ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Convite: Câmara Municipal de Brumado

Brumado: Babilônia na sinalização de trânsito promovida pelo DNIT vira motivo de piada nas redes sociais

Aracatu: Após um mês da 'Operação Chronos', prefeito continua afastado do cargo; investigações continuam e prisão ainda não foi descartada

'Sem Fôlego': Doze são presos e 68 botijões apreendidos em ação de combate à venda ilegal de gás

Lúcio se diz tranquilo sobre operação da PF: 'não encontrarão nada de errado'

Mega-Sena pode pagar R$ 4 milhões hoje (19)

Brumado: No combate à criminalidade, 34ª CIPM lança o 'Zap Denúncia'

Nas redes sociais, músicos e amigos de `Kley Santos´ prestam homenagens ao brumadense

UFBA abre curso de graduação na UAB de Brumado

Jovem conquistense desaparece após pegar um táxi; família pede ajuda

Brumado: Em novas dependências, SMTT vai em busca de superar severa crise interna; rumores apontam até para a extinção do órgão

Ex-prefeito de Piripá (BA) é condenado novamente por desvio de R$ 186 mil da Educação

Modernidade: Autorizado o pagamento de multas em débito e crédito

Brumado: Identificado o jovem que acabou morrendo em trágico acidente industrial na manhã desta quarta-feira (18)

Tragédia em Brumado: Jovem operário morre após máquina cair em cima de sua cabeça

Medicina do Trabalho na Clínica Master com Dr. Joaquim Donato Júnior

Devassa Puro Malte será a cerveja oficial da Arena Safadão

Bahia: Eternit pode ser condenada a indenizar sociedade em R$ 225 mi por uso de amianto

Filhote de veado é resgatado por médico às margens da BA-148 em Livramento

Dermatologista Dr. Bruno Prado atende no Centro Médico São Gabriel



BUSCA PELA CATEGORIA "Bahia"

Investimentos do Governo do Estado mantém a Bahia em destaque nacional

(Foto: Divulgação)

A Bahia se mantém no segundo lugar entre os estados que mais investem. De janeiro a agosto foram R$ 1,48 bilhão, atrás apenas de São Paulo, segundo balanço apresentado na manhã desta terça(17) pelo secretário da Fazenda, Manoel Vitório, em audiência pública da Comissão de Finanças , Orçamento  e Controle, da Assembleia Legislativa da Bahia. Como membro titular da Comissão de Finanças, o deputado Zé Raimundo mais uma vez elogiou a explanação do secretário Manoel Vitório e parabenizou o Governo Rui Costa pelos investimento na capital, destacando-se as obras do metrô, e no interior do estado, com a construção da Ferrovia Oeste/Leste (FIOL), no abastecimento de água, na construção de hospitais e policlínicas, entre outras ações. Em termos de proporcionais, a Bahia supera São Paulo, com obras e ações que beneficiam diretamente a população tornam-se mais significativas, já que o governo paulista investiu pouco mais que o dobro no mesmo período: R$ 3,5 bilhões, segundo comparou Vitório. De acordo com o secretário, o investimento do governo baiano ficou acima daquele registrado pelas demais grandes economias do país, como Paraná (R$ 844,6 milhões), Minas Gerais (R$ 625,9 milhões), Rio Grande do Sul (R$ 312,5 milhões) e Rio de Janeiro (R$ 248,5 milhões). No Nordeste, o Ceará investiu no período R$ 1,041 bilhão e Pernambuco chegou a R$ 564,6 milhões.



Imagens mostram garota recebendo revelação divina antes de ser morta em Simões Filho

(Fotos: Reprodução)

Uma informação perturbadora sobre a morte da adolescente Gisele Kailla de Jesus Adab, 17 anos, na noite de domingo (15), em Simões Filho, na Bahia, Região Metropolitana de Salvador (RMS), intriga a população da cidade. A adolescente que era carinhosamente chamada de Gika, foi assassinada com vários disparos de arma de fogo. A vítima foi surpreendida por homens armados, que chegaram ao local em uma moto. Gisele acabou sendo alvejada com vários tiros e não resistiu aos ferimentos. Porém, há um mês e 24 dias, mais precisamente no dia 21 de agosto deste ano, Gisele teria sido avisada por meio de uma “revelação divina” feita pelo “Pastor André Barreto”, da Igreja Assembleia de Deus Visão da Gloria. O aviso divino foi compartilhado pelo pastor Thiago Silva, na madrugada desta segunda-feira (16/10), por meio da rede social Facebook, após ser informado sobre a morte da adolescente. O religioso publicou um vídeo que mostra Gisele recebendo uma revelação. “No dia 21 de agosto, na nossa segunda-feira do livramento, Deus falou com a jovem Gisele do grande livramento que estava dando a ela. Mas também disse que não brincasse, que Deus à queria na presença dele e que não haveria outra chance”, afirma o pastor na descrição do vídeo. Ainda na descrição do vídeo, o religioso lamenta a morte da jovem. “Meus sinceros sentimentos a toda família de Gisele”, lamentou.

