caso da última sexta, a PRF informou que durante a fiscalização os policiais constataram que a carga tinha 4,62 m de largura e, diante do tamanho, deveria ser transportada com a documentação de autorização (AET), o que não ocorreu. A PRF informou que o motorista foi autuado por transitar com carga com dimensões superiores ao limite legal sem autorização, mas também sofreu autuações específicas de fiscalização. A carga e o veículo foram retidos no pátio da PRF até que fossem regularizadas a autorização para o transporte. 



Redação do Enem, democratização do acesso ao cinema surpreende professores

Foto: Reprodução

O tema de 2019, segundo os professores, foi mais específico do que nos anos anteriores e surpreendeu a todos. Alguns apostávam que o tema até poderia falar de democratização do acesso à cultura e não especificamente sobre o cinema. A prova atual ano se diferencia da linha de 2018. Ela traz de volta um tema que pede um recorte sobre o Brasil. Isso tinha desaparecido da prova de 2018, mas era uma tendência de 2014 pra cá. Isso pode trazer uma tranquilidade ao aluno, na hora de pensar uma proposta de intervenção que seja próxima da realidade deles, segundo os docentes. O tema também surpreende porque cultura não é um assunto caro ao governo atual, que havia prometido interferir na prova elaborada pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas (Inep). Além disso, nos últimos meses, o presidente criticou o cinema brasileiro e entrou em guerra com o principal órgão de fomento às produções audiovisuais. Bolsonaro cortou quase metade do orçamento da Agência nacional de Cinema, a Ancine. A cultura como eixo temático da redação havia aparecido em 2011, quando os candidatos tiveram que dissertar sobre “Cultura e mudança social”. Assim que foi divulgado o tema pelo Inep, as redes sociais reagiram rapidamente e internautas questionaram se a redação deu margem para criticar ou defender a Lei Rouanet, um mecanismo criado para estimular o apoio da iniciativa privada ao setor cultural.



Após aprovação da ANTT, plano de concessão da Fiol será encaminhado a ministério

Foto: Luciano Santos l 97News

A Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) aprovou, na quarta-feira (30), o envio ao Ministério da Infraestrutura do plano de outorga, estudos técnicos e documentos jurídicos que disciplinarão as condições em que se dará a subconcessão à iniciativa privada de parte da Ferrovia de Integração Oeste-Leste (Fiol). O trecho ferroviário compreende os municípios de Ilhéus e Caetité. O próximo passo será de análise e aprovação do Ministério da Infraestrutura (Minfra) para posterior envio ao Tribunal de Contas da União (TCU). O traçado possui aproximadamente 537 km de extensão, atravessando os municípios de Ilhéus, Uruçuca, Aureliano Leal, Ubaitaba, Gongogi, Itagibá, Itagi, Jequié, Manoel Vitorino, Mirante, Tanhaçu, Aracatu, Brumado, Livramento de Nossa Senhora, Lagoa Real, Rio do Antônio, Ibiassucê e Caetité. O prazo total da subconcessão deverá ser de 35 anos, considerando os períodos de construção e operação, contados a partir da assunção do contrato.



Bolsonaro eleva tom e dispara contra a TV Globo: 'infernizam a minha vida'

Foto: Reprodução l Vídeo

Da Arábia Saudita, o presidente Jair Bolsonaro mostrou muita irritação em um ataque à TV Globo e ao governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel. O foi uma resposta à reportagem publicada no Jornal Nacional, da emissora. A matéria sugere que Bolsonaro autorizou a entrada de Elcio Queiroz, suspeito de matar a vereadora do PSOL, Marielle Franco, em seu condomínio, na Barra da Tijuca, no dia 14  março de 2018. A matéria foi baseada em um suposto testemunho de um porteiro. Bolsonaro negou, dizendo que estava na Câmara Federal, em Brasília, onde consta sua presença no painel de parlamentares. “Por que essa patifaria da parte de vocês? Deixem eu governar o Brasil, vocês perderam. Vocês, o tempo todo infernizam a minha vida. Essa patifaria 24h por dia. Agora querem empurrar a Marielle para cima de mim”, disparou. “Seus patifes da Rede Globo. Patifes! Canalhas! Não vai colar. Não devo nada a ninguém. Não tinha motivo nenhum pra matar quem quer que seja no Rio de Janeiro. Conheci essa vereadora no dia que ela foi executada”, completou. Além disso, Bolsonaro também disse que, em 2022, quando vencerá o contrato de concessão, não fará nada além do legal. Se estiver com problemas, o contrato não será renovado e a Rede Globo perderia a concessão. Bolsonaro, ainda inocentou o porteiro, testemunha que embasou a reportagem da Globo. “Tenho pena do porteiro. Tenho certeza que ele não sabe o que assinou. Acredito que tenha sido vítima de uma farsa”, completou. “Não é que vocês não vão me pegar. Vocês não tem o que me pegar. E ficam inventando essas patifarias, assim como inventaram essa questão”, completou. Por fim, o  presidente lembrou do caso da avó de Michelle Bolsonaro, sua esposa, que foi presa por tráfico de drogas e também do repórter da Época que se apresentou como “gay” para fazer consultas na clinica de psicologia de sua nora, apenas para vasculhar a sua vida e de seus filhos. “Me desculpem a maneira exaltada. Chega ao limite, sou ser humano”, finalizou Bolsonaro.