ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Motociclista fica ferido e perde sangue em colisão com veículo nas proximidades da Feira Livre

Mototaxista colide frontalmente com Van escolar no Bairro Urbis 2

Brumado: MP instaura Inquérito Civil Público para apurar possíveis irregularidades no Concurso Público e no REDA

Cirurgião geral na Clínica Master com Dr. Pedro Thiébaut

Moradores da Rua Odílio Meira Santos na Baraúnas no limite; 'é lama, ratos, poeira e abandono', protestam

Brumado: Dia `D´ da Campanha contra a Raiva acontecerá no sábado (02) de setembro

Deputado Prisco acusa SSP de grampear desembargadores do TJ-BA

Brumado: Baixe o aplicativo da Viação Catarino e facilite o seu transporte

Bahia: Estado tem 744 espécies de plantas consideradas em extinção; exploração é proibida

Brumado: Festa da Luz acontecerá dia 23 de setembro

Promoção Imperdível: Casa Da Tapioca em Sua Mesa

Vereador Glaudson Dias busca junto ao Executivo a instalação de semáforo, rotatória e lombofaixas na região da Praça Heráclito Cardoso

Crime na BA-262: Inquérito está em fase final e possível tentativa de homicídio deverá ser elucidada pela Polícia Civil

Legislativo brumadense participa de importante encontro de vereadores em Livramento

Brumado: Coletiva de imprensa irá tratar do bloqueio até o momento dos repasses da SUDESB aos clubes; ação no MP é cogitada

Condeúba: Gari cai e caminhão de coleta de lixo passa por cima das pernas

Brumadense é presa com drogas no terminal rodoviário da cidade de Caetité

Projeto de Lei de autoria do vereador Zé Ribeiro institui o Dia do Maçom em Brumado

Brumado: Operação conjunta da Polícia e Embasa desmonta esquema de ligações clandestinas na região da Fazenda Santa Inês

Polícia Civil identifica detento morto na noite desta segunda (21) em saída temporária do Dia dos Pais



BUSCA PELA CATEGORIA "Bahia"

Ônibus da Águia Branca tomba e vários passageiros ficam feridos

(Fotos: Reprodução)

Por volta das 5h da manhã desta segunda-feira (10), um ônibus da empresa Águia Branca se envolveu em acidente entre as cidades de Nazaré das Farinhas e Salinas. De acordo com a polícia rodoviária estadual, o motorista do ônibus para evitar bater em uma Van, que desviou de um animal que estava na pista. Neste momento, o motorista do ônibus da viação Águia Branca perdeu o controle do veículo, após jogar para o acostamento, vindo a bater forte no buraco vindo a cair numa vala e tombou. O ônibus fazia linha Porto Seguro X Bom Despacho. Conforme informações, vários passageiros ficaram feridos, com fraturas nos braços, ferimentos nos rostos e escoriações em várias partes do corpo. As vítimas foram socorridas e encaminhadas para hospitais da região. Não houve vítima fatal. A Águia Branca ainda não se pronunciou acerca do acidente. // Fábio Roberto Notícias.



MPF denuncia ex-prefeita Domingas Paixão por irregularidades no uso de mais de R$2 milhões da Saúde

A denúncia inclui o secretário de Saúde Municipal e duas ex-secretárias da pasta por ilícitos cometidos entre os anos de 2012 e 2016