A jovem não teria dado atenção ao aviso e acabou morrendo (Foto: Reprodução Facebook)

No vídeo é possível ouvir o Pastor André Barreto dando detalhes do crime a Gisele, e dizendo que alguém estava com raiva do que aconteceu no inicio do ano. “Eu tô vendo uma moto de modelo de XRL, moto alta. Eu tô vendo eles com uma 380 na cintura. Eu tô vendo que estão pilotando com uma ponto 40. Estou vendo eles dizendo vamos chegar lá fazendo tudo, vai ser daquele jeito. Eu tô vendo que estão com raiva de alguém próximo a ela [..] Meu Deus manda te dizer, chega de brincar, porque outra chance você não vai achar. Estão com raiva de você [..] “, revela o Pastor a Gisele, contando detalhes sobre o crime, um mês antes da jovem ser executada. O vídeo ainda mostra o Pastor André Barreto, de forma insistente, fazendo um apelo para Gisele. Após receber vários tiros, Gisele ainda chegou a ser levada para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Paripe, mas não resistiu aos ferimentos. Ela foi sepultada na tarde desta segunda. Até o fechamento da matéria, nenhum suspeito de ter cometido o crime havia sido localizado. A autoria e motivação do crime serão investigadas pelo DHPP (Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa), em parceira com a 22ª Delegacia Territorial de Simões Filho. Veja o vídeo em que a revelação é transmitida à jovem: 



'Nude' de procurador municipal no Whatsapp constrange prefeito de Ibirapitanga

Em virtude da situação inusitada já tem gente apostando que o prefeito Ravan (PSD) já pensa em exonerar o “modelo” (Foto: Reprodução)

As fotos, que supostamente seriam do advogado, começaram a ser compartilhadas em grupos de WhatsApp desde a semana passada. Ele aparece completamente nu, segurando as partes íntimas em frente a um espelho. Além de advogado, o homem exerce também a função de Procurador Jurídico e de professor em uma escola municipal em Ibirapitanga. Segundo informações, por causa das imagens, o advogado chegou a ser hostilizado por alunos. Não se sabe ao certo por qual motivação ou quem divulgou as fotos. De acordo com o Estatuto da Advocacia e da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), o membro que não possui idoneidade moral, pode ter o cancelamento imediato da inscrição junto à ordem máxima de advocacia no Brasil. Ele ainda não se manifestou sobre o caso. 



Empresa de Vitória da Conquista dá exemplo e ganha o mercado brasileiro

(Foto: Arthur Garcia/Divulgação)

No verão de 1996, o empresário Marcos Fenício Dias era um naturalista recém-formado em agronomia que vivia na pindaíba. Hoje, aos 49 anos é dono de uma empresa que fatura R$ 32,6 milhões ao ano e que está entre as 100 pequenas e médias empresas do Brasil que mais cresceram entre 2014 e 2016, segundo pesquisa da consultoria Delloite divulgada este mês. É Vitória da Conquista, Sudoeste da Bahia, que vem o exemplo para outros empresários – a Alimentos Tia Sônia é uma das cinco representantes baianas no ranking – junto com a GertecBrasil – do segmento de máquinas, equipamentos e ferramenta - a construtora MA Almeida, a CiberianTI e a Morais de Castro Produtos Químicos. Com o pouco dinheiro que Marcos ganhava investia em alimentos saudáveis e algumas poucas viagens. Numa delas, para Machu Picchu, no Peru, recebeu de presente da mãe Sônia Maria Lopes Dias 6 kg de granola caseira - alimento que há décadas é consumido tradicionalmente pela família, de origem portuguesa.  A granola tinha aveia, castanha de caju, tapioca, melaço de cana, gergelim, manteiga, uva-passa, coco e amendoim. Sem ter como levar sozinho a quantidade do lanche materno, Marcos dividiu com os amigos – que na volta da viagem, o incentivaram a produzir fazer a granola para venda. “Peguei R$ 40 emprestado da minha mãe e comprei os produtos da granola. Na cozinha da casa dela, fiz pacotinhos de 200 gramas e vendi tudo em uma semana, e as pessoas querendo mais. Daí em diante, passei a procurar mercados e aperfeiçoar o produto”, conta Marcos, que logo no início retirou o amendoim da receita.

Fábrica na cozinha

A cozinha de casa serviu como fábrica nos primeiros meses. Mas ficou apertada. Mãe e filho passaram então a produzir a granola na garagem com a ajuda de mais dois funcionários, um deles Wagner Amorim, 36, hoje o responsável pela manutenção das cerca de 130 máquinas da empresa, que desde 1999 está no bairro Jardim Guanabara.

O terreno de 900 metros quadrados iniciais logo foi ampliado para 4.000 metros quadrados em 2002. “Mas já está pequeno, nem conseguimos mais respirar direito. Por isso, estamos já planejando a nossa mudança para outro espaço bem maior e com capacidade para triplicar a produção”, disse Marcos, que preferiu segredo sobre a produção da empresa, onde trabalham cerca de 120 pessoas.

O destino é um terreno no Distrito Industrial dos Imborés, onde inicialmente será possível aumentar em 30% a produção da granola que atualmente está em mais de 5.000 pontos de venda do Nordeste, presente em mercados de todas as capitais da região. O alimento é composta por flocos de aveia, rapadura, coco, tapioca, uva-passa, castanha de caju, gérmen de trigo, melaço de cana, manteiga, gergelim e sal marinho.

Tia Sônia, como os amigos de Marcos chamavam a mãe dele, é a marca da empresa, uma das maiores do Nordeste em fabricação de granolas e que aparece na pesquisa anual da consultoria Delloite - mesmo no período de recessão econômica no país.

Para conseguir o feito, além de 40 demissões, a empresa investiu R$ 1,5 milhão em equipamentos mais modernos para a fábrica, terceirizou o serviço de logística, ampliou o prazo de pagamento junto aos fornecedores, reviu o plano tributário e fechou a divisão de beneficiamento de coco, que não era rentável.