O Ministério Público Federal (MPF) em Feira de Santana (BA) apresentou à Justiça Federal denúncia contra Domingas Souza da Paixão, ex-prefeita do município baiano de Governador Mangabeira – a 126km de Salvador –, por irregularidades no uso de R$2.172.576,16 em verbas federais da Saúde. A denúncia ajuizada nesta quarta-feira, 5 de julho e acusa o secretário de Saúde Municipal, Odilon Cunha Rocha e as ex-secretárias da pasta Elisa Paixão do Nascimento eNadjamena Moreira de Almeida de participarem dos ilícitos. Segundo a denúncia, de autoria do procurador da República Samir Cabus Nachef Júnior, a partir de uma representação feita por servidores públicos municipais, o MPF oficiou o Departamento Nacional de Auditoria do SUS (Denasus) para que fosse analisada possível malversação de verbas do SUS na gestão da ex-prefeita em 2012. Encontradas algumas irregularidades, o período da auditoria foi ampliado e, entre os anos de 2012 e 2016, foram identificados usos de verbas de um bloco de financiamento da saúde para o pagamento de despesas de outro bloco ou para uso diverso do previsto. As práticas são vedadas pela Portaria nº 204/2007 do Ministério da Saúde. De acordo com o Denasus, em 2012 a Secretaria de Saúde transferiu R$59.721,15 de recursos do bloco de Vigilância em Saúde para uma aplicação financeira e, em seguida, para a conta do bloco de Atenção Básica, sem a devida apresentação das despesas relacionadas. De 2012 a 2016 foi utilizado um valor total de R$1.221.077,69 em recursos do bloco de Atenção Básica para pagamentos de diversas despesas, fora da finalidade do bloco. Em 29 de janeiro de 2007, foi aplicado R$880.534,72 do bloco de Atenção Básica em ações e serviços de Saúde que não estavam previstos para o bloco. E, a partir de contrato firmado em fevereiro de 2014, foram utilizados R$11.242,60 do bloco de Vigilância em Saúde para a aquisição de equipamentos de informática que não foram destinados às ações do referido bloco. O MPF requer a condenação dos acusados nos crimes previstos nos incisos III e V do artigo 1º doDecreto-Lei nº 201/1967, respectivamente, desvio de verbas públicas e pagamento de despesas em desacordo com a legislação. Conforme a Portaria 204/2007 do Ministério da Saúde, as verbas da saúde são divididas em sete blocos de financiamento: Assistência Farmacêutica; Atenção Básica; Gestão do SUS; Investimento/Unidade Básica de Saúde, etc; Vigilância em Saúde, Média e Alta Complexidade; Transferências não regulamentadas por blocos de financiamento. Cada bloco possui objeto distinto e finalidade pública específica. Os recursos são direcionados a conta específica de cada bloco e se vinculam à satisfação das suas respectivas finalidades sociais.



Justiça decreta perda de mandato do deputado federal Luiz Caetano

(Foto: Carlos Augusto | Guto Jades)

O juiz de direito da 1ª Vara da Fazenda Pública da Camaçari, César Augusto Borges de Andrade, condenou o deputado federal Luiz Caetano (PT) à perda da função pública, suspensão dos direitos políticos pelo período de cinco anos e proibição de contratar com o poder público. A decisão do magistrado expedida no último dia 5 é referente a uma ação civil por ato de improbidade administrativa ingressada pelo Ministério Público Estadual depois que aprovados em concurso público de 2010 para o cargo de procurador jurídico reclamaram que Caetano, então prefeito da cidade, teria descumprido a lei municipal que tratava da criação de cargos para a Procuradoria Jurídica.