A empresa que aparece na pesquisa em 59ª colocada no ranking nacional conseguiu ter crescimento de 19,29% entre 2014 e 2016. “É quase a média de crescimento anual que viemos tendo em outros anos, com exceção de 2015, nosso pior ano”, disse Marcos Fenício. Segundo ele, a empresa vem trabalhando constantemente em inovação de produtos.

“Estamos sempre preocupados em lançar algo novo, bom, que venda muito. Por isso, eu e alguns funcionários estamos sempre indo a feiras de alimentos e de outros setores – como de saúde e bem-estar – para ver quais são as demandas atuais de alimentação. Nosso lema é fazer as pessoas serem felizes se alimentando, que é uma coisa que todo mundo gosta”, contou o ex-naturalista, adepto hoje de um “churrasquinho de leve”. “Não estou tão radical quanto antes”.

Outra frente de atuação da empresa é com relação aos funcionários – eles recebem cursos de aperfeiçoamento dentro e fora da Bahia. “Trabalhamos com processos de treinamentos em diversas áreas de conhecimento, baseados nas demandas dos setores. Existem valores anuais destinados para cursos, mas se surge alguma demanda a mais avaliamos a importância para o aumento do valor destinado. Promovemos diversos treinamentos internos também”, disse a gerente Recursos Humanos Jamaica Cabral.

Valorização das habilidades
Trabalhar as habilidades pessoais também é uma meta da empresa, como ocorreu com o chefe de manutenção de máquinas Wagner Amorin. “Chegaram a me colocar como supervisor de produção, que foi onde comecei e fiquei por cerca de 6 a 7 anos. Mas gostei mesmo de trabalhar com máquinas e a empresa me bancou um curso de eletrotécnico, que é a minha profissão. Muito do que vi no curso já sabia na prática, o que fiz foi aperfeiçoar”, contou Amorin.

Hoje, vendo o crescimento da empresa, a matriarca da família Sônia Maria Lopes Dias, se diz orgulhosa da ideia que teve o filho de produzir granola para venda. “Foi um alimento que sempre fizemos em casa, uma mistura. Meus avós, que eram portugueses, faziam, e eu aprendi com eles”, disse a mulher de 78 anos que hoje vai apenas três vezes à fábrica “só para dar uns palpites”.

“Mas antes, eu chegava às 7h e saia às 19h, eram doze horas de trabalho diário”, ela lembra, informando depois que o marido Otávio da Silveira Dias, de 86 anos, ainda continua firme na empresa, sendo um dos primeiros a chegar e um dos últimos a sair. “É o grande patrimônio da família, construído com muito trabalho e dedicação”, ela comentou.

Maioria das PMEs lançaram novos produtos
A pesquisa da Delloite, realizada em parceria com a editora Abril, teve como objetivo mostrar as estratégias de cada empresa para o reposicionamento no mercado em tempos de crise. Além da Tia Sônia, outras pequenas e médias empresas baianas que aparecem no ranking das 100 que mais cresceram no Brasil entre 2014 e 2016 são a Gertec Brasil (18ª), a MA. Almeida Engenharia (30ª), a Ciberian T.I (58ª) e a Morais de Castro Produtos Químicos (64ª).

Entre as empresas do ranking das 100 que mais cresceram, a mediana do número de funcionários se manteve em 2016 em um patamar similar ao do ano anterior. Já a divisão da receita líquida por funcionário, aumentou em 23% no mesmo período, o que indica que essas empresas obtiveram maior eficiência.
 Realizada desde 2006, a pesquisa, pela primeira vez, além das pequenas e médias empresas, envolveu também outras de maior porte na premiação “Best Managed Companies – Brasil”, com o objetivo de valorizar as melhores práticas de gestão que podem inspirar gestores e empreendedores.
O estudo sublinha que “o mercado brasileiro se mobiliza em torno de soluções para a retomada da atividade econômica no País”, e que, “as pequenas e micro empresas têm muito a contribuir.”

Quase 90% das PMEs do ranking lançaram novos produtos e serviços em 2016, refletindo um esforço dessas organizações de se reposicionar no mercado. Um grupo importante de empresas entre as PMEs classificadas para o ranking está engajado em práticas de fomento à inovação, como investimento em tecnologia, formação de profissionais para lidar com desafios diversos e disseminação de uma cultura aberta a novas perspectivas na solução de problemas.
Quase 70% das empresas contam com uma equipe dedicada (integral ou parcialmente) para a gestão e o desenvolvimento da inovação. Segundo a pesquisa, parte das PMEs que mais cresceram revelou considerar um desafio prioritário o equilíbrio entre a volatilidade da demanda – intensificada no atual cenário econômico – e os custos com fornecedores.

CONTINUE LENDO


Para se afastar do Z4, Bahia recebe o líder Corinthians na Arena Fonte Nova

(Foto: Reprodução)

Depois de conquistar um empate contra o Palmeiras, com uma atuação que deixou o torcedor esperançoso, o Bahia volta a campo às 18h (horário de Salvador) deste domingo (15), na Arena Fonte Nova, para enfrentar a equipe do Corinthians, líder da Série A do Campeonato Brasileiro. Essa partida é válida pela 28ª rodada da competição. Para esse difícil duelo o técnico Carpegiani tem cinco retornos, sendo dois deles de atletas titulares, Tiago e Edson, que cumpriram suspensão. Já os outros, Thiago Martins, Matheus Sales e Allione, contra o Palmeiras por questões contratuais. Porém, o comandante do Esquadrão não poderá contar com o atacante Mendoza, que pertence ao alvinegro paulista e não pode enfrentar a equipe. Já do lado paulista, o técnico Fábio Carille teve um sério desfalque de última hora. O zagueiro Pablo, que era esperado para retornar nessa partida, teve constatada uma lesão na coxa e foi vetado. Além dele, o volante Gabriel, cumprirá suspensão e também não poderá enfrentar o Tricolor. Na zaga o escolhido para entrar foi Pedro Henrique, já no meio, Camacho vai enfrentar o clube onde já teve uma passagem.