De acordo com a ação do MP, os aprovados para as seis vagas oferecidas não foram nomeados porque Caetano manteve procuradores jurídicos em cargos comissionados na Procuradoria Municipal. Pela lei municipal número 874/2008, que instituiu o Plano de Cargos, Carreira e Vencimentos dos Servidores Públicos Municipais de Camaçari, os cargos em comissão de procurador jurídico e assistente jurídico seriam extintos na medida em que ocorresse o provimento através de concurso público com a previsão de 16 cargos de procurador do município. No entanto, em 2010, foi lançado um edital para concurso que previa somente seis vagas para procurador, embora a legislação municipal apontasse a criação de 16. "Aproximadamente dois anos após a homologação do referido certame, os cargos de procurador do município continuavam sendo exercidos irregularmente por servidores comissionados, sob a denominação de procuradores jurídicos, em clara e manifesta omissão do requerido nos autos na condição de gestor público municipal", ressaltou o MP na denúncia levada à Justiça. Segundo o juiz César Andrade, o então prefeito Luiz Caetano apresentou sua defesa com o argumento de que, em agosto de 2011, o Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) emitiu parecer apontado que as condutas denunciadas pelo MP "encontravam-se em conformidade com a legislação". A defesa jurídica de Caetano também afirmou que a ação civil não deixava claro "o dolo" que teria cometido. "Sem esta indicação precisa, não há possibilidade legal de condenação pelos supostos atos de improbidade administrativa", teria argumentado o ex-prefeito e agora deputado federal, que pediu a improcedência da ação civil. O petista disse que não houve ocupação indevida de cargos públicos na sua gestão, uma vez que "os integrantes da Procuradoria Geral possuíam qualificações técnicas para o exercício das referidas funções". No entanto, o juiz não concordou com os argumentos apresentados pelo acusado e lembrou que, mesmo com candidatos aprovados para a Procuradoria Jurídica do município, o então prefeito determinou a publicação de edital de licitação para contratação de escritório de advocacia para prestação de serviços administrativos e judiciais, "funções privativas da Procuradoria do Município". "Após apreciação dos depoimentos colhidos em audiência, bem como da prova documental produzida nos autos, restou demonstrado de que o concurso público regulamentado através do Edital nº 01/2010, disponibilizou seis vagas para provimento de advogados ao cargo de procurador do município de Camaçari, porém a legislação municipal na época dos fatos estabelecia dezesseis vagas para provimento do referido cargo público, ao qual, em nenhum momento fora preenchido através de concurso público. [...] Luiz Carlos Caetano manteve-se omisso e não promoveu a nomeação e posse dos candidatos aprovados, nem mesmo dentro das vagas estabelecidas através de edital, tendo mantido servidores precários para a execução das referidas funções jurídicas, sob o argumento de que os candidatos aprovados não encontravam-se familiarizados com as diversas ações judiciais envolvendo a municipalidade, tendo optado em manter, no quadro funcional da administração pública, os servidores nomeados e contratados pelo próprio", elencou o magistrado em sua sentença condenatória. À reportagem do BNews, o deputado afirmou, por meio da sua assessoria de imprensa, que vai recorrer da decisão expedida em primeira instância. "Iremos recorrer contra essa decisão. Acho que, nos últimos cinco anos, essa é quarta vez que surgem fatos apontando inelegibilidade, em todos os casos, nós recorremos e conseguimos reverter. Vamos recorrer ao Tribunal de Justiça e, se for necessário, iremos até outras instâncias superiores", diz a nota do parlamentar e ex-prefeito. O congressista também ressaltou que não houve dolo ou malversação de recursos públicos em seus atos praticados à época prefeito de Camaçari.

CONTINUE LENDO


Passageiros da Novo Horizonte que seguiam para Conquista passam 'sufoco' na BA-670

Ônibus com 50 passageiros que vinha de Porto Seguro, ficou desgovernado, saiu da pista e desceu uma ribanceira (Foto: Reprodução)

Usuários da linha Porto Seguro-Vitória da Conquista, da empresa Novo Horizonte, passaram por um grande susto neste sábado (9), na rodovia BA-670, perto de Potiraguá. Por motivos ainda não esclarecidos pela PRE, o motorista perde o controle do ônibus, que saiu da pista e desceu uma pequena ribanceira, indo parar em uma pastagem às margens da rodovia. Segundo testemunhas, haviam cerca de 50 passageiros no veículo. Por sorte, o veículo não tombou e ninguém teve ferimentos. Minutos após o acidente, um caminhão boiadeiro parou para prestar socorro. Os passageiros ficaram na pista aguardando por cerca de três horas até a chegada de um outro ônibus que a empresa enviou ao local. A Polícia Rodoviária Estadual registrou a ocorrência.



Blogueira mirim vai representar Euclides da Cunha no concurso de Miss

(Foto: Divulgação)

A  blogueira mirim, Nina Sol Rocha Souza, nascida em Salvador é a representante de Euclides da Cunha-BA no grande concurso baiano de miss na categoria. O concurso vai acontecer no dia 20 de agosto no Hotel Fiesta e reúne representantes de toda a Bahia. Nina Sol, que só tem 9 anos,  escolheu Euclides da Cunha por ser  a cidade natal dos seus bisavós Ademar José de Almeida (ademar do Onibus) e Firmina Bezerra de Almeida (Dona Nina) e de sua mãe Arieli de Almeida Rocha.