Lucio Vieira Lima pede ‘ajuda’ a empresários para defesa de Geddel

Quem se negou a contribuir, diz a matéria, teme aparecer em uma provável delação de Geddel, aliado do presidente Michel Temer (PMDB) (Fotos: Reprodução)

Irmão de Geddel Vieira Lima, o deputado federal Lúcio Vieira Lima (PMDB) tem procurado empresário para pedir ajuda financeira para defesa do irmão. A informação é da coluna Radar On Line, da Veja. Segundo a publicação, a Procuradoria-Geral da República (PGR) está de olho nos pedido. Quem se negou a contribuir, diz a matéria, teme aparecer em uma provável delação de Geddel, aliado do presidente Michel Temer (PMDB).



Bahia: Fábrica clandestina de armas é desarticulada pela polícia em Teixeira de Freitas

Foto: Divulgação l SSP-BA

Uma operação intitulada “Operação Senhores das Armas” realizada pelas polícias Militar e Civil, apreendeu diversas espingardas, pistolas e revólveres, muitos de uso exclusivo, além de farta munição foram encontrados em três estabelecimentos que atuavam de maneira clandestina, na cidade de Teixeira de Freitas, nesta quinta-feira (11). Os estabelecimentos inicialmente mapeados foram a Casa Morbeck e Julinho da Sanfona. Nas apreensões diárias de armas com criminosos, em depoimento, eles relatavam comprar nesses estabelecimentos. Com mandados de busca e apreensão concedidos pela Justiça os locais foram vasculhados. Durante as diligências chegou a informação de que na Oficina Confiança a mesma prática ocorria.

 

As equipes da PM e PC foram até o local e apreenderam mais armas, munições, e outros materiais. Na ação foram presos em flagrante Oto Moreira Morbeques, dono da Morbeck, Dourivaldo dos Santos, proprietário da Julinho da Sanfona, Agnelson Ferraz e Ulimar Cardoso Ferraz, responsáveis pela Oficina Confiança. "Aumentamos a nossa produtividade na apreensão de armas e durante as reuniões de avaliação percebemos que muitas eram artesanais. Grande ação das unidades locais. Estão de parabéns pelo belo trabalho", declarou o secretário da Segurança Pública, Maurício Teles Barbosa.



Comissão da Fiol e Porto Sul desmente reportagem do programa 'Bahia Meio Dia'

(Foto: Divulgação)

Nota à imprensa contestando dados da Ferrovia Engenheiro Vasco Azevedo Neto – antiga Fiol- Ferro - e Porto Sul, veiculados no Programa Bahia Meio Dia, foi discutida e aprovada hoje (11) na comissão especial da Assembleia Legislativa da Bahia que acompanha as obras. As matérias exibidas pelo programa, na TV Bahia/Globo, nos últimos dias 09 e 10 de outubro, divulgaram dados incompletos e artificiosos sobre a situação real das obras, conforme a nota da comissão, que cumpre importante papel fiscalizador e apoiador do projeto, como destaca o deputado Zé Raimundo (PT), titular do colegiado. “Diferente do que a repórter afirma na matéria, a ferrovia hoje está com 71,24% de obra física executada entre Ilhéus e Caetité e no total, levando em conta ainda de Caetité até Barreiras, com mais de 50% executada, e não apenas 30% como é apresentado na matéria. Os 30% que tanto a matéria televisiva enaltece se refere apenas aos dois lotes da região oeste, e não a ferrovia como um todo”, afirma a nota. Zé Raimundo explica que a comissão tem acompanhado de perto de todo desenrolar da obra do impactante projeto da Fiol e Porto Sul e feito gestões efetivas para agilizá-la. “Temos a convicção do papel da mediação social que nós, deputados, fazemos, recorrendo aos órgãos federais em Brasília para cobrar agilidade no andamento da construção. Portanto, estamos em condições de contestar e protestar contra informações equivocadas como as veiculadas no programa televisivo, que acabam dando uma visão errada para a população sobre que realmente ocorre com este importante projeto”, enfatizou o parlamentar. Segundo a nota oficial, a reportagem sobre a Fiol e Porto Sul não destaca em nenhum momento o avanço das obras no Lote 5FA - ponte sobre o Rio São Francisco – neste lote as obras ultrapassam 50% do total a ser executado. “Já no lote 4 - região de Brumado – o retorno das obras ainda não ocorreu, porque a empresa responsável, Andrade Gutierrez, não aceitou renegociar com a estatal Valec”, admite o documento da comissão presidida pela deputada Ivana Bastos (PSD). Também causou espanto aos membros da comissão a reportagem não ter informado sobre a celebração do Memorando de Entendimento assinado recentemente pelo Governo do Estado com empresas chinesas e a Bahia Mineração (Bamin) para financiamento dos projetos. O documento foi assinado durante a realização da reunião anual do BRICS, na China, tendo como testemunha o presidente da República Popular da China, Xi Jinping, e presidente do Brasil, Michel Temer. Após o evento, o Governo Federal se comprometeu em lançar o edital de licitação para conclusão das obras da Fiol até o mês de junho de 2018, mas o estado tem total interesse em acelerar esse processo, caso a União coloque a Bahia na condução do procedimento. Sobre o Porto Sul, esclarece pontos do Memorando de Entendimento estabelece que o Governo do Estado, as empresas chinesas e o Eurasian Resources Group, acionista da Bahia Mineração, cooperarão para o desenvolvimento totalmente integrado dos projetos. “O empreendimento já tem todas as licenças necessárias para o início da obra, tais como as licenças prévia e de instalação, além da autorização para supressão de vegetação, emitidas pelo Ibama”, afirma a nota.