Após casos de esquistossomose na Chapada, Sesab realiza videoconferência sobre doença

Caramujos são hospedeiros intermediários da doença | Foto: Divulgação

Após a interdição de ponto turístico na Chapada Diamantina, na última quinta-feira (4), por conta da incidência de casos de esquistossomose (clique aqui), a Secretaria da Saúde do Estado (Sesab) anunciou uma videoconferência para discutir a doença. Promovida pela Diretoria de Vigilância Epidemiológica (Divep), a “Videoconferência Diagnóstico, Manejo Clínico e Vigilância da Esquistossomose” acontece no dia 19 de julho, às 9h, no Instituto Anísio Teixeira (IAT), em Salvador, com transmissão para as demais salas de videoconferências regionais. Conduzirão a atividade os palestrantes Mitermayer Galvão, pesquisador da Fiocruz, que falará sobre "Manejo Clínico"; Felicidade Pereira, do Laboratório Central (Lacen), com o tema "Vigilância Laboratorial" e; Marta Lima, da Divep, que abordará "Vigilância Epidemiológica".



Estão abertas as inscrições do seguro Garantia-Safra 2017/2018 na Bahia

Foto: Reprodução

As inscrições para o Programa Garantia-Safra, ano agrícola 2017/2018, já começaram no dia 01 de julho e vão até o dia 20 de setembro/2017. Os agricultores familiares interessados devem procurar um dos Serviços Territoriais de Apoio a Agricultura Familiar (SETAF), instalados pela Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR) nos Territórios de Identidade da Bahia, ou Sindicatos de Trabalhadores Rurais, para fazerem a inscrição. Caso tenha aderido ao programa no ano anterior, a inscrição será automática, se a Declaração de Aptidão ao Pronaf (DAP) estiver dentro da validade, mas terá que pagar o boleto distribuído pela Secretaria de Agricultura do município. Para participar do programa o agricultor familiar precisa ter a Declaração de Aptidão ao Pronaf (DAP) ativa, renda familiar mensal de até 1,5 Salário Mínimo, ter efetuado sua adesão antes do plantio e a área mínima plantada deve ser de 0,6 hectare e a máxima de 5 hectares de feijão, milho, mandioca, arroz ou algodão. Em caso de perda da lavoura de pelo menos, 50%, devido à estiagem ou excesso de chuva, o Garantia-Safra assegura renda mínima de R$ 850,00, divididos em cinco parcelas de R$ 170,00 para agricultores familiares. A inscrição só será validada após passar pelo Conselho Municipal e depois do agricultor ou agricultora pagar sua contribuição, que seria de R$ 17,00, mas como o Governo do Estado paga a metade, cada agricultor (a) pagará apenas R$ 8,50. A Bahia é o único estado do país que, além de pagar a sua parte, assume 50% dos valores devidos pelos agricultores familiares e pelas prefeituras. Uma ação praticada pelo governo estadual desde 2009.



Ônibus interestadual de Brumado é alvejado e passageiros são assaltados no estado de Minas Gerais

Foto: 88FM

Um ônibus interestadual da Viação TPC Turismo foi alvejado com um tiro durante um assalto na BR-365, em Buritizeiro, Minas Gerais, na madrugada de quarta-feira (5). Um passageiro contou a nossa reportagem como tudo aconteceu. Segundo ele, havia cerca de 40 passageiros no ônibus, quando, um carro com cinco homens fortemente armados, atiraram contra o veículo e obrigou o motorista a parar. Em seguido colocou a arma na cabeça dele, obrigando o mesmo a seguir até uma estrada de terra onde colocaram os passageiros com as mãos para cima e roubaram dinheiro, joias e celulares. O assalto ocorreu por volta de 01h da madrugada. O veículo partiu da cidade de Santo André, em São Paulo, e seguia para Livramento de Nossa Senhora, sudoeste da Bahia, mas foi atacado quando estava em Minas. Os bancos do ônibus ficaram cheios de estilhaços. Após a ação dos criminosos, todos ficaram em pânico. A empresa registrou um Boletim de Ocorrência (BO) na cidade de Buritizeiro, mas até o momento, nenhum dos assaltantes foi preso. Apesar do susto, nenhum passageiro se feriu.



Geddel pede clemência e cai em prantos ao saber que continuará preso; veja

Preventiva é por prazo indeterminado. Assista a íntegra do depoimento do ex-ministro dos governos Lula, Dilma e Temer, preso na Operação Cui Bono, acusado de atrapalhar os trabalhos da Justiça. (Fotos

Ao final do depoimento de 1h23 minutos que deu ao juiz Vallisney de Souza Oliveira, titular da 10ª Vara da Justiça Federal do Distrito Federal, Geddel Vieira Lima caiu no choro ao ouvir que vai permanecer na prisão por tempo indeterminado. Vallisney não deu prazo para a saída de Geddel, mas disse que vai analisar o pedido de soltura novamente na próxima semana. Conhecido pela postura rígida, ele negou ainda a aplicação de medidas alternativas pedidas pela defesa de Geddel. Entre os apelos, os advogados solicitaram a prisão domiciliar e o uso de tornozeleira eletrônica. Ex-ministro dos governos Lula e Temer, Geddel foi preso em caráter preventivo na última segunda-feira (3), acusado de obstrução de justiça. Ele é suspeito de atrapalhar investigações da Operação Cui Bono, que apura supostos esquemas de fraudes na liberação de recursos da Caixa Econômica Federal. Assista a íntegra do depoimento de Geddel:

 



Batido o Martelo: TJ-BA desativa 33 varas e comarcas no interior do estado; confira a lista

(Foto: Reprodução)

O Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA) aprovou a desativação de 33 varas e comarcas no interior do estado. A medida segue a resolução nº 184/2013, do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), que determina a extinção de unidades com distribuição processual inferior a 50% da média de casos novos. Segundo matéria do jornal A Tarde, outros fatores determinantes são a arrecadação judicial e a despesa da comarca. Com a desativação das unidades, os processos serão transferidos para as de outras cidades. De acordo o TJ-BA, as unidades podem ser reativadas a qualquer momento. Além das fechadas, as comarcas de Camamu, Castro Alves, Inhambupe, Itajuípe, Olindina, Pojuca e Uruçuca, que possuíam duas varas – crime e cível – agora vão passar a ter vara única. Veja os municípios que terão unidades fechadas e para que cidade os casos serão transferidos: 
 

Acajutiba (fechada e transferida para) >> Esplanada
Alcobaça >> Prado
Angical >> Barreiras
Brejões >> Amargosa
Brotas de Macaúbas >> Oliveira dos Brejinhos
Itagimirim >> Eunápolis
Itiruçu >> Jaguaquara
Maraú >> Itacaré
Palmeiras >> Iraquara
Presidente >> Dutra Irecê
São Gabriel >> Central
Serra Preta >> Ipirá
Abaré >> Chorrochó
Aurelino Leal >> Ubaitaba
Baixa Grande >> Ipirá
Boa Nova >> Poções
Boquira >> Macaúbas
Conceição da Feira >> São Gonçalo dos Campos
Ibicuí >> Iguaí
Ibirapitanga >> Ubatã
Itapebi >> Itagimirim
Itapitanga >> Coaraci
Jaguaripe >> Nazaré
Jiquiriçá >> Mutuípe
Milagres >> Amargosa
Mucugê >> Andaraí
Nova Canaã >> Iguaí
Nova Fátima >> Capela do Alto Alegre
Paratinga >> Bom Jesus da Lapa
Pau Brasil >> Camacã
Rio de Contas >> Livramento de Nossa Senhora
Santa Luzia >> Camacã
Wanderley >> Cotegipe



Servidores do Judiciário baiano retomam às atividades após 16 dias de paralisação

Foto: Caique Oliveira/Sintaj

Após paralisação de 16 dias, os funcionários do Judiciário do Estado da Bahia, voltaram às atividades normais. A decisão do fim da greve aconteceu em assembleia do Sindicato dos Servidores dos Serviços Auxiliares do Poder no estado (Sintaj), realizada na última quarta-feira (5). Os servidores aceitaram a proposta da presidente do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA), Maria do Socorro Santiago, que se comprometeu a implantar o pagamento da correção da tabela do Plano de Cargos e Salários (PCS) em outubro e a enviar para a comissão de reforma um projeto que estabelece uma remuneração mínima para os servidores.