Professor da UESB morre em desastre automobilístico

Acidente ocorreu na manhã desta quarta-feira (11), na rodovia BA-001. Flory Nonato dos Santos perdeu o controle do carro, bateu e morreu na hora (Fotos: Reprodução)

Um homem de 57 anos morreu após bater o carro em árvores localizadas nas margens da BA-001, em Ilhéus, no sul do estado. O acidente foi por volta das 6h desta quarta-feira (11), nas proximidades de uma faculdade particular. Uma câmera de segurança flagrou o momento do acidente. Nas imagens, o veículo da vítima se desloca em uma reta, quando de repente perde o controle, sai da pista e bate em árvores que estavam à direita do carro. Ainda não há informações sobre o que levou o motorista a perder o controle do veículo. 



Prefeitura de Feira de Santana sanciona Lei que estabelece multa de um salário mínimo para quem aplicar trote contra o Samu

Foto: Luciano Santos l 97News

Pelo menos 40% das ligações recebidas pelo Serviço Móvel de Urgência (Samu) são trotes na Bahia. Mas a situação pode mudar, se algumas cidades como Feira de Santana toamarem atitudes que possam punir o infrator. Aprovado na Câmara de Vereadores de Feira de Santana, o projeto de lei que que prevê multa de um salário mínimo para quem aplicar trote contra o Samu foi sancionado pela prefeitura. A sanção ocorreu nesta terça-feira (10). De acordo com o projeto, o Samu irá identificar as ligações recebidas e solicitar às empresas telefônicas os nomes dos responsáveis pelas linhas para identificação dos donos. Já as ligações feitas de telefones públicos serão anotadas em separado para análise de incidência geográfica dos trotes e posterior identificação dos infratores por meio dos órgãos municipais competentes. A multa prevista será de um salário mínimo vigente por cada trote realizado. Em caso de reincidência, o valor será duplicado. O Samu hoje possui um banco de dados, que permite ao atender a ligação, o operador tenha acesso, na tela de seu computador, ao número do telefone responsável pela chamada e a um formulário que ele deve preencher com as informações sobre a suposta ocorrência. Isso, automaticamente, gera um banco de dados, a partir do qual é possível elaborar estatísticas mais precisas e obter um histórico com informações sobre cada número registrado. Essas ferramentas permitem, por exemplo, que a Prefeitura identifique os telefones que mais se repetem em ligações que se revelam trotes. No Brasil, o Samu vem realizando um trabalho educativo para acabar com o trote. Isso ocorre, por exemplo, por meio de palestras em escolas, já que boa parte dos trotes são feitos por crianças e adolescentes (embora os trotes feitos por adultos gerem resultados mais extremos, a exemplo das já citadas ocorrências em que os profissionais do Samu 192 foram enganados). Só lembrando que, independente de qualquer Lei sancionada pelos municípios, passar trote é crime. O Art.266 do Código Penal descreve que “Interromper ou perturbar o serviço telefônico” é crime e o infrator poderá incorrer em pena de detenção de um a seis meses ou multa. Esse artigo da lei se aplica para qualquer caso e seja qual for a vítima.



Waldenor protesta contra Privatização dos Correios

(Foto: 97NEWS Conteúdo)

O deputado Waldenor Pereira manifestou a solidariedade com os funcionários dos Correios de todo Brasil, especialmente da Bahia, condenando veementemente a decisão do governo federal de fechar 1.827 bancos postais no país, a partir de amanhã (11/10). Na Bahia, ressaltou, serão fechadas 440 agências. “Não podemos aceitar que esta empresa centenária, uma das instituições de maior credibilidade do Brasil, esteja ameaçada pelo governo golpista, incluída no programa de desmonte do presidente ilegítimo Michel Temer”, protestou na tribuna do plenário da Câmara Federal, na tarde de hoje (10). A ameaça de privatização dos Correios, como lembrou Waldenor Pereira, já foi manifestada inclusive pelo ministro da fazenda, Henrique Meireles, e a decisão do fechamento de bancos postais e agências em todo o país sinalizam para a concretização do plano nefasto do governo “golpista e ilegítimo”. Já há inclusive o anúncio do plano de demissão voluntária, como observou o deputado,  que  se solidarizou e ofereceu o apoio a todos os servidores da empresa no país, citando de modo especial os da Bahia: Rubem, Petrônio e Nilto Santa Cruz, de Vitória da Conquista, Fabinho, de Condeúba e Isac Cunha, de Jequié.