Itabuna: Falso médico aplica golpes em famílias de pacientes de hospital

Foto: Reprodução

Três famílias de pacientes internados no Hospital Calixto Midlej Filho, em Itabuna, no sul da Bahia, denunciaram à polícia um falso médico que teria cobrado dinheiro para realização de exames na unidade de saúde. A denúncia foi feita nesta quarta-feira (5). De acordo com a polícia, o falso médico entrava em contato com as famílias por telefone para oferecer o exame. Uma das vítimas disse que ela teve R$ 3 mil cobrados por um procedimento e acabou pagando pelo exame. Um golpe semelhante foi aplicado em agosto de 2016 em pacientes de hospitais públicos e particulares de Salvador. O hospital informou, por meio de nota, que proíbe os funcionários de passarem informações sobre o quadro clínico de pacientes a terceiros. Além disso, informou que não realiza contato por telefone com a família dos pacientes internados. A unidade de saúde, administrada pela Santa Casa de Misericórdia, e que atende pacientes pelo Sistema Único de Saúde (SUS) e pela rede particular, lamentou o ocorrido. Acrescentou também que colabora com as investigações. O caso é investigado pela Polícia Civil.



Cortes de recursos na Polícia Rodoviária Federal é 'greve imposta compulsoriamente'

Foto: Reprodução

Com redução no policiamento das rodovias baianas por conta do corte de orçamento determinado pelo governo federal, o presidente do Sindicato dos Policiais Rodoviários Federais do Estado da Bahia (Sinprf-BA), Fábio Serravalle, reflete que considera a ação "uma greve imposta compulsoriamente". Com unidades operacionais em 26 municípios baianos, a Polícia Rodoviária Federal (PRF-BA) suspenderá, a partir de quinta-feira (6), os serviços de escolta de cargas superdimensionadas, de resgate aéreo, a realização de algumas operações. Além disso, o deslocamento terrestre deverá ser reduzido imediatamente e alguns unidades operacionais deverão ser desativadas. "Ainda não foram definidas as unidades baianas que serão desativadas. Consideramos isso uma subutilização dos recursos da PRF e que esses cortes vão impactar enormemente no aumento de crimes e de mortes", relatou Serravale. De acordo com ele, a atividade policial que já é desgastante vai se tornar ainda pior. "O custeio da PRF é de aproximadamente de 420 milhões e com essa redução vai para pouco mais de 300 milhões. A própria Justiça está impondo a paralisação das atividades policiais e a sociedade não merece essa situação. Todas as operações estão suspensas porque os policiais não podem se deslocar, o que afeta no resgate de animais, prevenção de acidentes, na fiscalização do trabalho escravo e de prostituição infantil, no apoio a outros órgãos, entre outros", reclamou o presidente.



Identificadas as quatro vítimas de desastre na BR-101 em Aurelino Leal

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o motorista perdeu o controle do veículo, rodou na pista e bateu de frente com uma carreta (Fotos: Reprodução)

Quatro pessoas morreram em um acidente na BR-101, nas proximidades de Aurelino Leal, cidade ao sul da Bahia, na noite de terça-feira (4). As quatro vítimas eram dois casais, e estavam em um carro de passeio. Entre as vítimas está o corretor conhecido em Aurelino Leal como “Coelho”. Ele trabalhava com compra e venda de veículos. O outro homem morto no acidente era seu irmão, identificado pelo apelido de “Bocão”. As duas mulheres não tiveram os nomes revelados. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o motorista perdeu o controle do veículo, rodou na pista e bateu de frente com uma carreta. Chovia no momento da colisão. Ainda de acordo com a PRF, uma caçamba que estava atrás do automóvel e acabou batendo na lateral do carro depois da colisão. Os ocupantes dos dois veículos maiores não ficaram feridos. Os corpos das vítimas foram encaminhados para o Departamento de Polícia Técnica (DPT) de Ilhéus, mas até a manhã desta quarta-feira (5) eles não foram identificados. De acordo com a Polícia Civil de Ilhéus, os veículos foram levados para o pátio da PRF em Itabuna. A carreta envolvida no acidente transportava uma pedra grande de granito e ocupou parte da pista. O motorista da carreta foi ouvido pela polícia e liberado. A polícia não deu informações sobre o motorista da caçamba. Para a retirada dos corpos, a pista ficou interditada por cerca de 3h30, o que gerou congestionamento de 2 km. A via foi liberada por volta de 1h30 desta quarta-feira, segundo a PRF.