De novo: Gás de cozinha sobe 12,9% a partir de quarta-feira (11)

Se repassado integralmente ao consumidor, o reajuste representará um custo adicional de R$ 3,09; é o segundo aumento em menos de um mês (Foto: 97NEWS Conteúdo)

O arroz e feijão dos brumadenses ficará mais "salgado" ainda, já que o preço do gás de cozinha (GLP) nas refinarias será aumentado em 12,9% a partir de quarta-feira, segundo comunicado da Petrobrás. Se repassado integralmente ao consumidor, o reajuste representará um custo adicional de 3,09 reais. Este é o segundo aumento no preço cobrado nas refinarias em menos de um mês. Segundo a Petrobras, o reajuste anunciado nesta terça ocorre em razão das variações do preço do produto no mercado internacional. O último aumento, há cerca de 15 dias, foi de 6,9%. O preço médio do botijão de 13 quilos pago pelo consumidor brumadense estava variando em cerca de R$ 50,00. Os valores estão em alta há cinco semanas consecutivas. 



Empresário preso pela PF foi denunciado por marido traído que encomendou sua morte

Fabricante de suplementos ilegais, Ricardo Peixoto levou 5 tiros após caso com mulher casada; companheiro dela contratou 5 advogados para investigá-lo (Fotos: Reprodução)

O empresário Ricardo Peixoto da Silva (37), preso nesta segunda-feira (9) suspeito de fabricar e comercializar suplementos alimentares de forma clandestina, sofreu uma tentativa de homicídio em 2016. O crime foi motivado por ação passional, mas foi o que desencadeou a investigação da Polícia Federal (PF) que fez ele passar de vítima a prisioneiro. Segundo investigadores, Ricardo tinha um relacionamento com uma mulher casada. Os dois frequentavam a mesma academia, em Feira de Santana, o que teria facilitado os encontros, mas o marido traído descobriu e mandou matar o amante. Ele foi baleado cinco vezes, mas as balas não acertaram órgãos vitais e, por isso, sobreviveu ao ataque. Ainda inconformado, o marido contratou cinco advogados para passar uma lupa na vida de Ricardo. O objetivo era encontrar alguma irregularidade que pudesse complicar o empresário com a polícia. Depois das ‘investigações’, os advogados descobriram que Ricardo estava fabricando suplementos de forma clandestina e denunciaram o empresário para a PF. Um dos federais que acompanham o caso contou que a denúncia foi o que deu início para descobrir outros crimes do empresário. “Esse tipo de caso não é investigado pela Polícia Federal, mas sempre que recebemos uma denúncia verificamos quem é o denunciado. Quando levantamos as informações sobre Ricardo, descobrimos que ele estava fraudando o sistema financeiro e, por isso, a corregedoria (da PF) determinou que fosse aberta uma investigação”, contou o policial.  Ainda segundo a fonte, atualmente o empresário estava tendo um relacionamento com outra mulher comprometida, também em Feira, e foi ameaçado por conta disso. Ricardo já estava cumprindo pena por outro crime quando foi preso nesta segunda. No dia 5 de agosto, policiais federais prenderam o empresário por uso de moeda falsa. Ele também estava sendo investigado por falsificação de documentos. A justiça determinou que ele pagasse pelo crime prestando serviços comunitários e, por isso, ele estava em liberdade quando a polícia cumpriu o mandado de prisão preventiva. Segundo a PF, Ricardo estava fabricando suplementos de forma clandestina em uma casa alugada, em Feira de Santana. Além dos insumos comuns nos suplementos, ele manipulava duas substâncias proibidas por lei: cafeína e glutamina. O empresário não tem autorização da Vigilância Sanitária e Ambiental (Divisa) para usar as dois materiais. A polícia informou que ele vendia os suplementos em Feira de Santana e para seis academias em Salvador. Os nomes dos locais não foram divulgados. 



Proprietários tem até o próximo dia 17 para emplacar 'cinquentinhas', alerta o Detran

Lei federal obriga que motos fabricadas até julho de 2015 não poderão mais circular sem placas. Habilitação também passará a ser exigida.

Os proprietários de ciclomotores de 50 cilindradas, conhecidos como ‘cinquentinhas’, fabricados antes de 31 de julho de 2015, devem emplacar os veículos no Departamento Estadual de Trânsito da Bahia (Detran-BA) até o próximo dia 17. A medida está prevista na lei federal 13.154, que estabelece o registro obrigatório do ciclomotor junto aos Detrans. A resolução 555, do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), regulamentou o serviço e estabeleceu o prazo, que termina em nove dias. As motos vão passar a constar na Base de Índice Nacional (BIN), onde ficam cadastrados os dados de todos os veículos que circulam no país. As ‘cinquentinhas’ fabricadas em outros períodos começaram a ser comercializadas já cadastradas.



Empresário fez fortuna dando golpe na CEF e vendendo suplemento ilegal

(Fotos: Reprodução)

Foi preso no município de Feira de Santana, o empresário Ricardo Ribeiro Peixoto teve três imóveis bloqueados, além de três veículos e uma lancha apreendidos durante a Operação Hedonikos, que foi deflagrada pela Polícia Federal na manhã desta segunda-feira (9). A operação pôs fim a uma vida de luxo e ostentação, principalmente nas redes sociais, fruto de golpes contra CEF e a venda de suplementos clandestinos. Alvo de prisão preventiva, Ricardo Peixoto é investigado por suposta atuação na fabricação clandestina de suplementos alimentares, que eram distribuídos para toda a região Nordeste por meio da XPand Nutrition. A reportagem não conseguiu contato com a empresa. Mais de cinco toneladas de suplementos foram apreendidas durante a operação. Além da prisão do empresário, a PF diz que também cumpriu outros três mandados de conduções coercitivas. Os nomes dos alvos não foram divulgados.



Bahia: Seis anos após início, obras de construção da FIOL Oeste-Leste não chegam a 30% do previsto

Foto: Antonio Carlos l TV Oeste

As obras de construção da Ferrovia Oeste-Leste (FIOL), que começaram em 2011, ainda não chegaram a 30% do previsto para os lotes do oeste da Bahia, seis anos após início das obras. A informação é da Valec Engenharia, Construções e Ferrovias S.A, empresa pública vinculada ao Ministério dos Transportes, responsável pelo empreendimento. Ainda segundo a empresa, a construção não foi concluída por falta de verbas. A Fiol vai ligar Figueirópolis, no Tocantins, ao porto de Ilhéus, no sul da Bahia. Conforme o projeto, serão 1.526 km de extensão. Na Bahia, as obras da Fiol são divididas em FIOL 1 (Ilhéus/ Caetité) e FIOL 2 (Caetité/ Barreiras). Dos 12 lotes da obra, oito passam pela Bahia, sendo três deles na região oeste, onde a ferrovia é uma esperança para o escoamento de grãos. Conforme a Valec, aprevisão do custo total da ferrovia na Bahia é de R$ 6,4 bilhões. Os outros cinco lotes se dividem entre as cidades de Brumado e Caetité, no sudoeste do estado, e Ilhéus. Nesse trecho, a obra já chegou a 71,8% do total. No canteiro de obras no oeste da Bahia, muitas máquinas e tratores estão parados. O trabalho feito na região tem sido de terraplanagem e compactação do solo. 

No canteiro de obras no oeste da Bahia, muitas máquinas e tratores estão parados.

Em 2011, quando a ferrovia começou a ser construída, mais de 500 funcionários trabalhavam no local, enquanto hoje só tem 100. Em 2013, em um seminário de lançamento da Ferrovia, em Barreiras, a Valec e o governo do estado anunciaram que a obra toda estaria pronta em 2014. Contudo, com a falta de dinheiro, a obra praticamente travou e o ritmo de construção foi diminuindo. O término da construção do lote sete, que possui 160 Km de extensão e passa por São Desidério, Barreiras e Santa Maria da Vitória, estava previsto para agosto deste ano. Contudo, apenas parte da terraplanagem foi feita e, mesmo assim, segundo a empresa responsável, o serviço não passa de 23% do previsto. Quando concluída, a FIOL deve reduzir os custos de transporte de grãos, álcool e minérios destinados ao mercado externo. Quanto ao mercado interno, segundo a Valec, a ferrovia deve provocar estímulos, à medida que oferecerá custos menores para as trocas dos produtos regionais. A Fiol é uma obra do Governo Federal, e o Governo da Bahia é agente fomentador do processo de concessão da ferrovia. Por meio de nota, o governo da Bahia informou que vem trabalhando no sentido de mobilizar e encontrar soluções para continuar as obras na Bahia.

A FIOL deve reduzir os custos de transporte de grãos, álcool e minérios destinados ao mercado externo.


Bahia avança na contramão do retrocesso de Temer, diz Zé Raimundo

(Foto: Divulgação)

Contrapondo o retrocesso social imposto pelo governo Temer, que entristece a nação, as ações do governo Rui Costa na Bahia são motivos de alegria para os baianos, segundo comparou o deputado estadual Zé Raimundo (PT), ao repercutir no plenário da Assembleia Legislativa da Bahia a recuperação e construção de estradas, com ênfase na assinatura de contrato, feita pelo governador na manhã de hoje (09), sobre a duplicação da BR-415, no trecho de 18 quilômetros que separam Ilhéus de Itabuna. A intervenção vai oferecer mais conforto e mais segurança para os mais de 511 mil baianos que circulam pela BR-415 e também por Una, Canavieiras, Buerarema, Itacaré e Uruçuca. Zé Raimundo falou de outras iniciativas do Governo Estadual em resposta aos pleitos da população, citando como exemplo a região de Itapetinga, que visitou no final da semana passada. “O grande desejo neste momento é a continuação da recuperação das estradas”, disse o deputado, destacando que o governador Rui já autorizou a obra que liga o município de Potiraguá à BR 101, artéria fundamental para o trânsito das pessoas que vão para o sul da Bahia, saindo da Chapada Diamantina e planalto de Vitória da Conquista. Chamando atenção também para a recuperação do trecho da rodovia BA-262 que liga os municípios de Poções e Nova Canaã, no Centro-Sul da Bahia, Zé Raimundo aproveitou para agradecer ao secretário estadual de Infraestrutura, Marcus Cavalcanti, e ao diretor do antigo Derba, Saulo Pontes, pela atenção dada aos pleitos defendidos pelo seu mandato, em parceria com o deputado federal Waldenor Pereira. “Mesmo com a tentativa do Temer, do PMDB, PSDB e do DEM de destruírem as conquistas sociais, nós resistimos”, criticou o parlamentar que aproveitou para reforçar os pleitos apresentados também para intervenções nas estradas que ligam Mortugaba e Condeúba, Macarani e Itarantim, e  Licínio de Almeida a Urandi.  