Defesa de Geddel diz que provas para prisão são frágeis e que vai recorrer

(Foto: 97NEWS Conteúdo)

O advogado Gamil Föppel, que defende o ex-ministro Geddel Vieira Lima (PMDB), disse que a prisão do político baiano feita pela Polícia Federal na operação Cui Bono foi embasada em frágeis documentos. Em nova nota divulgada na tarde desta terça-feira (4), a defesa do presidente do PMDB na Bahia reiterou que a reclusão foi uma medida cautelar desnecessária. "Com efeito, a representação formulada pela autoridade policial se limitou a exercício de infundadas conjecturas, sem elementos concretos que pudessem lastrear as suas suposições, o que apenas evidencia a fragorosa falta dos pressupostos e requisitos autorizadores da prisão preventiva. Salienta-se, inclusive, que não foi produzido absolutamente nenhum elemento de prova novo, no bojo da denominada “Operação Cui Bono”, após os quase sete meses desde a sua deflagração", afirma o advogado, frisando que vai recorrer da decisão da Justiça Federal que determinou a prisão preventiva. Geddel foi preso por obstrução da Justiça após o doleiro Lúcio Funaro ter relatado que o peemedebista teria procurado sua esposa várias vezes para saber se havia disposição do ex-deputado Eduardo Cunha para fazer acordo de delação premiada.



Internet: Grávidas dançam 'Despacito' para ajudar no parto e vídeo viraliza na rede

Foto: Reprodução

Duas “mamães” estão fazendo sucesso nas redes sociais depois que aparecem dançando o hit “Despacito”, do porto-riquenho Luis Fonsi, por recomendação médica, na Maternidade José Maria de Magalhães Neto, em Salvador. O método inusitado foi usado para ajudar na dilatação do colo do útero e o bebê passar no parto e nascer. Em dois dias, o vídeo já teve mais de 1 milhão e trezentas mil visualizações na internet. A técnica de enfermagem Evellin Costa de 23 anos, e a vendedora Caroline Pereira, de 26 anos, foram orientadas a fazer agachamento e dançar para facilitar o parto. As duas aparecem fazendo a coreografia que tem vários movimentos nos braços, passos nas pernas e agachamentos. "37 semanas, 7 centímetros de dilatação e nada de Nicole sair. O que tem para hoje é Despacito para vê no que vai dá. Dançando para ver se chega aos 10 centímetos", postou Evellin junto ao vídeo nas redes sociais. “Perguntei a enfermeira como poderia fazer. Ela disse que poderia fazer agachamento, tomar banho quente. Como eu gosto de dançar, preferi dançar”, conta Evellin. “Como eu não aguentava ficar aqui dentro da maternidade, sofrendo dor demais, a minha médica pedia para eu andar, fazer agachamento, fui na ideia dela e fui fazer o vídeo”, completa Caroline. Quando gravaram o vídeo, Evellin e Caroline estavam com 37 semanas de gravidez, sentindo contrações e já perto de dar à luz. Elas estavam internadas em uma sala do hospital, que faz parte de um setor onde a equipe da maternidade faz um trabalho com as gestantes, usando práticas que ajudam a dar mais conforto na hora do parto. Antes de dançar o “Despacito”, Evellin estava com o colo do útero dilatado em 7 centímetros, quando são necessários 10 para o parto. Em dois dias, nasceu a primeira filha dela, Nicole Emanuele. Já Caroline tinha dilatado até então apenas 4 centímetros. Quatro dias depois da gravação do vídeo, ela deu à luz ao segundo filho, Antoni Eduardo. Evellin brinca que a filha também gosta do hit “Despacito”. “Quando a gente coloca a música, ela já conhece, dá uma risadinha”, conta. Caroline diz que o filho Antoni vai ser bom dançarino. "Oxe, com certeza. Vai dar muita risada depois", brinca.