Quadrilhas de roubo de gado aterrorizam o Recôncavo baiano

(Foto: Evandro Veiga/Arquivo CORREIO)

Criadores de gado do Recôncavo baiano estão amedrontados com o furto de gado praticado por quadrilhas que vêm aterrorizando a região. Segundo os fazendeiros, os ataques têm intensificado nos últimos dois meses, quando pelo menos 300 animais foram levados pelos bandidos. Esse tipo de crime tem até um nome: abigeato. A Polícia Civil informou que os ataques têm se concentrado na zona rural das cidades de Santo Amaro, São Sebastião do Passé e Terra Nova, e há registros também em Amélia Rodrigues e Teodoro Sampaio. A Bahia, segundo a Pesquisa da Produção da Pecuária Municipal (PPM) 2016, divulgada no último dia 28 pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), possui o nono maior rebanho do Brasil, com 10.336.291 cabeças de gado. Os dados apontam redução do rebanho baiano, já que em 2015 era de 10.758.372 e em julho deste ano a Secretaria estadual da Agricultura (Seagri) registrou 9.910.933 cabeças de gado, durante a campanha de vacinação contra a febre aftosa. Já no Brasil, o rebanho aumentou, saindo de 215.220.508, em 2015, para 218.225.177, em 2016. A Secretaria estadual da Segurança Pública (SSP) informou que as delegacias das cidades onde há registro de casos já estão trabalhando em conjunto na investigação dos furtos de animais, e que algumas quadrilhas já foram identificadas. A onda de roubos de gado não aflige apenas os produtores rurais do Recôncavo. É o que garante o assessor jurídico da Faeb, Carlos Bahia, que acompanha o setor há mais de duas décadas. “Sabemos que na Bahia, desde o início do ano, o problema se agravou e já ocorreu em propriedades de todas as regiões, alcançando milhares de cabeças de gado, sendo que os roubos e furtos se dão também com relação a insumos agrícolas, máquinas, implementos”, cita.  De acordo com a entidade, as cidades onde têm ocorrido maior incidência de abigeato (roubo de gado) são Feira de Santana, Antonio Cardoso, Tanquinho, Iaçu e Marcionilio Souza (no Centro Norte do estado), Riachão do Jacuípe, Rio Real, Barrocas, Biritinga (no Nordeste), Caetité (Sudoeste), Iramaia (Chapada Diamantina), além de praticamente todos os municípios do Sul, incluindo Itaju do Colônia e Itapetinga. Nestas duas cidades, além dos contumazes abigeatários, os fazendeiros disseram suspeitar do furto de gado por parte de índios, que invadiram 27 fazendas entre os dias 23 e 30 do mês passado. Uma das propriedades invadidas pertence à família do ex-ministro Geddel Vieira Lima – a família entrou com um pedido de reintegração de posse. A polícia vai investigar as denúncias de roubo de animais. Segundo Carlos Bahia, a CNA, sindicatos de produtores e a própria Faeb estão desenvolvendo um levantamento, a nível nacional, para se chegar a um diagnóstico preciso do número de propriedades e produtores que tiveram animais roubados, entre outros dados que podem ajudar no controle das ocorrências. A Faeb, inclusive, tem um setor que recebe denúncias, que podem ser feitas pessoalmente (na sede da empresa, na Rua Pedro Rodrigues Bandeira, 143, Comércio) ou no telefone 71 3415-7100.



'Perdi uma uma amiga e grande conselheira"' lamenta ACM Neto pela morte de sua avó

(Foto: 97NEWS Conteúdo)

O prefeito ACM Neto lamentou o falecimento da avó, Arlette Maron de Magalhães, 86 anos, na manhã deste sábado (7). "É um momento de dor para toda a família e para aqueles que conviviam com dona Arlette. Perdi uma avó dedicada, uma amiga e grande conselheira". A ex-primeira dama da Bahia e viúva do ex-senador Antônio Carlos Magalhães (ACM), faleceu após um Acidente Vascular Cerebral (AVC). Ela estava internada no Hospital Cardio-Pulmonar, na Avenida Garibaldi, em Salvador. A família Magalhães informou que às 16h deste sábado acontecerá uma missa de despedida no cemitério Campo Santo, na Federação, e o sepultamento será às 17h. Filha de imigrantes libaneses que desembarcaram no sul da Bahia no início do século XX, dona Arlette nasceu em Itabuna no dia 15 de novembro de 1930.  Ela veio morar em Salvador para estudar, onde conheceu o futuro marido, ainda estudante da Faculdade de Medicina da Ufba. Dona Arlette e ACM ficaram casados por 55 anos, até a morte do senador, em julho de 2007.  O casal teve quatro filhos: Antônio Carlos Júnior, Teresa, Ana Lúcia e Luís Eduardo.  



Luto na Bahia: Arlete Maron de Magalhães, viúva de ACM, aos 86 anos

Avó do prefeito de Salvador, ACM Neto, dona Arlete foi vítima de um AVC e ficou internada no Hospital Cardio-Pulmonar, onde acabou não resistindo.

Faleceu neste sábado (7), após um Acidente Vascular Cerebral (AVC), a ex-primeira dama da Bahia e viúva do ex-senador Antônio Carlos Magalhães (ACM), Arlete Maron de Magalhães, 86 anos. A avó do prefeito ACM Neto (DEM) estava internada no Hospital Cardio-Pulmonar, na Avenida Garibaldi, em Salvador. Em nota, a família Magalhães informou que o sepultamento da ex-primeira-dama será às 17h deste sábado, no cemitério Campo Santo. Dona Arlete, como popularmente é conhecida, foi casada por 55 anos com ACM (falecido em julho de 2007). Esteve à frente, enquanto o marido foi governador, das Voluntárias Sociais da Bahia. O casal teve quatro filhos: Luís Eduardo Magalhães (falecido após um infarto fulminante em abril 1998), Antônio Carlos Magalhães Júnior, Ana Lúcia Magalhães (falecida em 1986) e Tereza Mata Pires.