Geddel é transferido da superintendência da PF em Brasília para o presídio da Papuda

Ex-ministro Geddel Vieira Lima desembarcou em Brasília na madrugada desta terça (4) com uma pequena mala e foi encaminhado para a carceragem da PF (Foto: Reprodução / TV Globo)

O ex-ministro Geddel Vieira Lima (PMDB-BA) foi transferido na tarde desta terça-feira (4) da superintendência da Polícia Federal (PF), em Brasília, para o Complexo Penitenciário da Papuda, localizada a 17 quilômetros do Palácio do Planalto, onde ele despachava até novembro do ano passado. O peemedebista vai ficar detido na ala para presidiários que têm curso superior, a mesma em que o ex-deputado e ex-assessor especial do Planalto Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR) ficou preso. Um dos aliados mais próximos do presidente Michel Temer e responsável pela articulação política do Palácio do Planalto até o fim do ano passado, Geddel foi preso nesta segunda-feira (3), em Salvador, por ordem do juiz Vallisney de Souza Oliveira, da 10ª Vara da Justiça Federal do Distrito Federal. Ele desembarcou em Brasília, em um avião da PF, no início da madrugada desta terça. Imediatamente, ele foi conduzido pelos policiais federais para a superintendência da Polícia Federal, onde passou a noite na carceragem. O peemedebista é suspeito de agir para atrapalhar investigações da Operação Cui Bono, que apura supostas fraudes na liberação de crédito da Caixa Econômica Federal – o ex-ministro foi vice-presidente de Pessoa Jurídica da instituição financeira entre 2011 e 2013, no governo Dilma Rousseff, e, de acordo com as investigações, manteve a influência sobre o banco público desde que Temer assumiu a Presidência em maio de 2016.  A investigação se concentra no período em que Geddel ocupou o cargo de vice-presidente da Caixa. À época, ele assumiu o cargo na cúpula do banco público por indicação do PMDB, que era sócio do PT no governo federal. A apuração do envolvimento de Geddel com as irregularidades cometidas na Caixa foi motivada por mensagens de texto registradas em um aparelho de telefone celular apreendido na casa do então deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), que está preso em Curitiba pela Operação Lava Jato.

 



Geddel Vieira Lima é preso pela PF dentro da Operação Cui Bono

(Foto: Reprodução)

O ex-ministro Geddel Vieira Lima foi preso na tarde desta segunda-feira pela Polícia Federal dentro da Operação Cui Bono. A decisão partiu do juiz Vallisney  de Souza, titular da  10ª Vara Federal de Brasília. O mandado é de prisão preventiva, quando não há prazo para a soltura. A prisão foi baseada nos depoimentos do operador Lucio Funaro e do empresário e delator Joesley Batista no âmbito da Cui Bono. A operação investiga a existência de práticas criminosas na liberação de créditos e investimentos por parte de duas vice-presidências da Caixa Econômica Federal: a de Gestão de Ativos de Terceiros (Viter) e a de Pessoa Jurídica. Uma das vice-presidências era ocupada por Geddel.



Baianas do acarajé serão incluídas na Classificação Brasileira de Ocupações

(Foto: Reprodução)

Com uma solenidade na sede da Superintendência Regional do Trabalho na Bahia (SRT), técnicos da Universidade de São Paulo (USP) iniciam um estudo para a inclusão do ofício das baianas do acarajé na Classificação Brasileira de Ocupações (CBO), do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE). Serão feitas cerca de 3.500 entrevistas com as baianas de Salvador, com conclusão prevista para o fim de julho. A solenidade de abertura dos estudos contou com a presença de diversas baianas do acarajé além do secretário executivo do MTE, Antônio Correia, e da titular da SRT, Gerta Schultz. Para Schultz, a inclusão da atividade na CBO permitirá às baianas os mesmos direitos já conquistados por trabalhadores que exercem atividades regulamentadas, como a aposentadoria e o auxílio doença em casos de acidentes de trabalho. “A luta é antiga e agora estamos realizando esse sonho”. Na prática, elas passam a ter uma qualificação como profissionais contando com direitos por acidente de trabalho e o previdenciário, o que ainda não é reconhecido. De acordo com a superintendente do Trabalho, “neste momento estamos discriminando quais são os requisitos para o registro de cada profissional e, então, passaremos à regulamentação”.